Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Equipa B: uma morte anunciada

Leão Zargo, em 09.03.18

 

Sporting B 2013-14.jpeg

 

O Sporting vai abandonar a 2ª Liga de futebol no final desta época, para passar a disputar o Campeonato de sub-23 proposto pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Segundo a agência Lusa, o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, enviou um ofício à Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) onde consta o seguinte:

 

“Informo da nossa decisão de não continuar a participar no Campeonato Nacional da 2ª Liga com uma Equipa B. (...) É nossa intenção competir no novo Campeonato de sub-23 que será inaugurado na próxima época desportiva.”

 

A nova competição foi apresentada numa reunião que decorreu na sede da FPF no dia 1 de Março, onde estiveram o presidente do organismo e os representantes de quase todos os clubes da Liga NOS. A FPF informou que pretende organizar uma prova aberta a todos os clubes da Liga NOS que queiram criar uma equipa de sub-23. A intenção é que se inicie já na próxima época, com dois escalões (1ª Divisão e 2ª Divisão). O número de formações no primeiro escalão ainda não ficou definido, sendo de doze a catorze. O modelo da prova também não está decidido, mas deve ser aprovado até 30 de Abril. Haverá uma Taça de Portugal sub-23.

 

A equipa leonina sub-23 será diferente da actual equipa B, passando a estar integrada na estrutura do futebol profissional. Deixará de ser, portanto, uma equipa de transição entre o futebol jovem e o futebol profissional. Terá um plantel com os jogadores considerados mais promissores que integram a B e alguns juniores, e os restantes serão contratados. Segundo a imprensa, os dirigentes leoninos estão entre os impulsionadores deste formato competitivo.

 

O Sporting B é uma das cinco equipas B que disputam a 2ª Liga, com as do Benfica, FC Porto, SC Braga e Vitória de Guimarães. Actualmente, está em risco de descer de escalão, reflectindo a ausência de projecto para esse importante patamar competitivo. Apesar do programa eleitoral de Bruno de Carvalho em 2013 destacar que “a existência de uma equipa B é de enorme importância para o desenvolvimento sustentado e servirá de ponte entre o futebol júnior e o futebol sénior” nunca houve uma estratégia sustentada. Isso revela-se no número de contratações entre 2013 e 2017 para os juniores e equipa B que ultrapassou os 70 jogadores.

 

A direcção do Sporting já tomou uma decisão embora ainda não haja certezas sobre a qualidade competitiva da nova competição, ou mesmo a sua viabilidade já na próxima época. Há dúvidas quanto à capacidade financeira da generalidade dos clubes da 1ª Liga NOS e da 2ª Liga LEDMAN para participarem simultaneamente nas provas da LPFP e da FPF, e receia-se que tenha menos nível do que o Campeonato Nacional de Seniores. Nesse caso será ainda mais difícil integrar os jogadores do plantel sub-23 no plantel principal. Uma coisa é certa, para os jogadores da equipa B será penoso e frustrante o cumprimento dos onze jogos que ainda faltam para a conclusão do Campeonato da 2ª Liga. Trata-se de uma saída da competição sem glória nem proveito. E o futuro não augura nada de bom.

 

Na fotografia, a equipa do Sporting B em 2013-14.

 

publicado às 12:51

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


64 comentários

Sem imagem de perfil

De Rafael a 09.03.2018 às 23:55

Boa noite.

Apesar de ser adepto do benfica sou um leitor assíduo e vejo muita gente com opiniões válidas muitas suportadas (segundo dizem) por real conhecimento de campo no mundo do futebol, mas neste caso fiquei espantado com a leveza da discussão, posso estar enganado mas toda a minha vida aprendi a jogar com gente que sabe mais do que eu seja pela experiencia ou pela qualidade tecnica, mas tem sempre de ser melhores do que eu, agora se estamos todos nivelados (sub- 23) ou como acontecerá de certeza as equipas dos principais clubes jogarão com equipas inferiores a todos os niveis, na minha opiniao esta competição nao tem qualquer sentido a nao ser para responder a questão de novas equipas (poucas, muitos poucas lembro-me agora do caso do maritimo) quererem formar equipa B e não quererem ou não poderem dar as mesmas condições dadas às anteriores B, neste caso a entrada directa na segunda liga.

Para mim esta foi a solução encontrada para fugirem a um problema que se avizinhava porque a nivel competitivo não faz qualquer sentido e nao acredito que quem tenha jogado futebol possa sequer duvidar que esta nova competição pode ser benéfica.

Obrigado

Comentar post


Pág. 2/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo