Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

img_818x455$2018_05_16_17_31_09_738516.jpg

 

Segundo a TSF, a polícia deteve na noite desta quarta-feira, em Lisboa, Fernando Mendes. A operação envolveu 15 elementos da polícia, no centro da capital, e culminou na detenção do ex-líder da Juventude Leonina, a claque sportinguista mais antiga e mais numerosa. A operação policial, que envolveu várias forças no terreno, começou pelas 22h00.

 

Fernando Mendes e as outras três pessoas em causa, ao que tudo indica todas ligadas à Juventude Leonina, foram detidos na sequência das agressões a jogadores e equipa técnica do clube de Alvalade na Academia do Sporting, em Alcochete.

 

As várias forças policiais realizaram quatro buscas distintas, as quais levaram às quatro detenções: além de Fernando Mendes, também Nuno Torres - que conduziu o veículo que saiu da Academia do Sporting pouco tempo depois das agressões, alegadamente com outros membros da Juve Leo - está entre os detidos.

 

  

Os outros dois detidos nas ações policiais efetuadas esta noite são Ba Amadou e Joaquim Costa, segundo as informações apuradas pela TSF.

 

Fernando Mendes esteve na Academia de Alcochete no dia das agressões, uma informação que foi confirmada, na altura, pelo chefe de segurança que estava no local e também por Jorge Jesus, ex-treinador do Sporting, que terá pedido ajuda ao membro da claque após ser agredido.

 

img_FanaticaBig$2018_06_07_14_24_07_1407176.jpg

 

ADENDA:  A Procuradoria Distrital de Lisboa confirmou que quatro pessoas foram detidas na noite de quarta-feira por suspeitas de comparticipação na invasão e agressões aos jogadores e equipa técnica do Sporting na Academia em Maio. De acordo com a PGDL, no decurso das investigações, os quatro detidos foram constituídos arguidos "por existirem fortes indícios de comparticipação" na invasão e agressões ocorridas na Academia Sporting.

 
Os quatro detidos, além do ex-líder da Juve Leo Fernando Mendes, são o condutor e ocupantes da viatura (BMW azul) que no dia do ataque entrou nas instalações da Academia Sporting em Alcochete e retirou alguns dos alegados agressores.

Na nota que publicou na sua página da Internet, a PDGL diz que os factos em causa são "susceptíveis de integrar a prática dos crimes de introdução de lugar vedado ao público, ameaça agravada, ofensa à integridade física qualificada, sequestro, dano com violência, detenção de arma proibida agravada, incêndio florestal, resistência e coação sobre funcionário e terrorismo".

Foram ainda emitidos quatro mandados de busca domiciliária e um de não domiciliária, que, segundo fonte policial, abrangeram as residências dos detidos e a sede da Juve Leo.

Os quatro detidos serão presentes ao juiz de instrução criminal do Barreiro para aplicação de medida de coação adequada.

 

publicado às 03:18

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


71 comentários

Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 07.06.2018 às 15:12

Além disso, Valentim Loureiro foi ilibado porque se trata de uma situação em abstracto (se o voto é secreto, como poderiam as pessoas comprovar que votaram nesse candidato) agora quando o eleitor é concreto o caso muda de figura:
Artigo 341.º
Fraude e corrupção de eleitor
a) Mediante artifício fraudulento, levar eleitor a votar, o impedir de votar, ou o levar a votar
em certo sentido; ou
b) Comprar ou vender voto;
é punido com pena de prisão até 1 ano ou com pena de multa até 120 dias.
Sem imagem de perfil

De Tomás a 07.06.2018 às 15:58

Defina o que é "comprar ou vender voto" e "Fraude e corrupção de eleitor".

Dar dinheiro a alguem para se deslocar a um local para votar pressupondo que vota a favor de quem pagou é o quê?
As forças politicas fazem isso confessamente.

Mas para dar efectividade à sua suspeita porque não apresenta queixa judicial e veja o resultado que tem? Se acha que há ilicito!

Prometer dar depois do acto é o que fazem todos os concorrentes e é legal.
Sem imagem de perfil

De Vasco Lima a 07.06.2018 às 16:28

Xiiii, muita confusão há por aqui.
Só há venda de votos se ambas as partes acordarem um preço para votar a favor de um ou contra outro.
Se o beneficiario decide compensar generosamente quem votou ou vai votar a seu favor por reconhecimento pessoal não vende nada.
Isto só se prova se ambos colaborarem o que não é suposto acontecer.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 07.06.2018 às 16:51

Mas é precisamente isso que eu referi, foi um acordo prévio e logicamente isso é ilegal
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 07.06.2018 às 16:49

Não, não é legal, o CP é muito claro em relação a isso, se quer branquear mais este ilicito do seu querido líder vc é que sabe, como é evidente, não tenho provas do sucedido, mas quem as tem se calhar já as apresentou, aguardemos.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo