Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

F766PPIA.jpg

 

A origem desta notícia é o jornal A Bola e sendo este o quasi-oficioso porta-voz do clube da Luz, é de admitir que será mais um caso em que "onde há fumo, há fogo".

 

Os encarnados aguardam que o Conselho de Disciplina instaure processos contra o presidente e o director para o futebol do Sporting, e esperam que venham a merecer um pesado castigo por parte da Federação Portuguesa de Futebol, até porque, caso não o faça, será o próprio clube a avançar com uma participação disciplinar.

 

No que a Bruno de Carvalho diz respeito, o Benfica considera que a sua atitude no final do encontro, quando enviou beijos para a bancada, se inserem no artigo 132.º, ou seja, é um incitamento de disciplina, que pode vir a ser castigado com uma suspensão de entre seis a 18 meses.

 

Já quanto a Octávio Machado, o clube da Luz exige que as palavras dirigidas ao árbitro Jorge Sousa, que considerou ter tido “uma noite má e influência decisiva no resultado" sejam também elas sancionadas.

 

Mais umas queixinhas para fazer esquecer o comportamento dos adeptos na Luz durante o jogo e minimizar danos futuros.

 

publicado às 13:59

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


75 comentários

Sem imagem de perfil

De Sofia a 13.12.2016 às 17:35

Schmeichel, obrigada pela resposta. Mas mantenho que não, "não pode ser confundido com os adeptos do clube". Quem faz do futebol um espectáculo são os adeptos comuns que enchem os estádios a apoiar cada um a sua equipa. Não podemos confundir os adeptos com 2 ou 3 atrasados mentais que atiram verylights para um cortejo, com um bando vestido com as cores das nossas claques que quer bater em alguém porque não lhes quis dar um cigarro (como me aconteceu), ou com idiotas que se escondem num monte para atirar pedras aos adeptos dos outros clubes quando passam. É esse estado de espírito que mostra no seu comentário em que não quero embarcar, até porque no geral não o vejo. Já estive em muitos derbies, e é o primeiro de que me lembro em que as claques não tiveram um único cântico anti (que se ouvisse, naturalmente). De nenhum lado. E gostei muito de ver.

Quanto ao resto, embora naturalmente defenda a legalização, em termos estritamente práticos não vejo grande impacto. O que fizerem dentro do estádio é penalizante para o clube (como o Benfica bem sabe, estando até em "liberdade condicional" junto da UEFA), não vejo uma relação tão clara entre legalização e controlo, e como qualquer cidadão, ao primeiro envolvimento em situações de violência são sujeitos a identificação pela polícia. Não devem haver muitos membros de claques, legais ou não, que não estejam já identificados na PSP...
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 13.12.2016 às 17:55

Sofia,

A única forma de se combater o hooliganismo é punindo igualmente os clubes..... você diz que em termos práticos não vê grande impacto, com a legalização.... mas é exactamente por não ser aplicada a legislação existente, que não vê nenhum impacto real!

Dou o exemplo inglês.... eles têm uma lista de milhares de hooligans que são impedidos de viajar para fora de Inglaterra. Alguém faz esse trabalho em Portugal?

Dou o exemplo da Champions.... quantos jogos já foram feitos à porta fechada por causa da violência? Lembra-se de algum jogo à porta fechada em Portugal?
Sem imagem de perfil

De Sofia a 13.12.2016 às 18:45

Ok, se calhar não me fiz entender. Estou completamente de acordo consigo na questão do controlo da violência nos estádios, e não só conheço muito bem como admiro o exemplo do que se fez em Inglaterra. Quando falo em efeitos práticos, refiro-me claro ao contexto actual de não aplicação da legislação. Noutro contexto, claro que até haveria muito mais pressão pública para a legalização. Mas a aplicação da lei não deixa de acontecer por as claques não estarem legalizadas. Há até muita gente que devia ser obrigada a apresentação na esquadra em dias de jogo e que não pertence a nenhuma claque, por isso o problema é mais lato. Penso que, na prática, a questão passa mais pela falta de coragem política na aplicação de legislação forte e punitiva (salvo erro, em Inglaterra foi com M. Thatcher) do que pela questão da legalização. Era isto que queria dizer no meu comentário.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 13.12.2016 às 20:22

Sofia,
Excelente comentário!
Só para dizer que a não legalização de algumas claques é apenas revelador da forma como se encara a legislação existente em Portugal.

SL

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo