Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




22005135_sKFpK.jpeg

O Conselho de Disciplina (CD) não despenalizou João Palhinha no recurso apresentado pelo Sporting ao 5º cartão amarelo que o médio viu frente ao Boavista. Desta forma, mantém-se a suspensão de um jogo e Palhinha falha o dérbi de segunda-feira frente ao Benfica. 

Ao que consta, o CD seguiu o princípio da autoridade do árbitro em campo. No âmbito do recurso do Sporting, Fábio Verissimo testemunhou ter avaliado o lance em toda a sua extensão e o organismo seguiu o princípio da autoridade do árbitro em campo (Field Play Doctrine), que sustenta o critério que tem utilizado nestes casos (como o caso Otamendi).

Esta doutrina pretende preservar o sentido do jogo na ideia de que o árbitro, sob pressão própria de um jogo, tem mesmo de decidir e as suas opções devem ser respeitadas; com isto pretende-se evitar que o jogo em campo continue por uma via decisória como se o órgão disciplinar pudesse continuar a arbitrar.

Curiosamente, no entanto, este mesmo organismo anulou o castigo de um jogo ao médio Nuno Coelho, do Chaves, que também tinha visto o 5º amarelo no jogo com o Arouca, da 2.ª Liga. A decisão foi tomada após os árbitros terem testemunhado que não viram o lance em toda a sua extensão.

Bem... não se pode afirmar que esta decisão é surpreendente. Como já tive ocasião de aqui referir, a encomenda foi instrumentalizada e Fávio Veríssimo cumpriu. Não seria agora com um simples abrir e fechar de olhos que tudo seria rasurado.

Ainda reflectindo sobre a despenalização ao jogador do GD Chaves, nomeadamente o seu fundamento, quem assistiu ao jogo no Bessa e teve entretanto ocasião de rever as muitas imagens do lance que foram disponabilizadas - inclusive da foto deste post - é bastante claro que Fábio Veríssimo também não viu o lance "em toda a sua extensão", uma vez que os jogadores estavam de costas para ele.

Enfim... teremos de ir a jogo sem João Palhinha e dedicaremos a vitória a ele.

_________________________________________________

A mensagem de João Palhinha, no Instagram, após ter conhecimento da decisão do CD:

"Sempre juntos contra tudo e contra todos"

_________________________________________________

Sporting reage à decisão do Conselho de Disciplina:

Através do Twitter, o responsável pela comunicação do Sporting deixou duras críticas ao Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) na sequência da decisão de não despenalizar João Palhinha. Na sua publicação, Miguel Braga transcreve parte do testemunho de Fábio Veríssimo sobre o lance em questão:

"Um Conselho de Disciplina que não privilegia a verdade desportiva não representa os interesses do futebol e não deve ter lugar no futebol português", começa por escrever Miguel Braga.

"O Exmo. Senhor Fábio Veríssimo respondeu então: Sim. Devido ao meu posicionamento no momento da jogada, levou-me a agir disciplinarmente por ter considerado que o jogador do Boavista se encontrava liberto de opositores e preparado para rematar à baliza quando foi empurrado pelo jogador n° 6 do Sporting. Após visionar as imagens da jogada (ângulo oposto ao meu posicionamento) considero que a mesma não cumpre os critérios para ataque prometedor. Deste modo, a acção disciplinar não foi adequada."

ADENDA

O Sporting já recorreu para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) da decisão do Conselho de Disciplina em manter um jogo de suspensão a João Palhinha, que afasta o médio do dérbi com o Benfica, marcado para segunda-feira. O recurso foi enviado na manhã deste sábado.

Os leões procuram desta forma esgotar todas as vias para reverter o 5.º cartão amarelo de João Palhinha, conscientes, porém, de que muito improvavelmente o TAD irá deliberar em tempo útil. No limite, isso ainda poderá acontecer até à hora do jogo.

publicado às 14:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


46 comentários

Imagem de perfil

De Julius Coelho a 30.01.2021 às 13:29

Que tem mais peso? Expôr uma mentira ou o Benfica poder ficar a 9 pontos do 1º lugar em ano de arrasamentos ?

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Cristiano Ronaldo