Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




1024.jpg

O Famalicão está a tentar dificultar ao máximo a transferência de Manuel Ugarte para o Sporting. Apesar de já ter definido o preço fixo do negócio, cerca de seis milhões de euros por 50% do passe, os minhotos insistem agora na inclusão de valores extras por objectivos atingidos, o que, nesta altura, tem atrasado o acerto.

De olho no passado recente, o clube famalicense não pretende cometer o mesmo "erro" da negociação de Pedro Gonçalves, quando acertaram a venda de também 50 por cento do passe (por 6,5 milhões de euros), mas não adicionaram nenhum bónus. Ao término da época passada, ficaram «frustrados» ao verem que o médio foi campeão e goleador da Liga, além de ter participado no Euro2020.

Entre Sporting e Ugarte existe há dias um acerto verbal para um contrato válido por cinco temporadas. O próprio médio uruguaio, inclusive, já revelou publicamente que está «muito entusiasmado e com ambição» de assinar pelos leões, onde é um pedido de Rúben Amorim.

Enquanto espera um acordo definitivo, os famalicenses continuam a contar com Ugarte, sobretudo numa estratégia de pressionar o emblema de Alvalade. Até por isso o jogador foi utilizado por Ivo Vieira na vitória por 1-0 frente ao Estoril, no último domingo, na Taça da Liga.

Reportagem de Bruno Andrade, MaisFutebol

*** Situação ingrata para o presidente e a Sporting SAD. Se ele é de facto um jogador de muita qualidade, não vão querer deixá-lo fugir para um dos rivais. Por outro lado, não deve haver muita vontade de anuir a estas novas exigências dos famalicenses. Será que já há pressão alheia para inviabilizar a transferência?

publicado às 02:58

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


65 comentários

Imagem de perfil

De Mike Portugal a 04.08.2021 às 08:03

Eu deixaria cair o negócio e procurava outra alternativa.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.08.2021 às 08:51

Procurar outra alternativa é, de facto, uma... alternativa!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.08.2021 às 19:14

João Mário a encher o campo no Benfica
Sem imagem de perfil

De João F. a 04.08.2021 às 19:56

Ele que faça atenção, senão ainda se vai afogar com tanta água...
Imagem de perfil

De Greenlight a 04.08.2021 às 08:29

"...o clube famalicense não pretende cometer o mesmo "erro" da negociação de Pedro Gonçalves, quando acertaram a venda de também 50 por cento do passe (por 6,5 milhões de euros), mas não adicionaram nenhum bónus". Chamar "erro" à venda de Pote só pode ser para rir. O Famalicão fez um excelente negócio do ponto de vista financeiro e o Sporting fez um excelente negócio do ponto de vista desportivo. Não me parece que o negócio seja repetível com Ugarte e esta novela já "cheira mal". Para o Sporting não deve haver jogadores insubstituíveis, especialmente os que cá não estão. Deverá, concerteza, haver outros Ugartes, por aí.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.08.2021 às 08:49

"Erro"... entre aspas!
Perfil Facebook

De Tiago Martins a 04.08.2021 às 08:45

Eu ja teria desistido desse negócio. Certos clubes, este incluido, quando negoceiam com outros clubes, nao exigem metade...nem do dinheiro, nem de cláusulas... basta recordar a venda do Martinez para o FCP...rapidinho, baratinho...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.08.2021 às 08:50

Cada caso é um caso, mas concordo que há atitudes diferentes mediante a cor da camisola.
Sem imagem de perfil

De MAV a 04.08.2021 às 09:20

Só vejo teorias de que pode ou não ser.... se o jogador vale 6.5 por 50% o que na minha opinião NESTE momento não vale cabe ao Sporting negociar senão vamos na conversa do negócio Paulinho. Agora estar sempre a ver fantasias que alguém está por trás!! e mesmo que esteja é normal, os grandes muitas vezes o fizeram para inflacionar negócios.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.08.2021 às 09:23

Não consegue comentar sem dar "bicadas". Sofre de algum complexo???
Sem imagem de perfil

De MAV a 04.08.2021 às 10:17

Maioria das vezes não estou de acordo com o RG.. não têm a ver com nenhum complexo. Pensei que já tinha percebido.
Dei uma "bicada"?? nada disso!! em 5 comentários 3 põe a hipótese de haver intervenção de terceiros mas isso é anormal no mundo dos negócios? Só me referia a isso.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 04.08.2021 às 09:24

Não digam que o Sporting está a negociar com o Famalicão, isso é mentira..... o Sporting está a negociar com o amiguinho Mendes, por isso é que se compreende estes valores e por isso se entende o empréstimo do Pedro Marques sem antes fechar o Ugarte.

Se o Matheus Nunes estão a propor 18M, valorizar o Ugarte em 13M é gozar......
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 04.08.2021 às 11:49

Atirar bojardas para o ar é sempre fácil....
Nestes últimos tempos, o Sporting tem demonstrado uma discrição nos negócios notável, e assim vai continuar, o resto são rumores de jornais, não passam disso.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 04.08.2021 às 12:24

A discrição que você fala, eu denomino de submissão ao Mendes...... como é óbvio a direcção do Sporting é muito amiga do Mendes, e portanto não será a direcção do Sporting a fazer pressão mediática, essa pressão virá sempre dos outros clubes, o Sporting nesta equação é o gajo com o cartão de crédito que aceita tudo o que o Mendes impõe.

Recordo que se dizia recorrentemente que não havia dinheiro (não sei se era bujardas para ar......), entretanto vai-se batendo todos os recordes de contratação sem vendas significativas. E se continuarmos com este tipo de contratações a 50%, no futuro as vendas significarão menos sustentabilidade para o clube.
Sem imagem de perfil

De Orlando Santos a 04.08.2021 às 09:36

Eu já tinha mandado o Famalicão dar uma volta, não se pode estar sempre a ceder, criam-se maus precedentes. E, além disso, jogadores há muitos. Porque não ficar com o Battaglia? Daquilo que eu me lembro, antes da lesão era um bom jogador e já tinha chegado à seleção argentina.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.08.2021 às 09:38

Se Battaglia fosse opção para o treinador estaria integrado. É evidente que não é esse o caso.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 04.08.2021 às 11:47

Battaglia e Ugarte são jogadores de características diferentes, Battaglia não é o médio que o Sporting procura e precisa, é um "6" mas falta-lhe qualidade técnica e saída de bola, para destruir ou defender em hora de aflição e pressing adversário talvez, mas o Sporting não joga assim.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 04.08.2021 às 11:44

Segundo o jornal "A Bola", o motivo do atraso nas negociações, não é o apontado nest post....
Se tiver que cair o negócio, que caia! Eu confio em quem o está a tratar por parte do Sporting, e tenho plena certeza que farão o melhor para o clube. Como disse RA, o importante e prioritário é o projeto do Sporting, nenhum jogador está acima disso.
Sem imagem de perfil

De João F. a 04.08.2021 às 13:17

Há quem sofra do complexo "Mendes", como se anteriormente se tivesse feito vendas equivalentes às que ele sempre fez! Certamente que para alguns negociar com o Costa Aguiar negociante de carnes lhes daria comissões, mas os tempos são outros e a mama acabou...
Pela minha parte, negociaria nem que fosse com o diabo, desde que houvessem vantagens desportivas para o Sporting, que é no final o que interessa.

Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 04.08.2021 às 14:11

Já toda a gente sabe que o Mendes é o maior a vender..... é só nos lembrar-mos das supostas vendas de 15M do Benfica B..... mas também depois nos recordamos da suposta venda do Garay ao Zenit...... se calhar já ninguém se lembra.
E a comissão de 10M na venda do Fábio Silva ao Wolves? Veja-se como estava o Sporting em 2013, dominado pelo Mendes.....

Relembro que o maior lucro de sempre do Sporting foi na venda do Slimani, e em jogadores formados em Alvalade foi o João Mário ao Inter..... nenhum deles foi negociado pelo Jorge Mendes.
Sem imagem de perfil

De João F. a 04.08.2021 às 14:24

O Costa Aguiar é que era bom! Até dava comissões para o poltrão depois pagar as dívidas ao fisco no valor de 3,3 M€!!!

Para quem estava cheio de dívidas e tinha tudo hipotecado 5 anos antes, não foi nada mau.
E se juntar os "negócios" do tipo batuque...upa,upa!
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 04.08.2021 às 14:34

Essa conversa é para distrair....... toda a gente sabe o que é o “Carrossel Jorge Mendes" e o Sporting em 2013 é uma prova disso mesmo..... recordista de comissões, todos os clubes que negoceiam com ele acabam em litigio, recordo a fuga ao fisco nos impostos do Ronaldo, recordo a comissão de 10M a ser investigada na venda do Fábio Silva, mas também poderia falar do processo rescisão de Alcochete, por exemplo da comissão de 4M pelo Adrien que no fundo foi o que despoletou a rescisão ilegal do Patrício. Tanto negócio com o Mendes, não será isto um prémio?
Sem imagem de perfil

De João F. a 04.08.2021 às 15:01

Ai a inveja...ai a inveja!...Eu nunca fui invejoso e se ele ganha dinheiro de forma ilegal, a justiça que se ocupe, porque esse não é o meu trabalho.

E fico por aqui. Já cansa...
Sem imagem de perfil

De João F. a 04.08.2021 às 15:20

"Relembro que o maior lucro de sempre do Sporting foi na venda do Slimani"

E o negócio do Bruno Fernandes que foi vendido por 65M€, já com os adiccionais, não conta?

Quando a grande preocupação é reescrever o passado, acontece disto...
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 04.08.2021 às 15:37

O negócio Bruno Fernandes foi um grande negócio..... foi vendido por 55M + variáveis, mas foi um grande negócio porque tínhamos 90% do passe que tinha sido contratado anteriormente por 9M..... mas se tivéssemos os 50% que o meu amigo não vê problemas, tínhamos recebido apenas 27,5M...... são estas as diferenças das heranças pesadas!

O maior negócio de sempre relativamente ao valor investido foi o Slimani, investimento de 300 mil, vendido por 30M, valorização de 100 vezes.

Se formos analisar o maior lucro bruto então esse é o do João Mário, uma vez que tínhamos 100% do passe, e não houve comissão...... portanto foi praticamente tudo lucro, portanto acima do valor do Bruno Fernandes onde pagámos comissão de 5,5M€.
Sem imagem de perfil

De João F. a 04.08.2021 às 16:40

Já foram outras as bandeiras brunistas, mas caíram todas por terra! Podia aqui enumerá-las, mas não vale a pena. É como chover no molhado. Resta-lhes ainda essa, enquanto não forem negociados outros jogadores por valores bem altos.E não deve demorar muito tempo. Logo que tal aconteça, os pobrezitos ficarão definitivamente sem argumentos.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 04.08.2021 às 17:46

Eu não me interessa as bandeiras..... interessa-me os factos, porque sem conhecimento dos factos interpretamos a realidade de forma errada.
Sem imagem de perfil

De J.Oliveira a 04.08.2021 às 22:42

Se eu fosse presidente e o Jorge Mendes vendesse o Joelsson por 40 milhões, eu não lhe dava 10 milhões dava-lhe 15 milhões! Percebeste ou não?

SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 04.08.2021 às 13:26

De todas as formas ressalta já à vista que houve precipitação dar a autorização ao Pedro Marques para seguir para Famalicão, devia esperar até o negócio estar de facto cerrado que pelos vistos não está.

Mas começa a preocupar esta nova moda das compras dos 50% do passe, espero que a Direção do Sporting meta travão nisso, ainda temos o Plata só com 50%, chegou o Vinagre também só com 50%, o Pote foi comprado 50% e agora o Ugarte está a ir pelo mesmo caminho, no futuro isso vai custar muito caro ao clube.

Têm que inverter essa situação, por enquanto parece ainda não fazer grande mossa, a percentagem de jogadores da equipa com 50% do passe é ainda baixa mas se continuarem assim com esse novo modelo vamos ter sérios problemas no futuro. Será hipotecar o futuro financeiramente.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 04.08.2021 às 13:28

Áparte que o clube dá uma mensagem clara para o exterior que cede a esse tipo de negócio e que outros vão concerteza querer fazer o mesmo.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 04.08.2021 às 13:53

Existe várias situações a ser comentadas:

- Tabata contratado por 10%;
- Não ficou acordado a compra pelo Sporting das restantes percentagens de passe;
- Não se entende porque razão os jogadores jovens promissores como Pote, Vinagre, Ugarte são contratados a 50%, e jogadores que provavelmente não serão vendidos como Esgaio ou Paulinho temos 80%;
- com esta politica estamos a impedir futuros investimentos, p.ex o investimento do Vinagre é para ser pago na próxima época, e as futuras vendas tendo nós apenas 50% o lucro será menor.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 04.08.2021 às 14:07

Como escrevi, por enquanto parece não ser ainda grave, os negócios nunca são todos iguais e afinal é uma percentagem mínima de jogadores nessas condições, mas se continuarem a seguir esse rumo aí sim passarei a criticar.
Sem imagem de perfil

De Paulo SCP a 04.08.2021 às 17:00

Deixo uma questão: é melhor deter 50% dos direitos económicos e 100% dos direitos desportivos de bons jogadores (e caros) ou deter 100% de jogadores para fazer número?

O que transparece é que o Sporting não tem dinheiro para comprar os ideais 90/100% de direitos económicos, portanto ou investe em "paletes" de Eduardos, Lumors e afins ou investe em bons jogadores que serão mais valias desportivamente e também financeiramente (mesmo que só fiquemos com 50% do lucro).

Para passes a 100% temos as pérolas da formação, com Nuno Mendes como cabeça de cartaz...
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 04.08.2021 às 17:26

Parece-me razoável negocial 25% mas não os 50% que me parece demasiado, valorizar um activo para terceiros ganharem exactamente o mesmo.
Porque nesse sentido quem vende, pretende cada vez mais valorizar a parcela dos 50% muito acima do real valor de quem ainda vai ter que mostrar o que vale.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 04.08.2021 às 17:28

E dessa forma os riscos aumentam, vai chegar-se ao ponto de vir a receber o valor real do jogador logo de início e ainda fica com 50% da futura venda.
Risco zero de quem vende.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 04.08.2021 às 17:45

Paulo SCP,

Discutível o que você escreveu...... relembro que ainda há pouco tempo a maior contratação do Sporting foi Bas Dost por 12M, e mesmo o BF por 9M., portanto existem jogadores no mercado a rondar os 5 a 10M com qualidade, sem ser por 50%.
Dizer que não conseguimos contratar por 100%, quando demos ainda agora 10M por 50% do passe Vinagre...... é no mínimo muito discutível! Por exemplo achámos os 7,5M do João Mário muito caro e depois damos 6,5M por metade do Ugarte?!? contradição total sobre não haver dinheiro.

Se me dissessem que este tipo de negócios era a excepção, era aceitável.... sendo a norma, são negócios perigosos para o futuro do clube.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.08.2021 às 18:03

Os 50% não me agradam, mas, por outro lado, foi o Famalicão que arriscou comprar um talento completamente desconhecido por 3,3 milhões de euros.

Não é minimamente justo a comparação a João Mário. Além de ter 28 anos, estava no último ano de contrato e de salário vai receber 4 milhões ilíquidos. No Inter recebia 6 milhões.

O Ugarte tem apenas 20 anos e confirmando-se o valor dele e a expectável evolução, 50% do passe poderá valer 2 ou 3 vezes o valor do João Mário. E, decerto, que não vai ganhar nada parecido com o salário do JM.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 04.08.2021 às 19:46

Ok.... concordo que o JM seria muito caro para Sporting, mas isso não invalida que o Ugarte não seja um elevado investimento também.... tem também de ser dito que os 3M do Ugarte foi em Janeiro. Ele até pode ser bom jogador, mas vai ser suplente no Sporting.
Acredito que isto seja um pedido do Amorim e que como já vimos em outras situações é uma pessoa obstinada, neste caso o alerta não é para estes 50% mas sim para vários 50%... isso não é problema no momento mas é problema de futuro se continuar assim.
Sem imagem de perfil

De João F. a 04.08.2021 às 13:52

Se a direcção não tivesse utilizado essa forma dos 50%, não se teria esses jogadores na equipa e estou certo que se teria visto o campeonato por um canudo.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 04.08.2021 às 14:05

Nao critico o que foi feito, (só critiquei sempre quando na compra só dos 50% do passe do Plata por 1M) mas poderei vir a criticar se continuarem a seguir esse modelo de política de compras, não posso imaginar num futuro o Sporting só ter 50% dos passes dos seus jogadores do plantel, seria o regresso a um passado que já não queremos mais.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.08.2021 às 18:04

Se o Sporting não tivesse feito o que fez com o Pote, ele teria ido para o FC Porto.
Sem imagem de perfil

De João F. a 04.08.2021 às 14:08

Sobre a situação do Pedro Marques apenas se sabe que foi autorizado a treinar no Famalicão, mas falta saber se já foi enviada a documentação para que possa ser inscrito na Liga. Opinar-se do que não se sabe, nunca será uma boa reacção e é a forma de seguir os cartilheiros de serviço, espalhados com critério um pouco por todo o lado.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 04.08.2021 às 14:12

Baseamo-nos nas informações que são oficiais, de facto a documentação seguirá depois é isso que imaginamos, mas também pode ser visto de outra forma, o Pedro Marques avançou porque o negócio do Ugarte já não foge e só está dependente de detalhes. Se não for assim então foi mesmo precipitação ter viajado já para lá o que me custa a acreditar.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.08.2021 às 18:07

Não vejo que haja ligação directa entre o empréstimo de Pedro Marques e a contratação a título definitivo de Ugarte.

Para o Sporting, é com o Pedro Marques ir para um clube como o Famalicão. Creio que o vai ajudar muito na sua evolução.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.08.2021 às 18:07

Perdão... queria dizer "é bom...".
Sem imagem de perfil

De MAV a 04.08.2021 às 14:17

Quero lembrar para os mais distraidos tipo João F que isso de ter % baixas de passes já aconteceu no Sporting com resultados pouco positivos para o clube.
Comprar 50% do passe na minha opinião só com cláusulas em que se pode comprar o resto por um valor acordado entre as partes.
Senão estamos a valorizar para outros. Porque se Pote conseguisse numa hipótese muito remota marcar 23 no Famalicão nunca iria ter a valorização que tem no Sporting.
Sem imagem de perfil

De João F. a 04.08.2021 às 14:39

Para os mais distraídos do tipo MAV, quero recordar que o Sporting nunca deverá ser um entreposto de jogadores, com a finalidade de fazer dinheiro. A grande riqueza do Sporting, terá que ser sempre os títulos que ganhar e nunca os dividendos nos seus Relatórios e Contas.
Que me importa que 50% do valor dos jogadores pertença aos outros clubes, se no plano desportivo o Sporting é detentor dos 100% e ganha campeonatos, como aconteceu na última época?
Numa época em que as multinacionais estão instaladas em imóveis pelos quais pagam rendas e os seus dirigentes são transportados por viaturas alugadas, é de rir às gargalhadas quando se leem raciocínios destes!
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 04.08.2021 às 15:44

Amigo João isso é tudo muito bonito se não vier trazer depois no futuro problemas graves financeiros, sermos campeões nas modalidades, manter boas condições na Academia de futebol provocam custos enormes e o clube tem que ter sempre isso em conta, quem for vendido da Academia tem garantido 100% para o clube salvo os custos de mediação, mas a equipa não se constroi só com jovens oriundos da Academia, a maior percentagem de elementos vem de fora, comprados e se seguirem essa politítica dos 50% será uma asfixia lenta que irá sufucar o clube mais tarde.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 04.08.2021 às 16:19

Caro Julius, quando não tem que se decidir, é fácil resolver. O Sporting se quiser comprar, tem de se sujeitar aos preços pretendidos. Negoceia, e tenta chegar a um acordo. Se considerar que não lhe interessa o negócio, desiste.

Quem tem a faca e o queijo na mão. é quem vende. Estabelece o valor, e se não estiver, com a corda na garganta, não altera o seu preço. No caso concreto de "Pote", o Sporting, discretamente, fez o negócio possível. E havia outros interessados. No caso de Ugarte, não sei se há concorrência, mas o Famalicão impõe as suas condições. Não está aflito para vender. A questão, sendo complexa, é simples. O sporting, compra ou não compra. Sendo certo que quando não se tem cão, se caça-com gato.

Por outro lado, na época anterior, e nesta, as aquisições são cirúrgicas, e devidamente ponderadas. A estrutura sabe o que quer, e empenha-se nisso. Até agora tem tirado vantagens desportivas imediatas. E não me parece que não vá tirar vantagens económicas futuras. Confio na estrutura, e nos seus negociadores. Certamente que estarão a fazer o melhor.
Sem imagem de perfil

De João F. a 04.08.2021 às 16:24

Exactamente!
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 04.08.2021 às 17:15

Caro amigo todas as direções dos grande clubes, passam sempre a ideia para o exterior que trabalham da melhor forma para realizarem o negócio possível, perante as circunsâncias desse momento, a emoção e fidelidade dos adeptos ao seu cluble turva-lhes muitas vezes a racionalidade e acreditam sempre que foi o melhor possível para o clube e muitas vezes vemos mais tarde que afinal não foi assim.

As campaínhas soam mais forte coko alarmes quando cheiramos algo que pode vir a ser menos bom para o clube, todos eles, os grandes, estão com as calças na mão enquanto vão tendo ainda as calças, no mercado das transferências o bluff é o elemento mais forte das negociações, todos jogam da mesma forma atirando primeiro o barro à parede.

Neste caso específico não me parece ainda grave a compra de alguns jogadores só pela metade do seu passe, simplesmente alerto que não deveria ser exagerada, porque a moda pode pergar-se e ser depois mais um elemento de peso a dificultar futuras negociações.
As direções dos clubes nunca sabem tudo, à sempre coisas a aprender e analisar melhor consequências a médio e longo prazo, elas,as direções, também evoluem com o tempo aprendendo com os erros que cometem, porque os cometem de verdade, não tenhamos duvidas.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 04.08.2021 às 17:19

Quanto á faca e o queijo na mão perante estes assuntos das transferências não funciona sempre como amigo descreve, tem vezes e são muitas que o poder se divide entre quem tem para vender e a outra parte que tem o dinheiro para comprar, depende muito da agilidade e argucia dos negociadores, quem cair no erro de mostrar mais necessidade perde pontos para o outro.
E aí entra o tal elemento crucial, o bluf.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 04.08.2021 às 17:33

E já agora caro amigo tenho esse tipo de negociações muito similares em cima da minha secretária quase todas as semanas para eu tomar decisões, a minha actividade é a compra e venda à muitos anos, negócios internacionais, por isso a questão: "quando não tem que se decidir, é fácil resolver" não se coloca com a minha pessoa. Faço-o constantemente.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 04.08.2021 às 19:27

Caro amigo Julius, a expressão "ter de decidir..." aplico-a, genericamente, a muitas situações, e não apenas ao futebol. Todos nós temos a tendência a perorar, sobretudo, como se fôssemos especialistas, com todo o direito, mas vale o que vale.
Acredito que o meu amigo saiba decidir sobre a área em que trabalha. Todos sabemos, embora, na parte que me toca, também erre.
Os negócios no mundo do futebol, têm características muito específicas. e compra-se muito gato por lebre. Basta ver os monos, alguns desta Direcção, que estão encalhados. Mas a verdade é que desde que foi alterada a estrutura, sobretudo depois da entrada de Rúben Amorim, tem-se comprado pouco, e com critério.
No caso de Ugarte, o presidente do Famalicão, a partir do momento em que houve interesse do Sporting, confirmou que tinha um jogador com potencial, e inflacionou o seu valor. Se o Sporting mostrou interesse, apesar do alto valor, é por lhe reconhece qualidade e grande margem de progressão. Consta que o negócio está preso por pormenores, como a compra de mais 30% do passe, de tantos em tantos jogos, em três tranches de 2 milhões cada. Mas é preciso ter cautela, porque existe muita especulação.

Imagem de perfil

De Julius Coelho a 04.08.2021 às 21:06

Amigo Nação Valente
se cada 10% valerem 2M o negócio é claro e parece-me bem perante o seu custo e o que pode valer no futuro, mas será mesmo assim?

Repare caro amigo, quanto custam os médios defensivos top do mercado da actualidade? Quanto pode custar o Palhinha ou o Uribe? Creio que com 40M e eram vendidos agora apliquemos esse valor no negócio Ugarte.
40M menos os 10% (mínimo) de mediação ficam 36M metade para cada um são 18M no caso do Sporting ainda tem que descontar o valor de custo que dizem ser algo 6,5M pelos 50%, do total dos 40M o que já é um extraordinário valor de venda no momento actual ficaria com pouco mais de 10M para o clube, o que comento é se assim acontecer com um ou outro tudo bem mas se no futuro metade da equipa estiver nessas condições será o mesmo que dizer que terá esse futuro hipotecado.
Sem imagem de perfil

De João F. a 04.08.2021 às 16:22

Comprar 50% do passe dos jogadores é uma asfixia lenta?!
Tira-se os lucros desportivos e se for caso disso vende-se e fica-se com metade do lucro, o que equivale à parte que compete ao valor inicialmente investido...
Sinceramente, não vejo como...
Sem imagem de perfil

De Paulo SCP a 04.08.2021 às 17:04

Concordo com o João F.

Não havendo €€€ é preferivel investir em 50% de bons jogadores, que serão mais valias desportivamente e também financeiramente (mesmo que só fiquemos com 50% do lucro).

Para passes a 100% temos as pérolas da formação, com Nuno Mendes como cabeça de cartaz...
Sem imagem de perfil

De MAV a 04.08.2021 às 18:07

De rir as gargalhadas são as suas comparações com imóveis caro estamos a falar de jogadores de futebol não sabe do que fala. Vem com a cartilha debaixo do braço e com vontade debaixo dos dedos. Não passa de um pró qualquer coisa como os letais só que está do outro lado da barricada.
Sem imagem de perfil

De João F. a 04.08.2021 às 19:31

Ahhh!

Eu é que sou dos letais e estou do outro lado da barricada?

Mas quem o tem lido aqui, vê facilmente que é você que está sempre do lado do contra! Não é a primeira vez que opina sem saber nada do que se passa, apenas influenciado pelos pasquins.Fica-se com a ideia que o faz por espirito de contradição.

As minhas comparações com imoveis, são só para lhe mostrar que ao querer-se ter sempre as vantagens todas do seu lado, impede de se faça um negócio.
Você faz-me lembrar o tal individuo que gostava de negociar sozinho, porque dessa forma comprava e vendia e o lucro era todo dele.
Sem imagem de perfil

De MAV a 05.08.2021 às 03:20

Eu desde 1993 que não compro pasquins quanto mais lê-los... escusa de perder tempo a tentar fazer passar a ideia de eu ser do contra e do negativismo... eu penso pela minha cabeça ao contrário de si que vem com o varandasin# metido na cassete que usa.
Quanto ao opinar sem saber eu devolvo a sua simpatia.
E não perca tempo a explicar como se "negoceia " faz parte da minha vida profissional.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo