Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Falar menos e praticar mais !

Rui Gomes, em 01.04.14

 

Não tenho dúvida alguma que a vasta maioria dos leitores ficou prontamente a pensar que o título do post é em referência a Bruno de Carvalho. Embora também lhe seja aplicável, pela evidência à vista, é igualmente pertinente à actual condição da minha pessoa, muito embora em menor escala. Fui sempre muito activo no desporto, nomeadamente durante a minha juventude, como é natural, quando pratiquei um vasto leque de modalidades desde a natação ao basquetebol, o atletismo, o nosso futebol, e até o "football" norte-americano, entre outras. Com o passar dos anos algumas modalidades ficaram para trás, mas novas surgiram, a exemplo das artes marciais, prática que só abandonei por completo há relativamente pouco tempo. Através deste longo percurso, nunca gostei muito de ir para o ginásio, embora o tenha feito ocasionalmente, e para agravar o estado das coisas sou um ávido fumador. Em 2006 sofri um evento cardíaco que o bom senso indica que deveria ter servido para me obrigar a repensar a minha condição, nomeadamente o fumar. Infelizmente, não aproveitei o ensejo, para meu mal. Recordo até, com algum humor, que depois de diversas horas na urgência e testes em cima de testes, o cardiologista que me assistiu veio informar-me que teria de ser internado durante alguns dias. Embora me sentisse mais estável, aceitei perfeitamente a situação, mas a primeira ideia que me surgiu foi de pedir ao médico para me deixar sair por uns minutos antes de ser transferido para outro andar do hospital. Ele compreendeu a minha intenção, sorriu e negou prontamente a hipótese. Já no período de recuperação, o mesmo médico convenceu-me a frequentar um ginásio organizado e eu assim fiz, apesar de ter o respectivo equipamento em casa. Disse-me ele que era importante estar num programa supervisionado e adequado à totalidade das questões de saúde que me incomodam, que não apenas o coração, e à minha estatura física - 1,87m e 97 quilos, 5/10 a mais do que deveria ter, sem ser só músculo. Aderi rigorosamente durante aproximadamente quatro anos, em média quatro ou cinco dias por semana, e até gostei imenso de ver regressar a musculatura que sempre me acompanhou. Um dia, há pouco mais de um ano, acordei desmotivado e nunca mais voltei ao ginásio. Como tudo na vida, é uma questão de hábito e rotina e quando se abandona é difícil recomeçar.

  

Vem esta longa história - até possivelmente sem grande interesse para os leitores -  a propósito de um recém-divulgado eurobarómetro que indica que Portugal é um dos países da União Europeia onde os cidadãos fazem menos exercício físico ou praticam algum tipo de desporto, sendo apenas ultrapassado pela Bulgária e por Malta. Daqui, o título do post "falar menos (em desporto) e praticar mais (desporto)" !

 

Segundo as conclusões deste estudo encomendado pela Comissão Europeia, que inquiriu 28 mil pessoas entre Novembro e Dezembro do ano passado, os países do norte da Europa são fisicamente mais activos de que os do sul e do este. Na Suécia, um dos países com índices mais elevados de actividade física, 70% dos inquiridos dizem fazer exercício ou praticar um desporto pelo menos uma vez por semana, seguindo-se a Dinamarca (68%), a Finlândia (66%) e os Países Baixos (58%).

 

No fim da tabela está a Bulgária, onde 78% dos entrevistados dizem nunca fazer qualquer tipo de actividade física, seguida de perto por Malta (75%) e com Portugal (64%), a Roménia e a Itália (60% cada) a completarem a lista de países com menor índice de actividade física entre os cidadãos. No caso de Portugal, 64% dos inquiridos diz nunca fazer exercício físico e apenas 8% admite fazer desporto ou praticar exercício regularmente.

 

Para o comissário europeu do Desporto, estes resultados confirmam  necessidade de tomar mais medidas para encorajar mais pessoas a praticar desporto e actividades físicas no seu quotidiano e que as autoridades locais em particular podem fazer mais neste sentido, por ser crucial, não apenas em termos de saúde individual e do bem-estar, mas também pelos custos económicos significativos resultantes da falta de actividade física.

 

E... tem plena razão, e eu que o diga, considerando o número de horas que eu passo ao computador, em casa ou no escritório, e sempre a fumar. Em abono da verdade, as "meninas" pediram-me para eu deixar de fumar no escritório e eu respeitei o seu pedido, embora não deixe de me dar ao trabalho, e ao incómodo, de ir à rua fazê-lo.  

  

publicado às 05:10

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Pedro Ferreira a 01.04.2014 às 09:50

Se me é permitida a opinião, devias recomeçar a fazer exercício, porque só faz é bem, e de modo a que eu possa continuar a vir aqui ao Blog e discordar da maioria das vossas opiniões, mas sempre conhecendo o vosso ponto de vista sobre o universo Sporting.

Deitar as 5 da manha, imagino que com muitos cigarros pelo meio, também não da muita saúde já agora!

Cumprimentos,
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.04.2014 às 10:09

Caro Pedro Ferreira, agradeço a sugestão mas não sei se vou aderir. Como disse, quando se para a rotina é difícil recomeçar. Mas tudo é possível, claro.

"Discordar da maioria das vossas opiniões" ??? ... A lei das probabilidades indica que devemos acertar algumas vezes, especialmente tendo em conta o leque de temáticas que abordamos. Ou o comentário só é relevante aos textos que mencionam o "Bruno" :) ?
Sem imagem de perfil

De Pedro Ferreira a 01.04.2014 às 10:22

Rui,

Foi uma sugestão vinda de um sedentário, adepto do cigarro e do sofá.. se eu consegui adquirir hábitos de desporto, acredito que todos conseguimos ;)

Maioritariamente sim, discordo de algumas perspectivas em relação a tópicos relacionados com a direcção mas concordo também com algumas coisas aqui ditas em relação aos mesmos.

Por vezes também discordo de algumas analises aos jogos e as opções técnicas, mas como disse anteriormente "discordo maioritariamente" e não "exclusivamente, pelo que também partilho de algumas opiniões que emitem. ;)
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.04.2014 às 10:38

Ainda bem que é assim caro Pedro. Nas análises aos jogos é muito natural, dado que como adeptos analisamos os jogos por uma perspectiva muito pessoal. No meu caso, até é um tipo de texto que não gosto de escrever e até creio que nem sempre me expresso devidamente.

Na generalidade, quero crer que a essência de um blogue é precisamente para permitir debate (construtivo) porque tornar-se-ia bastante monótono, e porventura pouco realista, estarmos sempre de acordo.

Adepto do sofá e do cigarro não é bom meu caro :)... Já ponderei regressar ao ginásio, nomeadamente porque já cheguei à conclusão de que pior do que nunca fazer exercício é fazê-lo durante uns tempos e depois parar. O corpo muito naturalmente sente a falta e reage. Até admito ter saudades da natação, não tanto dos pesos, abdominais etc..

Cumprimentos

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo