Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




E agora, Bruno de Carvalho?

Leão Zargo, em 28.10.16

 

 BrunodeCarvalho e JorgeJesus.jpg

 

“Jorge Jesus é perfeito para o Sporting.”

Bruno de Carvalho à revista World Soccer (24.3.2016)

 

“É a nossa estrela, o nosso líder e a pessoa mais importante do grupo.”

Bruno de Carvalho ao jornal desportivo espanhol Marca (12.9.2016)

  

Ele há coisas que não podem ser ditas. É que quando são ditas ficam marcadas no bronze e limitam a capacidade de decisão. E se na vida pouco é permanente, no futebol nada é previsível. Jesus foi apresentado aos sportinguistas como o cromo mais difícil de obter da caderneta dos génios. A aranha no centro da teia. Depois, o líder fechou-se numa torre e perdeu o comando do castelo. Pode ser? Não pode ser. O pavio esgota-se. Esgota-se sempre. Isso já nós sabemos. Também sabemos que quando se vai à guerra com pouca sapiência e nenhuma estratégia é certo que muita coisa vai correr mal. O arqueiro é, simultaneamente, aquele que visa o alvo, o que o atinge e que é atingido. Bruno de Carvalho esqueceu-se disso. Agora, será mais difícil controlar a ocasião e as circunstâncias. O tempo é desfavorável e o modo não permite um deslize.

 

publicado às 13:24

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


50 comentários

Sem imagem de perfil

De J. a 28.10.2016 às 14:36

É com esses erros que se aprende se houver uma abordagem positiva a esses mesmo erros.
Quando se está numa base da constante critica, tendo como referência ódios pessoas a quem dirige o Sporting, a aprendizagem apenas serve para repetir o mesmo discurso de sempre como é exemplo este post.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 28.10.2016 às 14:52

J

Este post, como outros que escrevi sobre o Sporting e a sua realidade desde 2013, decorrem de uma opinião crítica relativamente à gestão de Bruno de Carvalho.
Desde o primeiro momento receei o pior desta presidência, na convicção de que quem marginaliza e persegue, que governa de forma autocrática, recorrendo a agências de comunicação para compor uma imagem favorável, mais tarde ou mais cedo, terá um fim desagradável.
Quando pessoas como Bruno de Carvalho cessam funções deixam tudo pior do que estava quando chegaram. Será o caso do Sporting quando ele sair.

A palavra ódio não é adequada. Esse é um sentimento reservado para outras pessoas e outras circunstâncias.
Sem imagem de perfil

De J. a 28.10.2016 às 16:02

Preocupação em 2013 e novas presidências do Sporting , é quase uma contradição em si mesmo.
Existe tambem aqui uma certa tentativa de fazer esquecer que em 2013 o clube estava numa das suas piores crises de sempre.
Bruno de Carvalho foi fundamental numa certa recuperação institucional a todos os niveis. Ora, a recuperação está ainda longe de ser total.
Para isso, só falta um pequeno grande passo que é ver o Sporting campeão.
Faltou pouco no ano passado. Muito pouco....e tal não aconteceu com Marco Silva nem Leonardo Jardim, como se quer fazer aqui passar a ideia.
O Sporting de JJ foi candidato ao titulo até á ultima jornada e tal não acontecia há uns 10 anos.
Ora, ser candidato ao titulo até á ultima jornada e não ganhar, servirá de pouco consolo este ano.
E é aqui que vocês continuam a substimar o poder de análise da maioria dos sportinguistas. Chega a ser quase ofensivo...

Os sportinguistas estiveram e ainda estão na sua grande maioria com BdC, porque viram o clube crescer. Mas se tal nao acontecer, e se o tal titulo de campeão voltar a escapar este ano, seremos nós os primeiros a pedir contas a quem de direito.
E não será uma qualquer agencia de comunicação que irá retirar esse discernimento a quem tem o direito de votar numas eleições do Sporing
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 28.10.2016 às 18:05

J,
considero interessante a sua referência no final do comentário às agências de comunicação. É que, Bruno de Carvalho, à cautela desde 2011 fez-se sempre acompanhar por agências de comunicação não vá o diabo tecê-las!

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo