Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 

 Em entrevista a "Bola Branca" da Rádio renascença, o jurista Pedro Miguel Branco - especialista em direito desportivo - analisou o acórdão proferido pelo Conselho de Disciplina da FPF em relação à Taça da Liga, e na sua opinião, o melhor que o Sporting conseguirá ao recorrer para o Conselho de Justiça será um agravamento da multa a aplicar ao FC Porto - a multa original foi de 380 euros - caso aquele órgão considere a aplicação do Artigo 116 do Regulamento Disciplinar.

 

«Houve uma divergência, inclusivamente com um voto de vencido, no que diz respeito à possibilidade de os factos imputados ao FC Porto serem analisados à luz do Artigo 116 ou do Artigo 119 do Regulamento Disciplinar. Isto obviamente tem a sua relevância no que diz respeito às penas a aplicar. Quanto ao dolo propriamente dito, não é expectável que haja uma reversão da decisão, muito embora o Sporting, nos cinco dias de que dispõe para apresentar o recurso ao CJ, possa juntar novos factos ao processo, a título excepcional e se provar que teve conhecimento deles, após a decisão do Conselho de Disciplina."

 

Pedro Miguel Branco alertou ainda para a possibilidade de o recurso do Sporting poder atrasar de forma significativa a realização da meia-final que está por disputar na Taça da Liga, dado que mesmo que o Conselho de Justiça actue muito rápido, nunca decidirá em menos de duas ou três semanas, podendo até levar mais tempo.

 

O que o jurista explicou não vem como surpresa alguma, dado as circunstâncias do futebol português e do próprio caso, e será consolação mínima ver a multa aplicada ao FC Porto agravada por umas meras centenas de euros. Em última análise, talvez a maior "vitória" para o Sporting ( e evito recorrer ao termo "vitória moral", que detesto) seja "fazer a vida cara" ao sistema vigente, complicando, ao máximo, a realização da meia-final entre o Benfica e o clube do Norte. Não me vou fazer repetir, uma vez que critiquei os dirigentes do Sporting pela sua inacção no momento do jogo, mas face ao que ocorreu a partir desse ponto, acho que este é o único curso a seguir. Como palavra final neste assunto, é a minha opinião que a perseguição da verdade desportiva, para ter o impacte desejado, deve ter um outro timing e deve ser assente em incidências muito mais flagrantes e graves que ocorrem no milieu futebolístico português.

 

publicado às 02:42

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds