Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

RDWSQ05J.jpg

 

Sporting, Benfica e FC Porto apresentaram esta quarta-feira à CMVM os respectivos Relatório e Contas relativo ao 1.º semestre de 2017/18.

 

Por norma, não comento Relatórios e Contas, mas para permitir algum debate sobre o tema, apresento um breve resumo da rubrica "gastos com pessoal", em que se verifica um aumento da parte do Sporting e Benfica, e uma redução do FC Porto.


Relatório do Sporting

2017/2018: 37,68 milhões de euros (
2016/2017: 31,57)

"De todos os gastos operacionais salienta-se o valor dos gastos com pessoal que ascendem a 37.680 milhares de euros, onde cerca de 1.030 milhares de euros são relativos a prémios não regulares e cerca de 800 milhares de euros a salários de jogadores que rescindiram contrato no decorrer do primeiro trimestre".
 
Relatório do Benfica

2017/2018: 35,261 milhões de euros (2016/17: 30,363)

A rubrica subiu 16,1%, aumentando de 30,3 para 35,2 milhões de euros em um ano, que inclui a indemnização pela rescisão de contrato antecipada de Júlio César.
 

Relatório do FC Porto


2017/2018: 38,054 milhões (2016/2017: 38,908)


"Os custos salariais relativos aos plantéis de futebol, respectivas equipas técnicas e toda estrutura de pessoal das diversas empresas representadas neste consolidado, assim como os respectivos encargos fiscais e seguros de acidentes de trabalho, diminuíram 855m€ no período em análise. A diminuição verificada nas remunerações de atletas e técnicos foi bastante mais significativa, de 2.904m€, no entanto foi atenuada pelo reconhecimento dos valores a pagar a atletas relativos a indemnizações por rescisão de contrato de trabalho e com o aumento dos encargos suportados com os seguros".

 

publicado às 11:15

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


43 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 01.03.2018 às 12:28

Que salganhada!!..
É só lucro. Há petróleo, ouro, diamantes e bananas
Razão tem o Bruno: no futebol é muito fácil esconder as bananas.

P. S. Eu acardito no RC de todos eles
Sem imagem de perfil

De Diogo a 01.03.2018 às 14:17

Carlos,
Então qual a sua opinião sobre o assunto...? Está tudo a dar prejuízo? Os Relatórios de Contas, auditados por ROC's, enviados para a CMVM, são todos fraudulentos porquê... ?
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 01.03.2018 às 14:36

Ahh!!.
Não diga, nem escreva o que eu não disse.
Se o quiser imaginar, sub-entender ou o que desejar, é seu o problema. Nesse caso, nada posso fazer por si.

Assim terminei o meu comentário anterior.
P. S.Eu acardito no RC de todos eles
Ou seja, do Porto, Benfica e Sporting.


P. S. Ahhh!!.. Por dizer salganhada, foi??.Sim, para mim.
Não percebo patavina de contas, muito menos de matemática.
Se o Diogo sabe disso, dava um jeitão uma explicamento mais entendível aqui à gente.
Faça o favor!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2018 às 22:28

Só um perito na matéria nos poderia verdadeiramente explicar todos os quês e porquês destes Relatórios, e mesmo assim não sei se terá a informação toda necessária.
Perfil Facebook

De Mike Portugal a 01.03.2018 às 13:24

Desde que as receitas subam juntamente com as despesas, não me preocupo.
De resto, continuamos a ter o plantel mais barato dos 3 grandes.
Sem imagem de perfil

De Francisco Maria a 01.03.2018 às 13:36

Pelas contas mostradas o SCP gasta mais com o pessoal que o SLB e menos que o FCP.
Perfil Facebook

De Mike Portugal a 01.03.2018 às 13:56

Eu falei em gastos com plantel, onde entra não só os ordenados como o preço de compra, comissões, etc...
Sem imagem de perfil

De Francisco Maria a 01.03.2018 às 15:06

Nessa lógica, onde está o comparativo entre os três clubes?
Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 01.03.2018 às 15:21

Caro Francisco,

O Mike parece estar a transpor para aqui as conclusões "brilhantes" de um artigo que leu noutro blog afecto (à direcção) ao SCP.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 01.03.2018 às 15:28

A PDM de alguns não de ser engraçado!
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 01.03.2018 às 16:10

*deixa de ser
Sem imagem de perfil

De Lusitanista a 01.03.2018 às 15:12

Eu acho que todos "martelam" o seu R&C, mas o Sporting exagera.....
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 01.03.2018 às 15:24

Destes RC conclui-se uma coisa.... o Sporting é o clube que tem menos divida. Coisa impensável antes de BdC.

A pergunta que se coloca não é porque razão os custos com pessoal do Sporting subiram, porque esses estão em linha com o aumento de receitas..... o que está em causa é porque razão os rivais (em particular o benfica) com tanta venda e tão parco investimento tem resultados financeiros tão modestos?

Este é o aspecto onde esta direcção tem feito um bom trabalho.... é pena é a nossa CS não fazer o mesmo tipo de perguntas aos nossos rivais.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 01.03.2018 às 15:37

40 milhões em seis meses!?
Uff!!. Dentro de um, dois anos estamos livres da dividida.
O que eu não entendo é onde se vai busacar tanta guita!!..

Parece que falamos de tostões, não de milhares de milhares!
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 01.03.2018 às 17:03

Carlos,

O que se vê é que a diferença com custos com pessoal entre os 3 Grandes não é significativa..... se me perguntares se não é um pouco assustador o Sporting estar a subir assim tanto os custos? eu diria que sim.... mas este aumento está explicado com o aumento brutal de receitas nos últimos anos.
Sem imagem de perfil

De Francisco Maria a 01.03.2018 às 16:04

Resultados modestos???? Essa dá vontade de rir.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 01.03.2018 às 17:10

Você acha que os resultados apresentados pelo benfica são melhores do que os do Sporting?!?! Um clube como o benfica que vendeu pela 3ª época consecutiva mais de 100M€ e que nesta época practicamente não investiu, e apresenta resultado líquido positivo de 19,1 milhões de euros e redução do passivo em 53 milhões de euros. O Sporting apresentou resultado positivo de 10,1 milhões de euros e redução do passivo total em 40,4 milhões de euros.
Sem imagem de perfil

De Francisco Maria a 01.03.2018 às 17:35

Eu não tenho esse seu fétiche de avaliar o desempenho do meu clube em função dos outros, não me interessa nada. Apenas me interessa a sustentabilidade do meu clube.
Mas se acha que subir o resultado positivo homólogo de 2,6 para 19,1 milhões é um resultado modesto imagino que consegue fazer com os seus rendimentos pessoais...
Mas há outra coisa básica que devia saber: quando se vende um jogador o dinheiro não entre logo, é pago a prestações em cerca de 3 a 4 anos.
Mas se quer comparações entre clubes sempre lhe direi que nas contas do SLB não está um cêntimo de receitas antecipadas da NOS... ao contrário do SCP e FCP.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 01.03.2018 às 17:38

Francisco Maria,

"Mas há outra coisa básica que devia saber: quando se vende um jogador o dinheiro não entre logo, é pago a prestações em cerca de 3 a 4 anos."

Este é que é o problema.... lembra-se das famosas vendas por 15M?!?!? Esta falta de investimento actual resulta desses Mendilhões..... e não!!!!não é pago a prestações... chama-se lavagem de dinheiro!
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 01.03.2018 às 19:50

LOL o FACTORING é uma ferramenta financeira em alguns casos mais barata que contrair +Emp. Bancários ou Oferta de Publica de Obrigações.

Mas é verdade o SLB não recorre ao FACTORING assim como o SCP não tem no ATIVO 60M€ relativos à sua marca :).
Sem imagem de perfil

De Jo a 01.03.2018 às 16:09

"Destes RC conclui-se uma coisa.... o Sporting é o clube que tem menos divida. Coisa impensável antes de BdC."
Há várias formas de reduzir o passivo, entre elas a criatividade que é sem dúvida a mais barata. Antes de BdC as vmoc faziam parte do passivo e depois deixaram de fazer, o único custo que esta operação teve foi debitar uma conta de passivo (reduzir) e creditar uma conta de capitais próprios (aumentar)
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 01.03.2018 às 17:18

Em relação às VMOC's, está considerado por esta direcção um cronograma para pagar até 2026.... relembrar que não foi esta direcção a criar as VMOC's.
Não tenho a certeza mas creio que rondam um total de 80M€, e que se estivessem considerados no passivo, mesmo assim seriamos o clube com menos passivo.
Sem imagem de perfil

De Jo a 01.03.2018 às 18:15

Só escrevi o texto a refutar esta frase "Coisa impensável antes de BdC." - já antes da época do el dorado o passivo era inferior aos outros, mas com passivos ocultos melhora ainda um pouco mais, e o pagamento quanto mais tarde melhor e quando chegar a altura logo se verá
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 01.03.2018 às 19:02

Antes do BdC o passivo do Sporting rondava os 400M hoje ronda os 270M.... e antes do BdC o clube que tinha menor passivo era o porto.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2018 às 19:07

Ainda há quem acredita no Pai de Natal!!!
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 01.03.2018 às 19:16

Siiiimmmmm!!.. O Schmeichel
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 01.03.2018 às 19:30

Está enganado as VMOCs no final da sua maturidade são convertidas em Capital Social, converter divida em capital não é nenhuma novidade.

Já no inicio do mandato os passes que o SCP tinha dado a Holdimo para andar a pagar salários foram revertidos para o clube tendo o clube dado como pagamento 20 M€ de acções a cotação de 1€ por acção (valor bem acima do valor de mercado de então), este foi o 1º aumento do capital social da era BdC.

Em 2025/6 não tenho a certeza qual o ano teremos um aumento de capital no valor de 127M€ (47+80), sendo que o SCP só poderá recomprar até 44M€ de capital (para manter a maioria da SAD será este o montante mínimo), tendo como o Schemeichel já disse mais acima +5M€ numa conta reserva para o efeito.

Para quem não quer perceber nem se quer dar ao trabalho, é sempre mais fácil de classificar tudo isto como maquilhagem e derivados!

SL,
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 01.03.2018 às 19:41

Só mais uma achega, como devem saber (quando se critica pressuponho que se sabe sobre o que se está a criticar) as VMOCs contemplam duas emissão:

47 M€ em 2011 (que não têm qualquer opção de recompra);
80 M€ em 2014 (com opção de recompra de até 44M€);

A razão que leva a muita gente confundir as VMOCs como PASSIVO passa pela lógica da sua opção pelo SCP e pela Banca, na altura estas operações passaram pela conversão de divida do SCP do BCP e do Novo Banco nas famosas VMOCs.

A minha questão é o que fará a banca com 80M€ de acções do SCP em 2026???? para o SCP será sempre melhor que a alternativa de então.
Sem imagem de perfil

De João Ferreira a 01.03.2018 às 20:06

Os VMOCS são passivo, por isso estão do mesmo lado do passivo, assim como o Capital Social é passivo - são dívida aos acionistas - por isso também está do mesmo lado do passivo. Ou se é activo ou passivo, não há meio termo.
Assim como ou se está morto ou se está vivo, não há meio termo.

O grupo SCP tinha um passivo superior a 600M, afirmado e provado por Bruno Carvalho numa AG penso que em 2013.
Neste momento ainda existe passivo escondido em algumas empresas do grupo Sporting. Leiam o que está registado no Acordo Quadro.

O Sporting continua a ser aquele que tem maior passivo, embora isto seja uma discussão estéril, com pouca importância. Mais importante é a discussão sobre a capacidade das empresas de pagar as suas dividas ou o seu passivo.
Para isso necessitam de gerar e libertar meios, na sua actividade operacional.

Nesse aspecto, o SLB está muito à frente dos outros e tem vindo a aumentar essa distância. Os números não mentem.

Metade da diminuição do passivo do SCP (40M) vem do dinheiro que estava congelado na UEFA, que permitiu ao SCP pagar a dívida à Doyen e mais de 6M a fornecedores.


Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 01.03.2018 às 21:24

LOL;

A 1ª piada :)
"Metade da diminuição do passivo do SCP (40M) vem do dinheiro que estava congelado na UEFA, que permitiu ao SCP pagar a dívida à Doyen e mais de 6M a fornecedores."

Se metade de divida a Doyen (Provisões) vem da UEFA (Clientes) qual o efeito no balanço para al+em de 0!? tem noção da asneira que escreveu !??

Os 40M€ de passivo diminuíram devido a rubrica Fornecedores (baixou 11M€), a divida bancária (17M€ o SLB o supra sumo das contas das SADs baxiou apenas 7M€ nesta rubrica), as provisões baixaram 9M€ (Pagamento Doyen) ... estas são as razões da diminuição do PASSIVO da SCP SAD.

A sua 2ª e a maior de todas as piada :)

"Os VMOCS são passivo, por isso estão do mesmo lado do passivo, assim como o Capital Social é passivo - são dívida aos acionistas - por isso também está do mesmo lado do passivo. Ou se é activo ou passivo, não há meio termo.
Assim como ou se está morto ou se está vivo, não há meio termo."

Relativamente a sua explicação sobre o que são Capitais Próprios fará corar qualquer caloiro de economia ou gestão de empresas :).

Pesquise que facilmente encontrará resposta do seu significado.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 01.03.2018 às 21:31

Já agora o Ativo tb diminui (Rubrica Clientes UEFA e valores recebidos relativos ao Slimani e JM) em perto de 30M€.

Só mais um dado do lado do Ativo temos o valor do Planteis o do SCP está valorizado em 65M€ o do SLB em 105M€ este é o reflexo do Mike acima escreveu do investimento na aquisição de jogadores que ninguém fala porque obviamente não convém ... como diria o outro porque será !?

SL,
Sem imagem de perfil

De João Ferreira a 01.03.2018 às 22:54

Não percebe nada de contabilidade mas acusa os outros do mesmo.
Na pág. 5 do R&C do SCP do 1º semestre de 2017/18 encontramos o seguinte:

"ii) redução dos Outros activos correntes, relacionados a retenção de receitas da UEFA (caso Doyen)
Diminuição do passivo, relacionado com o fim do processo Doyen e a redução dos valores a pagar a fornecedores em 12.893 milhares de euros."


Como afirmei, havia quase 20M cativos na UEFA que foram libertos e que o SCP utilizou para diminuir o seu passivo no mesmo montante, liquidando a dívida à Doyen e a fornecedores.

É necessário um desenho?

E, sim, VMOCS são passivo, dívida ou à banca ou aos acionistas. Mas passivo, é!!

Se não fosse passivo, o que poderia ser? Activo?

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2018 às 20:09

Admiro o grande esforço do Sérgio para explicar e adornar o que nós sabemos antecipadamente não reflecte e não pode reflectir a totalidade da real situação do Clube.

Serei o primeiro a admitir que não compreendo muito do que é apresentado, mas, mais do que isso, não acredito.

É a minha posição, vale o que vale!
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 01.03.2018 às 21:38

Rui obviamente de como sou apoiante de BdC o que eu escrevo, apesar de ser grande parte factual e pouco de opinião, servirá sempre para adornar e embelezar a coisa.

A realidade por mais que custe é esta o SCP está financeiramente muito melhor as receitas subiram para níveis impensáveis a 4 anos a traz, não ver isso sinceramente acho incompreensível, escrever o contrário é uma "cretinice"!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2018 às 22:24

Não duvido que esteja algo melhor, mas acreditar nestes Relatórios é quase como acreditar no Pai de Natal. Muita "engenharia" em jogo...
Sem imagem de perfil

De João Ferreira a 01.03.2018 às 23:14

As receitas operacionais subiram 4,6M graças a Champions cujos prémios subiram 4,5M em relação ao ano anterior.
Aumento de proveitos esse que foi totalmente ultrapassado pelo aumento dos custos de pessoal (mais 6M) e dos FSE (mais 1M).

O resultado? Apresentaram um resultado operacional parecido com o ano passado.
Como acabou o ano passado? Com 17M negativos de resultados operacionais.
Sò que este ano apresentam custos correntes muito superiores pelo que prevejo, prevejo eu como previ e acertei o ano passado, um resultado operacional ainda mais negativo.
Um resultado operacional negativo é o que normalmente se chama, "buraco nas contas".

No 2º trimestre tiveram um prejuízo de quase 15M, o que dá um prejuízo mensal de 5M! Uma barbaridade!

Sabe porquê? Porque não periodizam os proveitos e colocam-nos todos no 1º trimestre. Como fizeram o ano passado!

No 2º trimestre tiveram 3M de prémios da Champions. Sem isso teriam 6M de prejuízo por mês de Outubro a Dezembro.

Como pensa que vão ser as contas até ao fim de Junho? Onde estão as receitas que irão permitir ter resultados operacionais positivos? Ganhando a Liga Europa?

Porque falo eu nisto?
Porque, primeiro, afirma que financeiramente estão muito melhores, quando eu afirmo o contrário.

Segundo, no 2º semestre não terão as receitas da Champions, mas os custos gigantescos que apresentaram, mantêm-se!

Daí eu afirmar mais uma vez que financeiramente estão piores do que no ano anterior.
Naturalmente que no fim do ano, chega a factura e em Junho terão de vender os melhores anéis para pagar as dívidas aos bancos e provavelmente os proveitos que andam a antecipar da NOS.

Sem imagem de perfil

De Jo a 01.03.2018 às 20:19

Até ver não preciso de lições de contabilidade, não é novidade nenhuma converter dívida em capital mas não deixa de ser uma forma de embelezar o balanço reduzindo o passivo sem esforço financeiro imediato necessário.
Quanto à dívida convertível em capital, deixa de ser dívida no momento da conversão.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 01.03.2018 às 20:52

Gostei da sua análise imparcial quando refere que no caso do benfica os números não mentem....
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 01.03.2018 às 16:11

Os CCP é apensa um dos critérios de análise as contas das 3 SADs no entanto neste caso dada a proximidades de valores não haverá grande discussão.

Haverá outros critérios bem mais interessantes para analisar.
Sem imagem de perfil

De Pereira a 01.03.2018 às 20:18

A Doyen ficou paga, o pavilhão ficou feito e para o ano há mais surpresas
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2018 às 22:25

E não se esqueça dos milhões que são pagos a Jorge Jesus. Dava para construir mais dois ou três pavilhões.
Sem imagem de perfil

De Bento de Jesus Carvalho a 01.03.2018 às 21:03

A questão das vmocs volta sempre à baila! Desvalorizada por uns e gerando preocupação a outros! Maquiagens à parte, a verdade é que foram criadas porque o Sporting não conseguia ou podia pagar a sua dívida e estava sufocado por esta! Toda a gente concorda que se tratou de um bom negocio para o Sporting! Sem perceber muito de contas há duas coisas que saltam à vista: 1. As vmocs são dívida! 2. Temos a principal receita do clube (direitos televisivos) antecipada em dois anos!
Isto não significa que outra direção pudesse ter feito melhor trabalho, mas que é preocupante é!
Sem imagem de perfil

De Nelson a 01.03.2018 às 23:45

Penso que a sua análise resume o que é essencial. Apenas realco que no caso das vmocs não serem pagas não acontece nenhuma catástrofe. A composição acionista é que passa a ser outra.
O que importa assegurar é que haja uma conta reserva com saldo suficiente para recomprar as vmocs necessárias para manter a maioria de capital da sad no Sporting. E aí há muitas dúvidas que se consiga.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo