Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Espaço do leitor

Rui Gomes, em 23.07.19

21458693_pjq10.png

A rubrica que visa proporcionar ao leitor um espaço livre para manifestar a sua reflexão do dia ou abordar qualquer tema que ainda não tenha surgido em post.

Aproveitamos o ensejo para lembrar que no Camarote Leonino exige-se que o leitor se identifique (nome/pseudónimo) para comentar. Consulte estas instruções.

Bom debate!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


27 comentários

Sem imagem de perfil

De Sel a 23.07.2019 às 10:37

Agradecendo a oportunidade, lanço aqui o tema da nova regulamentação sobre as claques no futebol. Esquecendo a questão da legalização ou não legalização, eu gostaria de me concentrar sobre outro aspecto: a ideia de não haver cadeiras nas zonas das claques. Não acredito que alguém possa sequer ter pensado nesta hipótese. Só revela a capitulação dos governantes perante a selvajaria das claques. Não bastava terem que ser conduzidos como gado para os estádios, agora também se pensa deixá-los sem cadeiras. A mensagem que se passa é que se pretende que sejam cada vez mais selvagens. Qualquer dia retira-se a possibilidade de irem ao quarto de banho. Como cidadãos não podemos aceitar que sejam criadas condições especiais para que um conjunto de selvagens possam assistir aos jogos. Tem que haver maneira de expulsar dos estádios os selvagens que podem ser muito bons a gritar pela sua equipa, mas que conferem uma imagem muito negativa ao espectáculo, afastando dele muitas pessoas de bem.
Imagem de perfil

De Greenlight a 23.07.2019 às 11:27

O Caro Sel avisou, logo de início, que não queria falar da legalização das claques mas essa questão está indissociavelmente ligada aquilo que diz a seguir: "Só revela a capitulação dos governantes..." Os governantes ( como são os actuais) que não são capazes de fazer cumprir a Lei tendem a produzir novas leis para aparentarem que querem resolver os problemas. Não é apenas a incapacidade e a evidente falta de vontade de punir os infractores, como é o caso do Slb (pronto lá virá alguém dizer, pateticamente, que estou a insultar o Slb), pois isso pode afectar a recolha de votos. É também uma frequente postura de desmoralização das polícias e dos tribunais, quando estes atacam os "companheiros" que enveredaram pelo caminho da "delinquência política" em proveito próprio.
Sem imagem de perfil

De De Vigia a 23.07.2019 às 11:36

Bom dia a todos
Existe quem não queira e quem não deixe (vá-se lá saber quem!!) resolver o problema.
Bastaria replicar a solução Britânica para acabar com os energúmenos nos estádios.

SL
Sem imagem de perfil

De Sel a 23.07.2019 às 12:27

Eu não quis falar da legalização das claques porque isso vai logo buscar a clubite, como tão bem aqui ficou expresso no comentário seguinte. Se há tanta gente a dizer que esse aspecto da lei é inconstitucional, se calhar é melhor pensar melhor nele. Se as claques supostamente legalizadas não se comportam melhor do que as outras, para que serve a legalização? Apenas para uns clubes dizerem "a minha claque é legalizada" (nem que tenha só meia dúzia de registados) e a claque deste clube aqui do lado não é e por isso exijo que esse clube seja penalizado e se possível que desapareça?
Um governo deve aplicar a lei, mas tem que aplicar a lei mais importante de toda, a Constituição.
Imagem de perfil

De Greenlight a 23.07.2019 às 12:48

Só o Tribunal Constitucional tem competência para anular uma lei por inconstitucionalidade. Essa conversa de que a lei da claques é inconstitucional, é, como dizem os brasileiros, conversa para boi dormir. Aqui não é uma questão de clubite. Há uma lei que é violada sistematicamente por um clube que se acha acima da Lei.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 23.07.2019 às 13:33

Mas essas pessoas que questionam a a constucionalidade dessa lei sabem do que falam e são independentes?
É que me faz alguma confusão que a lei exista, tenha sido aprovada, supostamente analisada, claramente não aplicada e só quando calhou ao Benfica é q
Sem imagem de perfil

De Jorge a 23.07.2019 às 13:35

(continuação)

Só quando calhou ao Benfica é que acordaram para a vida e a Constituição e as liberdades individuais e sei lá que mais. Mas lá está...tanta gente repete deve ser verdade.

Relativamente a para q
Sem imagem de perfil

De Jorge a 23.07.2019 às 13:47

Relativamente a para que serve ... boa ou má, serviria para ser aplicada a todos. Como muitas outras que temos neste pais, umas mais parvas que outras. Mais uma vez, até vos calhar a vocês ninguem discutia constitucionalidades e utilidades.

(desculpem a triplicação, o teclado tá com vontade própria)
Sem imagem de perfil

De Sel a 23.07.2019 às 16:13

Vamos então supor que esse questão do registo de membros da claque não é inconstitucional. Nesse caso o Benfica cumpre a 0%, o Porto é capaz de cumprir a 10% e o Sporting a 50%, para só focar nestes 3 clubes. Então que autoridade tem quem não cumpre integralmente a lei em querer punições para outros clubes? Isto não passa de clubite pura. Se o Benfica registasse alguns membros já podia dizer que tinha as claques "legalizadas"? Enquanto o enfoque for neste ponto, só estamos a fazer chover no molhado e não se chega a sítio algum.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 23.07.2019 às 17:35

Mas vamos supor porquê? È inconstitucional porquê?
Qual é a fonte? Departamento Juridico dos NN, dos Diabos Vermelhos ou é um grupo organizado de advogados? É que advogados a defender isso não vi nenhum para além do João Correia... individuo claramente independente.

Curiosamente a lei existe desde 2004 e ninguém se tinha preocupado com constitucionalidades de ordem alguma até 2018.

Que eles não queiram ser registados/identificados/controlados eu até percebo. Que adeptos normais defendam o não cumprimento da lei por parte desses "selvagens" não consigo perceber.

Percebo o seu argumento da retiradas das cadeiras. Parece ser um assumir que determinados comportamentos mais violentos ou radicais, serão normais para determinados grupos de adeptos. O que não é razoável.
Sem imagem de perfil

De Sel a 23.07.2019 às 19:30

O caro colega de comentários, Jorge, se eu digo que a lei pode ser inconstitucional reclama, se aceito que pode ser constitucional também reclama. Diga-me lá afinal o que é que o contenta.
Eu não defendi que não se cumprisse a lei, o que eu defendi é que quem não cumpre a lei não pode reivindicar que outros a cumpram. Isso é o mesmo que fazer uma ultrapassagem atravessando o o risco contínuo nas barbas da polícia e depois parar e reclamar com a polícia apontando para outro carro que atravessou o risco contínuo durante toda a extensão desse risco, ao contrário de si, que só atravessou o risco contínuo em 50% da sua extensão.
Se acha bem a lei porque é que não exige que se cumpra no seu próprio clube? Como eu disse no início, este aspecto só nos leva a discussões de clubite pura e envenena à partida qualquer tentativa de resolução do problema.
Talvez eu não me tenha feito entender bem, mas não me agrada nada ter as claques reféns de grupos marginais. Até nem vejo mal existirem claques, mas deveriam ser constituídas por pessoas normais, deviam incluir crianças, adolescentes, mulheres (mães e avós) e idosos e não deveriam estar sujeitos a obrigatoriedade de um registo e de andarem a ser conduzidos como gado por vários quilómetros. Gente que se disponibilizasse a gritar pelo seu clube em troca de umas benesses nas entradas. Claques = selvajaria, não obrigado.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 24.07.2019 às 09:44

"O caro colega de comentários, Jorge, se eu digo que a lei pode ser inconstitucional reclama, se aceito que pode ser constitucional também reclama. Diga-me lá afinal o que é que o contenta."

Para começar que não me meta palavras na boca. Não tenho ideia de ter dito nada disso.
Sem imagem de perfil

De Chakraindigo a 23.07.2019 às 22:33

Caro,
"Eles" estão identificados, são obrigatoriamente sócios do Benfica.

A questão das claques não estava nem vai estar com a nova lei resolvida.

Na identificação da claque do FCPorto, por exemplo, o seu líder não é Fernando Madureira, logo por aí se verifica a transparencia com que a lei é cumprida.

Ademais, estão registados menos de 1000 membros pertencentes aos SD, e na Luz, por exemplo, estão mais de 2500 SD nas bancadas nos jogos com o FCP.

Quando existe um lider de claque com um livro editado onde se gaba de ter cometido crimes impunemente, está tudo dito acerca do nosso estado.

Vou esperar sentado que se consigam controlar claques que servem de coito de criminosos e arruaceiros.

Entretanto, para distrairmo-nos uns aos outros, continuem a falar dos NN, da Juve e dos SD como se houvesse diferença entre uns e outros.
Sem imagem de perfil

De Jose Antonio a 23.07.2019 às 10:45

Será verdade?
Frederico Varandas pede ajuda a Jorge Mendes para vender Bruno Fernandes.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 23.07.2019 às 11:02

Eh pá deve ser. Se a noticia for do CM então nem percebo a duvida.
Esses tipos só inventam quando falam do BdC, de resto, tudo o que seja para apoucar o Sporting ou o Varandas, é tudo verdade.

Já agora, qual é fonte?
Sem imagem de perfil

De Hugo Boss a 23.07.2019 às 11:07

Na TVI24, ontem também falavam nisso... vai ser engraçado se for verdade!
Sem imagem de perfil

De Jorge a 23.07.2019 às 11:50

O Braz?!! eh pá poupem-me.
Esse rapaz gosta tanto de se ouvir.

Alguma ele tem que acertar, afinal de contas até um relógio parado está certo duas vezes por dia, mas, em relação ao SCP e Varandas, aplica-se a esse o que disse do CM em cima. Para esse rapaz, só o sporlisboaebenfica e Pai Vieira é que nunca se enganam.
Sem imagem de perfil

De Hugo Boss a 23.07.2019 às 12:05

Por acaso não foi o bacalhau à brás, foi o outro que esteve muitos anos na rtp...
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 23.07.2019 às 11:38

Por favor Jorge, ajuda-me a vender o Bruno que eu não posso mais com este bom jogador no plantel. É demasiado bom para nós. lol
Imagem de perfil

De Greenlight a 23.07.2019 às 11:46

Fala-se muito do jornalismo de pacotilha da CmTv e também, em menor grau, da TVi mas a SIC tem agora um artista "diferenciado", o jornalista lampião (o Slb outra vez) Luís Aguilar e escritor, em "parceria" com BdC, do "grande" livro "Sem Filtro". Pois este "esperto" em matéria de transferências dizia, à tarde, que Varandas tinha dito que BF não saía por 55M ou 62M e LA descodificava, o Varandas quis dizer que BF iria sair por 53M ou 61M... É extraordinário como a SIC dá cerca de 2 horas diárias, de tempo de antena, a alguém tão boçal, como Luís Aguilar. Claro que LA sendo lampião e brunista consegue nota máxima nos ataques a Varandas.À noite LG e o seu colega de programa, refinaram os argumentos, como o Barcelona deu 75M por De Jong, o BF tem que ser vendido por menos de 75M. Não há Mendes que valha!
Sem imagem de perfil

De Joao a 23.07.2019 às 15:40

O ódio nunca foi bom conselheiro.
Sem imagem de perfil

De Júlio a 23.07.2019 às 12:36

Ainda sobre as claques. É acabar com elas. Quem quiser apoiar a equipa veste a camisola, põe o cachecol e grita.
Sem imagem de perfil

De R. Ribeiro a 23.07.2019 às 12:50

Curto e direto! Nem mais!!!!!!
Sem imagem de perfil

De MB a 23.07.2019 às 16:08

Julio em poucas palavras disseste tudo.

As claques hoje em dia têm como único objectivo a violência, a legalização das mesmas é um apoio a essa mesma violência. Portanto acabar com as claques era meio caminho andado para acabar com a violência.

Agora a violência das "claques" é responsabilidade de todos, e não do clube.

É da responsabilidade de quem gere o desporto criar regras para adeptos violentos. Como por exemplo banir de todos os recintos desportivos por tempo indeterminado os adeptos identificados. E como o Lage disse e bem "é começar a prende-los", e mais importante não haver excepções nem perdão porque é o compadre de alguém importante.

É da responsabilidade da Policia identificar esses "adeptos", por exemplo com recurso a câmaras que ficam apontadas para as claques durante todo o tempo em que elas se encontram nos estádios, e garantir que esses recursos estão disponíveis antes do jogo começar. Não há recursos não há jogo.

É da responsabilidade dos clubes garantir que a Policia tem todos os meios necessários para identificar esses mesmos "adeptos", e caso esses recursos não estejam disponíveis, com "avarias" repentinas. Aí sim os clubes serem castigados severamente como por exemplo perda de pontos.

É mostrar que não se está a brincar, e que não se tem como objectivo atingir o clube A B ou C.

Mas isto não acaba aqui. É necessário acabar com as difamações, insultos e estupidez que se vê actualmente nos canais de televisão com o único objectivo de incentivar ao ódio onde cada vez menos se vê falar de futebol. Têm de ser punindo convenientemente. A liberdade de uns termina quando começa a do outros. E nesses canais passasse claramente essa liberdade.

No final de tudo punir também a atribuição de bilhetes aos "adeptos" das claques. Se lhes dão bilhetes é porque confiam neles e nestes casos têm de se responsabilizar pelos mesmos. Caso por exemplo onde o Benfica claramente falha e tem de ser responsabilizado.

Seja como for nunca nada vai ser feito porque este ambiente de ódio criar maior fanatismo pelo futebol e pelas equipas, e gera mais dinheiro e mais receitas. Daí existirem cada vez mais comentadores e haver cada vez mais tempo de antena e mais programas para a revista cor de rosa do futebol.
Sem imagem de perfil

De Cris Dileo a 23.07.2019 às 17:07

Já que se fala em claques - é verdade o que se diz de se criar uma Game box (não sei se será esse o termo) a preços vantajosos só para elementos das claques ?

E já agora, nada se faz para expulsar os sócios ligados ao ataque da academia ?

Sem imagem de perfil

De R. Ribeiro a 23.07.2019 às 18:41

Tenho a certeza de que ainda não se fez porque os elementos, estando presos preventivamente, não podem exercer os seus direitos, nomeadamente, o de recurso. Quando se libertarem estes elementos, acredito que será o primeiro ponto na assembleia seguinte.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 23.07.2019 às 19:39

Eu não percebo o receio do benfica ao alegar a inconstitucionalidade da proposta de lei.... o benfica não tem claques logo a lei não se aplica ao benfica.
Veremos é como o Grande Lider Orelhas dirá ao seu grupo de adeptos que não podem ter os direitos das claques.... especialmente nos jogos fora, já que ao criar-se zonas específicas para claques nos jogos do benfica terão de ficar vazias.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo