Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Jogo sujo

Rui Gomes, em 06.02.20

11350501_435186369994715_9029993473815943424_n.jpg

No futebol português continua a valer um pouco de tudo. Apesar de algumas tentativas para dizer o seu contrário, os poderes estão confortavelmente instalados e para disfarçar carências de uns ou vontades de outros, chegámos à fase do vale tudo. Até mentir.

Em apenas três dias, um mesmo órgão de comunicação lançou uma campanha que, mais vezes do que não, até se autodesmente... Se num dia, o médico Manuel Resende “alegou incompatibilidades com a estrutura liderada por Frederico Varandas” para sair do Sporting Clube de Portugal, no dia seguinte, quando finalmente foi contactado (aquela regra irritante a que os jornalistas deveriam estar obrigados, mas que ignoram) Manuel Resende reagiu dizendo que tinha uma “dívida de gratidão” para com o actual presidente do Clube. Elucidativo.

As coisas até já teriam a sua gravidade se se reportassem apenas a este caso. Mas não. A narrativa ficcional é diária: ontem era a SAD que procurava substituto para Silas (mentira) e um esclarecimento de um movimento marginal tinha causado divergências na Mesa da Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal (outra mentira); hoje o Jogo ficou mais sujo com uma manchete que Frederico Varandas estaria a ser “pressionado a demitir-se” e que os Órgãos Sociais do Sporting CP sugeriam mesmo eleições antecipadas.

2020-02-06.png

Qual a intenção? Qual a necessidade? E contactar a parte interessada? E fazer notícias sobre factos verdadeiros? “O descontentamento de vários dirigentes é elevado e (…) estão prontos para avançar com as respectivas demissões (…) se a AG de cariz destitutivo avançar”. Quais dirigentes, já agora? Um nome? Dois? Nem meio. Porque é falso, porque é mentira, porque é propositado.

Desviar a atenção de relatórios de contas que têm de ser apresentados até final do mês, de queixas na FIFA e de investigações jornalísticas sobre lavagens de dinheiro, inventando notícias sobre o Sporting CP, é simplesmente um Jogo demasiado sujo para ser jogado.

Miguel Braga

Responsável de Comunicação Sporting Clube de Portugal

publicado às 11:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


67 comentários

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.02.2020 às 12:31

Por vezes fico a pensar porque é que o meu raciocício é tão diferente de alguns dos leitores.

Neste caso concreto, não compreendo o problema em dar uma entrevista ao Record. Mas isto sou eu, claro.
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 06.02.2020 às 12:35

Por 2 razões:

1ª Porque não dá-la ao canal do clube?
2ª Porque me incomoda esta "parceria" que a direção tem com o Record. Aliás, incomodam-me alianças estratégicas com jornais desportivos, no geral
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.02.2020 às 12:49

Quer dizer, como o Mike diz que há uma "parceria" com o Record, todos nós devemos aceitar sem pestanejar, com certeza?!?
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 06.02.2020 às 14:51

É o jornal onde têm saído todas as notícias internas, incluindo a tão falada auditoria que foi "leaked" cá para fora (mas só para o Record, claro) e onde Varandas já deu 2 entrevistas. É óbvio que há uma parceria qualquer.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.02.2020 às 14:55

Mike,

É de admitir que haja estratégia comunicacional e não vejo nada de errado com isso, desde que sirva os interesses superiores do Sporting.
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 06.02.2020 às 15:35

Mike,
Podemos também contribuir para as teorias da conspiração.

O director do Record é o sportinguista Bernardo Ribeiro.

A pergunta que faço é, porque é que Bernardo Ribeiro, cujo filho jogava nos sub23 do Belenenses, depois do Record ter entrevistado o seu filho nesse clube, foi pessoalmente entrevistar o director desportivo do Estoril?

A resposta estará em saber qual o actual clube do seu filho.

O que tem este assunto a ver com isto?

Nada, é para se perceber que no futebol todos têm rabos de palha, mas depois andam armados em paladinos da verdade.

Da verdade deles, diga-se.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.02.2020 às 16:21

Nem eu sabia que ele é sportinguista. Por norma, publico os artigos de opinião de jornais pelos temas que abordam e não pelo suposto clubismo dos autores. A exemplo, já publiquei o José Manuel Ribeiro muitas vezes, no entanto acho que a linha editorial de O Jogo é tão baixa como de A Bola.
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 06.02.2020 às 16:29

Caro RG,
Eu não compro jornais desportivos há anos.

Comprava a ABOla, no tempo do Vitor Santos, do Carlos Pinhão, do Homero Serpa, de jornalistas que eram "doutorados" em jornalismo, e alguns deles, como Homero Serpa, grandes escritores.

Vou vendo os jornais online, e acompanho alguns recortes que me enviam.

A Bola, por exemplo, tem jornalistas que nem respeitam factos históricos, e vão paulatinamente perdendo credibilidade.

O clubismo então, tolda o raciocínio e a equidistância de muitos jornalistas. Só falta vestirem a farda.

Quer no futebol, quer na politica, não há muitos jornalistas em que eu confie. Até porque muitas das vezes são mais opinadores que jornalistas.
Sem imagem de perfil

De Robbie Fowler a 06.02.2020 às 17:35

Infelizmente os jornalistas acompanham as tendências dos leitores, ou vice-versa tal como o ovo e a galinha. Basta por exemplo ler os blogues e respectivos comentários, acha que os leitores querem ler artigos isentos ? querem ler quem ataque os nossos adversários sem dó nem piedade, para poderem ser usados em posts. Cultura desportiva ? "0" ! quer apostar que nenhum dos escribas consegue apontar um dos 37 campeonatos do Benfica, ganho merecidamente ?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.02.2020 às 17:39

Acredite ou não, há mais preocupações na vida, mesmo no foro desportivo, que o Benfica, gozando este de estatuto especial num Portugal muito pequenino, em vários aspectos.
Sem imagem de perfil

De Robbie Fowler a 06.02.2020 às 17:56

Isto era um exemplo, mas obrigado, a sua resposta reforçou a minha tese.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.02.2020 às 18:01

O caro não tem uma tese, mas sim uma visão facciosa!!!
Imagem de perfil

De Greenlight a 06.02.2020 às 17:33

Mike Portugal,
Varandas não dá, neste momento, uma entrevista à Sporting Tv, porque, porventura, não quererá correr riscos de dar aquele tipo de respostas infelizes, que ele já coleccioniou, neste último ano. Falar não é uma das suas qualidades. Numa entrevista a um jornal impresso, o risco de Varandas dizer, mais umas inconveniências (isto para não ofender os ainda fãs de Varandas) é substancialmente reduzido. Este não é, claramente, o tempo de correr o risco de Varandas protagonizar mais "falas" infelizes pois poderá não estar pressionado para se demitir mas, estará, necessriamente, preocupado com o falhanço da prestação da equipa principal de futebol e o concomitante e extraodinário decréscimo das assistências em Alvalade.
SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.02.2020 às 17:42

E antes do Varandas as assistências eram maiores e, ao fim e ao cabo, ganhámos o quê, além dos constantes ruídos e afins do lunático?
Imagem de perfil

De Greenlight a 06.02.2020 às 18:08

O Lunático está morto e enterrado ( excepto para alguns pobres de espírtito) e a gestão de Varandas não pode nem deve ser, constantemente, comparada com a do Destituído. Afinal Varandas não foi (ainda) destituído mas se não corrigir, rapidamente os seus erros e até agora, pouco ou nada se viu, a não ser a substituição apressada de treinadores, sem qualquer plano B (como ele gosta de dizer), será esse, também o destino que o espera. Então sim, o Rui Gomes terá alguma razão para comparações entre Varandas e o seu antecessor.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.02.2020 às 18:32

Indiferente do que vier a acontecer, não é possível fazer comparação alguma, apenas e tão só porque o lunático é incomparável, pela negativa.
Imagem de perfil

De Greenlight a 06.02.2020 às 18:56

Nesse particular, concordo consigo.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 06.02.2020 às 20:26

Discordo da análise em dois aspectos: na entrevista à Sporting TV os riscos seriam memores, porque teria um entrevistador simpático, com o qual poderia combinar as perguntas. Aliás isso já aconteceu; na entre vista ao Record, não sei se haverá essa possibilidade, além de agora ser comum essas entrevistas serem filmadas.
Sem imagem de perfil

De Pacheco a 06.02.2020 às 22:35

Porque o Record tem muita mais visibilidade que o canal do clube, essa é fácil, ó Mike.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo