Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fotografia com história dentro (235)

Identidade sportinguista

Leão Zargo, em 13.02.21

SCP 2020-21.jpg

Nas fotografias sobre futebol, e elas são tão diversas, a luz captada pela câmara depende do lugar do objecto e do lugar a partir do qual ele é visto. Trata-se de técnica e de arte puras e duras. Outra coisa bem diferente é a relação que cada um de nós estabelece com a fotografia. O que é verdadeiramente determinante não é a “coisa” que lá está, mas sim o “olhar” que se lança sobre ela. E esse “olhar” subjectivo resulta da relação entre os sinais do que está fotografado e os labirintos da memória do observador.

É o caso desta fotografia do último jogo do Sporting no Funchal. Mais do que um instante ou um fragmento, há nela um sopro de ar que persiste no tempo, um fio invisível que junta diferentes gerações de sportinguistas. Uma memória longínqua, um encontro secreto. Nos fundadores do Clube condensa-se grande parte da nossa identidade e neles imagina-se o futuro. O futuro, agora, são estes leões que nos fazem vibrar com tamanha intensidade. É mais fácil subir uma montanha quando se vai acompanhado. Isso nós sabemos.

publicado às 14:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


3 comentários

Imagem de perfil

De Leão do Norte a 13.02.2021 às 19:20

Caro Leão Zargo,

Nos labirintos da minha memória como observador não posso deixar de associar esta recente fotografia a outro Marítimo-Sporting, jogado em abril de 2000, em que também vencemos por 2-0 e, a duas jornadas do final, passamos a ter quatro pontos de vantagem sobre o Porto. Foi aí que verdadeiramente me convenci que o penoso jejum iria terminar.

Nesta fotografia observo um espírito de união, essencial para escalarmos a montanha das dificuldades que nos separa de terminar novo jejum.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 13.02.2021 às 20:51


Caro Leão do Norte

É curiosa a associação entre dois jogos no Funchal com o Marítimo separados com trinta anos. É simbólico, sem dúvida. Nas equipas de 1999-00 e de 2020-21 o brio, a coesão a solidariedade constitui um denominador comum. Ambas demonstram que as melhores equipas não têm necessariamente os melhores jogadores.

Ainda há um outro aspecto simbólico: e se ambas equipas quebrarem um malfadado jejum?


Imagem de perfil

De Leão do Norte a 13.02.2021 às 21:24

"...e se ambas equipas quebrarem um malfadado jejum?"

É algo que tenho pensado nos últimos tempos e é provável que brevemente se possa verificar...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Cristiano Ronaldo