Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Em defesa dos profissionais de futebol

Naçao Valente, em 16.06.18

 

1215766.jpg

 

Não há nenhum sportinguista que goste de ver saírem do clube, da forma que tem vindo a acontecer, os seus melhores jogadores de futebol. Mas há sportinguistas que reconhecendo que isto nunca antes aconteceu, reflectem, e percebem porquê. É muito triste ver colocar responsabilidade única nestes atletas e, ao mesmo tempo, de modo irreflectido, absolver o principal responsável.

 

O futebol profissional dos nossos dias, já não tem qualquer semelhança com o futebol não amador ou semi-profissional da primeira metade do século XX. É uma indústria que move muito dinheiro e diversos interesses. Os atletas, hoje, são profissionais e têm uma carreira curta, entre dez a quinze anos, que devem saber gerir. O que os move não é, como o adepto, o amor à camisola, mas cumprir a sua função com seriedade, conseguindo, em simultâneo, auferir os maiores proveitos. Regra geral ,esta é a norma seguida por todos os profissionais. Digo mais, é a regra seguida por qualquer trabalhador.

 

Dizem que os jogadores são muito bem pagos? É verdade. Mas também é verdade que sem eles não há espectáculo e são eles que geram as receitas, que permitem a muita gente, viver como nababos. E é preciso acentuar que não é futebolista quem quer, mas quem nasceu com essa aptidão natural, que precisa depois de ser afinada. Além de mais, como cidadãos e trabalhadores de qualquer área, não são máquinas e como todos, estão sujeitos ao erro.

 

Além disso é uma actividade onde os trabalhadores estão sujeitos a altas pressões, da entidade patronal, da imprensa e dos adeptos. E fico espantado quando vejo os sócios  dizer que lhes pagam os ordenados, e que isso lhes dá direito ao insulto. Brada aos céus! Quem lhes paga são os patrocinadores, e a publicidade.. A contribuição dos adeptos são amendoins.

 

As rescisões dos atletas do Sporting, são atípicas, e enquadram-se num modelo que vai muito para além do mero interesse de melhoria profissional. Enquadra-se num total divórcio com um presidente, que ao longo de meses (e até anos) os desrespeitou, pelo simples acto de, como é natural no desporto, também perderem. Enquadra-se no facto de não quererem mais, estar sob a alçada de um individuo, emocionalmente desequilibrado, com atitudes ditatoriais e egocêntricas. Disse "quando entrarem em campo sejam eu" porque depreende-se "eu" sou o Sporting.

 

Ao contrário dos que, seguindo a linha presidencialista, vilipendiam os profissionais, não entendendo as suas razões, quero dar a esses profissionais que vestiram a nossa camisola toda a minha solidariedade. E quero dizer ainda aos seus carrascos e que os tratam como criminosos, que até este momento nenhum deles ainda assinou por outro clube. E que, porque não saíram de ânimo leve, afirmo que, se não todos, alguns deles poderão voltar ao clube se este deixar de ser Bruno Clube e voltar a ser Sporting Clube de Portugal.

 

P.S.: Hoje joga a Selecção de Portugal. Esta, quando está em campo, é o meu principal clube, sejam quais forem os jogadores que a compõem. Precisamente por isso, vou estar com eles, enquanto português e patriota. Se há português que não o faça por razões de fundamentalismo clubista, lamento profundamente.

 

publicado às 04:01

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


41 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 15.06.2018 às 17:13

👏👏👏👏👏👏👏
Sem imagem de perfil

De Pacheco a 15.06.2018 às 17:18

Mt bem, mas penso que nem deveria usar "o futebol professional dos nossos dias" como argumento. Em que década fosse, não era suposto os jogadores aturarem mais o tiranete, independentemente do quanto amam ou não amam o clube.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 15.06.2018 às 17:27

Pacheco,
Nessa perspectiva, está certo. Em época nenhuma.
Sem imagem de perfil

De JCR a 15.06.2018 às 17:20

Bem dito e escrito...pior mesmo, é haver ainda doentes atrasados mentais fanáticos de BdC, que já comentaram do tipo, "boa sorte para a selecção, menos para os 4 desertores"!

Está mais do que visto, que para eles, a selecção, sempre foi o SCP, e nunca, Portugal, mas pior do que isso, o que eles gostam mesmo, é de seguirem o maior fanático que o nosso clube já teve, e cuja Sporting TV, um autêntico asco da comunicação social, faz a propaganda de BdC, à semelhança do que se fazia no regime nazi, porque foi BdC, que à custa de muitos favores, os meteu lá, e "lhes" paga os salários, coisa que, com a sua medíocre qualidade, não tinham lugar em mais lado nenhum, da nossa comunicação social!
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 15.06.2018 às 17:33

Escreveu Carlos N.T, em comentários noutro post, que somos um povo de pouca cultura. Eu acrescento que quando assim é, esse povo é presa fácil de demagogos populistas. E mesmo quando as evidências estão, como gigantes, à frente dos olhos, não conseguem ver. Fazer o quê?
Sem imagem de perfil

De JCR a 15.06.2018 às 17:39

A única coisa a fazer, é que as intenções, as palavras, não caiam em saco roto, e no dia 23, na AG de Destituição, ou como Ricardo Leão hoje escreveu aqui, na AG do Dia da Independência, se possa voltar a colocar o nosso clube, no rumo normal, destituindo-se, o ditador mor, e todos os seus desprezíveis fantoches!

Infelizmente, não sendo sócio, não posso participar, mas apoio a 1000% quem destituir BdC, porque se isso não acontecer, o Sporting Clube de Portugal, instituição com quase 112 anos, ACABA, MORRE!
Sem imagem de perfil

De Cris Dileo a 15.06.2018 às 17:22

Eu queria dar os respeitosos parabens aos jogadores que apesar de tudo o que lhes aconteceu, resolveram honrar o vinculo que têm ao Sporting Clube de Portugal e aos seus socios e adeptos.


"E fico espantado quando vejo os sócios dizer que lhes pagam os ordenados,quem lhes paga são os patrocinadores, e a publicidade.. A contribuição dos adeptos são amendoins."

Experimente um futebol sem adeptos a ver se os patrocinadores pagam alguma coisa
Sem imagem de perfil

De Francisco Esquina a 15.06.2018 às 17:46

Experimente um futebol sem atletas...

Haja paciência!
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 15.06.2018 às 17:46

CD,
Não pode retirar do meu texto, o que lá não está. Retiro-me a adeptos apenas no aspecto das suas contribuições financeiras e não enquanto espectadores do jogo. Neste aspecto têm papel importante, no apoio às equipas, isto é, quando esse apoio acontece, No entanto, em termos de receitas se calhar, não tenho números, são bem mais significativas as que vêm de direitos televisivos. E é frente aos ecrãs que está a maioria dos assistentes.
Quando a sua entidade patronal lhe der uma bofetada, dê-lhe a outra face. Fica-lhe muito bem.
Sem imagem de perfil

De Cris Dileo a 15.06.2018 às 18:00

Não sou da opinião que só porque pagamos bilhetes ou quotas temos direito de dizer ou fazer o quê quisermos aos jogadores. Nem sou sequer a favor de assobios pelo menos durante os jogos. No entanto claro que o futebol tem a dimensão (absurda na minha opinião) que tem devido ao público que agrega.

Quanto aos jogadores que saíram - fizeram as suas escolhas e nada tenho contra eles mas prefiro valorizar os que ficaram.

Só espero que não ganhem os processos porque serão ainda umas largas dezenas de milhões de euros que temos de pagar em indenizações
Sem imagem de perfil

De Elitista a 15.06.2018 às 17:28

Compilar por escrito tudo o que de mau BdC trouxe ao SCP, implicaria um volume com muitas páginas.
Mas usar isso para branquear o comportamento rastejante de quem feriu de morte o clube, rescindindo o contrato, é igualmente trair o SCP.
O que os "meninos" fizeram, vai muito para além do acautelar dos seus interesses, foi um desprezo brutal por uma instituição que, em alguns casos, fez deles o que hoje são.
Ninguém racional pode pensar que estes sujeitos não têm a exacta noção dos graves e irreversíveis ferimentos que estão a infligir ao clube.
No limite, parece até ter sido propositado e orquestrado.
JJ foi digno! Queria sair, e saiu à Homem! Não como um repugnante rato de esgoto.
Há sempre formas dignas de resolver as coisas, mas só para quem é digno...
Sem imagem de perfil

De JCR a 15.06.2018 às 17:34

Um volume com muitas páginas, não, uma enciclopédia!
Sem imagem de perfil

De Pedro Veloso a 15.06.2018 às 18:23

Podes explicar o porquê da tal clausula de confidencialidade?hummm
Sem imagem de perfil

De Jo a 15.06.2018 às 18:33

JJ fez um acordo para sair, outros houve que quiseram fazer um acordo também para sair, e aparentemente houve quem não os deixasse.
Diz-se que o RP tinha tudo acertado para sair, depois disso houve uma conferência de imprensa, monólogo ou qualquer outra coisa que lhe queiram chamar a informar que estavam suspensas todas as negociações e quem quisesse ir embora que apresentasse a carta de rescisão porque a personagem que falou não cedia a chantagens.
E culminou no que se sabe, efectivamente há formas dignas de resolver as coisaas...
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 15.06.2018 às 17:43

"É muito triste ver colocar responsabilidade única nestes atletas e, ao mesmo tempo, de modo irreflectido, absolver o principal responsável."

BdC é o responsável máximo de toda esta situação…. mas não li no seu post foi a mínima critica aos jogadores…. portanto parto do pressuposto que o que eles fizeram foi tudo bem feito.
Perante essa sua conclusão tenho algumas questões a lhe fazer:

1) que dizer então dos restantes jogadores que não pediram rescisão? esses não são profissionais? esses não foram agredidos? esses têm condições psicológicas de continuar e os outros não?

2) diz você ainda que sem jogadores não há espectáculo…. mas conhece algum jogador profissional sem adeptos?!? como poderia por exemplo o Ronaldo ter sido o melhor do mundo, se não fosse a existência de um clube como o Sporting que o foi buscar à Madeira?
Você diz ainda que por lhe pagarmos o ordenado isso não lhe dá o direito ao insulto…. esse argumento é vazio…. o direito ao insulto ninguém o tem, mas e a exigência profissional do jogador de respeitar o adepto? quando o William foi apanhado na noite? e quando o Gelson tirou a camisola? o respeito é só num sentido?!

3) você chama carrascos a quem critica os jogadores… eu chamo também carrascos a quem os aplaude…. jogadores que desrespeitaram a formação e todo o dinheiro e tempo investido neles…. jogadores como o Patricio, William e Gelson estão há muitos anos no Sporting, muito antes do tal BdC aparecer…. Esqueça... estes jogadores nunca mais vão jogar no Sporting…. e isso acontece porque eles assim o escolheram, isto foi pensado e suportado pelos seus empresários, se assim não fosse nunca teriam enviado essas cartas. Isto é definitivo!
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 15.06.2018 às 18:24

Conheço há muito a sua opinião aqui neste blog, sobre o assunto e nunca me pronunciei. Discordo e respeito. Apresentei hoje a minha abordagem sobre a questão, a partir da reflexão que faço do acontecimento. Não abordamos sobre a mesma perspectiva e isso faz toda a diferença. Mas que fique claro que não pretendo fazer crer, que os meus pontos de vista são os certos. Haverá muitos outros.

No seu texto parte do princípio que os que rescindiram são "oportunistas" e fazem parte de um complot, maquiavelicamente engendrado para prejudicar o clube: Nem vou comentar mais isso.


Há diversas formas de ver a realidade. Há quem a veja de uma forma unívoca e há quem admita variantes. Também há quem se consiga colocar no lugar do outro. Quem passa por uma determinada situação e a vive é que sabe como deve reagir. Há quem leve uma bofetada do patrão e dê a outra face e há quem não o faça.Não sei se esteve em contexto de guerra e já ouviu falar de stress pós traumático. É para toda a vida. No mundo laboral, há direito legítimo ao despedimento, como há à rescisão por parte do trabalhador. Vivemos num mundo livre.

Podia ter dado mais exemplos: quando o Patrício respondeu a um adepto que estava onde não devia esta.r deu azo ao ataque em Alcochete. Disse o "patrão".
Tem razão, não há desporto sem adeptos, mas não há seguramente sem atletas.

O Sporting é centenário e durante esse tempo teve milhares de atletas. Investe na formação, claro, mas ´não é por beneficência, é para tirar dividendos. Todos os atletas que refere receberam do clube, mas também deram. Volto a dizer: a realidade não é unívoca.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 15.06.2018 às 22:06

Naçao Valente com todo o respeito esta muito longe da realidade do futebol facilmente se percebe no que escreve quando se trata de jogadores e treinadores nem vale a pena responder ha coisas que nao se explicam com escritas num blog fique com a sua mas a sua realidade é e so a do politicamente correcto como a de tantos comentadores das tvs, teoricos que nunca deram um pontape numa bola .
A verdade raramente sai ca para fora depois à que divagar .

Seria curioso que apresente um post com a sua explicaçao para um plantel de vinte e muitos jogadores em que so rescindiram 9 sendo que 8 foram dos que mais mercado têm .Os outros quase 20 nao devem ser humanos, nao têm sentimentos.
Tem uma outra opçao a da coincidencia.
Sem imagem de perfil

De Pacheco a 15.06.2018 às 22:38

Essa questão já foi respondida noutros posts. Foi precisamente por saberem que têm condições para ir pra outro bom clube e continuar a auferir um bom salário que lhes foi mais fácil tomar esta decisão.

Na verdade, por uma questão de princípio, todos os jogadores deviam ter rescindido, mas os outros não o fizeram por não quererem perder o que já conquistaram. Se calhar alguns tb tiveram mais frieza e perceberam que Bruno ia cair desse por onde desse.

Concluíndo, se coloca em causa o carácter dos que rescindiram, também pode colocar em causa os que não o fizeram, pois o mais certo seria rescindir, não aceitar propostas no imediato e pedir à SAD para os deixarem voltar atrás assim que o Bruno caísse.
Sem imagem de perfil

De Pacheco a 15.06.2018 às 22:41

... com a certeza de que não se podia recandidatar, só nessa condição.
Sem imagem de perfil

De Pacheco a 15.06.2018 às 22:47

Para ser mais claro. Num mundo ideal, neste momento o Sporting Clube de Portugal deveria ter ZERO atletas, de todas as modalidades (por solidariedade).

Será que eu pondo as coisas nestes moldes, consegue perceber a gravidade do que o Bruno de Carvalho fez?
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 15.06.2018 às 23:08

Li ate ao seu exagero à conveniencia

Rescindem para tentativa de justa causa todos aqueles que provarem que estavam presentes quando foram atacados pelos adeptos, exclusivamente esses . Porque se tem que complicar a coisa,?
Mas...so rescindiram os que fazem rolar milhoes esses foram muito machitos para o fazer por motivos apresentados que ficaram afectados psicologicamenre que nao conseguem dormir e andam em psicologos.
Os que nao rescidiram devem ser extraterrestres sem sentimentos onde inexplicavelmente se inclui o Acuna um dos epicentros do sucedido.

Custa tanto serem serios em que áparte das acusaçoes legitimas ao BdC incluirem tambem acusaçoes a todos aqueles que se estao a aproveitar desta situaçao pela ganancia dos milhoes a jogadores agentes e aos clubes envolvidos?
Eles tinham contrato com o Sporting nao com o presidente.
Dos presentes nas agressoes rescindiram menos de um terço os tais que fazem rolar milhoes.
Sem imagem de perfil

De JCR a 15.06.2018 às 17:51

Do onze oficial de Portugal, que vai jogar às 19h contra a Espanha, e parafraseando os atrasados mentais fanáticos de BdC, os 3 seguintes desertores do SCP, vão jogar:

Rui Patrício, Cédric, Pepe, José Fonte, Raphael Guerreiro, William Carvalho, João Moutinho, Bernardo SIlva, Bruno Fernandes, Gonçalo Guedes e Cristiano Ronaldo

Força PORTUGAL!
Sem imagem de perfil

De Cris Dileo a 15.06.2018 às 18:10

3 desertores e uma maçã podre
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 15.06.2018 às 18:25

Que todos honrem a camisola das quinas, como espero.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.06.2018 às 18:00

Comentário apagado.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 15.06.2018 às 18:34

Quando escrevi este texto já sabia que ia confrontar-me com este tipo de comentário. É a típica argumentação da divisão do mundo entre os bons e os maus, que no futebol é exponenciada pelo espírito tribal. Para que conste há quem goste de futebol sem ter que obedecer ao espirito do fanatismo, e da adoração de ídolos com pés de barro.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.06.2018 às 18:04

Comentário apagado.
Sem imagem de perfil

De Mário Ferreira a 15.06.2018 às 18:44

Oh Combatente

Estou tentado a dizer que o caro é um dos que fazendo parte do bando de Alcochete a polícia ainda não consegui deitar a mão.
Estou certo? Não. Estou certíssimo!
Ganda Combatente!
Sem imagem de perfil

De Pedro Veloso a 15.06.2018 às 18:09

" O grande lider" é o único inocente deste processo
Infelizmente ainda vejo uns quantos partidários desta tese!
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 15.06.2018 às 18:36

PV,
É verdade, talvez mais do que se pensa.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo