Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

BN-BS902_marcot_GR_20140302111438.jpg

 

Jogadores de futebol não poderão mais levantar suas camisas para exibir uma mensagem na roupa de baixo, mesmo que o conteúdo dela seja de cunho educativo ou solidário, decretou no sábado - dia 1 de Março de 2014 - o International Football Association Board (IFAB). O órgão que regulamenta as regras do futebol também autorizou o uso de vestes para cobrir a cabeça das mulheres, após um período de testes de dois anos, o que também se aplicará a homens.

 

A exibição de mensagens nas camisas de baixo já havia sido banida pela FIFA, órgão máximo do futebol, mas os jogadores continuavam a mostrar mensagens parabenizando alguém ou celebrando o nascimento de uma criança.

 

Nenhuma frase ou imagem em qualquer roupa de baixo poderá ser mostrada, nem mesmo aquelas com boa intenção. A regra valerá a partir do dia 1 de Junho de 2014 e estará em vigor no Campeonato do Mundo, disse o então secretário-geral da FIFA, Jerome Valcke, em entrevista, após reunião com o International Board.

 

publicado às 15:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


13 comentários

Sem imagem de perfil

De Titto a 27.02.2018 às 15:52

Por pressão dos diversos patrocinadores.

Money talks...
Sem imagem de perfil

De Francisco Maria a 27.02.2018 às 16:04

Parece-me mais uma medida para impedir a politização ou o aproveitamento do futebol para fins diferentes do desporto e se assim for é positiva.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.02.2018 às 16:07

É um pouco das duas coisas, mas mais a que refere. Estava a chegar a um extremo muito exagerado e sem regras não há quem controla os jogadores.
Sem imagem de perfil

De Titto a 27.02.2018 às 16:33

Por pressão dos patrocinadores, acreditem-me.

Ouvi ontem alguém a sublinhar isso (não me recordo de quem...). No golo, o jogador que o marca é sempre filmado/fotografado a festejar. São, invariavelmente, das melhores imagens de um jogador de futebol. Imaginem a NOS a entrar com 40KE/ano no SCP e em todos os golos serem "trocados" por um guaraná...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.02.2018 às 16:35

Mas isso acaba por fazer sentido. Ao fim e ao cabo, os patrocinadores pagam milhões e devem receber o devido retorno ao seu investimento.
Sem imagem de perfil

De Titto a 27.02.2018 às 16:37

Naturalmente.
Sem imagem de perfil

De Mario a 27.02.2018 às 16:05

As regras apesar de injustas são estas, têm que ser cumpridas.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.02.2018 às 16:08

Não acho injustas, minimamente. Os jogadores são bem remunerados e têm uma vida privilegiada, envergando a camisola do clube que os emprega e não para andarem pelos relvados do Mundo a passar mensagens, pessoais e não só.
Sem imagem de perfil

De R. Ribeiro a 28.02.2018 às 13:16

Não entendo porque é que o caro afirma não ser justo. Acho que tem toda a justiça que um clube, que paga imensamente bem às suas crianças para correrem atrás de uma bola, que em si se sustenta pelo dinheiro dos patrocínios (não, o dinheiro das quotas dos sócios é uma coisa muito ínfima para as actividades do dia-a-dia de um clube como o Sporting) não pode permitir que os jogadores retirem a camisola na altura de grande atenção sobre o clube e sobre a equipa. Por alguma razão, o patrocínio principal passou a ser na frente da camisola e não nas costas, como antigamente. Mais, Gelson não precisava de ter retirado a camisola para passar a mensagem de apoio a R. Semedo. Isto porque, tendo ele a publicidade que tem por ser o jogador que é, sempre que coloca algo no Twitter, Facebook ou outras redes sociais, essa mensagem corre o mundo e chega à pessoa em questão. Mensagens, de cariz solidário, político, pessoal, pode e deve, Gelson tem essa responsabilidade, fazer no espaço privado, nunca devendo associar o clube à sua mensagem, coisa que acontece com a mensagem na camisola interior.

Aquilo que me espanta é como, no meio de tanta gente que faz isto à tantos anos, não houve ninguém a relembrar o Gelson de que não o podia fazer. Mais, como é que R. Leão vai ainda, em frente à câmara, estender mais a camisola... Não estou a dizer que não devem ser amigos e apoiar-se mutuamente, longe de mim, mas que devia existir alguém a relembrá-lo da precária situação em que nos encontramos agora. Quem vi fazer mais esse trabalho, já depois dos cartões, foi B. Fernandes. Mas agora já não há nada a fazer. Talvez tenhamos R. Leão novamente no Dragão para mostrar o que vale desde o início, visto que a equipa, por mais um pouquinho, e temos a B em pleno em campo.
Perfil Facebook

De Mike Portugal a 27.02.2018 às 16:20

Mas agora não percebi.
O cartão amarelo é mostrado porque o jogador tira a camisola ou porque o jogador mostra mensagens por baixo da camisola?

É que se só for amarelo quando o jogador mostrar mensagens, está explicado o porquê do Coates não ter levado amarelo, pois ele não tinha nada escrito por baixo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.02.2018 às 16:22

Mas que confusão!

Qualquer um dos actos dá cartão amarelo. Ponto!

O caso do Coates foi erro de João Capela que no meios de todos os festejos esqueceu-se de lhe mostrar o amarelo.
Imagem de perfil

De PSousa a 27.02.2018 às 18:40

Acho muito bem!
A camisola não é para tirar.
Agora cabe aos treinadores ou elementos do staff verificarem o que os jogadores levam como camisola interior. Além de que acho que deveria haver um regulamento interno para estes actos.
Sem imagem de perfil

De Fidalgo a 27.02.2018 às 18:53

Eu considero que a camisola só deveria ser tirada em jogos de voleibol feminino de praia. Aliás, até deveria dar punição caso uma jogadora se recusasse a tirar a camisola. É a minha modesta opinião.

O Gelson esqueceu-se, estava feliz por ter marcado o golo da vitória, feliz por poder dedicar o golo ao amigo. Continuo a acreditar que uma eventual punição só irá acontecer consoante o resultado do jogo no Dragão. Ele foi o primeiro a arrepender-se. Aguardemos.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo