Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Equipa B: uma morte anunciada

Leão Zargo, em 09.03.18

 

Sporting B 2013-14.jpeg

 

O Sporting vai abandonar a 2ª Liga de futebol no final desta época, para passar a disputar o Campeonato de sub-23 proposto pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Segundo a agência Lusa, o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, enviou um ofício à Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) onde consta o seguinte:

 

“Informo da nossa decisão de não continuar a participar no Campeonato Nacional da 2ª Liga com uma Equipa B. (...) É nossa intenção competir no novo Campeonato de sub-23 que será inaugurado na próxima época desportiva.”

 

A nova competição foi apresentada numa reunião que decorreu na sede da FPF no dia 1 de Março, onde estiveram o presidente do organismo e os representantes de quase todos os clubes da Liga NOS. A FPF informou que pretende organizar uma prova aberta a todos os clubes da Liga NOS que queiram criar uma equipa de sub-23. A intenção é que se inicie já na próxima época, com dois escalões (1ª Divisão e 2ª Divisão). O número de formações no primeiro escalão ainda não ficou definido, sendo de doze a catorze. O modelo da prova também não está decidido, mas deve ser aprovado até 30 de Abril. Haverá uma Taça de Portugal sub-23.

 

A equipa leonina sub-23 será diferente da actual equipa B, passando a estar integrada na estrutura do futebol profissional. Deixará de ser, portanto, uma equipa de transição entre o futebol jovem e o futebol profissional. Terá um plantel com os jogadores considerados mais promissores que integram a B e alguns juniores, e os restantes serão contratados. Segundo a imprensa, os dirigentes leoninos estão entre os impulsionadores deste formato competitivo.

 

O Sporting B é uma das cinco equipas B que disputam a 2ª Liga, com as do Benfica, FC Porto, SC Braga e Vitória de Guimarães. Actualmente, está em risco de descer de escalão, reflectindo a ausência de projecto para esse importante patamar competitivo. Apesar do programa eleitoral de Bruno de Carvalho em 2013 destacar que “a existência de uma equipa B é de enorme importância para o desenvolvimento sustentado e servirá de ponte entre o futebol júnior e o futebol sénior” nunca houve uma estratégia sustentada. Isso revela-se no número de contratações entre 2013 e 2017 para os juniores e equipa B que ultrapassou os 70 jogadores.

 

A direcção do Sporting já tomou uma decisão embora ainda não haja certezas sobre a qualidade competitiva da nova competição, ou mesmo a sua viabilidade já na próxima época. Há dúvidas quanto à capacidade financeira da generalidade dos clubes da 1ª Liga NOS e da 2ª Liga LEDMAN para participarem simultaneamente nas provas da LPFP e da FPF, e receia-se que tenha menos nível do que o Campeonato Nacional de Seniores. Nesse caso será ainda mais difícil integrar os jogadores do plantel sub-23 no plantel principal. Uma coisa é certa, para os jogadores da equipa B será penoso e frustrante o cumprimento dos onze jogos que ainda faltam para a conclusão do Campeonato da 2ª Liga. Trata-se de uma saída da competição sem glória nem proveito. E o futuro não augura nada de bom.

 

Na fotografia, a equipa do Sporting B em 2013-14.

 

publicado às 12:51

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


5 comentários

Perfil Facebook

De Indiana Julio a 09.03.2018 às 14:02

Desde o primeiro ano em que o Sporting participou na 2ª liga com a sua equipa B que no decorrer da mesma percebi que nao era o modelo indicado para a transiçaõ dos jogadores que chegam dos juniores.

Segui atentamente a maioria dos jogos nesse ano quando principalmente eram transmitidos em directo pela Sporting Tv , fiz nesse período diversos comentários aqui tambem no camarote leonino sobre o que deveria ser a evolução dos nossos jovens jogadores e aos poucos perdi o entusiasmo quando percebi que pouco ou nada os jogadores estavam a evoluir bem pelo contrario apresentavam-se a maior parte das vezes desmotivados e jogavam simplesmente, como uma obrigação.

Alertei de imediato aqui por diversas vezes emitindo a minha opinião em extensos comentários de que o projecto das equipas B era um projecto falhadoe condenado, deixei de ver os jogos e deixei de comentar faz tempo como podem comprovar .

Em nenhuma competição a sério pode haver motivação e evolução se nao existirem objectivos claros de poderem campeonar , jogar só com o objectivo claro de não descer é destruir todo um trabalho realizado nos iniciados, juvenis e juniores em que nessas competições jogam com o objectivo claro de poderem ser campeôes nacionais.

Nao conheço ainda de todo o figurino da nova competição sub/23 mas acredito que será algo semelhante ao campeonato de Juniores numa só etapa.
e uma continuidade no trabalho de evolução de quem tem capacidade de ser jogador profissional de futebol .
O objectivo de qualquer jovem jogador do Sporting é poder ser sempre campeão e isso leva-o a entregar-se de corpo e alma ao sofrimento e quando é necessário , fá-lo-á com prazer e é aí que evolui e isso só acontece numa competição em que o vencedor tem o reconhecimento nacional .

Acredito nessa diferença.
Sem imagem de perfil

De Francisco a 09.03.2018 às 14:25

Boa tarde sr Júlio

O projecto das equipas BB tinha uma lógica, em que era um espaço onde os miúdos iriam progredir e ganhar minutos numa lógica de servir tb como uma triagem para uma futura promoção ah equipa principal..mais do que ter uma equipa que ganhasse jogos e fosse campeã, era um espaço para eles se mostrarem tb. A motivação passava por essa promoção para os AA.
Sempre devendi um modelo diferente para os BB do que temos hoje:
- seria um espaço de transição para os juniores e de adaptação para jovens contratados de outros países (principalmente não europeus)
Com uma equipa B ‘forte’ eliminaria a tendência de ir buscar jogadores só para compor o plantel principal..o objectivo final seria um plantel A com 22/23 jogadores (com dois gr e 3 centrais apenas) em que depois, em virtude de castigos ou lesões se iria pescar ah equipa B para tapar um ou outro buraco.
Claro que para isto e preciso um projecto e estrutura sólida, com um treinador que não tenha medo de não só apostar em jovens mas principalmente não os queimar quando a coisa não corre bem. Isto para mim era o ideal..acabar com contratações de mattheus Bebeto, petrovic, etc ficar o investimento mais avoltado em jogadores já feitos para a equipa principal..apostando esses valores, que apesar de serem reduzidos, somados já são relevantes!
Essas compras de 1/2/3 milhões em jovens com potencial para os BB e apostar em jogadores feitos para a principal..ter 16/17 jogadores feitos de valor + 4/5 jovens que a equipa B já e curta e que demonstram potencial para irem entrando!
O que se passa no Sporting e precisamente o contrário..comprasse jogadores só para compor o plantel, fazendo com que os da BB percam espaço, oportunidade e no fundo motivação.

Cumprimentos
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 09.03.2018 às 14:41

Francisco boa tarde

E porque tudo isso nao pode ser feito numa equipa a competir numa liga de Sub 23??
Na minha perpectiva tem muito mais logica , porque ai competem para poderem ser campeões como o fizeram anteriormente nos outros escalões , a motivação é ainda maior porque o objectivo é claro aparte que a qualquer momento podem ser chamadas á equipa principal , no ano seguinte a essa competição têm depois o derradeiro teste , serem emprestados a equipas que disputem a liga principal.

Parece ser o mesmo mas não é , está em causa o momento H da decisão do que querem das suas vidas , das suas reais capacidades mas isso só é possivel inseridos numa motivação que os leve sempre aos limites.

Ser campeão na 23? liga numa equipa B nao tem reconhecimento nacional porque o que importa nessa competição são as equipas que sobem á 1Liga e as que descem ao campeonato nacional e o jogador sente isso e perde motivação , o Francisco comenta que nao devia ser assim mas isso é na teoria porque na pratica no sub consciente do jovem jogador está presente como unica obrigação e objectivo principal da equipa que é o de não descer e dessa forma estagna o seu processo de evolução.
Porque o jogador só evolui quando está disponivel e motivado para sofrer.
Quando muito cansado ainda vai buscar energias onde sentia já nao haver.

Sem imagem de perfil

De Sérgio a 09.03.2018 às 15:14

Também há a hipótese de ser campeão da segunda liga. O Porto B já o foi. O que é que é melhor: ser campeão da segunda liga ou ser campeão de uma liga sub-23? Eu não sei responder.

Há no entanto uma perversidade na participação das equipas B na segunda liga: elas podem efetivamente ter grande influência nas decisões de descida e de subida das outras equipas. Uma equipa B pode ir a um jogo específico com um conjunto relativamente fraco, assim como também pode ir com um conjunto forte, tendo ainda a hipótese de ir buscar jogadores da 1ª Liga, coisa que adversários a lutar por subidas de divisão não podem.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 09.03.2018 às 15:28

Sergio , é diferente

O titulo de campeão da 2 liga se for uma equipa B a ganhá-lo é um assunto menor e pouco reconhecido a nivel nacional porque o objectivo principal são as equipas que sobem á 1 liga e claro as que descem , ora as equipas B podem descer então esse passa a ser o objectivo principal tentar nao descer e manter-se por ali no meio da tabela , isso é algo insuficiente para um jogador que quer ser lider , que quer evoluir , estagna e perde muitas vezes a motivação .
Quando via jogos da nossa B vi isso mesmo , muitos dos jogos faziam-no por orbrigação , depois a equipa era sempre uma confusão todas as semanas , porque havia ordens de jogadores da equipa A fazerem parte da equipa ou por recuperaçaõ apos lesão ou porque estava parado sem espaço e isso faz perder o espirito de grupo numa equipa , porque os lugares conquistados com capacidade e sofrimento eram perdidos depois por politicas internas.
Uma liga sub 23 á diferenças , vem de certa forma retirar o impacto actaul da liga de juniores mas vem dar continuidade á parte derradeira da formação quando se t~em que tomar as decisões finais.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds