Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Em números, Cristiano supera todos"

Rui Gomes, em 13.09.16

 

naom_570572a76d938.jpg

 

«Era uma equipa! Balakov, Juskowiak. Depois assinaram com o Paulo Sousa, o Pacheco, do Benfica… Brasileiros como Luisinho, Venâncio… Joguei também com o Carlos Manuel, Douglas… Também Rijkaard, mas nessa altura eu era praticamente um menino. Tenho uma fotografia com ele. Fui treinado por gente como Bobby Robson, Queiroz...

 

O Sporting sempre teve uma boa 'cantera'. É comparável à do Ajax, apenas com outra filosofia de jogo. Forma grandes jogadores. A grande referência quando eu lá estava era o Futre. Depois saí eu, o Simão, Cristiano, Nani...

 

Não vi jogar Eusébio, mas por respeito, por ser o primeiro grande nome, pelo que significa para Portugal, pelo carinho que me tinha e pela amizade, pelos conselhos que me dava... coloco-o como número 1.

 

Podem pensar que não digo Cristiano por isto ou por aquilo. Digo-o por respeito. Cada um, na sua época, faz história, constrói uma carreira. Em números, Cristiano supera todos.Não nos vemos muitas vezes, cada um tem o seu ritmo de vida e os seus compromissos. Sigo a carreira dele com admiração e fico feliz com tudo o que tem feito. É impressionante o que Cristiano tem vindo a fazer, tudo o que tem conquistado. Supera-se a cada ano e está a fazer a sua história no futebol».

 

Em qualquer referência sua a Cristiano Ronaldo, hoje e sempre, Luís Figo nunca consegue evitar de deixar a sensação de que sente alguma inveja, porventura até ressentimento, por tudo aquilo que o seu colega da formação leonina tem conseguido realizar ao longo da sua carreira. Não contesta os números, claro, porque esses são incontestáveis, mas nunca o coloca no plateau supremo do futebol português, já para não evocar o Mundial.

 

Luís Figo foi, indiscutivelmente, um soberbo futebolista, Eusébio foi, indiscutivelmente, um soberbo futebolista, Cristiano Ronaldo é, indiscutivelmente, um soberbo futebolista e, na opinião de muitos, o melhor português de sempre, ainda com alguns anos de carreira a realizar. Os "números" que Luís Figo refere, não são meros números, mas o todo de um espectacular registo de proezas, muitas inéditas, tanto individuais como colectivas. Se um atleta não é avaliado por isto, qual é a medida de avaliação ?

 

publicado às 15:15

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


11 comentários

Sem imagem de perfil

De CR_7 a 13.09.2016 às 16:16

CR7 ainda tem alguns anos de futebol para mostrar e jogar ao mais alto nível, deixem-no jogar e deixem esse tipo de consagrações "O Melhor Jogador Português de Sempre" (que a terá) para quando se retirar.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.09.2016 às 16:18

Porquê... ainda não fez o suficiente ?... Se a carreira dele acabasse hoje, há alguém que o supera ?... Que mais tem ele para provar ?
Sem imagem de perfil

De Diogo Martins a 13.09.2016 às 16:37

Ora nem mais...

Se dúvidas houvessem, terminaram na final de Paris.

E arrisco-me a dizer que só daqui a muitas décadas teremos alguém que chegue aos calcanhares de Ronaldo.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 13.09.2016 às 18:03

O Figo que tenha o respeito que quiser pelo Eusébio.

O respeito não é nenhum aferidor da qualidade individual de um jogador só na cabecinha do Figo!

O Luís Figo que se deixe de tretas e não insulte a nossa inteligência.

Sem imagem de perfil

De J.Pinto a 13.09.2016 às 18:05

Quando Figo afirma que ninguem está acima de Eusebio, está implicitamente a colocar-se a par de Cristiano num segundo patamar, o que não corresponde à verdade

Eusebio fez um excelente mundial e contribuiu para uma taça dos C.E. mas tirando isso, os seus feitos são internos - Cristiano para além de ser um simbolo do SPorting e da selecção , tornou-se um dos principais jogadores de sempre de dois colossos europeus e isso nunca saberemos se Eusebio conseguiria fazer
Sem imagem de perfil

De smoker a 13.09.2016 às 19:01

É exatamente isso que diz J.Pinto.

O Figo se dissesse que o Ronaldo é o melhor jogador português de sempre era reconhecer que estava num patamar inferior. Dizendo que é o Eusébio ficam os dois abaixo... é um macaco este Figo. Os do Barça bem o conhecem....

É por esta e por outras que, ao contrário do Ronaldo, não goza do mesmo previlégio no coração dos leões.

Enfim, já por algumas vezes teve oportunidades de fazer uma missão no Sporting e volta sistemáticamente as costas.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 13.09.2016 às 18:26

Finalmente um "Post" para acalmar "os nervosos" LOOOOOOOOOOOOOOOOLL !!

P.S. Mesmissima opinao tenho eu do Madeira Caeiro
P.Futre e C.Ronaldo por muito melhores jogadores !!
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 13.09.2016 às 18:37

Uma achega !!

O Figo, só conseguiu chegar a uma final europeia e uma semi-final mundial quando o Craque dos Craques chegou

Será por isto que ele lhe está agradecido ?? LOOOOOOOLL!!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.09.2016 às 19:40

Caríssimo Smoker,

Sabe muitíssimo bem que "off-topics" não são permitidos.

Este post é sobre o que é e o caro vem com um link sobre as declarações de Slimani ?

Abordamos muito neste espaço, mas é impossível abordar tudo.
Sem imagem de perfil

De smoker a 13.09.2016 às 19:42

Amanhã, talvez?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.09.2016 às 19:52

Se houver "debate livre" referirei, mas não irei criar um post só para isso.
Sem imagem de perfil

De SMCM a 14.09.2016 às 12:05

Figo claramente a não querer dizer que Ronaldo é melhor. Assim escuda-se na sombra de Eusébio para dizer que estão todos abaixo de Eusébio. Qual respeito qual quê!? Ele até assume que nunca viu Eusébio jogar...
Para mim Ronaldo é o melhor futebolista português de sempre. Pelo que jogou, o que ainda joga e pelo que já conquistou.
Muitos entendidos (mais benfiquistas) dizem que Eusébio só esteve em portugal que se fosse para fora ainda seria melhor. Quem garante isso? Tivemos vários exemplos de futebolistas que passaram por Portugal, que cá faziam a diferença e eram muito bons e que quando saíram para campeonatos mais competitivos desapareceram, exemplos: Jackson Martinez, Falcão (ainda fez um boa 1ª temporada em Madrid), Jardel, Deco (só jogava bem em portugal com ritmo lento).
Eusébio era sem dúvida um jogador muito acima da média à sua época. Fazia a diferença, tal como António Simões (colega de equipa) também o era. Mas emigrar e ter sucesso em diferentes cenários não é fácil.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo