Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Futebol com humor à mistura (10)

Rui Gomes, em 03.04.17

 

0de1a52a5cf29fe3520fef6d2016c84d.jpg

 

Comentários humorísticos da autoria de Rogério Casanova, jornal Expresso, sobre a performance dos jogadores do Sporting no jogo deste domingo frente ao Arouca:

 

Rui Patrício

Já é possível reduzir a sua carreira a um didáctico formato pergunta-resposta, ao género do Catecismo de Westminster:

 

O Rui Patrício sofreu um golo?

Sim, o Rui Patrício sofreu um golo.

O Rui Patrício teve culpas no golo sofrido?

Não, o Rui Patrício não teve culpas no golo sofrido.

Qual é o fim supremo e principal do Rui Patrício?

Não ter culpas nos golos sofridos.

Rui Patrício teve muito trabalho além do que não pode fazer no golo sofrido?

Não, Rui Patrício não teve muito trabalho além disso.

De onde se infere a existência de Deus?

Vai pentear macacos.

 

Schelotto

No primeiro minuto foi possível ver Schelotto a correr muito depressa com a bola na direcção da sua própria baliza. No último minuto foi possível ver Schelotto executar dois cortes decisivos, um deles uma intercepção inadvertida com o calcanhar. Ao minuto 58 foi possível ouvir a melhor frase de sempre jamais dita sobre Schelotto, vinda da boca sapiente do comentador da Sport TV: "Schelotto escorregou, mas reequilibrou-se e só depois perdeu a bola". Como se a perda de bola fosse o grande objectivo, e tudo o resto não passasse de um prólogo - uma tentativa honrada de criar as necessárias condições de dignidade para a bola ser perdida. Devia ser o seu epitáfio.

 

Coates

Exibição quase imaculada na tarde em que cumpriu o jogo nº 50 pelo Sporting. Mais preciso do que tem sido hábito na construção, em particular no passe longo: fez uma grande abertura para Gelson logo ao sexto minuto, e é nele que começa o golo do empate. Mostrando-se cada vez mais integrado no espírito do clube, soube escolher a dedo a única jogada em que foi ultrapassado por um jogador do Arouca: o período de descontos. Felizmente correu tudo bem.

 

Rúben Semedo

Acabou por fazer um jogo razoável, embora sempre num estilo muito mais atarefado do que as circunstâncias pareciam exigir. De qualquer forma, foi bom reconhecer um esforço para abandonar aquele tique para o excesso de ornamentação, de quem tenta transformar o corte mais inócuo num prato especial de auteur - golfinho órfão confitado com crumble de cartão multibanco numa redução de esmegma de marmota. Hoje, para alívio geral, serviu bifanas.

 

publicado às 04:17

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Rui Sampaio a 03.04.2017 às 14:08

O que é o que o Rui Gomes tem a dizer em relação ao que este treinador tem feito com o Paulo Oliveira?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.04.2017 às 14:20

Caro Rui Sampaio,

Há muito que é do nosso conhecimento que Paulo Oliveira não é um dos "meninos bonitos" de Jorge Jesus. Depois das suas exibições nos jogos em que foi chamado, é obviamente injusto a forma como o relegou para o banco.

Temos pela frente a aposta em Rúben Semedo, na esperança que ele possa evoluir e atingir um nível mais elevado e o grande investimento em Coates.

Admite-se a possibilidade de Paulo Oliveira sair este Verão. Não me surpreenderia.
Sem imagem de perfil

De Rui Sampaio a 03.04.2017 às 16:24

É óbvio que o jogador deverá querer sair no final da época. Já viu que não terá hipóteses com este palhaço de treinador (ridículo ontem, parecia um tolinho durante todo o jogo).

Tenho pena, porque sempre achei que este jogador teria um grande futuro no clube e poderia proporcionar uma boa venda.

Mas JJ é isto, os que não são do seu agrado, não vão ter hipóteses, mesmo quando cumprem e fazem boas exibições.

Além de Paulo Oliveira, temo que vá acontecer o mesmo a outros jogadores com muito potencial: Francisco Geraldes e Iuri Medeiros por exemplo.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo