Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 02.05.21

GoalPoint-Sporting-Nacional-Liga-NOS-202021-90m.jp

Com 31 faltas assinaladas - fora as que ficaram por assinalar - a equipa madeirense acabar o jogo com 10 jogadores foi um acto de enorme generosidade. Isso, ou obedeceu a uma deliberada estratégia da parte do árbitro Manuel Oliveira e do VAR Luís Ferreira.

Muito além de tudo mais, ficaram três grandes penalidades por assinalar: sobre Paulinho, aos 7 minutos; Daniel Bragança, que depois de ser derrubado ainda levou um murro na cabeça e, por fim, sobre Coates, que foi agarrado escandalosamente na área madeirense no momento em que tentava um cabeceamento.

Recordo que há uns anos Manuel Machado apelidou Jorge Jesus de cretino, mas ele já deu amplas provas que não é melhor. E face ao que se viu ontem em Alvalade, ele ainda se deu ao indecoroso desplante de criticar a arbitragem:

"Uma partida dentro do que já se esperava. O Sporting com mais bola e um Nacional organizado a conter muito bem o bloco deles, com o nosso guarda-redes a responder em alguns momentos com competência. Até ao momento em que ficamos em inferioridade. Aí o que era suposto ser maior pendor ofensivo do Sporting acentuou-se e numa bola parada deu o golo que fez toda a diferença. Fizemos um bom jogo onze para onze, com o Sporting mais ofensivo e o Nacional a defender e a procurar o contra-ataque.

A expulsão é mesmo determinante, pois fragiliza o Nacional. Aqui aproveito para deixar um pequeno subsídio para quem nomeia. Porque jogo sim, jogo não, a mesma equipa de arbitragem, que em Tondela já nos expulsou um homem e marcou penálti... Não sei o critério das nomeações, acho muito estranho, pois há um leque muito largo e podemos de alguma forma fazer com que isto não se repita num espaço de tempo tão curto.

Uns são filhos de um Deus grande, outros de um Deus menor. Neste país é assim, quem tem menos terá sempre menos, infelizmente... E o futebol é o espelho da sociedade. O critério que se viu não é nada de novo em relação ao dia a dia em qualquer sector de actividade".

Mais um dos que está a mais no futebol português. Veremos se acompanha o Nacional na viagem até à Segunda Liga. Dispensa-se ambos!!!

NOTA: Destaque especial para o guarda-redes do Nacional que, com a ajuda dos ferros, evitou a goleada. Este, o mesmo que há três jornadas ofereceu um golo de bandeja ao FC Porto. As camisolas verdes e brancas devem ser um estimulante extraordinário.

publicado às 04:02

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


12 comentários

Imagem de perfil

De Greenlight a 02.05.2021 às 17:31

O Sporting tem estado a jogar, desde há muitas semanas, não com o Famalicão, Belenenses, Nacional, etc, mas, na verdade contra o FCP e o sistema “Normal” que esse clube maneja vergonhosamente. E é por isso que eu festejei, freneticamente, o golo do Matheus Nunes em Braga e o de Feddsl, ontem, em Alvalade. Ns verdade não foram golos contra o Braga e o Nacional mas sim golos na baliza do FCP. O Sporting está a um passo de vencer o campeonato apesar de todos os obstáculos que a quadrilha chefiada por PdC tem colocado à sua frente. E é por isso, que a vitória final, a ser alcançada e acredito que vai acontecer, deverá ser classificada como épica.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 02.05.2021 às 17:52

Sem dúvida caro GreenLight, é uma vitória também contra o sistema corrupto do futebol português!
Sem imagem de perfil

De José Gonçalves a 02.05.2021 às 20:00

Se for campeão, como merece e todos desejamos, será uma vitória do Sporting e uma grande vitória do futebol, porque muitas das influências nefastas perpetradas pelo sistema foram vencidas!
E, como vencidas, a Direção do Sporting terá de mover todas as pedras, no sentido de estas ervas daninhas que corroem a verdade desportiva serem de uma vez por todas erradicadas, criando-se competições onde o mérito e a verdade prevaleçam!
VIVA O SPORTING, a bem do Desporto!

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo