Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Ficaram por cá as joias da coroa"

Rui Gomes, em 03.09.14
 

 

Ponderava escrever um breve texto sobre o último dia do mercado de transferências, com ênfase não nas contratações mas sim nas não saídas, quando li o editorial de segunda-feira por Vítor Serpa - A Bola - intitulado "Ficaram por cá as joias da coroa", com o qual concordo na íntegra. Entre outras considerações, o jornalista afirma: "Não deixa de ser curioso e até significativo que os três grandes tenham conseguido resistir (pelo menos até Dezembro) ao forte assédio de alguns dos melhores clubes da Europa pelas suas joias mais preciosas."

 

É por de mais óbvio que a referência é a William Carvalho do Sporting, Jackson Martinez do FC Porto e a Enzo Pérez do Benfica - as "três joias" - os três jogadores nucleares das suas equipas neste momento. A inegável expectativa até às 24h00 do dia 31 de Agosto era ler o anúncio da venda de um, de dois, ou até dos três atletas, e quero crer que houve um sentimento de enorme alívio por parte dos adeptos dos três grandes, quando entrámos no dia seguinte sem quaisquer novidades de relevo.

 

No caso concreto do Sporting, até havia quem acreditasse - a exemplo da minha pessoa - que o destino de William Carvalho há muito que tinha sido traçado. No que à vertente desportiva concerne, preza-me verificar que me enganei, já no contexto financeiro limito-me agora a desejar que o acto não venha a ter repercussões. 

 

No entanto, e sem conhecimento de causa sobre as propostas que terão chegado a Alvalade, creio que nenhuma se aproximou sequer dos números que obrigariam os responsáveis da SAD a ponderar seriamente uma eventual venda. O clube que mais me surpreendeu foi o Manchester United, que depois de andar uma época inteira a escrutinar William Carvalho, não tenha surgido com mão forte para garantir os seus serviços. Esta inesperada postura deve obedecer à filosofia de Louis Van Gaal, o novo técnico dos "Red Devils", que se empenhou mais em reforçar a frente ofensiva, pese a contratação de Marcos Rojo.

 

Mérito, portanto, para os três grandes, por terem conseguido garantir a continuidade de jogadores tão importantes para os seus clubes e para o futebol português. No que diz respeito ao Sporting, reconhece-se a estratégia, o tratamento com "luvas de seda" do delicado dossier, em contraste, com os casos de Rojo e Slimani, não obstante as diferenças. A verdade seja dita, também, que William Carvalho exibiu sempre uma conduta exemplar, em não "levantar ondas" polémicas, mesmo reconhecendo que as regalias salariais que o esperavam no estrangeiro seriam cem vezes superiores às que usufrui no Sporting. Se a SAD ainda não o fez, bem espero que o "prometido" aumento se verique de imediato e de modo significativo. Qualquer outra postura seria uma grave injustiça.

   

publicado às 05:35

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Tony a 04.09.2014 às 11:12

A levantar tão poucas ondas que parece não sair de baixo de água... Um caso que parece preocupante. Esperemos que seja apenas uma baixa de forma e que não seja uma bentice aguda, que ainda apanha este fim de semana uma re-infecção.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.09.2014 às 13:41

Estou convicto que ele voltará rapidamente à sua melhor forma, no entanto, como é lógico, não obstante a "politicamente correcta" oratória, nunca saberemos ao certo os sentimentos do jogador perante as conhecidas circunstâncias.
Sem imagem de perfil

De Tony a 07.09.2014 às 01:06

Esperemos que sim.

Ofertas de Machesters e Reais seram sempre tentadoras, agora os jogadores têm de saber respeitar os compromissos e os interesses dos clubes, mantendo a cabeça no lugar. Se esse foi um dos factores que levaram o William a apresentar uma qualidade de jogo muito fraca, isso não diz muito bem do seu profissionalismo e capacidade mental. É obvio que é um jovem e se essas ofertas aconteceram mesmo é um caso que seria dificil de ignorar pelo próprio.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo