Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




download.png

O Internacional Board (IFAB) reuniu-se este sábado em Glasgow, na Escócia, e aprovou mudanças nos regulamentos do futebol para a próxima temporada.

Eis as principais alterações:

- A substituição por concussão passará a ser opcional. Cada liga/federação decidirá se deve ser aplicada ou não.

- As infracções de mão não deliberadas, e pelas quais são aplicados penáltis, devem ser tratadas da mesma forma que outras faltas (sem que obrigue a uma expulsão).

- Alargamento a outras competições da FIFA em que o árbitro anuncia publicamente as decisões finais após consultar as imagens do VAR.

- Na marcação de uma grande penalidade, parte da bola deve tocar ou ultrapassar o centro da marca de penálti, e a 'invasão' dos jogadores de campo na marcação será penalizada apenas se tiver impacto.

- Os jogadores são responsáveis pelo tamanho e adequação das caneleiras, que continuam a ser uma parte obrigatória do equipamento.

O IFAB é um organismo muito conservador - frequentemente acusado de falta de coragem - e as alterações que implementa são invariavelmente de carácter coméstico.

Nada estrondoso nestas alterações aprovadas ontem. A não obrigatoriedade de expulsão em lances de mão não deliberada que causam penáltis, talvez seja a mais significativa. No entanto, mais um caso que fica ao critério da arbitragem, o que, na minha opinião, em nada beneficia o jogo pelo potencial para polémica, nomeadamente em Portugal, onde os critérios são aplicados com muita inconsistência.

Já a nova regra para a 'invasão' da área pela marcação de um penálti, é mais do mesmo que refiro acima. Mais um caso ao critério da arbitragem, com potencial para polémica.

Há muito que venho a argumentar que o IFAB devia reduzir as áreas de decisão ao critério da arbitragem, mas, ao que parece, cada vez são mais. Um erro crasso!

Além do supracitado, foram aprovados 3 novos protocolos que serão testados nos escalões inferiores (abaixo das segundas divisões):

- Só o capitão de equipa poderá falar com o árbitro em determinadas situações.

- Introdução de 'períodos de calma' em caso de distúrbios, levando os jogadores para as respectivas áreas.

- Aumento do tempo (oito segundos) para os guarda-redes terem a bola. Se não for respeitado, a posse de bola passará para a equipa adversária.

A introdução do cartão azul, que valeria expulsões temporárias de 10 minutos em caso de comportamentos antidesportivos, como simulações ou excessos na comunicação com os árbitros, e que tem sido falada nas últimas semanas, não foi referida no comunicado do IFAB e, portanto, não deverá ter sido aprovada.

publicado às 02:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 03.03.2024 às 15:49

O IFAB
Comité permanente porque se acham os donos da bola.(Inglaterra, País de Gales, Irlanda, Escócia)🤔
Depois, temos comités para todos os gostos e feitios, onde ninguém ralha e todos têm razão.
O dinheiro do futebol dá para todos!.☺️
Daqui raramente sai alguma coisa boa.
É só olhar para quem compõem essas comissões técnicas e pronto... tudo dito.

P.S.Um deles, é um rapaz benfiquista, criado no Sporting que assinou contratos com dois clubes italianos simultaneamente e foi parar ao Barcelona por piedade e até foi capitão, mesmo assim vendeu a "alma" e fez parte dos galáticos, casou-se com uma sueca que era a inveja dos companheiros, segundo o Gordo Ronaldo.🤣🤣🤣🤣🤣
Aceitou ser Bola de Ouro num ano que não o merecia, por o ter perdido no ano anterior injustamente, diga-se em abono da verdade, para o Zidane que também não o mereceu.(os balões de ouro são o reflexo desta famosa faternidade FIFA)
Com este histórial não acredito que decida nada por a sua cabeça.
Pau mandado!.(Mas há por aí alguém que o quer para Presidente da F.P.F)😎

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo