Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Há duas faces do sistema

Rui Gomes, em 17.01.16

 

opiniaodoleitor(1).jpg

  

Excelente comentário - na realidade, um autêntico post - do nosso leitor Leão 1906, cujas considerações, especialmente sobre o denominado "sistema", são muito interessantes e vão genericamente ao encontro das minhas, mas, mais importante, aproximam-se com rectidão ao real estado do futebol português.

 

Esta temática tem surgido frequentemente em debate aqui no blogue, nomeadamente pelas conhecidas posições públicas assumidas por Bruno de Carvalho, em referência às quais tenho vindo a insistir que muito embora se deva fazer sentir a indignação do Sporting perante uma qualquer injustiça de momento, o proverbial "gritar às quatro paredes" não resulta no longo prazo, porque a essência do problema mantém-se inalterada.

 

Creio que o leitor Leão 1906 aborda o dilema em detalhe relevante, merecedor de reflexão por parte de sportinguistas.

 

 Agradecemos, desde já, a muito apreciada gentileza do nosso estimado leitor.

 

«Se a questão de o presidente ter razão se refere ao que disse no fim, então concordo.O que já não concordo é com os comportamentos da sua parte que levam a expulsões como a de ontem.Além do mais porque revelam até que ponto somos irrelevantes na estrutura de poder do futebol português.

 

O sistema é uma coisa muito complicada.Já todos percebemos que há duas faces do sistema:1) as estruturas dirigentes do nosso futebol e 2) um conjunto poderoso de interesses que estão à volta do futebol e a a quem interessa que haja dois grandes em Portugal - missão impossível, porque há três - e um campeonato pouco competitivo onde os jogadores se possam valorizar. Veja-se a saga de Jackson Martinez no Atlético de Madrid; de máximo goleador a...flop.

 

A Comunicação Social é mais opaca e mais difícil de perceber. C. Dolbeth que faz grandes discursos arrasadores contra a mesma e que conviveu nesse meio durante muitos anos refere-se apenas a "incompetência", "clubismo", "aldrabões" e outras frases na mesma linha que me parece que não podem explicar tudo.A não ser que haja uma triagem e que só sejam admitidos os benfiquistas e em menor número os portistas...e a incompetência não tem clube.

 

É "politicamente incorrecto" falar dos problemas do Benfica e do FC Porto, é, no entanto, "politicamente correcto" falar dos problemas do Sporting até à exaustão. É "politicamente incorrecto" "parecer" do Sporting... porquê ? A estrutura accionista dos meios de CS é opaca. Mesmo para quem tenta percebê-la torna-se difícil. Mas parece-me que a comunicação social , detida em geral por grandes grupos económicos ,prejudica-nos por questões que estão além da clubite ou da incompetência. O Sporting vende, ao nível dos outros grandes, portanto, há aqui razões que vão além da lógica comercial.

 

Também é um facto que a máquina de comunicação do Benfica está profundamente implantada nestes meios, mas as decisões que a isso levaram tiveram a ver com conselhos de administração, direcções de informação... e porque vão sempre na mesma direcção ? A RTP está cheia de clientelas, a todos os níveis. Além do mais muita da informação desportiva é produzida no Porto,o que equilibra os pratos da balança para o Porto, um clube mais regional. A RTP também não é impermeável a certos interesses económicos, bem pelo contrário...

 

Ao nível do dirigismo desportivo a única maneira de mudar é através do diálogo com os outros clubes.Não há outra forma.O objectivo deverá ser termos um campeonato mais transparente e competitivo... e não passarmos a ser nós a mandar.As posições públicas são importantes , pelo peso do Sporting em Portugal e até internacionalmente, mas não mudarão nada. A parte opaca que está à volta do futebol é um problema maior. Estamos a falar de grandes interesse económicos. Jorge Mendes - segundo a revista Forbes - só em 2015 recebeu $95,6 M em comissões e vale $956.4 M em contratos. Há outros empresários de jogadores muito poderosos, além de fundos , clubes detidos por empresários... uma panóplia de veículos e meios. As relações pessoais não são irrelevantes. É conhecida a boa relação de Jorge Mendes com LFV. Pinto da Costa também é um homem extremamente bem relacionado. É sabido que o Porto tem um conjunto de parceiros no mundo do futebol que lhe permite ter os jogadores que tem. Este é um assunto muito complexo mas, como em tudo, temos que começar a lutar em casa,começando por ganhar influência nos órgãos do futebol português.

 

Em relação aos adeptos do Benfica que tão extremosos estão com a nossa sobrevivência comparando Bruno de Carvalho com Vale e Azevedo, eu queria lembrar que Vale e Azevedo foi um burlão condenado em tribunal e que roubou dinheiro ao Benfica. Não há qualquer evidência, suspeita, seja lá o que for, de que Bruno de Carvalho não seja uma pessoa honesta. Pode-se discutir tudo, mas neste ponto não têm razão. Hitler, além de tudo o mais, era um demagogo, mas os demagogos não são todos o Hitler. É um grande exagero, mas penso que passa o ponto.»

 

 

Nota: O comentário do leitor surgiu, originalmente, no post A explosão de Bruno de Carvalho.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:06

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


11 comentários

Imagem de perfil

De Profeta a 17.01.2016 às 11:50

Desde que Pinto da Costa é presidente do FC Porto, o Sporting só ganhou 2 campeonatos.

Mas mesmo antes de Pinto da Costa, o Sporting só já ganhava 1 campeonato de 4 em 4 anos, enquanto que o Benfica ganhava constantes Tris-Campeonatos.

Ou seja, após o fim de ciclo dos 5 violinos, e com a oficial profissionalização do futebol português, salvo erro, em 1960, o Sporting pouco ou nenhum poder conseguiu ter nos órgãos desportivos. E a profissionalização foi admitida pelo Estado. Logo, será que o sistema, para além de interesses financeiros, não envolverá fins políticos?

O Sporting é um grande clube, logo, não acredito que os dirigentes do Sporting dos últimos 50 anos tenham sido todos uns nabos...

Penso que é necessário perceber a raiz do problema...
Sem imagem de perfil

De Smoker a 17.01.2016 às 12:28

Caro "o que fala pelos deuses", que inteligente és...!!!
Sem imagem de perfil

De Leão 1906 a 18.01.2016 às 12:15

Caro Profeta,por engano referi-me a um comentário que li noutro post e não ao que faz aqui.
Levanta um tema muito interessante a que o Leão Zargo se refere com o conhecimento e acutilância habitual no seu comentário mais abaixo.
Sem dúvida um tema a debater no futuro
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 17.01.2016 às 17:45

Excelente comentário caro Leão 1906.

BdC e seus pares não têm em mãos uma tarefa fácil e como realça seria importante também perceber as motivações destes "terceiros" de forma a podermos focarmos-nos no que é importante na redondinha!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.01.2016 às 18:40

Sérgio,

Não deixo de notar, e lamentar, que face à importância da temática e ao excelente artigo do nosso leitor, algo que merecia ser bem debatido, não é.

Isto já aconteceu muitas vezes aqui no blogue e depois vêm com queixas que não se comenta isto ou aquilo ou que se critica o Bruno apenas.

O que é conveniente é a bisbilhotice e o lavar de roupa suja. O resto é inconsequente, salvo os resultados, claro.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 17.01.2016 às 19:31

Só posso concordar Rui, estranhei o nº de comentários após ler um post tão interessante, sobre algo que será fundamental para o futuro do clube e que torna as actuais movimentações "publicas" de BdC muitas vezes infrutíferas face a lavagem que é feita na CS de tudo o que é feito contra o clube.

É os penaltis
É o Tonel
É as VMOCs
É o perdão de juros
É os maus pagadores
...

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.01.2016 às 19:52

Não vamos culpar tudo na comunicação social. Temos o jornal, a TV, duas páginas de Facebook, o site oficial, o Twitter, e mais alguns blogues a prestar vassalagem.
Sem imagem de perfil

De Leão 1906 a 17.01.2016 às 20:31

Caro Rui Gomes,agradecido mais uma vez pelo seu destaque ao meu comentário e pela suas simpáticas palavras.

Já calculava que não ia ter muito trabalho porque este tipo de comentários ou posts não suscitam polémica.

Também agradecer as palavras simpáticas do Sérgio Palhas.

Quanto ao Profeta,o ângulo político é interessante e a avaliar até que ponto é importante.Penso que será um fator menor em relação aos que referi.

Pelo comentário que está acima do meu-que poderá já ter sido apagado quando publicar este-avalio o quão difícil é a tarefa do Rui Gomes.
Inacreditável!!!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.01.2016 às 21:04

Caro Leão 1906,

A sua participação é sempre muito apreciada. Lamento, no entanto, que a temática que abordou de forma tão clarividente não tenha sido mais debatida. Infelizmente, outras questões e pessoas de menor interesse têm sempre mais destaque.

Cumprimentos

P.S. É verdade, administrar um blogue desta natureza nem sempre é um mar de rosas. Felizmente, é uma insignificante minoria, estes "valentes" da blogosfera.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 17.01.2016 às 21:40

Caro Leão 1906
A luta de Bruno de Carvalho por uma maior equidade no futebol português parece estar condenada ao fracasso. Parece, sublinho. E este “parece” decorre de muitos aspectos que o Leão 1906 sistematizou e que revelam a estranha secundarização do Sporting no panorama informativo português e o seu isolamento nas estruturas institucionais do futebol.

Por vezes fico convencido que foi dado um rebuçado a BdC e colocaram vozes tonitruantes de sportinguistas em programas televisivos. Inácio e Dolbeth serão os casos mais evidentes. Na verdade, eles falam para quem já está convencido e que assim se sente confortado com alguém que defende as posições do Clube. Mas, duvido que além de sportinguistas, mais alguém “ouça” o que eles dizem. Naquilo que é essencial para fazer informação não há sportinguistas, com a excepção de Rogério Alves.
A conversa de BdC e de Marta Soares a propósito do perfil do sócio do Sporting ou da expulsão de Rui Barreiro do Conselho Leonino é catastrófica. Para quem é que eles estão a falar? Para o universo dos sportinguistas? Para aqueles que acompanham o fenómeno desportivo? Ou apenas para quem vai ao Estádio de Alvalade, às AGs e escreve em blogues ou no facebook? Mas, estes constituem uma fracção de um todo que é muito mais vasto.

O Profeta aborda uma questão antiga e que nunca foi devidamente debatida entre nós, os sportinguistas. A difícil transição da nossa hegemonia no futebol português nas décadas de 1940 até medos de 1950 e como a um período em que vencemos campeonatos em cada quatro anos (1954, 1958, 1962, 1966, 1970 e 1974) se seguiu uma progressiva degenerescência.
Para mim o Sporting atrasou-se na passagem do semiprofissionalismo para o profissionalismo a partir de meados de 1950. Otto Glória desempenhou um papel importante no Benfica, que era um clube mais burguês, com uma mentalidade mais capitalista do que o Sporting ao nível da superestrutura directiva e da filosofia competitiva.
Lendo o Estatuto do Jogador do Sporting (1950) percebe-se que Salazar Carreira e outros dirigentes do Clube ainda viam o atleta de futebol numa perspectiva quase “olímpica”, enquanto que no Benfica já se começava a encarar como profissão.
É importante sublinhar que naquele tempo a profissão de “jogador de futebol” formalmente ainda não existia. O presidente Brás Medeiros percebeu e procurou alterar o rumo, mas acabaria por sair pela porta pequena em 1973.
Mas, isto é a minha opinião e é uma conversa muito longa. Um dia ainda debateremos aqui no Camarote, quem sabe.

Um abraço leonino
Sem imagem de perfil

De MaxMartins a 17.01.2016 às 22:25

Perfeitamente de acordo com o post/comentário

SL

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo