Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fotografia com história dentro (188)

A primeira Supertaça leonina (1982)

Leão Zargo, em 08.03.20

21720480_ZwYjd.jpeg

Depois da conquista da dobradinha em 1982, na época seguinte o Sporting disputou com o SC Braga a Supertaça Cândido de Oliveira. Na altura a final deste troféu realizava-se a duas mãos, os bracarenses venceram em casa por 2-1 e os leões triunfaram em Alvalade por 6-1. Os dois jogos aconteceram em 9 de Outubro e 1 de Dezembro, numa fase muito complicada para os sportinguistas em virtude de três resultados negativos fora de casa (derrotas com o Varzim e o Espinho e empate com o Vitória de Setúbal).

Na verdade, depois da polémica demissão de Malcolm Allison e da nomeação de António Oliveira para treinador, a equipa leonina nunca encontrou a estabilidade indispensável para conseguir uma época triunfante. Alternou grandes momentos como aconteceu na Taça dos Campeões Europeus, onde só foi eliminada nos quartos-de-final, com derrotas confrangedoras com clubes da segunda metade da tabela classificativa. Culminaria com a substituição de Oliveira por Josef Venglos.

A vitória por 6-1 frente ao SC Braga permitiu que o Sporting conquistasse a primeira Supertaça e foi um dos grandes momentos da época de 1982-83. Apesar das divergências existentes entre Oliveira e alguns jogadores, e de Manuel Fernandes estar sujeito a um inquérito interno por ter elogiado “Big Mal” numa entrevista ao jornal A Bola, a partida da segunda mão, em Alvalade, ficou inesquecível. O capitão fez um hat-trick e Jordão bisou, num jogo em que a entrada de leão tornou fácil o que poderia ser complicado.

Ficha de jogo:

Supertaça Cândido de Oliveira (2ª mão)

Sporting CP 6 - SC Braga 1

Estádio José de Alvalade, 1 de Dezembro de 1982

Árbitro - Francisco Silva (Algarve)

Sporting CP - Mezaros, Virgílio, Carlos Xavier, Kikas (José Eduardo, 76), Mário Jorge, Marinho, Kostov, Lito, Freire (Bukovac, 69), Manuel Fernandes e Jordão

Treinador - António Oliveira

SC Braga - Valter Onofre, Dito, Paris, Guedes (Vítor Oliveira, 58), Artur, João Cardoso, Vítor Santos, Germano (Spencer, 52), Fontes, Wando e Jorge Gomes

Treinador - Júlio Cernadas Pereira (Juca)

Golos - 1-0, Manuel Fernandes (2 m); 2-0, Jordão (9 m); 3-0 Jordão (65 m); 4-0 Lito (68 m); 5-0, Manuel Fernandes (83 m); 6-0, Manuel Fernandes (85 m); 6-1, Vítor Oliveira (87 m, g.p.)

publicado às 13:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


9 comentários

Imagem de perfil

De Greenlight a 08.03.2020 às 14:07

É sempre bom lembrar estas vitórias. Ainda me lembro de ver jogar o saudoso Jordão, pela primeira vez com a camisola do Sporting, no antigo estádio de Alvalade, num jogo de Verão, e creio contra o Slb. Recordo-me de ter ficado impressionado com o domínio de bola de Jordão, era difícil tirar-lhe a bola. Manuel Fernandes, que foi uma grande jogador do Sporting, mas que é um fraco comentador, acerta sempre quando fala de Jordão, seu grande amigo. Quando Manuel Fernandes é elogiado pelos suas qualidades de avançado do Sporting, costuma dizer que Jordão era melhor que ele. Fica-lhe bem dizer isso e não parece ser falsa modéstia. Enfim, cada um à sua maneira foram grandes jogadores.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 08.03.2020 às 15:58

Greenlight

Cada um deles, à sua maneira, foram grandes jogadores e dignificaram a camisola do Sporting. Naquele tempo, final dos anos 70 e anos 80, ia a Alvalade por várias razões, mas ver jogar M. Fernandes e R. Jordão era sempre uma boa razão.

Manuel Fernandes foi capitão inesquecível, na linha dos maiores. Por essa razão esqueço os momentos infelizes como comentador. Para mim será sempre um ídolo sportinguista.
Imagem de perfil

De Greenlight a 08.03.2020 às 16:29

Estamos de acordo. Eu tento não ouvir os comentários do Manel, assim já não tenho que esquecer.
Sem imagem de perfil

De RCL a 08.03.2020 às 14:15

O despedimento de Allison marcou muito. O Sporting tinha uma equipa capaz de ganhar mais 3/4 campeonatos.
João Rocha despediu todos os treinadores campeões : Mário Lino, Fernando Mendes, Allison.
Depois de Allison o Sporting, em 38 anos, ganhou 2 campeonatos.
SL
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 08.03.2020 às 16:05

RCL

Parece sina!!!

O Allison foi o mais heterodoxo dos treinadores que passaram pelo Clube. Mas, foi talvez o maior erro da sua gestão de João Rocha ao despedir “Big Mal”. Depois de ter conquistado a sua quinta “dobradinha”, o Sporting terá iniciado aí a fase que o conduziu a esta secundarização desportiva no futebol português.
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 08.03.2020 às 20:25

Grande Jordão, um fora de série, uma Lenda do futebol.

Aqueles 2 golos à França são icónicos, e podiam ter feito Portugal finalista do Euro84, não fora um tal de Platini.
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 09.03.2020 às 12:12

Precisamente por esses despedimentos e erros de casting, como ter "oferecido" Futre, me fax alguma confusão ouvir, hoje em dia, falar em João Rocha quase como um presidente intocável na história do Sporting. Bem sei que o tempo vai passando e a tendência para o "endeusamento" aumenta, mas foi a partir do seu final de mandato que o declinio do nosso futebol senior começou.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.03.2020 às 13:15

Foi um bom presidente em vários aspectos, mas não deixou de cometer um número de erros. Hoje, teria dificuldade em ultrapassar alguns desses erros.

Fala no caso de Futre... houve má fé do pai que era quem o manipulava na altura com a ajuda do irmão, mas, fundamentalmente, a saída dele deve-se à arrogância de João Rocha.
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 09.03.2020 às 14:17

Sim tem razão. E daí para a frente só voltamos a ter uma grande equipa com Sousa Cintra. A celebre equipa dos 3-6, na minha opinião, foi a equipa mais forte que me lembro do Sporting.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo