Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




1584138304_808758_noticia_normal.jpg

A FIFA divulgou esta terça-feira um documento com as recomendações para os clubes e ligas mundiais, relativamente à melhor forma de lidar com contratos e com o mercado de transferências depois da disrupção causada pelo Covid-19.

Contratos

Sobre os contratos que tinham validade até ao original final de época ou que começavam no inicio de época original, a FIFA recomenda que a data seja alterada conforme o as novas datas de final/início de época, ou seja, se o contrato acabava na data original de época (30 de Junho) deverá ser prolongado até ao novo final de época, o mesmo deverá acontecer nos contratos que começam na nova época.

Contratos de trabalho durante a paragem das competições

A FIFA recomenda que jogadores e clubes encontrem uma solução que agrade às duas partes país a país e Liga a Liga.

"Apesar de ser da responsabilidade das entidades nacionais encontrar a solução que se adapte melhor às circunstâncias do país, a FIFA recomenda que seja analisado todos e quaisquer aspectos de todas as situação de forma justa, incluindo tendo em conta as medidas governamentais para apoiar clubes e jogadores", escreve a organização.

Contudo, se um acordo não for alcançado entre as partes e o assunto chegar à FIFA, o organismo já deixou explicados os pontos que serão tidos em conta nessa análise:

- Se existiu uma tentativa genuína do clube de alcançar acordos com os jogadores;

- Qual é a situação económica do clube;

- A proporcionalidade de qualquer ajustamento ao contrato dos jogadores;

- A receitas dos jogadores depois de um ajustamento contratual;

- Se os jogadores foram tratados de forma justa entre si.

Janelas de transferências

A FIFA sublinha ainda a sua total flexibilidade em ajustar as janelas de mercado conforme necessário e de forma a adaptarem-se às novas circunstâncias.

Assim sendo, o organismo que comanda o futebol mundial está disponível para alterar as duas principais janelas de transferências para 'encaixarem' nas novas datas de final de época e início da próxima.

Além de tudo isto, a FIFA deixa ainda o aviso que "irá tentar garantir, onde for possível, um nível geral de coordenação e irá ter em consideração a necessidade de proteger a regularidade, a integridade e o funcionamento correcto das competições, para que os resultados desportivos não sejam injustamente afectados".

publicado às 05:02

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo