Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Dy6dKZmX4AAoL65.jpg

 

O Sporting anunciou esta sexta-feira a saída de Hugo Silva, treinador de voleibol, rescisão do contrato por mútuo acordo.

 

A saída do técnico não se prende com a não conquista de troféus na época finda, mas sim pela base da equipa passar de Fiães para Lisboa. O Sporting não aceitou as reivindicações de Hugo Silva, que tem outros compromissos profissionais no Norte (é professor na Maia), pelo que a rescisão foi o caminho seguido.

 

Eis o comunicado na íntegra:


"O Sporting Clube de Portugal informa que chegou a acordo com o treinador da equipa principal de voleibol, Hugo Silva, para a rescisão por mútuo acordo do contrato que ligava ambas as partes desde 2017/2018.

Hugo Silva foi o treinador que liderou o Sporting Clube de Portugal à glória com a conquista do Campeonato Nacional no regresso da modalidade ao Clube 22 anos depois.

O Sporting CP deseja a Hugo Silva as maiores felicidades pessoais e profissionais".

 

Lamenta-se a saída deste excelente treinador, mas a exigência do Sporting em querer a base da equipa em Lisboa, faz perfeito sentido. Segundo consta, também há questões por resolver com alguns jogadores, precisamente pela mesma razão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Pelisca a 03.05.2019 às 16:57

Boa tarde,
Maioria dos atletas são do norte para mudar de "residencia" têm de ser "estimulados" não sei como vai ser possível visto que temos de nos reforçar porque o que temos não chega para SLB.

SL
Imagem de perfil

De Greenlight a 03.05.2019 às 20:06

O recente projecto de voleibol do Sporting começou pelo telhado e não pelos alicerces. Contrataram-se jogadores de provas dadas e até com alguma veterania; no ano passado resultou mas este ano não chegou para vencer a equipa do Slb que já está mais consolidada. Julgo que há que colocar os pés na terra e avaliar se existe, ou não, a possibilidade de construir uma equipa competitva mas com um orçamento contido.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 03.05.2019 às 20:31

Voltou-se ao voleibol e logo com o título , agora á que defenir um projecto e trabalhá-lo dentro das exigencias para um Sporting candidato a vencedor nas competições em que entra.
Sem imagem de perfil

De Aracaçu a 03.05.2019 às 23:39

A questão dos jogadores do Norte pode ser importante, na minha opinião por norma o atleta do Norte costuma ter uma garra, uma fibra que o atleta lisboeta por norma não consegue igualar. Temos o exemplo do Bruno Fernandes na equipa principal de futebol, e num livro que li há pouco tempo "Big Mal e Companhia" naquela equipa de 81/82 falava-se em maestros como o Oliveira, o Jordão, o Manuel Fernandes mas jogadores do Norte como o Eurico, o Nogueira, eram quem dava tudo em campo para as estrelas brilharem lá na frente. Bem sei que o Oliveira também é nortenho mas sempre teve uns tiques de vedetismo que até os adeptos e dirigentes do FC Porto não achavam muita graça, até como treinador.

Não é aqui questão de discriminação até porque eu fico quase a meio percurso entre Lisboa e Porto (sou da Covilhã) mas sinto que as gentes do Norte no geral têm um sangue a ferver, uma garra que falta em Lisboa. Até os adeptos do Sporting no Norte costumam ser mais de quebrar do que torcer e são mais fanáticos que os do Litoral.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.05.2019 às 23:42

A questão não é as origens dos jogadores, mas sim a base da equipa.
Sem imagem de perfil

De Leandro Marques a 04.05.2019 às 00:59

Estão sempre a dizer que o Sporting é o clube de Portugal e não o Sporting de Lisboa. E em vez de se aproveitar isto do voleibol para dar mais força a essa situação quer-se obrigar a tudo mudar para lisboa só porque sim. Não dá para entender, sinceramente.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.05.2019 às 01:35

Nem sequer vou tentar compreender este seu comentário!
Sem imagem de perfil

De Leandro Marques a 04.05.2019 às 12:28

Por vezes nem sequer tentar dá muito jeito. Esta era uma situação que funcionava e que até dava jeito para reforçar a tendência de se deixar de ser conhecido por Sporting de lisboa. Qual a lógica de mexer no que funcionava bem para obrigar a ir para lisboa? Teimosia?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.05.2019 às 12:35

Argumento sem nexo. O Sporting não está sediado em Lisboa?

Apenas por força de circunstâncias concentraram-se em Fiães estas duas primeiras épocas.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo