Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




E agora, Bruno de Carvalho?

Leão Zargo, em 28.10.16

 

 BrunodeCarvalho e JorgeJesus.jpg

 

“Jorge Jesus é perfeito para o Sporting.”

Bruno de Carvalho à revista World Soccer (24.3.2016)

 

“É a nossa estrela, o nosso líder e a pessoa mais importante do grupo.”

Bruno de Carvalho ao jornal desportivo espanhol Marca (12.9.2016)

  

Ele há coisas que não podem ser ditas. É que quando são ditas ficam marcadas no bronze e limitam a capacidade de decisão. E se na vida pouco é permanente, no futebol nada é previsível. Jesus foi apresentado aos sportinguistas como o cromo mais difícil de obter da caderneta dos génios. A aranha no centro da teia. Depois, o líder fechou-se numa torre e perdeu o comando do castelo. Pode ser? Não pode ser. O pavio esgota-se. Esgota-se sempre. Isso já nós sabemos. Também sabemos que quando se vai à guerra com pouca sapiência e nenhuma estratégia é certo que muita coisa vai correr mal. O arqueiro é, simultaneamente, aquele que visa o alvo, o que o atinge e que é atingido. Bruno de Carvalho esqueceu-se disso. Agora, será mais difícil controlar a ocasião e as circunstâncias. O tempo é desfavorável e o modo não permite um deslize.

 

publicado às 13:24

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


50 comentários

Sem imagem de perfil

De Implacável a 28.10.2016 às 13:45

E agora? A saída ideal seria o pedido de demissão. Mas como duvido que isso aconteça, virão eleições em Março e teremos mais um recomeço.
Já estamos habituados...
Sem imagem de perfil

De Profeta a 28.10.2016 às 13:57

Esse recomeço, na minha opinião, deveria ter-se dado em Junho de 2015, quando após a conquista da Taça de Portugal, se expôs o nome do clube ao ridículo com aquele processo miserável que levou ao despedimento do então treinador Marco Silva, que contava ainda com 3 anos de contrato, e que ganhava "tostões" em comparação com Jorge Jesus, que só é o que é hoje, porque supostamente, ganhou títulos à pala dos vouchers.

E digo Junho de 2015, para ser simpático. Pois podia perfeitamente ter sido em Janeiro desse mesmo ano, quando o presidente manteve o Marco Silva, não desmentindo as declarações do José Eduardo, e ainda processou sócios com dinheiro do clube (processos já perdidos) porque percebeu que a sua autoridade interna tinha sido posta em causa.

Para não falar da doyen, das comissões, do ordenado, das guerras internas, etc etc etc.

Alguém desta estirpe jamais deveria estar no Sporting! Agora que Março é ali tão perto, esperemos mais algum tempo.

Mas acho que na altura certa, ainda íamos a tempo de continuar a dar continuidade ao crescimento sustentando que o clube e a equipa vinham tendo. E de facto, as coisas até começarem bem com Leonardo Jardim e Marco Silva...
Sem imagem de perfil

De Profeta a 28.10.2016 às 13:59

* ainda íamos a tempo de dar continuidade
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 28.10.2016 às 15:14

Profeta

Fez muito bem em recordar uma realidade tão próxima, mas que parece esquecida para muitos. No fundo, trata-se da natureza da presidência de Bruno de Carvalho e das suas consequências.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 28.10.2016 às 16:28

Profeta, nessa altura ainda estávamos a saborear uma conquista após anos terrivelmente maus e (a mim, pelo menos) não nos passou pela cabeça a tresloucada contratação de JJ.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 28.10.2016 às 15:11

Implacável

Percebo a sua preocupação em relação ao quase permanente recomeço do Sporting. Tem de ser mesmo assim? Claro que não tem de ser assim e o Sporting já viveu tempos de grande estabilidade directiva, como se sabe.

A questão é que a presidência de Bruno de Carvalho nunca privilegiou a estabilidade, nas relações internas ou externas. Fez sempre o caminho do apocalipse. Agora, é difícil falar em estabilidade ou lamentar o permanente recomeço quando se está confrontado com o ADN de Bruno de Carvalho.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 28.10.2016 às 16:27

Caro Leão Zargo, ao falar em recomeço apenas menciono uma realidade incontornável.
É imprescindível uma mudança e, com ela, virá um necessário recomeço. Dependendo do estado (oculto, como sempre e em qualquer clube que tenha uma direcção cessante) em que se encontra o Clube, esse recomeço poderá ter diferentes bases como ponto de partida. E até pode ter algum substrato que lance a equipa para conquistas num (relativo) curto espaço de tempo. Nunca é excessivo recordar que temos bons jogadores - o que não significa necessariamente um plantel equilibrado.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 28.10.2016 às 16:58

Implacável,
compreendo o seu ponto de vista e concordo com ele, no essencial. Refere um aspecto muito pertinente que é o real estado das coisas quando uma direcção cessa funções de forma mais ou menos abrupta.
De facto, há a tentação forte de adiar problemas, por vezes na convicção que serão resolvidos (ou mais uma vez adiados) lá mais para a frente. Também receio sobre a verdadeira situação do Sporting em Abril do próximo ano.
Sem imagem de perfil

De Yaza a 28.10.2016 às 18:32

Não conheçem alguém para fazer frente ao Presidente Bruno de Carvalho nas próximas eleições?assim isto é só paleio de croquete ressabiado por ter perdido o tacho e o lugar na bancada VIP.Assumam-se candidatos.
Sem imagem de perfil

De Profeta a 28.10.2016 às 23:25

"croquete ressabiado por ter perdido o tacho"

Com esse disco riscado já não se safam!...
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 28.10.2016 às 23:32

Profeta
Quando faltam argumentos alguns recorrem à história da carochinha. É o caso do Yaza!

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo