Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

chtwrlcdkub6stknrkda.jpg

 

O Sporting CP foi o emblema português cuja formação mais esteve representada nas cinco maiores ligas europeias desde 2014. O Observatório do Futebol realizou um Estudo desde 1 de Janeiro de 2014 até 11 de Fevereiro deste ano e divulgou os minutos jogados por atletas oriundos de clubes formadores, com os leões em destaque.

 

No período analisado, 28 jogadores formados em Alvalade actuaram em 34 clubes de Inglaterra, Espanha, França, Itália e Alemanha e totalizaram 124.309 minutos. Esta última marca coloca os leões em 24.º lugar num ranking com 50 clubes, onde não surge mais nenhum emblema português.

 

10609685_415951681918184_4522979515517818096_n.jpg

 

A lista é liderada pelo FC Barcelona. Os jogadores ali formados (69) somaram 319.224 minutos nos chamados Big 5. Segue-se o Real Madrid e o Lyon. O primeiro clube fora das cinco grandes ligas é o River Plate, em 21.º lugar (26 jogadores que actuaram 133.056 minutos).

O estudo considera que os jogadores foram formados num clube quando ali passaram pelo menos três temporadas entre os 15 e os 21 anos de idade.

 

Os resultados deste Estudo servem como esclarecimento para aqueles adeptos de clubes adversários que recusam reconhecer que apesar de alguns contratempos em anos recentes, a formação do Sporting continua a ser altamente produtiva.

 

(Baseado parcialmente numa reportagem de Luís Miroto Simões, jornal Record)

 

publicado às 15:33

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


20 comentários

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 14.02.2019 às 16:32

Acho que é caso caricato para nós adeptos, da bancada, avaliar os talentos da formação.

Além do mais, há muito que se relaciona com a evolução de um jovem futebolista que não se limita ao que se vê em jogos.

Já relatei esta história várias vezes, onde em tempos de outrora, em que assistindo a um treino da formação com Fernando Mendes, este afirmou que na altura o talento mais promissor era Quaresma e não Cristiano Ronaldo.
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 14.02.2019 às 16:39

Sem dúvida que tudo dependerá da capacidade de trabalho do jovem, sempre. Enquanto o Quaresma descansou à sombra da bananeira, o Cristiano treinou, treinou, treinou, treinou, treinou e treinou. O resultado está à vista.

Mas isso não invalida o que eu disse sobre o Daniel, que neste momento é o mais promissor.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 14.02.2019 às 16:56

Também tem a muito a ver com a personalidade do jovem.

Não refuto a avaliação do Daniel Bragança. Veremos a actual estada no Farense o vai beneficiar.

Era para referir, como outro exemplo, o Abdul Conté. Outro talento promissor.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo