Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




“E tudo o vento levou…”

Leão Zargo, em 24.02.24

É frequente os sportinguistas enumerarem situações em que o Sporting foi severamente prejudicado pela arbitragem. Não se trata de alguma teoria da conspiração, ou coisa do género, mas de situações factuais que todos recordam. No entanto, há muitos outros casos entretanto engolidos pela voracidade do tempo. Por essa razão, para tentarmos evitar que caiam no esquecimento, o Camarote Leonino procedeu ao levantamento de situações que deram brado e foram motivo de conversa entre nós. O nosso objectivo é lutar pela verdade desportiva, que nunca existirá sem uma arbitragem livre, independente e qualificada.

O primeiro jogo da lista é o Sporting - Leixões disputado em 1972 que terminou com uma invasão de campo aos 7 minutos de jogo. Foi a primeira vez que assisti a uma partida de futebol no Estádio de Alvalade e marcou a minha memória para sempre. Depois, de se recordarem algumas situações insólitas até à década de 1990, abordam-se os últimos 20 anos e alguns casos que ficaram na memória de todos os sportinguistas. A listagem não é exaustiva, está incompleta, nem sequer são referidos jogos de “campo inclinado” desde o apito inicial, de que Artur Soares Dias e João Pinheiro serão os mais completos praticantes na actualidade.

1972-73

Sporting Leixões 29.10.1972.jpg

Sporting 0 - Leixões 1, Campeonato Nacional, em 29 de Outubro de 1972. Árbitro Carlos Lopes.

Invasão de campo aos 7 minutos depois do árbitro não ter indicado um canto a favor dos leões. No entanto, a razão foi um penálti marcado contra o Sporting minutos antes, apesar do fiscal de linha ter assinalado fora de jogo. Vítor Damas defendeu o penálti, mas Carlos Lopes mandou repetir e foi golo. O Estádio de Alvalade foi interdito por 9 jogos.

1975-76

Atlético 3 - Sporting 0, Campeonato Nacional, 21 de Setembro de 1975. Árbitro Amândio Silva.

O árbitro marcou um penálti contra o Sporting a 11 minutos do fim do jogo que estava empatado a duas bolas. Não havendo razão para falta de penálti, e por ter havido outros casos durante o jogo, verificou-se invasão de campo. A Federação estabeleceu uma derrota do Sporting por 3-0.

Porto 2 - Sporting 3 1975-76.jpg

Porto 2 - Sporting 3, Campeonato Nacional, 18 de Outubro de 1975. Árbitro Alder Dante.

Num jogo nas Antas com nevoeiro cada vez mais denso, os leões venciam por 2-1 quando um remate de Gomes levou a bola à malha lateral e um apanha bolas introduziu-a na baliza. O árbitro assinalou golo e Juca, com a sua fleuma britânica, chamou-lhe um “sonho fantástico”. Alder Dante no seu relatório reconheceu a falha, apanhou uma repreensão e o processo foi arquivado.

1980-81

Benfica 1 - Sporting 1, Campeonato Nacional, 2 de Maio de 1981. Árbitro Inácio Almeida.

O árbitro assinalou um penálti duvidoso contra o Sporting, que mandou repetir depois de Nené ter falhado. Numa outra jogada, virou as costas quando Pietra rasteirou Manuel Fernandes dentro da grande área, mandou seguir o jogo, Bento, com a pressa atrapalhou-se, largou a bola e permitiu que Jordão marcasse golo, que Inácio de Almeida anulou.

1998-99

Académica 2 - Sporting 2. Campeonato Nacional, 11 de Setembro de 1998. Árbitro António Costa.

Anulação de um golo limpo a Edmilson.

Chaves 2 - Sporting 2. Campeonato Nacional, 23 Janeiro 1999. Árbitro Jorge Coroado.

Jorge Coroado não assinalou três penáltis claros a favor da equipa sportinguista. Garantiu depois que tinha ficado cheio de azia pela sua falha.

Na sequência deste jogo, a Direcção sportinguista declarou luto desportivo em virtude da ausência de critérios uniformes no tratamento aos vários clubes. A bandeira do Clube foi colocada a meia haste e os jogadores leoninos passaram a equipar com meias pretas. Uma sondagem do painel Expresso/Euroexpansão publicado no jornal Expresso, em 4.2.1999, demostrou que o Sporting era o clube mais prejudicado pelas arbitragens.

2004-05

Benfica 1 - Sporting 0 2004-05.png

Benfica 1 - Sporting 0. Campeonato Nacional, 14 de Maio de 2005. Árbitro Paulo Paraty.

Os leões estavam no 1º lugar, mas um golo de Luisão com falta sobre Ricardo roubou-lhes a liderança.

Sporting 2-Nacional 4. Campeonato Nacional, 22 de Maio de 2005. Árbitro António Costa.

O Nacional venceu com três golos fora de jogo e o Sporting desceu ao 3º lugar.

2006-07

Sporting 0 - Paços de Ferreira 1 2006-07.jpg

Sporting 0 - Paços de Ferreira 1. Campeonato Nacional, 16 Setembro 2006. Árbitro João Ferreira.

Ronny marcou com a mão o golo da vitória pacense. O Sporting perderia o Campeonato por um ponto.

2008-09

Paulo Bento e Lucílio Batista.jpg

Sporting 1- Benfica 1 (2-3 g.p.). Taça da Liga, 21 de Março de 2009. Árbitro Lucílio Batista.

Exemplo de adulteração da verdade desportiva. O Benfica conseguiu o empate com um penálti inventado por pretensa falta de Pedro Silva. Paulo Bento fez um gesto com a mão que se tornou viral. Ficou para a história como a “Taça Lucílio Baptista”.

2011-12

Sporting 1 - Olhanense 1. Campeonato Nacional, 13 de Agosto de 2011. Árbitro Carlos Xistra.

A Direcção sportinguista contestou a arbitragem, ao que se seguiu o boicote dos árbitros ao jogo da 2ª jornada em Aveiro. João Ferreira não compareceu e a partida foi arbitrada por Fernando Martins, árbitro da II divisão distrital de Aveiro. O boicote seria levantado na jornada seguinte, no Sporting - Marítimo arbitrado por Pedro Proença.

2012-13

Benfica 2 - Sporting 0 2012-13.jpg

Benfica 2 - Sporting 0, Liga ZON Sagres, 21 de Abril de 2013. Árbitro João Capela.

Este dérbi lisboeta ficou para a história como o “jogo do Capela” pelas inúmeras decisões tendenciosas, nomeadamente na grande área do Benfica. Também ficou na memória pelo “limpinho, limpinho” de Jorge Jesus.

2013-14

Benfica 4 - Sporting 3 (a.p.). Taça de Portugal, 9 de Novembro de 2013. Árbitro Duarte Gomes.

Não foram marcados dois penáltis contra a equipa do Benfica, um deles verdadeiramente escandaloso.

2014-15

Schalke 04 4 - Sporting 3, Liga dos Campeões, 21 de Outubro de 2014. Árbitro Sergei Karasev (Rússia).

Um inacreditável penálti marcado no final do jogo (90+3 minutos) deu a vitória ao clube alemão.

2015-16

Play-off da Liga dos Campeões com o CSKA Moscovo. O Sporting foi eliminado por duas arbitragens inqualificáveis, que não marcaram dois penáltis evidentes, permitiram um golo com a mão e anularam erradamente um golo aos leões. 

Braga 4 - Sporting 3 (a. p.), Taça de Portugal, 16 de Dezembro de 2015. Árbitro Fábio Veríssimo.

Anulado um golo limpo a Slimani.

2016-17

Benfica 2 - Sporting 1, Liga NOS, 11 de Dezembro de 2016. Árbitro Jorge Sousa.

O árbitro teve um activo, perdoou dois penáltis aos benfiquistas Pizzi e Nélson Semedo. Na sequência do penálti não assinalado a Pizzi, num rápida conta-ataque o Benfica marcou o primeiro golo do jogo. Irregular, portanto.

Sporting 0 - Braga 2, Liga NOS, 18 de Dezembro de 2016. Árbitro Hugo Miguel.

O árbitro não marcou dois penáltis contra os bracarenses.

Marítimo 2 - Sporting 2, Liga NOS, 21 de Janeiro de 2017. Árbitro João Pinheiro.

Golo mal anulado a Alan Ruiz.

2018-19

22607246_zYiCP.jpeg

Setúbal 1 - Sporting 1, Liga NOS, 30 de Janeiro de 2019. Árbitro Hélder Malheiro.

Ristovski foi agredido com uma cotovelada que o deixou com grande hematoma na testa. Nos protestos, foi ele o expulso aos 54 minutos com o resultado favorável aos sadinos por 1-0.

Marítimo 0 - Sporting 0, Liga NOS, 25 de Feveiro de 2019. Árbitro Tiago Martins.

Tiago Martins faz o pleno neste jogo em matéria de expulsões. Coates aos 51 minutos, pouco depois Nélson Pereira, treinador de guarda-redes, e ainda executa um sprint de 30 metros para expulsar Marcel Keizer. Isto tudo durante uma arbitragem vergonhosamente inclinada.

2019-20

Sporting 2 - Rio Ave 3, Liga NOS, 31 de Agosto de 2019. Árbitro João Pinheiro.

João Pinheiro viu e assinalou três penáltis contra o Sporting. No entanto, ele e o VAR não viram Raphinha ser empurrado por um adversário com as duas mãos a escassos metros da linha de golo.

Braga 2 - Sporting 1. Final da Taça da Liga. 21 de Janeiro de 2020. Árbitro Nuno Almeida.

Com o resultado em 1-1, Nuno Almeida expulsa Bolasie por decisão do VAR Artur Soares Dias, depois de descarada e grosseira simulação do bracarense Willyan. Paulinho fez o 2-1, aos 90 minutos, com providencial empurrão a Mathieu.

2020-21

Famalicão 2 - Sporting 2 2020-21.jpg

Famalicão 2 - Sporting 2. Liga NOS, 5 de Dezembro de 2020. Árbitro Luís Godinho.

Expulsão de Pote aos 80 minutos e anulação de um golo limpo por Coates, que faria o 2-3, por indicação do VAR. “Onde vai um, vão todos!”, foi o grito de guerra assumido por todo o plantel e que culminaria na festa do título de campeão no Marquês.

2021-22

Sporting 1 - Porto 1 2021-22.jpg

Sporting 1 - Porto 1, Liga Portugal bwin, 11 de Setembro de 2021. Árbitro Nuno Almeida.

Pepe agrediu Coates com um murro violento na cara. Não viram, nem árbitro nem VAR!

Sporting 1 - Braga 2. Liga Portugal Bwin, 22 de Janeiro de 2022. Árbitro Hugo Miguel.

O Braga fez 1-1 com um daqueles penáltis que só se marcam contra o Sporting. O VAR João Pinheiro pressionou Hugo Miguel para o assinalar.

Porto 2 - Sporting 2. Liga Portugal Bwin, 11 de Fevereiro de 2022. Árbitro João Pinheiro.

Arbitragem caótica de João Pinheiro. Expulsões de Coates, Palhinha e Pepe, colocando o Porto em vantagem numérica, ao mesmo tempo que permitiu que Taremi abusasse das habituais simulações e de jogo perigoso.

Sporting 0 - Benfica 2. Liga Portugal Bwin, 17 de Abril de 2022. Árbitro Fábio Veríssimo.

O Sporting fez um jogo fraco, mas o árbitro perdoou um penálti claro de Otamendi sobre Coates aos 68 minutos quando o resultado estava em 1-0.

2022-23

Santa Clara 1 - Sporting 2. Liga Portugal Bwin, 8 de Outubro de 2022. Árbitro Artur Soares Dias.

Arbitragem manhosa como é habitual neste árbitro. Ele e o VAR não viram dois penáltis claros a favor do Sporting.

Porto 2 - Sporting 0. Final Allianz Cup, 28 de Janeiro de 2023. Árbitro João Pinheiro.

João Pinheiro mostrou o segundo amarelo a Paulinho, ignorando uma agressão de Otávio sobre o sportinguista. Antes já tinha ignorado uma clara agressão de Wendell a Pote.

Sporting 3 - Boavista 0. Liga Portugal Bwin, 12 de Março de 2023. Árbitro João Pinheiro.

Não foi assinalado penálti sobre Francisco Trincão, apesar de claramente carregado pelas costas.

2023-24

Casa Pia 1 - Sporting 2. Liga Portugal Bwin, 18 de Agosto de 2023. Árbitro Nuno Almeida.

Golo mal validado ao Sporting compensado por um penálti sobre Edwards perdoado aos casapianos.

Guimarães 3 - Sporting 2. Liga Portugal Bwin, 10 de Dezembro de 2023. Árbitro João Pinheiro.

Penálti inexistente contra o Sporting que permitiu o empate (1-1) nos últimos instantes da 1ª parte.

Sporting 2 - Porto 0 2023-24.jpeg

Sporting 2 - Porto 0. Liga Portugal Bwin, 18 de Dezembro de 2023. Árbitro Nuno Almeida.

Dois golos do Sporting anulados sem razão, com o falso pretexto de faltas de Quaresma e de Bragança.

Nas fotografias:

- Sporting 0 - Leixões 1, em 1972-73. Penálti mal assinalado.

- Porto 2 - Sporting 3, em 1975-76. Alder Dante e o “golo no nevoeiro”.

- Benfica 1 - Sporting 0, em 2004-05. Falta de Luisão sobre Ricardo.

- Sporting 0 - Paços de Ferreira 1, em 2006-07. “Golo” com a mão.

- Sporting 1 - Benfica 1 (2-3 g.p.), em 2008-09. O gesto de Paulo Bento.

- Benfica 2 - Sporting 0 em 2012-13. O tal jogo do “limpinho, limpinho”.

- Setúbal 1 - Sporting 1, em 2018-19. Agressão a Ristovski.

- Famalicão 2 - Sporting 2, em 2020-21. “Onde vai um, vão todos.”

- Sporting 1 - Porto 1, em 2021-22. Agressão a Coates.

- Sporting 2 - Porto 0, em 2023-24. Falta mal assinalada a Quaresma.

publicado às 02:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


32 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.02.2024 às 15:39

Comentário apagado.
Sem imagem de perfil

De enterra a 21.02.2024 às 16:04

Tu, o lampião drogado pela propaganda lampiónica, devias ter um pouco de vergonha, quando és tu que apoias o clube mais corrupto do mundo, há 6 anos enterrado com processos na justiça até ao pescoço. Só neste País, onde a justiça é uma brincadeira, é que ainda não desceram de divisão, mas como sempre foi o clube de todos os regimes...Desde o tempo do caso Calabote tem sido um regabofe! Se fosse na Itália...
No teu clube corrupto foi preciso a justiça fazer acusações para o teu querido orelhas ser expulso. À lampionagem, não lhes bastou o facto de ter sido julgado e condenado como LADRÃO DE CAMIÕES, 10 anos antes de ser eleito, mas cheios de casos e casinhos, têm a lata de apontar o dedo ao Sporting!
Cala-te parvalhão!


Sem imagem de perfil

De Homem a 21.02.2024 às 17:48

Por isso é que a qualidade arbitral é de extrema importância!
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 21.02.2024 às 17:57

Sem dúvida, a verdade desportiva depende disso mesmo.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 21.02.2024 às 18:06

Leão Zargo,

Os meus parabéns por esse trabalho exaustivo de plasmar aqui muitas das falcatruas que ao longo dos anos o Sporting Clube de Portugal tem sofrido.
Muitas outras haverá que até nem nos lembramos mais delas.
Também no atletismo, no futsal, no andebol, no voleibl, no hoquei patins, no basquetebol, no ciclismo e um etcc....

O Sporting Clube de Portugal é o maior, o melhor e de mais sucesso desportivo deste jardim à beira-mar plantado.
Nada, nem ninguém nos derrubará. Nem guerrilhas internas, nem guerras externas.
Continuaremos escrevendo a história deste País, deste imenso Portugal.
💚🤍

P.S. Parabéns aos outros clubes desportivos e não desportivos, por nos "obrigarem" a ser únicos, melhores e invejados😅
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 21.02.2024 às 18:17

Carlos N.T.

Um trabalho incompleto, há casos que não me recordo outros que me escaparam como o que o Carlos Barros refere no comentário seguinte. Tem toda a razão, nada, nem ninguém nos derrubará!
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 21.02.2024 às 18:21

Essa muito expressiva fotografia do P.Bento, está espectacular.
A cara, o gesto,.. borrosa como perdendo-se no tempo e para abrilhantar, o pano de fundo, a Taça Lucílio😅😅😅
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 21.02.2024 às 18:49

Carlos N.T.

A atitude de Paulo Bento ficou para a história do nosso futebol. Reagiu de pronto, em cima do acontecimento, com um gesto que disse tudo. Tiro-lhe o chapéu!
Sem imagem de perfil

De Carlos Barros a 21.02.2024 às 18:10

https://maisfutebol.iol.pt/joao-palhinha/sporting/video-palhinha-deixa-o-relvado-em-lagrimas-apos-ver-um-amarelo
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 21.02.2024 às 18:19

Carlos Barros

O Fábio Veríssimo estava à espera do Palhinha. Muito bem recordado, era um caso que podia ter sido incluído neste levantamento no post.
Sem imagem de perfil

De Manuel a 21.02.2024 às 18:38

Uma gralha, num grande trabalho. Foi em 80-81 e não em 81-82. Em 81-82 foi tb 1-1, Oliveira primeiro e Nenê depois. E eu estava lá. Saudações Leoninas e desculpe.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 21.02.2024 às 18:59

Manuel

Tem razão, este Benfica - Sporting foi em 1980-81. Agradeço a atenção e a rectificação.

Aquilo foi de tal forma vergonhoso que Inácio de Almeida, com 49 anos e perto do final da carreira na arbitragem, foi punido com 60 dias de suspensão e não voltou a actuar.

Aquele jogo no Estádio da Luz teve uma simbologia triste: tratou-se do último dérbi em que Benfica e Sporting entraram em campo apenas com jogadores portugueses como titulares.

Benfica - Bento (capitão), Veloso, Bastos Lopes, Humberto Coelho, Pietra, Shéu, João Alves, Carlos Manuel (José Luís), Chalana, Nené e Reinaldo (César)

Sporting - Vaz, José Eduardo, Bastos, Eurico, Augusto Inácio, Fraguito, Ademar, Manuel Fernandes (capitão), Marinho, Freire (Lito) e Jordão

SL


Imagem de perfil

De Julius Coelho a 21.02.2024 às 18:40

Amigo Leão Zargo boa tarde,

Excelente trabalho, bastante moroso na pesquisa e sempre ingrato porque acaba sempre por ficarem esquecidos muitos outros casos gravíssimos que eu por exemplo assisti no estádio e na TV, o tempo passa e ficam só pequenos enxertos na memória, eu recordo as várias vezes que me revoltei nas bancadas de Alvalade perante o que se passava no relvado e virar-me para os nossos próprios adeptos e apontares-lhes o dedo, que éramos também culpados por sermos tão passivos, perante roubos escandalosos aos nossos olhos.

RECORDAÇÕES:

- Recordo as arbitragens vergonhosas do árbitro corrupto Francisco Silva que descaradamente fazia o que queria e AINDA com um sorrido nos lábios, até que a ganância matou-o, foi trampeado e apanhado a receber dinheiro vivo dentro do balneário, precisamente antes de um jogo do Sporting, foram incalculáveis os prejuízos que este árbitro deu ao Sporting em inúmeros jogos a prejudicar propositadamente o Sporting, eram tempos que valia tudo e tínhamos anjinhos nas Direções.

- Recordo da mesma forma, as arbitragens vergonhosas do bandido Paulo Costa e as vezes que nos roubou descaradamente em vários jogos em Braga, com anulações de golos limpos e expulsões injustas aos nossos jogadores.

- Recordo os miseráveis irmãos Calheiros que faziam dos jogos do Sporting o seu Faroeste, éramos assaltados á descarada e a "sangue frio" perante os olhos de milhares de adeptos nas bancadas.

- Recordo os serviços encomendados ao plilantra do Bruno Paixão(que chegou a ser vetado para os jogos do Sporting), este desgraçado que é da mesma linhagem do João Pinheiro que veio a substitui-lo. Só para avivar a memória, um pênalti quase 1mt fora da área e... psiuuuu! cala-te! se não vais para a rua...!!! E o Sporting perdeu 1-0.

- Recordo os famosos jogos do Sporting que antecediam o jogo com o Porto em que lhe era preparada a cama com expulsões de jogadores chave, como exemplo em Alvalade os 4 amarelos que deram vermelhos (2+2) ao Peixe e ao Juskowiak, este último, é o adversário que se embrulha com ele atirando-o ao relvado e o polaco é que foi expulso com 2º amarelo, claro na jornada seguinte era com o Porto.

Recordo - O Venáncio mostrar a face toda escarraga ao árbitro (bem visivel nas imagens da TV) e ele é que foi expulso na Madeira contra o Marítimo.

Recordo o "famoso" fiscal de linha Cardinali que enriqueceu à conta das suas pendejadas, validando e invalidando golos nas decisões do fora de jogo conforme a conveniência, foram anos a roubar o Sporting, até que finalmente lhe fazerem a folha e foi irradiado.

MAS FAÇO RECORDAR AQUI, A CEREJA NO TOPO DO BOLO...

Algo que até então nunca se tinha visto, um golo da Académica que deu o empate 2-2 contra o Sporting, ser validado pelo que foi para mim um dos árbitros mais corruptos de sempre, COSME MACHADO e depois do fiscal de linha ter assinalado fora de jogo, imaginem que o árbitro teve a distinta lata de ir ter com o fiscal de linha e perguntar-lhe várias vezes se tinha a certeza que estava fora de jogo, ás tantas o fiscal de linha disse-lhe que fizesse como quisesse e o golo foi validado, teve azar, houve gente que entretanto correu perto e escutou a conversa entre os 2, este árbitro nunca mais apitou qualquer jogo, foi irradiado.

Todos estes casos têm um elemento comum, o Sporting, a ser altamente prejudicado e a resultar prejuízos incalculáveis, com as várias não idas à Liga dos Campeões, os campeonatos roubados e que por isso os jogadores não foram devidamente valorizados. Resultado treinadores e presidentes despedidos, enfim... uma calamidade desportiva que só foi possível acontecer num país altamente corrupto como é infelizmente o nosso Portugal.

Julius Coelho



Imagem de perfil

De Leão Zargo a 21.02.2024 às 19:06

Amigo Julius Coelho

É verdade. O Sporting sofreu arbitragens incríveis, mas nos anos 80 e 90 foi demais. Os jogos com os nossos rivais eram "preparados" pelos árbitros nas jornadas anteriores. Viu-se de tudo e mais alguma coisa como o Julius refere. Quem assistiu a jogos nesse tempo nunca mais se esquece dessas arbitrariedades. E refere, e com muita razão, alguns senhores que tinham normalmente "pouca sorte" com o Sporting.
Sem imagem de perfil

De altaia a 22.02.2024 às 19:45

Julius havia um árbitro madeirense de nome Emanuel que ligava ás quintas feiras ao Garrido a perguntar se era preciso fazer alguma coisa, normalmente apitava os adversários que jogavam com o Antas na jornada seguinte, isto não me contaram eu assisti ao vivo.
Sem imagem de perfil

De Hugo T a 21.02.2024 às 19:34

2011-2012 foi uma grande arbitragem do Fernando Martins.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 21.02.2024 às 20:39

Hugo T

Curiosamente!
Sem imagem de perfil

De Rui Câmara Pina a 21.02.2024 às 20:11

Esta descrição começa em início dos anos 70, mas se formos aos anos 60, árbitros vergonhosos como Viriato Maximiano (que arbitrou um Benfica-Sporting em 1960, não marcando DOIS penaltis claríssimos sobre Seminário que a crítica apontou (foi 1-0 para o slb e teve uma enorme importância no título). Outro foi Salvador Garcia que noutro jogo na Luz em 1962, com o Sporting a 10 minutos do fim a ganhar por 3-1, arranjou um penalti, expulsou o Hilário e não expulsou Cruz do slb após uma bárbara agressão a Géo; no final, o treinador Juca diria "é impossível ganhar-se na Luz". Vá lá que nesse ano fomos campeões. Mas eu lembro-me de mais, mas não quero ser fastidioso, por isso fico-me por aqui
.
Sem imagem de perfil

De O fala verdades a 21.02.2024 às 20:23

Eu era pequeno nos anos sessenta, ouvia falar quando na luz as coisas estavam tremidas, assistência do Benfica pressionavam de tal maneira os árbitros que eles tinham de marcar pênalti para o Benfica a barulheira era tanta que o árbitros ficavam amedrontados, nesse tempo havia poucos foras de jogo, porque jogavam de pé e pe, as defesas nao avancavam no terreno, que era para defender , os medios era distribuir jogo e os avancados nao defendiam os extremos e que corriam, mas ai o benfica tinha uma boa equipa mas eram ajudados, por um regime do estado clube, reconheco que a nivel internacional eles faziam a diferenca, nos sporting eramos pouco ambiciosos as direções eram fracas, era mais para o interno
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 21.02.2024 às 22:59

O-O na Luz contra o Leixões e ja passava dos 90', o Pietra entra na area adversária e lembra-se de abraçar ostensivamente um adversário ao mesmo tempo que se deixa cair de costas arrastando-o consigo e que fez o árbitro? Marcou pênalti, claro e o Benfica ganhou 1-0
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 21.02.2024 às 20:42

Rui

Na década de 1960 o Benfica teve essa ajuda extra que foi decisiva para a hegemonia que obteve. História que em grande parte está por escrever.
Sem imagem de perfil

De O fala verdades a 21.02.2024 às 20:13

No tempo do Leonardo jardim, em dez 2013, há um canto contra o Nacional, o Slimani eleva se mais alto que o defesa do Nacional, golo limpo, sem apoio nas costas do defesa, o árbitro anulou ,ganhavamos 1 0 ,e foi zero a zero, o tal horta que jogava no Setúbal, atira se para a piscina e o árbitro marca penalty, e golo e perdemos ,só nesses dois jogos lixaram nos dois cinco pontos era o suficiente para sermos campeões e fora outros jogos,, estes anos todos mencionados alguns não ,ganhavamos muitos campeonatos, num sistema corrupto, era difícil ganhar, e ainda é, apesar do var, mas agora a moda expulsões , sempre para o mesmo lado, neste caso os jogadores do Benfica passam impunes, e fora as taças de Portugal que nos foram negados
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 21.02.2024 às 20:45

Feitas as contas, no final do campeonato percebia-se bem a dimensão do prejuízo. Sempre para o mesmo lado.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 21.02.2024 às 23:08

Amigo Leão Zargo,

Parabéns pelo excelente trabalho!

Uma exaustiva e trabalhosa compilação dos serviços prestados pela arbitragem ao Sporting, ao longo de décadas. Quando os vemos compilados é que nos apercebemos da sua dimensão.
Um documento obrigatório para todos os que questionam as razões que levaram o Sporting a "afastar-se" dos títulos.

Infelizmente, e por mais extensa e trabalhosa que esta lista seja, dificilmente estará completa. É quase impossível abranger todos os danos infligidos ao Sporting, especialmente nas últimas 4 décadas.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 22.02.2024 às 13:00

Amigo Leão do Norte

Na verdade, a lista está incompleta decorreu da minha memória e de casos que de alguma forma fora muito comentados e que deram brado. Não refiro arbitragens manhosas com subtilezas de vária ordem que tiveram o objectivo de empurrar a nossa equipa para "trás". Essas foram inúmeras, inclusivamente em Alvalade. Houve aqueles jogos em que ao fim de 15 ou 20 minutos já se tinha percebido que o jogo estava "encomendado".

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo