Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fotografia com história dentro (260)

Vencer no lamaçal da Choupana

Leão Zargo, em 16.08.21

Nacional 0 Sporting 2 2020-21.jpg

Antigamente dizia-se que o Natal era o Cabo das Tormentas do Sporting, mas na época de 2020-21 foi o Cabo da Boa Esperança. Estar na liderança com clara vantagem sobre o Benfica e o Porto constituiu o melhor antídoto para combater a descrença e simbolizar a nova realidade sportinguista. Em Janeiro, a 13ª jornada frente ao Nacional na Choupana deu início a um ciclo difícil de jogos que englobavam Benfica, Rio Ave e Paços de Ferreira em Alvalade e Porto, Marítimo e Gil Vicente fora de casa.

A Choupana é um campo tradicionalmente complicado por razões anaeróbicas em virtude da altitude (630 metros) e pelo microclima que, dependendo, pode originar ventos fortes, nevoeiro, aguaceiros intermináveis ou calor sufocante. Tudo isso foi agravado pelo vento e chuva da tempestade “Filomena” que implicou o desvio do avião, obrigou o adiamento da partida de 7 de Janeiro para o dia seguinte e degradou imenso o estado do o relvado.

A partida foi dura, muito “rasgadinha”, quase uma batalha campal devido ao estado do terreno, um verdadeiro teste para a equipa sportinguista que venceu com golos de Nuno Santos e Jovane e continuou invicta e firme na liderança do campeonato. Se cada jogo de futebol tem a sua própria história, este jogo na Choupana revelou como os jogadores leoninos estão preparados para jogar com menos nota artística num relvado enlameado sob chuva intensa, colocando a técnica individual num futebol mais directo para a baliza adversária. Dentro das quatro linhas vencem quando são insuperáveis no controlo táctico, no esforço individual e na solidariedade colectiva.

publicado às 14:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds