Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fernando Peyroteo homenageado

Rui Gomes, em 19.03.18

 

14172490.jpg

 

Assinalando os 100 anos do nascimento de Fernando Peyroteo, o lendário futebolista com melhor média de golos da história dos campeonatos, o Sporting realizou várias acções para recordar o antigo ponta-de-lança. O filho deu o pontapé de saída e os jogadores que defrontaram o Rio Ave tinham escrito Peyroteo no lugar dos seus nomes na camisola. 

 

publicado às 04:31

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 19.03.2018 às 09:41

Já agora perguntar..... onde está a homenagem da Federação e do Pais ao jogador com a melhor média de golos de sempre?!?
Perfil Facebook

De Mike Portugal a 19.03.2018 às 10:30

A FPF não pode fazer o reconhecimento, senão seria admitir que o SCP ganhou campeonatos de Portugal....coiso e tal.
Imagem de perfil

De PSousa a 19.03.2018 às 10:59

Bonito, foi ao minuto 9 termos um estádio com 42000 pessoas a rodar o cachecol!

Foi um dia bem passado em Alvalade, pena no Hóquei que não passámos à fase seguinte, foi um grande jogo que sorriu para o rival do norte!
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 19.03.2018 às 11:17

Os nossos jogadores nao sabem marcar penaltis , a tecnica do penalti com o stick necessita de força e colocação e tirando o Vitor Hugo os outros são anjinhos nos penaltis.
Sem imagem de perfil

De FV a 19.03.2018 às 14:51

"Ficou assente que o resultado financeiro líquido (das deslocações do Sporting a Espanha para defrontar Barcelona e Real Madrid) reverteria a meu favor, no caso de chegarem a bom porto as negociações com os dois clubes espanhóis.
Como é fácil de calcular, não cabia em mim de contente. Primeiro, porque me era dada a possibilidade de envergar a camisola do Sporting por mais uma época e, em segundo lugar, porque via resolvidas as minhas dificuldades.”

“Infelizmente, as coisas correram de maneira contrária ao nosso desejo e, por isso, vamos, então tratar de fazer a sua festa aqui…”
Fui informado pela direcção do Sporting que na verdade, o Sporting iria a Espanha fazer os dois jogos mas com poucas ou nenhumas possibilidades de êxito financeiro.
(…) Eu já sabia que as deslocações do Sporting lhe trariam um lucro aproximado de 60 a 70 contos…Adivinhem pois como ouvi a comunicação, não é verdade?”

“- Você terá a melhor festa de todos os tempos, homem! Não se preocupe com isso (…)”



“Enfim, abandonei o futebol para nunca mais tomar parte em jogos oficiais. Mas a organização da minha festa de despedida tem tanto de contar como a Nau Catrineta”.

“(Presidente do Sporting) – Então o que o traz por cá?
Respondi: – Venho tratar do que ficou assente e combinado: a minha festa de despedida!
– Lamento muito mas não posso agora tratar disso. Tenho muito que fazer.
Logo no primeiro embate com a direcção do meu clube fiquei com a impressão que dali por diante, as coisas tomariam feição desagradável.”

“Agradeci muito a oferta e saí a caminho da Associação de Futebol de Lisboa. Sentia-me tão desorientado com o que se estava a passar que desci a Travessa Larga completamente inconsciente. Tive a sorte de encontrar no corredor o Vice-Presidente do Benfica, Sr.Francisco Retorta. Pedi-lhe alguns minutos em particular, que acedeu gentilmente como sempre.
(Francisco Retorta) – Essa data está, contudo tomada pelo Benfica. Se não for para jogar com o Barcelona será para qualquer outra organização desportiva do clube. Mas se você estiver interessado em fazer a sua festa no dia 5 de outubro e se o Barcelona não vier a Lisboa, estou crente que o Benfica lhe cederá a data que lhe está reservada. Prometo-lhe que o Benfica, além de lhe ceder a data, não realizará em 5 de outubro qualquer festival desportivo.
– Mas senhor Francisco Retorta, lembro-lhe que essa data só me será concedida se o Benfica desistir dela a tempo de eu tratar dos pormenores da minha festa…
– Vá descansado, Peyroteo. Trate de tudo porque o Benfica o ajudará no que necessitar. Você bem merece.”

“O contraste que surge no choque da minha amargura pelo caminho que a direcção do meu clube estava a fazer seguir a efetivação da minha festa, e a radiante alegria que de mim se apoderou ao ouvir a promessa do Vice-Presidente do Benfica – DO BENFICA…promessa que era a garantia de poder realizar a minha festa – o choque, o contraste, não me permitem por delicadeza e pelo respeito que me merecem os dois grandes clubes e as suas massas associativas, agradecer ao Benfica, como seria meu desejo. Que o leitor pense o que me apetece dizer…”

“Agradeci ao Sr.Francisco Retorta. Mas que palavras encontrarei para gravar, nestas páginas humildes do meu livro de memórias, o agradecimento que devo ao Benfica representado pelo seu Vice-Presidente"

in: autobiografia de Peyroteo


Fica sempre bem reparar uma injustiça, ainda que com largas dezenas de anos de atraso...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo