Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




João Benedito em campanha

Rui Gomes, em 03.09.18

 

img_920x518$2018_09_03_08_36_31_1443309.jpg

 

João Benedito confessa-se preparado para ir até às últimas consequências para defender os interesses do Sporting em todos os processos de rescisões dos futebolistas que deixaram o plantel neste Verão, após o ataque à Academia. 

 

Sem esconder a tristeza por este processo ter sido maioritariamente liderado por jogadores provenientes dos escalões de formação, na sequência dos graves incidentes de 15 de Maio, o antigo atleta reconheceu, em entrevista à Lusa, que há casos distintos entre os elementos que saíram, mas que o Clube não pode sair prejudicado.

 

"É lógico que é uma situação que me preocupa e gostava que não tivesse acontecido. As pessoas poderão ter as suas razões, mas cabe-me olhar para o problema de uma forma defensora - única e exclusivamente - do que são os direitos do Sporting. Nenhum clube ou atleta vai conseguir levar vantagem em relação ao Sporting por aproveitamento desta situação".

Outro tema a agitar o universo sportinguista ao longo dos últimos anos foram as relações tensas com os rivais, nomeadamente em relação ao clube da Luz. Confrontado com a possibilidade de um reatamento, João Benedito condicionou uma decisão nesta matéria às consequências de vários processos que envolvem os 'encarnados' e que estão na justiça.

"Há várias situações que têm de ser respondidas e há informações que têm de ser dadas aos sócios do Sporting. Quando chegarmos, iremos pegar nos processos e queremos ser institucionais com todos aqueles que são os parceiros no negócio do futebol. É aqui que nos queremos focar, mas há situações que não podem ser esquecidas e há respostas que têm de ser dadas".

Apesar desse posicionamento, o candidato à presidência 'leonina', de 39 anos, admitiu convergir com os rivais na questão dos direitos televisivos, tema sobre o qual conversou recentemente com o presidente da Liga de clubes, Pedro Proença. No entanto, só aceita um cenário em que o Sporting não saia de modo algum prejudicado financeiramente em relação ao contrato de longa duração assinado com a operadora NOS em 2015.

"A minha posição em relação a este tema é: primeiro, defender os interesses superiores do Sporting, e, segundo, poder congregar esse leque de interesses com aquilo que são os interesses do mercado e do negócio do futebol. A minha preocupação - e foi demonstrada - foi garantir que havendo essa centralização o Sporting, pelo menos, consiga garantir aquilo que já garantiu com o contrato de patrocínio que foi assinado.

Estamos obviamente afastados da Liga dos Campeões. Por consequência, estamos com receitas muito inferiores aos nossos rivais. Se nos for reduzida a vertente dos direitos televisivos, vamos ficar ainda mais fragilizados. Sou de acordo que possa haver essa centralização, mas que o Sporting receba, pelo menos, aquilo que são os valores que já tem orçamentados".

Já sobre as modalidades e a alegada falta de retorno financeiro para o investimento que tiveram na última época, da qual resultaram as conquistas dos títulos de andebol, futsal, hóquei em patins e voleibol, João Benedito deixou uma garantia de competitividade.

 

"Todas as modalidades do Sporting têm de lutar para serem campeãs nacionais, pelo menos. É este o nosso posicionamento absoluto. Depois, temos de ver a nossa elasticidade de custos e condições para podermos lutar pelos títulos europeus. O valor dos títulos das modalidades é muito superior ao preço que elas custam".

 

Uma das apostas de João Benedito para o futuro passa pela entrada em cena de um CEO. Porém, esclarece que o poder vai continuar nas suas mãos e que este executivo - cujo nome não vai divulgar se não vencer - terá a seu cargo "áreas não desportivas" do clube.

"Queremos alguém que seja transversal ao Clube e à SAD para conhecer e ter a análise das áreas não desportivas. Queremos que seja alguém que possa gerir esta parte do Clube, mas aplicando aquilo que nós definimos. Reporta sempre a mim e à Comissão Executiva, nós é que definiremos a estratégia".

Paralelamente, também sublinhou a necessidade de mudar o paradigma das últimas duas décadas no Sporting, no qual o plano desportivo foi menorizado sob a vertente financeira.

"Há um pensamento estratégico isolado e não congregador destas duas áreas. É aqui que reside a estratégia de intervenção, porque aquilo que é a independência de um clube é suportado pelos resultados desportivos. Tem de ser o pensamento desportivo a definir a estratégia".

 

publicado às 11:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


18 comentários

Sem imagem de perfil

De J. a 03.09.2018 às 12:19

O meu candidato.... obviamente que ainda um pouco inexperiente para o lugar, mas por outros um dos poucos simbolos do Sporting que querem lutar pelo clube que os notabilizou.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.09.2018 às 13:25

Por isso optei por ele. Sinto que posso confiar no João para fazer o seu melhor mesmo que cometa alguns erros pelo caminho. Acho que a sua credibilidade é intocável.
Sem imagem de perfil

De Júlio a 03.09.2018 às 12:38

Receio muito esta quantidade de promessas de intenção, sem dizer como é que vai arranjar o dinheiro para pagar, as promessas e as dívidas.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.09.2018 às 13:08

Apesar da retórica durante as campanhas, nenhum dos candidatos tem soluções milagrosas.

Não sou perito na matéria, mas parece-me que as alternativas são óbvias: Banca, empréstimos obrigacionistas ou investidores do exterior.

Quando o dinheiro é pouco há dívidas, as soluções são muito limitadas.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 03.09.2018 às 13:27

Quando o dinheiro é pouco, a tentação e risco é aumentar a divida com novos emprestimos , investidores? Quem investe quer ganhar e muito no que investe.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.09.2018 às 13:36

Qual é a alternativa? Não há milagres!
Sem imagem de perfil

De Hugo T a 03.09.2018 às 14:17

Quem investir será no SCP, logo as opções validas para uns serão para a maioria, salvo o eleito não rcolha confiança. E como todos se dizem ao serviço do clube terão de disponibilizar os seus investidores ao eleito.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 03.09.2018 às 14:24

Gostaria que o investidor fosse o proprio presidente do clube , mas os "concorrentes" candidatos são todos eles assalariados, (na America do Sul chamam-se de "pie en la mierda" prontinhos para gerir o dinheiro...dos outros.
Perfil Facebook

De Luis Vicente a 03.09.2018 às 16:26

Rui.Com o devido respeito.
A Banca está impedida de meter mais dinheiro no futebol.
O Sporting está "impedido" pela CMVM,de fazer empréstimos obrigacionistas enquanto não pagar o que foi adiado para Novembro.
Investidores exteriores,querem ganhar dinheiro e muito,e então na actual situação do Sporting,upa upa.
Prevejo um fim de ano terrível a nível financeiro para o Sporting.
Boa sorte e cumprimentos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.09.2018 às 16:44

Bem... é um tema sobre o qual eu opto por não comentar muito. No entanto, era minha impressão que o empréstimo obrigacionista de 15 milhões tinha sido "congelado" pela CMVM devido à instabilidade no Clube.

Com este período sob a Comissão de Gestão e a nova liderança através do acto eleitoral, parece-me que a estabilidade foi recuperada, não obstante questões várias ainda por resolver.
Perfil Facebook

De Luis Vicente a 03.09.2018 às 17:27

Rui
A CMVM não pode autorizar um novo empréstimo enquanto o outro não for pago.
Até ara proteger os subscritores.
Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De PSousa a 03.09.2018 às 13:57

A "luta" será entre Benedito e Varandas, já o referi "n" vezes.
Para mim, e apesar de estar do lado do Frederico, vejo qualidades em Benedito, mas também as vejo em Varandas.
Penso que será renhido! Seja qual for o vencedor, será apoiado por mim no sentido de fazer o melhor para o SCP.
As promessas eleitorais são como o vento, passam... pois já percebemos que nos vários anos, já existiram tantas promessas que não saíram do papel!
Que o SCP ganhe mais do que perde com estas eleições!
Sem imagem de perfil

De Luís a 03.09.2018 às 16:09

Parece-me obvio que a luta será entre JB e FV. Também me parece obvio que JMR já percebeu que a sua entrada "aos pés juntos" nesta campanha lhe pode valer um cartão vermelho. Assim tenta por todos os meios agregar mais uns votos; veja-se a aglutinação de Boal. E já tentou aglutinar RJR e agora fala-se de PMR, que vai ser talvez o maior derrotado desta eleição.
Quem muito fala e especula que a candidatura de FV tentou seguir o modelo de Godinho Lopes, aglutinado muita fações; parece agora que JMR tenta segui-lhe o exemplo e desesperadamente tenta aglutinar adversários para ganhar mais uns votos. A que preço e a que tipo de descaracterização poderíamos assistir nesta suposta aglutinação. Porque aglutinar projetos semelhantes é uma coisa, outra é fazer o milagre de aglutinar os oposto. E a que preço e com que promessas de lugares na SAD ou no próprio clube. Quem sabe se o CEO do JMR virá a ser o PMR?
FV e JB continuam a fazer as suas campanhas e continuo a achar que dentre eles dois escolhi (dei os meus votos) ao candidato + equipa + programa que melhor servirá e defenderá os meus pontos de vista para um Sporting mais forte e ganhador num futuro muito próximo.
Obviamente não me revendo a 100% no que é proposto, mas concordando com muito daquilo que li no programa.
E continuo a achar que não é condição "si ne qua non" ter mais ou menos idade para se ser Presidente do SCP. Diferente de achar que alguém com 2 ou 3 anos de sócio do clube, deva poder candidatar-se a Presidente.
E a idade nada tem que ver com a credibilidade e capacidade para desempenhar cargos, de maior ou menor relevância.
Não estamos a falar de sócios com 20 ou 25 anos, estamos a falar de dois sócios do SCP com perto de 40 anos; da minha geração de 70, que são pessoas experimentadas nas suas áreas e com provas dadas.
E que se saberão rodear de outros sportinguistas e de profissionais altamente competentes e que saberão levar o clube a bom rumo.
Não me assusta a parte financeira e da reestruturação da divida; o montante assusta, porque desde que o Presidente do SCP seja credível ou o dirigente da area financeira o seja também , não haverá falta de dialogo com os bancos e não deixarão de aparecer investidores externos.
Quanto ao futebol na vertente profissional e de formação é preciso voltar a contratar os melhores, entretanto alguns já fugiram para o rival, e de certeza que o Sporting voltará a ter a melhor formação de Portugal e do mundo. Falta investir e modernizar a Academia. Quanto ao futebol profissional falta gente que seja competente na area de scouting para não se errar tanto na compra de jogadores. Não se pode comprar 16/18 jogadores como fez JJ e depois acertar em 2 ou 3. Isso não pode acontecer nunca mais, mesmo que o poder de investimento não seja o maior. A isso chama-se desperdício de recursos financeiros.

Sem imagem de perfil

De cova da piedade a 03.09.2018 às 16:26

Para mim era juntar-se todos e cada um com o seu pelouro puxar todos para o mesmo lado servindo os interesses do clube e ao mesmo tempo combatia-se o sistema do futebol portugues toupeiras eramos mais temiveis
Sem imagem de perfil

De Manuel Vicente a 03.09.2018 às 18:11

Meus caros,

O Benedito desagrada-me profundamente. Não é carne nem peixe. Louva o alucinado e pelo discurso, até à data, não erro muito se Vos disser que é um Bruno Carvalho mais polido !
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.09.2018 às 19:38

A sério ?

E qual é a candidatura que o caro apoia, partindo do princípio que é sportinguista?
Sem imagem de perfil

De Manuel Vicente a 04.09.2018 às 00:03

O Caro já está com tiques brunistas. Ou seja, quem não gosta da sua opinião ou neste caso o candidato que apoia, há dúvidas quanto ao seu sportinguismo. Não há uma única candidatura onde me reveja. Há vários candidatos a BdC e outros nunca ouvi falar. Ricciardi sabe do que fala em termos financeiros mas quanto ao resto está mal acompanhado. Vamos ver se até ao fim do ano não temos uma surpresa !
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.09.2018 às 00:15

Publiquei este seu comentário só para lhe responder...

Sempre que aparecer com bocas gratuitas como "tiques brunistas" e insinuações desmedidas sobre o pai de João Benedito, entre outras palermices, o seu comentário será eliminado.

Seja decente e comente construtivamente!!!

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo