Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

4137_926ad3c39d1959d1c367b4c23f07af32.png4139_77eadd8df9b367f2b537026f9d3cb4b0.png

 

As capas expectáveis dos diários desportivos após a declaração de ontem do corte de relações institucionais por parte do Sporting, com o «A Bola» a optar por dar destaque ao insignificante - "comes e bebes" - e o «Record» com uma reportagem mais equilibrada, reflectindo o real estado de "guerra" entre Sporting e Benfica.

 

A manchete que mais atenção merece faz referência àquela inconfundível figura encarnada, Rui Gomes da Silva, que num momento de extremo contraste ao que nos habituou, "condena faixa do very light". Devemos tomar nota do dia, hora e minuto desta sua inspiração, para referência histórica.

 

- Enquanto que um dos diários refere que os dirigentes encarnados queixam-se de recepção hostil na tribuna de Alvalade, o outro adianta que os representantes do clube da Luz foram os únicos sem convite para jantar. Obviamente, uma tragédia de proporções inimagináveis !

 

leão e águia.jpg

  

- Surge a explicação que o Sporting justifica a decisão unilateral do corte de relações com o facto de o Benfica não ter condenado a faixa mostrada pelos adeptos no jogo de sábado de futsal. Isto, sem ser novidade alguma, uma vez que está integrado no comunicado do Sporting. Na realidade, ainda mais grave do que a ausência de qualquer condenação posterior por parte do Benfica, na minha opinião, foi Luís Filipe Vieira, que estava presente na altura, não ter agido para que a faixa fosse prontamente retirada. Decerto que estava distraído com os cânticos "amanhã há mais", da claque benfiquista.

 

- Uma outra manchete refere o indecoroso comportamento do porta-voz encarnado, ao descrever a reacção do Sporting como "folclore".

 

- Por fim, a nota que sublinha que as águias, para já, decidiram não reagir. "Too little too late", como diria o meu vizinho. Esperava-se uma reacção imediata perante a grave ofensa da faixa no jogo de futsal. Não tiveram essa dignidade, por conseguinte, seja o que for que possa surgir nos próximo dias, terá, forçosamente, um "sabor" muito amargo.

 

publicado às 04:46

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


1 comentário

Sem imagem de perfil

De L a 11.02.2015 às 11:11

Até quando a razão nos assiste é uma dor de alma. No mandato anterior foi com o amadorismo do polícia, que também queria ser presidente, fazia e acontecia mas também nunca passou do chefe da claque. E agora é o que se vê. Este mandato começou de relações cortadas com o Benfica, depois das ofensas na nossa casa. Infelizmente na altura alguns sportinguistas do rumo também gostaram e está aí a recompensa. Nunca as relações deviam ter sido restabelecidas enquanto Vieira não se retractasse e com um pedido de desculpas ao Sporting e a todos os sportinguistas. Porque o respeito conquista-se. Mas como bons amigos ainda fomos à Luz perdoar-lhes o estádio a desintegrar-se.

Este fim-de-semana a obrigação do nosso delegado ao jogo no pavilhão era nunca ter permitido sequer o início do jogo com a tarja do very light. Porque o respeito exige-se! E também é para isso que existem várias autoridades nos recintos desportivos. Já no nosso estádio era suposto mandarmos nós. Porque o respeito impõe-se! Não é por acaso que nos responsabilizam sempre por uma série de procedimentos na nossa casa, independentemente dos comportamentos mais ou menos criminosos de quem nos visita. Como as revistas. Ou onde é que estavam as protecções verticais, vulgo rede metálicas, as filas de cadeiras desocupadas e os cordões humanos de segurança (ARDs e Polícia)? Tudo previsto nos regulamentos “safety e security” do José Alvalade!

“Aos adeptos adversários está reservado o sector A9 podendo de acordo com a solicitação de bilhetes expandir para os sectores A7, A11, B7, B11 E B13. Estes sectores são protegidos com barreiras físicas verticais (Redes metálicas), filas de cadeiras desocupadas e cordões humanos de segurança (ARD'S e Polícia).” E se algum dia evoluirmos para o acrílico também convém não ser só para as galinhas.

Já em relação a receber qualquer direcção só estamos obrigados a conceder-lhes um camarote. A tribuna presidencial é uma história completamente diferente. Onde só os amigos nos honram com a sua presença.

Depois na FPF é complicado quando ainda recentemente uns basta evadiram a sede. Entre outras aventuras. E na LPFP nem com um presidente do SCP. É mais fácil ver mais um chefe da claque, às vezes com o fato de incendiário outras vezes com o fato das asinhas, a tentar cavalgar uma onda muito perigosa.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds