Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Gonzalo Plata marcou um golaço na goleada (6-1) que o Equador infligiu à Colômbia de Carlos Queiroz. Contudo, no calor do momento, esqueceu que já tinha amarelo e tirou a camisola, tendo, por isso, recebido ordem de expulsão.

Nas redes sociais, o jogador de 20 anos admitiu o erro:

"Vitória agridoce... Muito feliz pelo golo, mas arrependido pela expulsão. Não foi um comportamento exemplar. Os erros também servem para aprender, não para repetir. As desculpas vêm do coração. Vamos por mais, Equador!".

publicado às 13:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


24 comentários

Perfil Facebook

De Indiana Julio a 18.11.2020 às 13:54

Dá para imaginar se o Darwin que levou um arrepio do Brasil marcasse um golo destes , hoje mesmo nascia um outro jornal desportivo o Darwin Sport.
Sem imagem de perfil

De RCL a 18.11.2020 às 15:52

Indiana Júlio

Devem ter dito : que pena não ter sido Darwin a marcar. Palhaços!

Plata tem lances fabulosos, mas por vezes é imaturo. Vai crescer, apreder, como ele próprio reconhece.
Tem tudo para ser um grande jogador.
SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 18.11.2020 às 16:13

E vai ser , estou convicto.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 18.11.2020 às 16:21

E no mínimo já existiam diversas ofertas dos "colossos" europeus, para cima de 100 M€ cada uma!
Imagem de perfil

De Greenlight a 18.11.2020 às 16:50

Não é preciso Darwin Sport, pois todos os dias, a CmTv vende o Darwin por 120M. Acho que em valor acumulado já ultrapassou os 1000 Milhões.
Imagem de perfil

De Fernando Albuquerque a 18.11.2020 às 16:51

Indiana Júlio

O Uruguai ganhou à Colômbia salvo erro 3-0 com golo do citado jogador. Foi a maior notícia do dia em tudo o que é imprensa. O Equador ganhou 6-1 com golo do Plata, mas como não veste de encarnado, as notícias são tipo rodapé e a maioria da imprensa nem sequer escreveu sobre este facto. Depois admiram-se , que hajam processos em investigação, pois quando um responsável cá da terra lusa, diz que é preciso que o clube encarnado ganhe para a economia de Portugal crescer, está a dizer o que todos os dias ouvimos que o clube em questão é uma nação dentro de PORTUGAL. Fernando Albuquerque (SCP)
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 18.11.2020 às 17:39

meu caro amigo mas nao tenha duvidas , alguem está a transformar um Estado dentro de um Estado.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 18.11.2020 às 18:07

Ou melhor a permitir.
Sem imagem de perfil

De LeaoCapel a 18.11.2020 às 15:27

Este é daqueles jogadores abre-latas mas que ainda precisa de por a cabeça em ordem. Só joga quando quer e quando está para aí virado.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 18.11.2020 às 16:18

Creio que é mais uma questão de maturidade, como homem e atleta em competição.

Tem talento para ir longe, mas só o passar do tempo e jogos, claro, esclarecerá a sua evolução.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 18.11.2020 às 16:32

Maturidade absoluta o choque de encontrar outra exigencia de treinamento e ate de vida , vejamos o caso do Carrillo , quanto tempo demorou a explodir? E que erro na sua vida ter saido do Sporting naquele momento , deu cabo da sua carreira , estupido e estupidas as pessoas que o aconselharam a tal, principalmente o estupido do seu pai.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 18.11.2020 às 16:29

Eu também acho que não é uma questão de "cabeça" fora da ordem.
Acho que é mais uma questão de adaptação ao futebol europeu, nomeadamente às exigências tácticas em todos os momentos do jogo. Tenho esperança que o Rúben Amorim consiga "dar-lhe" essa capacidade global global do jogo e aí não tenho qualquer dúvida, este miúdo, com o talento que tem, será um fora de série.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 18.11.2020 às 16:34

Nada tem a haver com tacticas mas sim de choque de treinamento a que vinha habituado , aqui é outra exigência , outra realidade do que se passa nessas zonas da America do Sul e com isso necessitou de melhorar a sua massa muscular , nao tarda estará aí pronto para explodir.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 18.11.2020 às 17:00

Julius, permita-me discordar.
Tem certamente questões físicas a apurar, mas o Plaza não tem ainda uma verdadeira noção do seu papel, nomeadamente posicional, no momento defensivo da equipa. Basta lembrar, nos períodos em que jogou, os constantes alertas do Rúben Amorim para o seu posicionamento e o trabalho defensivo.
Já o vi jogar na selecção do equador e não lhe pedem esta exigência, daí estar mais liberto para brilhar.
Mas na europa, só com carga física não vai lá. Vai ter de aprender outras coisas.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 18.11.2020 às 17:48

Meu caro pode discordar as vezes que quiser , mas todas essas questôes que levanta passam primeiro pela questâo fisica , ele nao consegue defender porque nao tinha fisico para tamanha exigencia das piscinas ,depois fazia 2 , 3 piques e estoirava , o aspecto tactico é muito mais facil de treinar e ajustar mas para isso tem que ter pulmào e pernas que nao tinha quando chegou precisamente o mesmo problema que apresentou o Carrillo .

Eu treinei nessas regiôes e sei muito bem como se treina em geral, nada tem a haver , falta-lhes e muito.

E quando chegam á Europa é um baque forte , lá gostam é de peladinhas e o treino fisico de preferência sempre com bola , é outro mundo.
Tive problemas para alterar a mentalidade dos jogadores que treinei.

Plata estava habituado a preocupar-se com os piques do meio campo para a frente , agora tem que ter o dobro da intensidade e tem que seguir o adversario que o desarmou até ao final e nao tinha fisico para isso aparte ter ainda capacidade para fechar .
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 18.11.2020 às 17:50

E com tudo isso ainda ter que manter a capacidade para a sua principal funçao de extremo , velocidade de drible .
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 18.11.2020 às 17:59

A maioria dos adeptos comuns nem sequer imaginam o que esteve por tras do sucesso do mestre da tactica no Flamengo do Brasil , foi precisamente levar a sua exigência, que de facto tem, no diferente treinamento fisico , pedir alguns jogadores que jogavam na Europa para mais facilmente convencer o resto do balneario que tinha que ser assim, duro , depois foi um passeio , a diferença era abismal , enquanto os adversários ja estavam, com a lingua de fora era quando eles (Flamengo) pressionam mais e tomavam as redeas do jogo .

Meu caro se nao existir fisico nao existe tacticas que aguentem sejam elas individuais ou colectivas , ou estao todos os participantes em condiçôes semelhantes ou se existir uma equipa com aquela diferença sujeita-se a que faça um passeio.

Uma personalidade forte contagia o resto do balneario , se nao a tiver acaba contagiado pelos jogadores e tudo volta a rotina habitual.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 18.11.2020 às 18:23

Por palavras mais simples de explicar , consegue-se treinar e fazer compreender a um jogador as estratégias que pretendemos dele se ele primeiro estiver bem preparado fisicamente para o fazer , na europa a exigencia é outra , tem mais coisas para fazer a que nao estava habituado e nem tinha pulmâo nem pernas suficientes para o fazer.

Carrillo andou 2 anos a ganhar fisico e depois aqueles dribles em velocidade ja lhe saiam melhor sem descurar com competencia o fecho, ao ponto que ja estava preparado para ser ele próprio o patrao a lançar e desenvolver as açoes de ataque da equipa , mas estupidamente nao percebeu ou fizeram que nao percebesse e destruiu a sua carreira .
Sem imagem de perfil

De RCL a 18.11.2020 às 19:03


Julius
Fraguito, que viveu no Brasil em miúdo , foi campeão de juvenis no Fluminense, dizia, a técnica aprendi lá, o físico foi cá, eles não ligavam nada a isso.
Por isso o Brasil não ganha o campeonato mundial há 18 anos, talvez no próximo seja candidato
Há uma coincidência com o Sporting, espero que o desfecho seja feliz, para os dois se Portugal não for à final.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 18.11.2020 às 20:29

É de facto um dos aspectos que tem deixado a seleçâo do Brasil afastada das vitorias dos Mundias apesar de a maior parte dos seus jogadores jogar na Europa mas nao todos .
A Europa evoluiu muito no treino fisico , a intensidade vai até o fisico permitir. por isso se treina duro nas Ligas dos principais paises europeus.
As americas ficaram ultrapassadas nesse nível porque passa depois e principalmente por uma questâo de mentalidade de habitos diferentes dos nossos da Europa. No Peru por exemplo é normal dormir-se depois do almoço se nao dormirem a essa hora da-lhes a moleza.

Tive tremendas dificuldades em convencer os meus jogadores a treinarem o fisico tambem sem bola , estâo agarrados a isso e quitar-lhes é um problema.
Quem quiser vingar nesses paises e tiver uma personalidade forte e consiga impôr o treino fisico a sério terá resultados praticos e rapidos, o problema é conseguir impôr.

Costumo dizer sempre que a diferença entre 2 equipas que se defrontam, fica mais perto de ganhar a que conseguir melhor passe e melhor recepçao e se estiverem equivalentes nesse aspecto ganha a que o conseguir fazer mais rapido e aí ja entra o treino fisico para ganhar maior intensidade .

Expliquei um aspecto que se passa no actual Sporting de Amorim , a maior parte dos adversarios do Sporting têm caído no engodo de pressionarem a saida do Sporting demasiado longe do bloco na fezada de uma falha dos nossos defesas e fazerem um golo facil mas se os nossos jogadores passarem essa barreira apanha o adversario desposicionado aparte o enorme desgaste que lhes provoca todas aquelas correrias de marcaçâo em que vâo pagar o preço na 2ª parte. Nao ha milagres por muito bem que treinem o fisico.

Eu se defrontasse o Sporting jamais cairia nesse engodo , esperava-os de bloco fechado e junto mais atrás deixando-os sair ate ao meio campo sem stres,
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 18.11.2020 às 20:34

E sempre com a profundidade cuidada obviamente.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 18.11.2020 às 22:41

Julius,
Mas ninguém disse que o físico não tinha importância. Disse que a táctica também tem. Pode vir a seguir à primeira, mas também é muito importante e tem de ser ensinada a muitos jogadores.
Correr por correr de nada vale, se não for orientado para segundo os princípios tácticos da equipa.
Lembro-me de um treinador que dizia que tanto dava trabalho preparar um jogador do ponto de vista físico, como ensinar-lhe a utilizar a condição física em benefício da equipa.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo