Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Este Sporting é outra conversa

Rui Gomes, em 04.12.18

 

bcb331b7-9f4d-402d-a00c-91ff41baeec7.jpg

 

Não deixamos de reconhecer que ainda há aspectos e elementos da equipa leonina que não satisfazem totalmente, no entanto, creio que está à visto do mais crítico que este Sporting sob o comando de Marcel Keizer está a apresentar qualidade de jogo muito mais próxima do que se exige de um candidato ao título.

 

O Sporting alinhou de início com Renan; Bruno Gaspar, Coates, Mathieu, Marcus Acuña; Gudelj, Wendel, Bruno Fernandes; Diaby, Nani e Bas Dost.

 

Suplentes: Salin, Jefferson, André Pinto, Bruno César, Petrovic, Jovane e Thierry Correia.

 

No final da partida, Bruno Fernandes, entre outras considerações, afirmou que "este estilo de jogo traz o melhor de cada um dos jogadores". E quem somos nós para duvidar da palavra dele, além de que até ao momento os resultados estão à vista.

 

A um determinado ponto estava eu a "falar com os meus botões" sobre a necessidade de se contratar um guarda-redes de qualidade superior, entretanto, contudo, Renan executa três defesas de grande nível, mesmo a salvar o golo, que me deixaram a reflectir. Talvez seja necessário dar-lhe mais algum tempo.

 

Por mera coincidência, neste contexto, Marcel Keizer adiantou esta observação: ""Quando cheguei, há algumas semanas, a situação estava assim. As coisas estão a correr bem, no nosso plantel temos bons guarda-redes e bons jogadores. Neste momento está a jogar o melhor".

 

download (1).jpg

 

Destaque final para o golaço de Jovane Cabral, aos 72 minutos, pouco depois de entrar em campo em substituição de Diaby. Magnífica execução do jovem leão. Vale a pena rever aqui.

 

Com esta vitória, o Sporting mantém-se no segundo lugar da tabela classificativa, com 25 pontos, dois atrás do líder FC Porto, um à frente do terceiro classificado SC Braga, e dois do Benfica.

 

O próximo jogo está agendado para domingo, em Alvalade, às 20h00, frente ao Desportivo das Aves.

 

P.S.: No final da partida, José Gomes, treinador do Rio Ave, afirmou que "parece-me que há uma falta sobre Vinícius na área do Sporting". Nem sequer sei a que lance ele se refere, no entanto, a falar do mesmo Vinícius - o tal que ele não trocava por Bas Dost -, na minha opinião, devia ter visto o cartão vermelho e não apenas o amarelo pela entrada dura e faltosa sobre Jefferson.

 

publicado às 04:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


106 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.12.2018 às 05:01

Esta equipa que jogou em V. Conde deixou-me entusiasmado, jogou muito, circulou bem, num 4/3/3 consistente e com uma interessante dinâmica, a entrada do Wendel no onze, veio melhorar e muito as dinâmicas da equipa.

Recordo que o 1º treino de Keiser, aconteceu a 13 de novembro, nem há um mês, portanto, os jogadores adaptaram-se bem aos seus métodos, e jogam com mais alegria (o Bruno Fernandes afirmou isso mesmo), já se vislumbra uma boa ideia de jogo, mas também qualidade no futebol apresentado, e este Rio Ave já foi um teste bem sério para este Sporting, sem esquecer da longa viagem e do jogo que tivemos a meio da semana.

O onze que jogou ontem, é candidato ao título, mas o plantel que temos hoje, não é candidato ao título, portanto,, em janeiro reabre o mercado de transferências, e com certeza haverá reajustes neste plantel, com 3/4 reforços cirúrgicos poderemos mesmo sonhar

Primeiro passo emagrecê-lo com algumas saídas: Viviano, Castaignos, Misic, Petrovic, Bruno Cesar, entre outros, e depois reajustar com os tais 3/4 verdadeiros reforços: dois médios, e um avançado diferente de Dost, ou do Montero. Deixo alguns nomes, o empréstimo de Adrien (faz de 6 e 8), os regressos do Chico Geraldes e do Matheus Pereira, e ainda o empréstimo do avançado Vietto do A. Madrid, o Vietto está emprestado ao Fulham, mas tem jogado pouco, e quer sair para jogar mais Com estes 4 reforços, o plantel do Sporting ficaria muito mais forte e consistente, para atacar a 2ª parte desta temporada.

Deixo um esboço:

guarda-redes 3 Renan, Salin e Max.

laterais 4 Bruno Gaspar, Ristovski, Acuna e Jefferson.
centrais 4 Coates, Mathieu, André Pinto e Marcelo.

médios 6 Gudelj, Wendel, Bruno Fernandes, Adrien, Chico Geraldes e Miguel Luís.

avançados/extremos 8 Bas Dost, Fredy Montero, Luciano Vietto, Diaby, Nani, Raphinha, Jovane e Matheus Pereira.

Portanto, ficavamos com um plantel mais equilibrado, menos numeroso (com 25 futebolistas) , sobretudo mais forte, e com mais soluções.

7 saídas : Viviano, Lumor, Petrovic, Misic, Bruno César, Carlos Mané e Castaignos.

4 entradas: Adrien, Chico Geraldes, Matheus Pereira e Luciano Vietto, sendo que os três primeiros, seriam regressos, e não necessitariam de um processo de adaptação.


E este meu entusiasmo, faz-me recuar a 1999/00, quando no inverno do ano 2000 o Sporting se reforçou com o André Cruz, César Prates e o Mpenza, também mudamos de treinador a meio da época, e fomos campeões.

Caro Rui Gomes, peço-lhe desculpa, mas não consigo agregar no blog que o Senhor dirige superiormente o meu nome, o blog não o assume.

um grande abraço leonino,

Luís Cortez
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.12.2018 às 06:21

Para se identificar devidamente, siga estas instruções:

http://camaroteleonino.blogs.sapo.pt/3531015.html

Perfil Facebook

De Victor Peres a 04.12.2018 às 10:46

Por um qualquer motivo que desconheço, Kaizer parece gostar de Bruno César, para já, como suplente. Pelo menos, meteu-o já na equipa 2 vezes seguidas. Não sei se quererá que saia em Janeiro.
Sem imagem de perfil

De Ghost a 04.12.2018 às 11:24

Bruno César já não vai para novo, não vale muito dinheiro e não acredito que tenha um ordenado dos mais altos.
Como jogador não é um fora de série em nenhuma posição, no entanto, é um jogador polivalente e capaz de cumprir trabalho em várias zonas do campo.

Somente por estes motivos acho que é uma mais valia mantê-lo na equipa mais uns tempos, pelo menos até não existirem mais lacunas no plantel. Volta e meia acaba por dar jeito tê-lo no banco.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.12.2018 às 12:30

Até porque as opções no banco são muito limitadas.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo