Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




E assim se desperdiça dois pontos !

Rui Gomes, em 04.04.15

 

10331950_rGm9J.jpg

 

Este empate com o Paços de Ferreira resume-se à GRITANTE ineficácia do Sporting no último passe e muito em especial na finalização. Sem ser o único, perdi conta às oportunidades que João Mário desperdiçou, diria até infantilmente. A equipa pacense fez um remate, marcou um golo e o resto é história.

 

Sem dominar completamente, o Sporting controlou praticamente o jogo todo, mesmo com alguns elementos, a exemplo de William Carvalho, com exibições abaixo do seu usual. Os dois centrais estiveram bem - com um pouco mais de sorte, e pontaria, ambos até poderiam ter marcado - assim como Nani e André Carrillo terá sido o melhor "leão" em campo. Os laterais, sem grandes pecados defensivos, deixaram muito a desejar nas manobras ofensivas.

 

SOQ3YMLN.jpg

 

Com William Carvalho a falhar mais do que é o seu normal, André Martins não esteve mal mas não consegue fazer a diferença e João Mário com um desempenho tipo 8 a 80. Muito bem a organizar jogo, até a defender, mas a pecar frequentemente no último terço do terreno. Para agravar as coisas, o lance que deu no golo do Paços de Ferreira nasceu numa perca de bola sua na zona intermediária.

 

Slimani trabalhou muito e teve influência no jogo, mesmo sem ser brilhante. Marcou um golo - o seu 10.º do campeonato - a excelente passe de Nani mas, aos 32 minutos, com João Mário completamente isolado frente à baliza, falhou o passe de forma incrível.

 

Em resumo, um jogo muito frustrante, pelo desperdício das inúmeras oportunidades criadas. Ao intervalo, o marcador devia indicar três golos de vantagem e, depois, repete-se a história de sempre: "quem não marca sofre".

 

48FKWMYL.jpg

  

Com do desperdício destes dois pontos, as hipóteses de chegar ao segundo lugar ficam seriamente comprometidas.

 

P.S. Não concordo com a titularidade de Miguel Lopes em detrimento de Cédric Soares. Reconheço que esteve bem no jogo em que Cédric falhou, por castigo, mas, na minha opinião, o nosso formado devia ter regressado à sua posição. Confesso que não sou e nunca fui fã de Miguel Lopes.

 

Nani falha a visita ao Bonfim, por acumulação de amarelos. Não deixa de dizer muito sobre os critérios da arbitragem, quando um jogador como Nani já regista 9 amarelos, mais do que nunca na sua carreira.

 

publicado às 22:11

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


45 comentários

Sem imagem de perfil

De m1950 a 04.04.2015 às 22:54

Bem antes de mais devo dizer que isto é engraçado , e eu já previa quando falharam João Mário e Carrillo consecutivamente. O que aconteceu não é azar , chama-se falta de categoria e pedigree de campeões , por isso um jogo que devia ter acabado em 5-0 no mínimo , acaba em 1-1. Nota para mais um golo indefensável , sem qualquer chance para o redes leonino com a bola a meio da baliza.



Hoje Martins ao contrário do que se quer fazer parecer fez um bom jogo e foi o melhor do meio campo , a saída de Adrien e Oliveira do 11 , aumentou a qualidade de circulação de bola do Sporting que jogou fluído , mas com os 2 internacionais a jogar a uma intensidade muito abaixo do que é exigido principalmente William, João Mário começou bem no jogo dinâmico e ali na finalização esteve muito mal , já disse o seu nível de intensidade apesar de toda a qualidade técnica , o seu futuro terá de ser o regresso à posição 6 , para ser um Xabi Alonso no máximo no duplo pivot , é uma utopia achar-se que pode jogar a médio centro , isto porque sem bola é muito complicado para o seu pulmão, na frente não dá profundidade e hoje vimos não tem a finalização para jogar com 3º médio.

Nani e Carrillo estiveram muito bem , Slimani com mais qualidade de passe do que é habitual , fizeram um bom jogo , Jefferson assim assim , esteve bem a nível defensivo e Miguel Lopes bem também no mesmo aspeto sendo essencial à equipa.

O eixo central , esta dupla é aquela que oferece melhor jogo aéreo e saída de bola , e mais qualidade técnica à equipa , este trio é altamente competitivo(Oliveira-Tobias-Ewerton) , e isso é bom para o SCP.

Martins se a competição é com Adrien , merece na minha opinião ficar com lugar.

Quanto ao jogo , um Sporting inteligente , e a aproveitar o que tem de melhor , visto que a equipa encravou na sua evolução no que toca ao futebol apoiado e ataque posicional resolveu começar a jogar na transição (tal como Jardim na segunda volta) saiu sempre de forma criteriosa falhando nos últimos 30m algumas combinações e depois na finalização.

Quero dar os parabéns ao Paços pela atitude competitiva que demonstram e por irem sempre a jogo ao contrário de umas 8 equipas de 50metros que temos neste campeonato , hoje provavelmente não tiveram hipoteses porque o Sporting não consentiu chances , mas pela atitude o prémio é merecido.

Marco apesar de não ter culpas a nível tático hoje , esteve mal nas substituições , com o jogo a apertar , o Sporting segue para o bombeamento para area , nunca poderia ter saído Slimani e o Capel é um jogador que não tem sequer capacidade para conduzir a bola de frente para a baliza 6m.

O Sporting hoje falhou a chance de lutar pelo segundo lugar quando estava perfeitamente ao alcance. A direção deve refletir , a época está acabar e podemos começar a tirar conclusões , a política de contratações do SCP foi um verdadeiro falhanço, com no máximo 2/3 jogadores de valor em 12 contratações.
Sem imagem de perfil

De FCS a 04.04.2015 às 23:55

Parece-me que o treinador não esteve mal apenas nas substituições (mais uma vez).

Começa logo por manter o Carrillo tanto tempo em campo, era notório que estava esgotado, nunca devia ter jogado mais do que 60 minutos.

Mas o ponto para mim foi a enorme passividade com o desenrolar do jogo, que estava a partir-se sem que tenha tentado sequer alterar a dinâmica do mesmo.

E não perdoo tanta displicência! Ao 2º falhanço clamoroso algo tem que acontecer mas não acontece nada. Pelo menos até o leite estar derramado e aí o guião é mais ou menos sempre igual.

O marco hoje foi um menino. Pela passividade, pela falta de pulso, falta de nervo, falta de capacidade de antecipar o que todos nós já temíamos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 05.04.2015 às 00:01

É indiscutível que foi ele que falhou aqueles golos todos, alguns até de baliza aberta. E Carrillo, esgotado ou não, ainda conseguiu ser o melhor jogador em campo.

O poder de análise é espectacular !??

Mas... é a altura para carregar no treinador, dando "razão" ao Bruno. Não é essa a ideia ?
Sem imagem de perfil

De FCS a 05.04.2015 às 00:09

Mas quem é que falou no Bruno?!?

Simplesmente estou a falar do jogo que vi e a dar a minha opinião.

Desde o 2º falhanço clamoroso (o do Carrillo) que estava a martelar a cabeça de quem via o jogo comigo sobre o perigoso que o jogo se estava a tornar e a passar-me com a incapacidade do treinador em fazer algo.

O Rui acha normal que numa semana onde houve jogos de selecções mais viagens se deixe andar o jogo até aos 75 minutos sem mexer na equipa?

Eu não.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 05.04.2015 às 00:16

O FCS olhe para o banco e diga-me as alternativas viáveis. Até agradecia que indicasse quem é que devia ter entrado para o lugar de quem e quando.

Como já referi, não sei se Tanaka estava no banco, mas além dele tínhamos o Carlos Mané. Falhei alguém, no que diz respeito a elementos ofensivos ?

Claro, também estava o Cédric, mas fazê-lo entrar no lugar de Miguel Lopes parece que não faz grande sentido.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 05.04.2015 às 00:55

Meu caro FCS eu compreendo o que diz mas permita-me discordar , normalmente os adeptos mais comum tremem quando veem que a sua equipa não tem a bola e sentem o perigo , mas a verdade é que o Sporting dominou inteiramente o jogo , isto reflete-se pelos Paços não ter tido jogadas com príncipio meio e fim que é a sua marca nem oportunidades de golo , o Paços estava dominado apesar de não "parecer".

Carrillo é o jogador mais importante no desdobramento ofensivo do Sporting , sendo o jogador mais veloz que explora a profundidade , estando com as linhas baixas ele e Slimani seriam sempre para manter em campo ,um para segurar outro para castigar.

A única coisa que me fez antecipar o resultado foram os golos falhados.

PS: Tem de entender que para certas pessoas ter uma opinião de futebol que incida negativamente no treinador , é apoiar e fazer o que o Bruno pretende , portanto da próxima vez que não estiver satisfeito com a actuação de MS , é melhor não dizer nada seu "Brunista!".
Sem imagem de perfil

De FCS a 05.04.2015 às 01:38

M1950,

Sobre o Carrillo plenamente de acordo, agora é preciso saber gerir, há jogo na 4ª feira e além disso é preciso dar minutos ao Mané para que continue a evoluir.

Sobre o desenrolar do jogo, eu concordaria consigo se a equipa se tivesse mantido compacta, não foi o caso.

E depois há infelizmente um padrão na incapacidade defensiva da equipa, o numero de golos que sofre, muitos dos quais absurdos.

Sou um mero adepto mas comigo hoje o João Mário após o segundo falhanço teria ido para o banho.

Deve ser por ser "brunista" mas faz-me muita confusão certas coisas como as substituições repetidamente tardias e sempre iguais, a saída do Slimani precisamente no momento que se ia apostar em despejar bolas para área e a cereja no topo do bolo é a insistência no Capel!

E depois ver o Treinador comentar na flash como se fosse um mero espectador/comentador... blá blá blá, não podemos desperdiçar tanto bla bla blá foi injusto... parece que o homem não tem qualquer intervenção sobre o jogo, sobre o desenrolar do mesmo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 05.04.2015 às 02:30

Obriga-me a assumir uma postura de defesa ao treinador quando, na realidade, nem é esse o meu verdadeiro intuito. Vejo a sua análise do jogo, com o treinador como escopo central da sua ira, e em conjunto com os seus comentários, sempre na mesma linha, ao longo dos meses, acha mesmo que poderia chegar a outra conclusão ?

É sempre possível, em função do resultado, levar a cabo uma análise minuciosa e especular como o treinador poderia ter feito melhor, especialmente visto da bancada. E até admito, hoje e sempre, que este ou qualquer outro treinador assume responsabilidade e culpabilidade pela performance da sua equipa. Hoje, a questão fulcral, não é a exibição, em geral, mas sim que falhámos de forma quase infantil meia dúzia de golos. Esta é que a real questão.

Pedi-lhe para especificar as alternativas disponíveis no banco. Verifico que optou por não responder. Porque será ?... Provavelmente porque não tem resposta e é mais fácil diabolizar o treinador.

E, ingenuamente, ainda espera que ele apareça na flash interview a criticar os jogadores ?... Não brinque com coisas sérias !
Sem imagem de perfil

De FCS a 05.04.2015 às 10:14

As alternativas vão se criando ao longo da época e já chegámos a Abril... nesta fase podia e devia haver mais 2 ou 3 elementos capazes de fazer alguns minutos. Olhe como fez o LJ na época passada com o Mané por exemplo. Não serão os B´s a resolver, seriam "apenas" mais soluções e para determinadas situações ao mesmo tempo que aumentariam a competitividade interna.

Como já referi ontem ao 2º falhanço clamoroso o João Mário devia ter ido tomar banho e faria entrar o Mané. De certeza que já não teria feito aquele disparate que originou o golo adversário.

E se equipa estava em risco de se partir alias como o William referiu posteriormente porque não entrar o Rosell? Pois é que é assim que o LJ ganha - pragmatismo!

É a minha opinião apenas.

Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.04.2015 às 22:33

Concordo plenamente, João Mario com duplo falhanços grave (cabeceia bastante ao lado quando enquadrado com a baliza num centro do "toma e faz-te famoso", e faz aquele disparate na saída oferecendo de bandeja a posiçao de remate que deu golo) num curto espaço de tempo denotou uma tremenda falta de concentração e deveria sim de imediato ir para o banho para refrescar aquela cabeça para perceber que não estava a jogar lá na rua dele.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 05.04.2015 às 10:52

m 1950

Boa análise, que subscrevo no essencial. O Sporting teve o domínio em quase todos os aspectos do jogo, sendo pressionante nas alas, decidido nas disputas das bolas, seguro na defesa. Não recorreu ao chuto para a frente, com excepção dos últimos 10/15 minutos, mas procurou levar a bola controlada até às proximidades da grande área. Nesse aspecto o MSilva fez bom trabalho. Não teve sucesso em virtude de duas lacunas gritantes: a incapacidade de marcar o 2º golo e o mau jogo de WCarvalho.

Apreciei a sua avaliação do desempenho de AMartins. De facto, o AMartins tem uma boa visão de jogo e qualidade no passe e tacticamente é muito evoluído.

O Nani não tem o estatuto de insubstituível, como se questiona mais em baixo, mas neste jogo creio que esteve em muito bom nível e basta olhar para o banco e perceber que não há alternativa credível. O Nani é o comandante em campo aceite por todos os companheiros. Também por isso permanece o máximo de tempo possível.

O Capel para mim é um enigma. Isto é, não percebo o recurso a um jogador que não é capaz de ir uma vez à linha de fundo e pôr a bola em condições para golo.
Sem imagem de perfil

De SMCM a 06.04.2015 às 16:27

Eu acho é que os jogadores têm de ver na televisão mais futebol e treinar. O SCP que lhes ofereça a assinatura da SPORTV... o João Mário e o Carrilho só tinham de rematar em "raquete" para o seu lado direito. Com um ligeiro efeito a bola estava dentro da baliza. Como é que o João Mário, com todo o tempo do mundo, de pé direito, consegue a proeza de rematar para o seu lado esquerdo?? Ele só podia fazer isso se rematasse com a parte de fora do pé e a fazer arco (trivela). Agora com a biqueira a rematar para o lado esquerdo??? o que é aquilo?? Só tem uma resposta: falta de qualidade e muita!!!.. Por favor!..
João Mário começa a mostrar que não é a solução para n.º10. Quanto muito pode ir para 8 e lutar pelo lugar com o Adrien.
Sem imagem de perfil

De Pedro51 a 04.04.2015 às 23:23

Será que nos treinos não aprendem a chutar à baliza ? Como é possível falhar tanto golo, alguns de baliza aberta. Parece que chutam por chutar. Outra nota negativa é a displicência de alguns jogadores. William o modo como perdeu umas 5 vezes a bola e sobretudo J Mario no golo do Paços, é demais. Não há pachorra. Naquela zona !!! Não sei se é sobranceria se inconsciência. Irrita empatar assim, com tantas oportunidades falhadas.
Sem imagem de perfil

De HY a 04.04.2015 às 23:23

Ė um desabafo, mas hoje, reconhecendo a infelicidade/ineficácia, não posso deixar de dizer que o MS, que tem muito mérito no bom futebol que o Sporting apresentou até aos 60 minutos, falhou totalmente na leitura do jogo em termo de substituições. Mais ainda, quando o ouvi dizer que vários jogadores vinham sem intensidade, desgastados e espera até aos 75 minutos, quando já se via que a equipa estava a deixar correr o marfim, para fazer um substituição? E depois tira o Slimani no momento em que vamos começar a despejar bolas para a área do adversário? Para depois acabar dois médios e meter todos os extremos que temos em campo (Capel para quê, se a palavra de ordem naquela altura era cruzar logo a partir da linha do meio campo?).

Além disso, o MS tem que ser menos "compreensivo" com os seus rapazes, cansados, infelizes, desgastados, etc.... Pura e simplesmente não pode deixar que em certos momentos do jogo a equipa como que desligue em termos de intensidade (que não de qualidade). Não é aceitável em profissionais do Sporting.

Enfim, desabafo de um frustrado...e não se trata de por o MS em causa, mas acho que alguém tem que o ajudar a cartilha das substituições.
Sem imagem de perfil

De HY a 04.04.2015 às 23:25

Perdão "... ajudar a mudar a cartilha das substituições."
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.04.2015 às 23:42

"Não se trata de por o MS em causa"... mas é mesmo. Acho que perante os golos falhados, descaradamente, o treinador será o último a merecer crítica, em função do resultado.
Sem imagem de perfil

De HY a 04.04.2015 às 23:58

Sim, eu disse que ele tem todo o mérito em fazer a equipa jogar o bom futebol que mostrou ...enquanto jogou. Mas as substituições foram claramente tardias e desajustada. Não se perdeu por causa dele, claro, porque não foi ele que falhou 4 ou 5 golos feitos, mas espero que melhore no capítulo mexer na equipa, que é claramente um dos seus pontos fracos por agora. Não me esqueço que é o primeiro ano a treinar uma equipa como o Sporting. Para o ano será mais forte em tudo, espero. Criticar a sua leitura do jogo e das substituições não é pô-lo em causa, é identificar um ponto a melhorar.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 05.04.2015 às 00:07

Eu ainda nem sequer fui ver quem estava no banco mas, de qualquer forma, as opções eram escassas. Quem podia ter entrado mais cedo ?... O único que me vem à ideia é Carlos Mané. Carrillo e Slimani estavam cansados mas ainda foram dos melhores em campo.

Não sei se Tanaka estava no banco. Fazer entrar Montero é o que se viu. Quem mais ?
Sem imagem de perfil

De HY a 05.04.2015 às 01:03

O Adrien não estava no banco? Se estava devia estar em campo uns dez minutos antes do golo do Paços. Era no meio campo, onde o WC estava em dia não é o JM e o AM são limitados em intensidade e capacidade de luta que a coisa estava a quebrar (não é obrigatório jogar sempre em 433 ou é? Um home a mais no meio campo pode fazer milagres). Estava-se a ver a equipa a deixar o jogo ir escapando para o adversário. E o Slimani não podia ter saído, meter o Montero sozinho na frente é o que se sabe, concordo. Se era para não desequilibrar o meio campo, foi o que fez alguns minutos depois, metendo um Capel inexistente, até porque a equipa já estava a jogar de um modo que não dava para ele ser útil. Mas tem de sair sempre o Carrilho e trocar o ponta de lança...

Repito, longe de mim acusá-lo pelo empate, até porque acho que fomos muito bons durante 60m (e não demos uma goela ao ataque do Paços). Mas é preciso saber intervir para matar a reacção do adversário, não apenas para correr atrás do prejuízo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 05.04.2015 às 02:12

O Adrien estava castigado, por isso não jogou e entrou André Martins no seu lugar.

Neste jogo em particular, Slimani e particularmente Carrillo - que chegou anteontem do serviço da selecção - jogaram até ao limite. Não posso, em boa consciência, da bancada, fazer juízo sobre a sua condição física. Já critiquei o treinador em várias ocasiões pela sua gestão do plantel, mas acabei por reconhecer que salvo uma ou outra excepção pontual, ele tem vindo a fazer o que LJ fez na época passada, mas com muitos mais jogos a disputar, nomeadamente jogar os seus melhores até ao limite. Claro, admito outras opiniões, mas creio que esta é a realidade do Sporting.

E tudo isto até não visa defender Marco Silva, apenas acho injusto que depois dos jogadores falharem meia dúzia de golos se faça dele o bode expiatório.
Sem imagem de perfil

De HY a 05.04.2015 às 09:20

Rui, se eu digo claramente que o mérito do bom futebol jogado é dele, não faço dele bode expiatório, não é? A do Adrien escapou-me... Efeito de chegar de viagem mesmo à hora do jogo. E os golos falhados chegavam para ganhar por 3 ou 4 de diferença. Mas, faltou-lhe dedo a mexer na equipa. Ainda havia o Rossel, podia ter tido mais um médio no bamco(o Wallison serve para 20 m de certeza), o Slimani estava morto, mas sempre atrairia um ou dois marcadores para o Montero poder aparecer. O pobre do Capel...nem um posicionamento na área quando a bola era centrada do outro lado acertou... enfim, vamos é construir com basa nos 60minutos de boa qualidade.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 05.04.2015 às 09:26

O Rosell para quê ?... Para defender um remate que deu em golo ? Que outros remates ou jogadas de perigo fez o Paços ?

O Wallyson vai deixar de jogar com regularidade na B para estar no banco da A a jogar uns minutos aqui e acolá ?

Isto tudo é tentar arranjar arranjar explicações para um plantel que não tem o suficiente de tudo e que tem dificuldade em marcar golos.
Sem imagem de perfil

De HY a 05.04.2015 às 10:45

Rui, isto não é uma questão ideológica, não estou a atacar o MS para defender o BdC. Todos nós criticamos algumas opções dos treinadores, o Rui já criticou o MS e o ano passado a certa altura criticou bastante o "acomodismo" do LJ.

Já deixei bem claro que o MS pôs a equipa a jogar um excelente futebol como se viu ontem até aos 60 minutos. Quero que ele fique no Sporting e sei que a manta é curta e a culpa não é dele, excepto, talvez, na medida em que não foi mais ousado a procurar alternativas nos B. Não vale a pena perguntar-me se o Wallison deve deixar de jogar na B pra jogar uns minutos na A, afinal não era a mesma crítica que o Rui fazia ao MS por não "puxar" o Gauld? Em princípio acho bem que fiquem na B, mas se há falta de jogadores nos A...

Para qu êmeter o Rossel (na verdade eu queria era o Adrien, inconsciente de que estava castigado)? Porque era preciso mudar a apatia que se estava a instalar, o PF não criou muito perigo, mas os jogadores começaram a aparecer em número superior perto da nossa área, as bolas rechaçadas pela defesa começaram a ir parar aos adversários e as nossas transições a fazer-se ao pontapé para a frente, pois já não conseguíamos sair tão bem com a bola controlada. Fosse o Rossel, permitia ia JM deixar de ter de correr tanto atrás dos adversários e concentrar-se no que faz melhor, fosse o Mané mais cedo, teria talvez acompanhado e pressionado o defesa direito não o deixando chutar à vontade, coisa que o Nani já não fazia, quando as equipas começam a deixar o jogo correr os treinadores têm de intervir, por vezes não é tanto a troca individual mas a introdução de uma nova dinâmica, de uma ocupação diferente do espaço. Todos estávamos a ver que a coisa se preparava para correr mal, havia que agir antes digo eu.

Repito, isto não é atirar-se ao treinador. Tivesse alguma daquelas bolas entrado antes e todos elogiariam o excelente futebol que ele pôs a equipa a praticar. Mas acho que lhe falta ainda ainda a capacidade para fazer a equipa bloquear o jogo como o LJ fazia. Repare, não deixamos o PF praticamente criar perigo, verdade, mas naquela altura havia que ser mais prático e feio. E depois, tirar o Slimani quando começámos a despejar sistematicamente e meter o Capel... lembro-me de um lance em que ele fugiu sozinho junto à linha e o Jefferson, que conduzia a bola atrás dele, em vez de o lançar centrou logo alguns metros à frente da linha do meio campo. Qual era o sentido.

Outra coisa: se não temos um vendeiro dez e temos mais extremos, porque é que o Nani não pode aparecer mais pelo meio a certa altura? Sabe segurar a bola, joga num lençol, tem uma visão de jogo superior, pode colocar a bola onde quer... Basta que a cobertura nas costas seja eficiente porque não se lhe pode pedir que venha sempre lutar pela bola atrás.... Não será uma opção quando é preciso mudar o rumo das coisas?

Dito isto, pode sempre entrar um grande pontapé de longe. Mas se não se faz nada para inverter o rumo é mais possível que isso aconteça...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 05.04.2015 às 09:33

P.S. Isto faz-me lembrar de algum modo o Chelsea vs Stoke City também jogado ontem. O Chelsea domina completamente, devia ter marcado meia dúzia de golos mas não marcou e lidera 1-0 quando sofre o golo do empate num remate do meio campo do Stoke City que apanhou o guarda-redes adiantado.

Felizmente para o Mourinho, ainda conseguiram fazer o 2-1, caso contrário haveria pano para mangas de discussão.
Sem imagem de perfil

De Raúl a 04.04.2015 às 23:26

Na verdade o Nani já tem nove amarelos, e não cinco.

Com tanta infantilidade acho que os jogadores já desistiram do 2º lugar. Lutarão pelo 3º se (e só se) se mostrar necessário.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.04.2015 às 23:40

Tem razão, obrigado. Era isso que tinha em mente e acabei por escrever 9, incorrectamente.
Sem imagem de perfil

De Pedro51 a 04.04.2015 às 23:41

Temos 7 pontos de avanço sobre o Braga. Mas no próximo fim de semana jogamos em Setúbal (onde costumamos perder pontos) e o Braga em casa com o Penafiel. O 3º lugar pode ficar ameaçado...
Sem imagem de perfil

De J. a 04.04.2015 às 23:44

Acho que começa a haver uma inflação de "6" e "8" em Alvalade, mas continuam a faltar "10´s". Adrien, A.Martins (o melhor hoje do meio campo), João Mário e ainda vêem ai Gauld e Wallyson são jogadores que dão para jogar ali, mas nunca a 10.

João Mário por exemplo naquela posição não dá para um Sporting a jogar para ser campeão.
É bom jogador sem duvida, mas não tem golo. Marca aqui e ali, mas naquela posição precisamos de alguém com outro poder de concretização.
Não podemos viver só de pressão defensiva e passes laterais. Faz falta ali alguem a marcar golos.

Tambem acho que as substituições foram tardias e mal feitas.
E assim se explicam 2 pontos perdidos.

Em relação ao Cedric, aplica-se a mesma politica q em relação a Tobias. Estavam castigados, os seus substitutos entraram bem (M.Lopes e Ewerton), têm agora q esperar a sua oportunidade para recuperar o lugar.
Assim se ganha competitividade dentro de um plantel
Sem imagem de perfil

De FCS a 04.04.2015 às 23:58

A questão é que alguém lhe tem que fazer ver que não pode falhar tanto, ser tão displicente.

Isso se quiser ser o jogador que pode vir a ser.

E isso também cabe ao treinador, certo?

Ou então deixa andar é no fim vem dizer à flash que foi um resultado injusto.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 05.04.2015 às 00:11

Pelo facto de um jogador falhar, quer dizer que o treinador não o chama a atenção e não trabalha para o rectificar e o melhorar ?

Onde aprendeu esse seu futebol ?
Sem imagem de perfil

De J. a 05.04.2015 às 00:20

Eu acho que tem a ver muito mais com as caracteristicas do jogador.
João Mário, se for trabalhado a nivel de intensidade de jogo, pode dar um excelente "8", mas acho que nunca na vida se poderá converter num 10.
E esse tem sido a meu ver o grande problema do Sporting.
Se no ano passado, o problema era André Martins, este ano é João Mário.
2 bons jogadores que podem render muito mais no lugar do Adrien, que propriamente a jogar á frente de este.

Agora, a grande questão é esta: como já não abundam tantos jogadores de qualidade que joguem a 10, e os que andam por ai são de outro preço, o Sporting ou muda de táctica ou faz novas adaptações (tipo Mané).
Continuar a jogar assim arriscamo-nos a empatar este tipo de jogos.
Sem imagem de perfil

De 2Much4U a 05.04.2015 às 00:31

Marco Silva não aprendeu que as substituições se podem fazer antes do minuto 60' neste caso 75' e toca a meter o Montero para o chuveirinho lançando o Capel minutos depois para aproveitar a cabeça do Slimani! Fahque Logic!
Sem imagem de perfil

De Leão 1906 a 05.04.2015 às 02:26

Não é possível falar em táctica,estratégia e outras que tais perante uma tal ineficácia.Quando uma equipa perde pelo menos 7 oportunidade de golo praticamente feito,nada resiste.Num jogo em que podíamos golear....empatamos.
Acontece muito no futebol.Tobias(2),Ewerton(1),JM(2),Carrillo(1)e Nani(1) pelo menos,perderam golos feitos.Se fosse um problema de jogadores tínhamos que substituir a equipa toda.

Esta situação já aconteceu com o PF na 1ª volta,com o Wolfsburgo e noutros jogos.Tem a ver com um um misto de falta de jogadores claramente finalizadores e de juventude.Para aqueles que reclamam a presença de jovens na equipa....estas são as consequências .As equipas são normalmente irregulares.A regularidade necessária só surge com o tempo.
Lembrar que jogos destes acontecem a todas as equipas...mas a nós já aconteceram demasiadas vezes.

Penso que a pressão natural desta fase também está a exercer a sua influência.

Não acredito no 2º lugar precisamente pela juventude da equipa.Temos que tentar ganhar todos os jogos mas jogos como o de hoje aparecerão sempre.

JM não é um 10 mas mesmo como 8 tem que ter uma capacidade concretizadora muito diferente desta.Não esquecer que JM está fazer apenas a sua 2ª época na 1ª liga.Muito importante.
Mas Carrillo falha um golo na pequena área..inadmissível.

William também não fez um bom jogo.
Mas o problema deste jogo foi só um:concretização.

Esperemos que não se deixem afectar pelo jogo.Perder pontos desta maneira é sempre muito frustrante.

Eu próprio se estivesse a escrever a seguir ao jogo...a prosa não era tão equilibradinha.É uma tremenda "azia" empatar um jogo assim.
Sem imagem de perfil

De Marcos Cruz a 05.04.2015 às 03:15

Para mim há um momento chave no jogo, por volta dos 62 minutos. É quando o Nani já não recua para ajudar a impedir um contra-ataque a seguir a uma perda de bola. Ele e o Carrillo estavam a dar o estouro, impunha-se refrescar os extremos. Foi evidente. Que entrasse o Mané logo aí e saísse o Carrillo, já que o Nani tem um estatuto de insubstituível, vá-se lá saber porquê. E que se reforçasse o meio-campo com a entrada do Rosell. Um tampão William-Rosell dava mais margem ao João Mário para aguentar o desgaste e continuar a criar perigo. É verdade que o Martins não esteve mal mas naquela altura era importante o lado físico, a capacidade de luta e o preenchimento dos espaços. Ganhava-se nisso e ficava o João Mário mais liberto. Tirar o Slimani é que não cabe na cabeça de ninguém, sobretudo se é para pôr em campo aquela mosca morta do Montero. Quanto à ausência de banco, Rui, na minha opinião deve-se também ao treinador, porque eu vejo jogadores com capacidade para lá estar. O caso do Wallyson é gritante. O Gelson Martins, apesar de novo, seria já muito mais útil que o Capel: é rápido, desequilibrador, crativo, fantasista, codicioso. Vou mais longe: o Gelson de hoje é muito mais necessário que o Mané de hoje. Outra questão, para terminar: sempre disse que o Rui Patrício era uma invenção da imprensa, um mito antisportinguista, e estou cada vez mais convencido disso. Como diz um parceiro meu, "com ele bola de golo é golo". Precisamos mesmo de arranjar um grande guarda-redes.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 05.04.2015 às 03:59

"Passamos" a vida a sonhar que mais miúdos da B é que vão resolver os problemas no imediato. A contribuírem, e acredito que aconteça, deixem eles fazer uma pré-época completa e começar a integrar a equipa a partir do primeiro dia e de forma gradual.
Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 05.04.2015 às 09:37

Bom dia,

É redundante dizer que teria sido muito importante vencer ontem, mas é uma realidade, até ao jogo das nádegas, devíamos vencer os nossos jogos, porque o 2º lugar ainda seria uma possibilidade, e daríamos poucas hipóteses ao braga acreditar.

Ontem, os primeiros 45m, devem ter sido, na minha opinião, em termos de futebol praticado, do melhor que já vi do Sporting esta época, apesar do festival de lances perdidos. Na 2ª parte, baixamos o ritmo, o que até posso considerar normal, no entanto, a partir dos 60m, baixamos também a intensidade no ataque ás segundas bolas e alguns jogadores, apesar da sua qualidade, pouco pressionaram, caso de Carrillo, João Mário e mesmo William, começando o Paços a ter mais bola. Aqui, na minha opinião, MS devia ter optado por lançar Mané ou mesmo Capel, para aproveitar os espaços além de ser o jogador mais fresco e, Slimani, apesar de cansado, oferece mais na frente, do que neste momento Montero, pelo que, não consigo compreender a saída do Argelino após sofrermos o 1º golo, depois, já se sabe...a lei de Murphy anda de mãos dadas com o nosso clube, desde o inicio da época.

Marco Silva, de quem, como muitos sabem, não sou grande defensor, não tem culpa da falta de ineficácia dos nossos jogadores, no entanto, a intensidade que os jogadores aplicam nos lances, são trabalho do treinador. Existe um lance de João Mário, antes do golo do Paços, que João ao rematar, parecia que estava num treino, tal a forma como ele aborda o lance. Marco Silva, na minha opinião deve ser um treinador mais interventivo e não comunicativo, digo isto, porque nos treinos abertos que tive oportunidade de assistir, vi sempre um Marco mais distante a observar e posteriormente a falar individualmente com determinados jogadores, do que propriamente a "puxar as orelhas" quando algo corre menos bem no treino, e isso, na minha opinião reflete-se em parte no campo nos dias de jogo.

Tal como o Presidente e Jogadores, o próprio Marco, também tem de crescer como treinador e para bem do nosso clube e da estabilidade que precisamos para um futuro radioso, espero sinceramente que este seja o ano 1 de MS e que na próxima época, com outras soluções no banco, as quais são opções dele, mas, porque razão deixar Tanaka na bancada ou não ter utilizado Rosell quando se via que estávamos a perder o meio campo?

Os jogadores são a imagem do treinador, sempre ouvi dizer isto e ontem, a apatia de alguns jogadores na 2ª parte, lembram-me a apatia de MS em alguns momentos da época. Sobre as opções no banco, não querendo ir pelo caminho fácil de dizer que a solução está na equipa B, penso no entanto, que neste momento da época, apesar de compreender a tese de que, por terem sido estes os 18 mais utilizados, e serem estes com que ele deve ir até ao fim, julgo que não faria mal a MS ter um elemento criativo para o meio campo, como opção no banco.

Li aqui que André Martins fez um excelente jogo. Ou sou eu, que já estou toldado pela minha opinião negativa sobre AM, mas sinceramente, só me apercebi que ele estava em campo aos 30 minutos de jogo, e posteriormente aos 75m, julgando até que ele teria saído ao intervalo...mas...isto posso ser eu a ver mal no stream.

Ganhar ao Nacional não é importante...é essencial!!! e desejo que MS consiga incutir isso aos jogadores. Nani já deu o mote: Alguém as vai pagar!!!

SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 05.04.2015 às 09:45

Faço a mesma pergunta que já fiz a outros leitores: meter o Rosell para quê ? Para defender o remate do golo ? Que outro perigo criou o Paços ? Fez uma remate e um golo, que quem marcou não voltará fazer outro do género.

Concordo que muito embora André Martins não tenha estado mal, não faz a diferença.

Curiosamente, ninguém fala em quanto mais Cédric poderia ter contribuído ofensivamente do que se viu de Miguel Lopes.

Podemos estar aqui o dia inteiro com argumentos, mas a realidade é que nada compensa golos e quando se falha 5/6 de forma infantil, é inevitável que se venha a sofrer.
Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 05.04.2015 às 10:01

Bom dia caro Rui,

Defenso a entrada de Rosell, com o intuito de incutir mais agressividade no meio campo. Sobre Cédric e Miguel Lopes, eu também prefiro Cédric, apesar de considerar ML superior nos cruzamentos, precisa de menos para acertar ao contrário de Cédric que precisa de muitos para acertar.

Claro que os argumentos se esbatem, quando falhamos lances como o de Carrillo, que, com somente o guarda redes e uma baliza de 9mts pela frente, consegue acertar no redes, no entanto, reafirmo que a intensidade,vontade, raça e querer, que se coloca nestes lances são reflexo do que a meu ver se passa nos treinos. Os jogadores devem abordar estes tipo de lances como se fosse o ultimo da carreira, e não como se fosse mais um no treino. Se MS não tem culpa de eles os falharem, tem, na minha opinião responsabilidades por no meu entender, não, especulo eu, exigir mais agressividade.

SL

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo