Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




mw-1280.jpg

Era minha intenção nem sequer ler as declarações de Fernando Santos para não me irritar ainda mais, mas acabei por me convencer a mim próprio face ao provável interesse dos leitores.

Por conseguinte, transcrevo um breve resumo dessas declarações pós-jogo:

BOM JOGO

Eu acho que Portugal fez um bom jogo, vitória justa, justíssima. Uma 1.ª parte muito bem conseguida, em posse, a procurar variação, entrar. Podíamos ter aproveitado mais a profundidade, que tentámos. Controlámos o jogo. Muito por responsabilidade de Portugal a Hungria não conseguiu jogar subida. Acabou a defender nos últimos 30 metros. Portugal recuperou muito bem a bola e criámos quatro, cinco oportunidades de golo. O golo era fundamental. Na 1.ª parte foi o que faltou”.

ENTRADA DE RAFA

“Nessa altura pareceu-me que Portugal precisava de velocidade e capacidade de entrar de trás e envolvência com a bola e não muita gente na frente. Precisávamos de imaginação e verticalidade, foi isso que pedi ao Rafa. O Bernardo estava a fazer muito bem, mas mais em posse. Precisávamos de mais entrada com bola”.

SUBSTITUIÇÕES TARDIAS

“A equipa estava a jogar bem, a controlar, a dominar o adversário. A partir do momento em que a equipa começou a entrar em ansiedade era a altura certa para mudar, meter outros movimentos no jogo. Com o Rafa as coisas abriram mais. Depois pareceu-me importante dar espaço ao Raphael, por isso tirei o Jota e meti o Ronaldo um pouco mais à esquerda. E coloquei o Renato no meio-campo para conduzir a bola, era importante conduzir mais vertical”.

ALEMANHA

“Portugal está preparado para qualquer adversário, sabendo das dificuldades que cada jogo encerra, a Hungria com o factor público seria um adversário a ter em conta e que a Alemanha é um adversário fortíssimo, de enorme qualidade, treinador de excelência. Obviamente que encaramos esse jogo com um grau enorme de dificuldade e imagino que o meu colega Joachim [Low] pensa o mesmo. São duas equipas com capacidade, qualidade, que não se vão respeitar no sentido de que não vão ter medo, mas que obviamente se respeitam uma à outra”.

Esperava, ou pelo menos gostava que ele explicasse a lógica de levar três guarda-redes a jogo e mandar para a bancada o único outro lateral direito da equipa, mas, pelos vistos, não é questão importante suficiente para merecer explicação. Quanto ao resto, acho que está bem à vista e não necessita de comentário meu.

Fico agora na expectativa de ver o que mais vai sair do saco no jogo de sábado contra a Alemanha.

publicado às 04:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


42 comentários

Sem imagem de perfil

De Yazalde a 16.06.2021 às 08:05

Não foi mais pela exibição , mas sim pelo resultado, não digo que a exibição fosse ma, mas temos uma prova de fogo com a alemanha
Sem imagem de perfil

De João Tavares a 16.06.2021 às 08:33

parece-me fazer sentido deixar o Dalot e o Guedes no banco, já que chegaram bem mais tarde, tendo feito somente 1 treino. Já o Palhinha, não se entende.
De qualquer forma, compro as teimosias e o conservadorismo do Santos, pois têm nos dado vitórias...
P.S. - o homem tem alguma estrelinha - coloca incompreensivelmente o Rafa, que entra, em meu entender, mal na partida, mas que acaba por ser altamente decisivo...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2021 às 09:48

Eles não foram para o banco mas sim para a bancada.

E a lógica em levar 3 guarda-redes a jogo?
Sem imagem de perfil

De João Tavares a 16.06.2021 às 09:57

Sim, quando disse banco, queria-me referir a bancada.

Como disse, não entendo é a não convocação de Palhinha (seria em troca do 3º GR).
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2021 às 10:05

Veremos quem são as opções para a bancada no sábado.
Sem imagem de perfil

De GreenHill a 16.06.2021 às 16:32

Também não consigo entender a não inclusão de Palhinha, até porque, na minha opinião é o jogador mais completo dos 4: Danilo/William/Ruben Neves/Palhinha. No caso da selecção estar a perder a lógica até seria tirar Danilo e William e colocar Palhinha e um médio ofensivo, porque palhinha faz os passes que o William faz e tem a atitude defensiva que Danilo tem. Melhor, mexe-se mais e sai melhor com a bola que Danilo. Por isso não compreendo.
Ontem tivemos uma sorte danada. A equipa já estava até sem ideias, Rafa entrou muito mal, perdeu imensas bolas uma das quais deu um contra-ataque perigoso e tivemos sorte. Rafa cruza de forma displicente contra um defesa (ia sair mais um passe falhado) vai parar aos pés do Raphael que com um chouriço mete a bola dentro. Foi muita sorte.
Para dizer a verdade, para quem já teve extremos como Figo, Capucho, Sérgio Conceição, Quaresma, Ronaldo, Nani e Dany, venho muito pouca qualidade nas alas. Bernardo é bom, mas também perde muitas bolas, Jota é um tipo esforçado (confesso que olho para ele e não vejo muita diferença de um Nuno Santos) Rafa para mim é um jogador mediano e o Guedes é outro mediano (perde muitas bolas por não olhar para os colegas)
Depois no meio é com muita tristeza que tenho de dizer que o Renato é melhor box-to-box que a equipa tem. Porque é um jogador que perde muitas bolas. Normalmente quando dá mais de 2 toques na bola perde-a. É por isso que FS não apostou nele e apostou no William, pq o Renato perde muitas bolas e a equipa depois é apanhada desequilibrada, se existe outra opção? Não sei. Sei de um que no futuro poderá ser uma boa opção para essa posição: Matheus Nunes.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2021 às 17:38

O Matheus Nunes poderá optar pela selecção brasileira, depende, creio, de quem o convocar primeiro.
Imagem de perfil

De Greenlight a 16.06.2021 às 09:08

A Hungria é uma equipa fraquinha. O verdadeiro teste a Fernando Santos e à sua teimosia, conservadorismo, medo, o que lhe quiserem chamar, acontecerá no Sábado, contra a Alemanha. É expectável que FS repita o onze inicial, pois o seu primeiro objetivo será alcançar o empate, apesar de alguns jogadores se apresentarem em baixo de forma como William ou Bernardo. Até lá FS continuará convencido que é um grande treinador como o demonstra o seu discurso divergente com a realidade.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2021 às 09:51

E o Diogo Jota, muito trapalhão e individualista. Aquele lance logo nos minutos iniciais em que CR7 estava isolado na área...

Bernardo Silva está uma nulidade.
Sem imagem de perfil

De Orlando Santos a 16.06.2021 às 09:58

É verdade, não sei o que se passa com o Bernardo Silva.
Sem imagem de perfil

De MAV a 16.06.2021 às 09:48

Eu também pensei em comentar o post visto que ganhar por 3 mesmo sendo contra a Hungria parece que não chega .
FS nunca foi um treinador de bom futebol mesmo no clube do ódio. Mas é campeão europeu e ganhou a taça das nações o que ninguém tinha conseguido.
O Dalot chegou mais tarde por isso não foi ao banco está bom de ver.
Portanto isto agora de estar a espera de um mau resultado contra a Alemanha para provar o que seja vale o vale.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2021 às 09:54

Como quase sempre, comenta sem nexo!

"Ganhar por 3 mesmo sendo contra a Hungria parece que não chega"

E tudo se resume a isso, que na realidade começou com o golo fortuito de Guerreiro?

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2021 às 10:09

P.S.: Não estamos aqui para dizer mal de Fernando Santos, longe de ser a nossa intenção, mas não podemos/devemos ignorar o que aconteceu no jogo.
Sem imagem de perfil

De MAV a 16.06.2021 às 11:35

Claro e o caro é que comenta com nexo e não quer dizer mal de FS .
Eu sei que os meus comentários lhe causam incómodo por serem esclarecidos e serem o oposto dos seus. Pois o que o RG escreveu é que não tem sustentabilidade na minha opinião claro ... e essa "coisinha" que tem por FS os resultados não lhe dão razão . Mesmo que Portugal seja eliminado nos grupos temos Alemanha e França dispensa comentários para quem sabe.
Sem imagem de perfil

De MAV a 16.06.2021 às 11:38

Já agora olhe para os espanhóis que nem aos 84m com um charuto conseguiram ganhar... enfim factos
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2021 às 11:41

"Eu sei que os meus comentários lhe causam incómodo"...

A sua existência é-me completamente indiferente.

Deve tentar não dar tanta importância fantasista a si próprio!
Sem imagem de perfil

De João Tavares a 16.06.2021 às 09:51

Um treinador com o qual estejam todos de acordo, não existe.
FS pode ser teimoso, conservador e, como muitos referem, medroso (apesar de não concordar minimamente com este último). Contudo tem-nos dado as vitórias que muitos nunca conseguiram.
Parece-me a mim que a maior virtude de FS é fora de campo, a aglutinar os jogadores - essa será a sua grande mais valia. Com ele não se vê qualquer jogador com o mínimo de amuanço por não ser colocado a jogar, ou por ser substituído. (Em 2016 recordo sobretudo o caso de Quaresma, sempre disponível, quer fosse a titular ou a ficar no banco).
Os portugueses poderão não estar todos com FS, mas os jogadores estão. E isso é o mais importante.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2021 às 09:57

Evidentemente que há mérito no trabalho dele, no entanto não podemos fechar os olhos a tudo.

Agora é muito fácil falar e esquecer que a 10 minutos do fim tínhamos o empate à vista contra uma muito fraca Hungria.
Sem imagem de perfil

De João Tavares a 16.06.2021 às 10:26

Concordo que a Hungria seja fraca, mas não é fácil marcar a uma equipa que se posicionou daquela forma. E mesmo assim, falta de oportunidades não nos faltaram. Só me parece que deveria ter mexido mais cedo.
Mas de qualquer forma, parecem-me altamente injustos, e alguns descabidos, vários comentários que tenho lido aqui sobre FS.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2021 às 11:42

Nada do que se diz agora de Fernando Santos é novidade, mas não devemos comentar apenas em função do resultado, especialmente o de ontem que é deveras ilusório.
Sem imagem de perfil

De João Tavares a 16.06.2021 às 12:31

O jogo poderia ter corrido mal, com um resultado negativo. Mas daí ter sido um resultado ilusório, parece-me exagerado. Senão note-se as estatísticas:

Hungria x Portugal

DEFESAS
4 3
POSSE DE BOLA
30 % 70 %
TOTAL PASSES
293 670
REMATES FORA
2 4
REMATES
5 11
REMATES À BALIZA
3 7
FORAS DE JOGO
2 1
TACKLES GANHOS
8 19
PASSES CERTOS
221 593
CANTOS
0 6
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2021 às 12:37

Meu caro,

Essas estatísticas eram desnecessárias, dado que a superioridade de Portugal nunca esteve em dúvida.

Agora, o facto de ter sido superior a uma medíocre Hungria, não significa que jogou bem e, especialmente na zona ofensiva, no que diz respeito a criatividade e eficácia de último passe e finalização.

O João Tavares está a querer negar o que todos nós vimos durante o jogo?... O resultado só começou a aparecer a 10 minutos do fim, numa altura em que o empate estava bem à vista.

Por isso eu escrevi num post que o resultado reflecte mais a mediocridade da Hungria do que a performance de Portugal.
Sem imagem de perfil

De Orlando Santos a 16.06.2021 às 09:55

A entrada de Rafa e Renato S. trouxe mais velocidade à equipa. E, com um ponta de lança fixo (André Silva) a prender os centrais, abriram-se mais espaços na defesa húngara. Raphael Guerreiro, há anos (e penso que não estou a exagerar) que não vai à linha de fundo fazer um cruzamento. Com a Alemanha a precisar de vencer, o próximo jogo vai ser de faca na liga.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2021 às 09:59

As substituições foram muito tardias (70 minutos de jogo) e o Renato devia ter entrado muito mais cedo e não Rafa. Este, ironicamente e contra as expectativas acabou por contribuir, mas não refuta o raciocínio.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.06.2021 às 10:50


Alguns andam por aqui muito preocupados pelo facto dos jogadores do Sporting não terem sido utilizados pelo "engº. dos tiques", como se vissem interesse em que eles saíssem todos do Sporting e a equipa ficasse "descalçada" para a época 2021/22!

Deviam seguir o ditado popular que diz, "quanto mais se dobra, mais mostra o traseiro". Quero dizer, que quanto mais os jogadores do Sporting se mostrarem, maior será o risco de saírem e voltar-se a estaca zero. E depois vai-se construir uma equipa nova de A a Z, com quantos milhões?

A mim, não me aquece e nem me arrefece que eles joguem. Como diria o outro, antes pelo contrário.O que me interessa, é a equipa do Sporting para época que se aproxima. A selecção que está no EUROPEU, representa especialmente a FPF e a Liga Portugal, dois organismos corruptos. Lamento que estejam lá jogadores do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL, o Clube anti-sistema que contraria com os parcos meios que possui a corrupção no futebol deste País.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2021 às 11:43

Se não se identificar não voltará a ser publicado.
Sem imagem de perfil

De LG a 16.06.2021 às 10:50

Fernando Santos à Fernando Santos, equipa inicial errada, neste momento William é um a menos, a entrada de Rafa não pareceu boa mas foi quem decidiu o jogo.
É o estilo, vai ganhando, o importante é chegar à fase a eliminar. No próximo jogo um empate selaria a qualificação, mas espero que não vão a pensar nisso (e, mais uma vez, Portugal joga fora e a Alemanha em casa, nada mau para uma verdade desportiva UEFA style).

Quanto ao GR, o Rui não tem razão: as seleções poderiam convocar 26 jogadores, mas a UEFA decidiu que obrigatoriamente estariam 3 GR nos 23:
"43.01 Before each match, each team shall indicate in the relevant match
sheet the numbers, full names, dates of birth and, if applicable, shirt
names of the 23 players in the squad including three goalkeepers
from the player list,
together with the full names of the officials
seated on the substitutes’ bench and on the additional technical
seats. The match sheet must be validated by the competent
association official

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2021 às 11:53

Se esse regulamento é factual e/ou se não há outra alínea, retiro o que disse.

Se o William é um a menos, o que dizer de vários outros da equipa. Na realidade, ninguém jogou verdadeiramente bem.

O Bernardo Silva foi um zero autêntico, o Diogo Jota não esteve longe disso, os dois laterais não fizeram a ala completa uma única vez.

Bruno Fernandes jogou muito adiantado no terreno, por culpa do treinador. Só quando entrou o Renato é que se viu ele a instruir para jogar mais como construtor, quando devia ter sido essa a função dele logo de início.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 16.06.2021 às 11:40

Não consigo compreender o Fernando Santos..... na conferência de imprensa coloca sempre a questão de um ponto de vista de que não é possível jogar bonito e ganhar-se, acho que somos a única equipa que coloca esta questão desta forma..... na convocatória coloca o Palhinha na bancada e mete 3 GR no banco...... durante o jogo não faz substituições porque no entendimento do Fernando Santos não se mexe na equipa porque está 0-0 que é o resultado que o Fernando Santos mais gosta.

Em resumo Bernardo Silva muito apagado, Jota esteve perdulário e Nelson Semedo deu pouca profundidade...... Gostei do William, dos defesas centrais e também gostei da entrada do Renato.
Sem imagem de perfil

De João Gil a 16.06.2021 às 13:22

O seleccionador conduziu a equipa a uma vitória por 3-0 contra uma boa equipa, que defendeu bem durante quase todo o jogo. Se DJ e CR tivessem marcado uma das várias chances que tiveram, teríamos saído com uma goleada e estaríamos a enaltecer a exibição de Portugal. Fernando Santos tem os seus créditos intactos, porque até hoje foi o único em décadas e décadas de vitórias morais e derrotas reais que nos deu dois títulos internacionais. Em bom rigor o seleccionador não tem de nos prestar contas sobre porque é que o A está na bancada, o B ficou em casa ou o C está no banco ou porque o D só entrou aos não sei quantos minutos. Não é esse o papel essencial do seleccionador nacional. Eu, pelo menos e como adepto, não espero isso dele. Fernando Santos explicou o jogo como deveria ter explicado. Em resumo, boa vitória, num jogo difícil, num grupo com oponentes de grande valia. Espanha, Alemanha e outras selecções fortíssimas não começaram tão bem como Portugal. Não há nenhuma equipa fácil ou menor neste campeonato da Europa. Quem pensar assim, está tramado. Gostei de Pepe, Ronaldo, Renato, Danilo, Rafa. Força, Portugal.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2021 às 13:54

Admirável, a sua defesa de Fernando Santos.

"Contra uma boa equipa"... em que contexto? Na primeira parte fizeram um cabeceamento único à baliza de Rui Patrício e quase que não chegaram à nossa área.

"Um jogo difícil"... sim, por nossa culpa, ou melhor, ineficácia.
Sem imagem de perfil

De João Gil a 16.06.2021 às 15:33

Claro que sim. Ía agora defender o Deschamps ou o Low. Defendo o nosso treinador e a nossa seleção. Boa vitória contra uma equipa boa, num jogo difícil. Foi assim que a classificou Ronaldo e eu tendo a concordar com a opinião que emitiu sobre o jogo. 3-0 foi mesmo um resultado absolutamente eficaz. Levaram três secos. Mais eficaz que isto é difícil, creio. Mas cada um analisa pelo seu ponto de vista. É legítimo. Não sendo eu um particular admirador do tipo de futebol de Fernando Santos o que é certo é que até aqui o homem tem revelado à saciedade o contrário da ineficácia de que o acusam agora. Eficaz é ganhar por três secos, mesmo não jogando bem e bonito. Foi o que aconteceu ontem, nem mais nem menos. Veremos como será contra a Alemanha. Força Portugal, portanto.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2021 às 15:48

É expectável Cristiano Ronaldo vir cim um discurso politicamente correcto!

Quanto a Fernando Santos, tem muito mérito por saber lidar e trabalhar com o grupo, muito embora, tecnicamente, deixe muito a desejar, desde sempre.

No entanto, admite-se, de uma forma ou outra consegue ganhar e ao fim do dia é isso que conta.

Isto, contudo, não nos impede de comentar jogo a jogo, e ontem, por muito que possa argumentar, não foi um bom jogo de Portugal face a um adversário muito fraco e que provavelmente não vai vencer um único jogo neste Euro.

Sejamos honestos, além do exaspero durante o jogo, a 10 minutos do fim 95% de nós já estávamos a contar com o empate.
Sem imagem de perfil

De João Gil a 16.06.2021 às 15:54

É completamente verdade. Contudo eu achei que o golo ia entrar, mais cedo ou mais tarde e com a entrada (mesmo tardia) de Renato Sanches não tive dúvida na vitória. Os jogos não são fáceis. Sauda/JG
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2021 às 16:09

Não teve dúvida da vitória. BRAVO!!!

Pois eu tive muitas... e só o golo fortuito de Guerreiro me levou a admitir a vitória.
Sem imagem de perfil

De João Gil a 16.06.2021 às 18:38

Os húngaros, nessa altura, já estavam a cair da boca aos cães. O nosso Sporting, este ano, foi a prova acabada de que aos 80 minutos ainda há muito tempo para jogar, marcar e resolver jogos. A seleção copiou o Sporting. Bons exemplos.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo