Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

image.jpg

 

Sobre o jogo: "Mais um treino com uma equipa forte. O Valência, que é uma boa equipa, enfrentou um Sporting cansado do jogo após o com o Fenerbahçe. Não tivemos tempo para recuperar contra um adversário preparado. O Sporting fez dois jogos seguidos, uma viagem longa e ressentiu-se".

 

Sem andamento: "O importante é preparar a equipa, não é o resultado. Não tivemos andamento, porque jogámos contra uma equipa que nos obrigou a correr muito. O importante é que a equipa, quando estiver menos fatigada, consiga estar "soltinha" para corresponder ao que queremos no campeonato e, já agora no jogo de apresentação. Aí já teremos alguns dias de descanso".

 

Reforços: "Têm-se integrado bem, apesar de hoje o Bruno Fernandes estar totalmente fatigado. Nem parecia o jogador que foi ontem. Quisemos dar mais carga. Todos os que jogaram fizeram-no em dificuldade. O Valência defendeu bem, saiu muito rápido e não tivemos capacidade nem velocidade para acompanhar".

 

Emigrantes e sportinguistas: "Na pré-época é importante dar condição física à equipa, mas igualmente esta união que há com os sportinguistas que não estão em Portugal e que continuam a ter uma paixão muito grande pelo clube. Tivemos de aceitar esta calendarização para podermos estar em várias partes da Suíça".

 

Distância: "Fizemos 150 km para vir aqui jogar e depois isso nota-se nos jogadores. Nos próximos jogos? Não estaremos tão cansados. Vamos ter um dia de descanso, dará para recuperar alguma coisa. O Basileia também não é tão forte como o Valência".

 

Duas simples perguntas:

 

1.ª Quem é que aprovou o planeamento desta pré-época ? O treinador não tem a palavra final ?

 

2.ª O que é que Jorge Jesus esperava ao começar o segundo jogo em 24 horas com 8 jogadores que tinham sido titulares no jogo do dia anterior ?

 

Como já referi, devemos acautelar excessos assentes num só jogo, mas, na realidade, já vimos e ouvimos este filme do realizador Jorge Jesus e não há desfecho alternativo.

 

publicado às 12:02

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


21 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos N.T a 14.07.2017 às 14:57

Não entendi Rui!

Eu não sou apologista da exclusiva ideia ; a formação é que é!
Assim o escrevi.

Contudo, não concordo com a ideia de só ser possível manter dois ou três!!
Melhor exemplo não há: R. Patrício, William, Adrien, Podence, Gelson.. Actualmente!!
Se lhe juntarmos os mal-amados Tobias Figueiredo, F. Geraldes e algum desconhecido do grande público... Já é meio plantel. Também não têm que ser todos titulares.. Plantel, constante crescimento.

Repito: as modalidades de financiamento são incorretas ou insuficientes.
E eu não um "expert" em Economia..

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo