Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

ng7372547.jpg

 

Creio que a definição de qualquer adepto sobre "reforços" ou "reforçar" no contexto de uma equipa desportiva, neste caso de futebol, aproximar-se-á genericamente ao que explica o dicionário da língua de Camões: "tornar mais forte, resistente, robusto, intenso e numeroso ou dar força a...".

 

No entanto, segundo Jorge Jesus, esta é uma ideia completamente errada. Na realidade, diz o treinador do Sporting, "reforços" não existe.

 

Esta conversa surgiu na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Tondela, quando Jorge Jesus foi instado a comentar a adaptação imediata de alguns jogadores, a exemplo de Bas Dost, e o mesmo não acontecer com outros, alguns dos quais ainda nem sequer jogaram:

 

«São duas coisas: as ideias e adaptação. Aquilo com que nunca concordei e não concordo é com o termo reforços. Para mim não são reforços, são jogadores contratados para o plantel. Quer dizer que têm de jogar? Contrato os que podem acrescentar algo à equipa, para melhorar ou não qualidade no plantel. Reforços? Isso não existe.

 

Os jogadores que chegaram têm umas características diferentes. Ainda não conhecem muito bem o processo defensivo da equipa. Todos os sectores defendem. Estamos com algumas dificuldades na primeira linha, em ter a intensidade defensiva que tínhamos no ano passado. Este ano o tempo vai melhorar muito isso. Vamos para a oitava jornada. É uma questão de tempo. Vamos apanhar as mesmas ideias e as mesmas características que tínhamos no ano passado na pressão alta».

 

Enquanto esta última explicação de Jorge Jesus é compreensível, a primeira deixou-me a coçar a cabeça. Ou seja, não existem reforços, mas sim jogadores contratados para o plantel.

 

Estamos sempre a aprender !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:38

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds