Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fotografia com história dentro (98)

Leão Zargo, em 27.05.18

Manuel Soeiro.jpg

 

Quando o “leão” Soeiro foi recebido no Barreiro com música e foguetes

 

Pode um jogador de futebol marcar um póquer de golos ao principal clube da sua terra natal e ser lá recebido com música e foguetes? A resposta certa é a de que pode, pode sim senhor, desde que ao reconhecimento do valor do filho da terra se acrescentem sérias razões de rivalidade clubística. E que, evidentemente, seja lá bem-vindo o clube onde joga o filho da terra.

 

Foi o que se passou com Manuel Soeiro (no Sporting de 1933 a 1945) depois de uma disputadíssima final com o Barreirense para o Campeonato de Portugal, em 1934. Nesse jogo, foi o único marcador de golos pelos de verde e branco numa difícil vitória por 4-3, que ficou na história como o “Póquer de Soeiro”. Antes de vestir a camisola sportinguista, ele tinha brilhado com a do Luso do Barreiro de 1928 a 1933, e os leões possuíam uma grande falange de adeptos na vila operária. Foi, portanto, uma grande festa homenagem a Manuel Soeiro e uma manifestação de entusiasmo leonino… apimentada pela rivalidade entre os dois clubes do Barreiro.

 

Ficha de jogo:

 

Final do Campeonato de Portugal (1933-34)

Sporting 4 - Barreirense 3

Stadium de Lisboa, 8 de Julho de 1934

Árbitro: David Costa (Porto)

 

Barreirense: Francisco Câmara; Leonel e José da Fonseca; António de Carvalho, Raul Batista e Vieira; Raul Jorge, Pedro Pireza, José Correia, João Pireza e António Nunes

 

Treinador: Augusto Sabbo

 

Golos: António Nunes (9m), João Jurado (p.b., 31m ou 75m, conforme as fontes) e Pedro Pireza (73m)

 

Sporting: Joia; João Jurado e Joaquim Serrano; Correia, Rui Araújo e António Faustino; Adolfo Mourão, Vasco Nunes, Manuel Soeiro, Manuel Martins “Reynolds” e Agostinho Cervantes

 

Treinador: Rodolf Jenny

 

Golos: Soeiro (38m, 40m, 68m e 95m)

 

publicado às 13:20

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


2 comentários

Imagem de perfil

De PSousa a 27.05.2018 às 13:37

Que maravilha, assim era o desporto.
Obrigado!
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.05.2018 às 13:59

Lá isso é verdade, PSousa, ser recebido na terra natal com música e foguetes... é obra!

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo