Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

imagesCAOI00AS.jpgjorgejesus08.jpg

 

Não deixa de ser curioso que sensivelmente o mesmo apontamento noticioso apareça em diversos portais citando uma "fonte da SAD" do Sporting. Ficamos na dúvida se a fonte é fiável, e com ela a informação, e se é, qual o porquê de não se identificar.  Parafraseando, em sinópse, as declarações:

 

- "O Sporting vai contratar apenas dois ou três reforços «cirúrgicos». Jorge Jesus tem um bom conhecimento dos nossos jogadores, reconhece-lhes talento, e não temos dúvidas que ele irá rentabilizá-los."

 

Novamente o termo "cirúrgico". Vamos dar o benefício da dúvida, partindo do princípio que será Jorge Jesus a fazer a escolha, porque já sabemos que "cirúrgico", para Bruno de Carvalho", significa à dúzia.

 

- "A contratação do treinador não foi planeada, mas fruto de uma oportunidade que surgiu e que foi agarrada."

 

Mais um "milagre" a adicionar à longa lista de "milagres" do reino do Bruno. A oportunidade terá caído do céu, decerto. De qualquer modo, até era melhor nem sequer fazer qualquer referência a isto, porque nunca nos vão dizer a verdade. Ela virá à superfície mais cedo ou mais tarde, mas nunca por fonte oficial.

 

- "Não houve lugar a qualquer prémio de assinatura, nem a qualquer garantia bancária exigida pelo treinador."

 

Bem... já sabíamos que Jorge Jesus só exigiu "treinar o clube do seu coração", mas desconhecemos a que propósito vem a referência a "garantia bancária", uma novidade. Alguns detalhes serão revelados em um futuro Relatório e Contas, mas é mais um caso de nunca sabermos ao certo a totalidade dos factos.

 

- "Não há truques na manga, nem capital encapotado. Se tivéssemos contratado dois jogadores por 2,5 milhões de euros cada um, ninguém se preocuparia."

 

Analogia deveras simplista, dado que não é comum contratar-se um treinador em Portugal pelos valores noticiados. Não acredito que tenha sido apenas a execução do plano de reestruturação financeira que tenha providenciado o lucro para sustentar esta operação. Mas como não tenho outros dados comprovativos, estou disposto a dar o benefício da dúvida e esperar por informações mais clarividentes.

 

Tudo leva a crer que a contratação de Jorge Jesus vai dar lugar a uma mudança de paradigma no futebol profissional do Sporting, porventura até afectando a formação, mas a totalidade da mesma só o passar do tempo esclarecerá. Uma consideração me parece óbvia: esta modificação vai afastar Bruno de Carvalho do centro das decisões do futebol e do seu dia-a-dia, que só pode ser positivo. 

 

publicado às 07:49

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


16 comentários

Sem imagem de perfil

De L a 10.06.2015 às 08:16

Sobre o futebol,

Se o Jesus depois de descartar o Bruno do banco também já começou a descartar os craques do Bruno estamos no bom caminho. Até porque da colheita de mais de trinta basta manter dois ou três e até porque volta a dizer fonte da direcção agora é que vêm aí as famosas contratações cirúrgicas. Duas ou três dizem eles. E deve ser de cada vez pelo histórico de Jesus. Mas continuo a dizer que o futebol do Sporting sequestrado pelo treinador é sem dúvida nenhuma a maior e melhor novidade desta direcção.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 10.06.2015 às 12:10

A história dos 30 ainda continua? Quando é que vao perceber que desses tais 30 pelo menos um terco era para reforcar a equipa B?

E se só mantém 2 ou 3, vai ter que escolher.

Nani. Jefferson. Paulo Oliveira. Ewerton. Montero. Slimani. Ryan Gauld. Jonathan Silva. E o Maurício, que entretanto foi vendido por quase 10 vezes o valor de compra.

Divirta-se com a escolha :-)
Sem imagem de perfil

De Joe Parsosn a 10.06.2015 às 10:24

Bom-dia. Permitam-me expressar a minha opinião.
De modo a justificar o despedimento de Marco Silva, Bruno de Carvalho tinha que apresentar um treinador que fosse “de caras”, e aos olhos dos adeptos em geral (ainda que com tudo o que tem de subjectivo) melhor que o jovem treinador. Quem reuniria consenso nesta matéria? José Mourinho ou Jorge Jesus. Se o primeiro é perfeitamente inatingível, já o segundo tem tudo para ser consensual.
Mas, a contratação de um grande treinador como Jorge Jesus, ao mesmo tempo que se afigura como um acto de gestão brilhante, tem também o seu quê de fuga para frente empreendida por Bruno de Carvalho. O Jorge Jesus é, sem dúvida alguma, um grande treinador e o Sporting tem nele um enorme capital orientado para o sucesso. Mas... nem tudo o que luz é ouro, diz mui sabiamente o povo.
Tem-se perguntado se o Sporting tem dinheiro para pagar a Jorge Jesus. A questão não deve ser colocada nesses termos. É demasiado simplista e chega até a ser ofensiva. É evidente que o Sporting pagará a Jorge Jesus tudo o que está contratado. De onde virá o dinheiro, quem organiza e planifica económica e financeiramente o clube, certamente sabe o que faz. Há quem responda que o Sporting teve recentemente um lucro de 22 milhões de euros. Logo, tem dinheiro para pagar tudo e mais alguma coisa. Novamente, não se deve colocar a coisa de forma tão simplista. Um lucro contabilístico não significa necessariamente dinheiro em caixa para comprar melões. Foram constituídas provisões para riscos e encargos (Doyen, VMOC’s, Marco Silva...) e estão essas provisões reflectidas no RC? Novamente, quem cuida das finanças do clube sabe certamente o que faz.
Tem-se falado de mudanças no comportamento de Bruno de Carvalho, como, por exemplo, (e só para citar alguns pontos) i) cedência à exigência de despedimento do Inácio; ii) atribuição de todo o poder na organização e gestão de todo o departamento de futebol a Jorge Jesus. Novamente, a coisa não deve ser vista de forma simplista. No terreno de jogo, Jorge Jesus extremamente competente. Sabe como ninguém potenciar jogadores, extraindo deles o que de melhor eles têm. Sabe montar uma equipa e pô-la a jogar muito bom futebol, eficaz e (até) com “nota artística. Chegará isso para fazer dele um “manager” de todo o futebol? Alguém consegue, por exemplo, imaginar Jorge Jesus sentado à mesa com Pini Zahavi a negociar o passe do Carrillo, um jogador que enquanto treinador consegue fazer render muito mais que tem rendido até aqui?
Não se pode olhar para o Sporting de forma tão simplista. Há uma imensidão de matérias a ter em conta no que concerne a organização e gestão de uma instituição tão grande como o é o Sporting. Acontece porém que o presidente parece caminhar no sentido de tentar mostrar que afinal as coisas são tão simples como ele próprio pretende que o sejam. Por exemplo, nos desportivos desta manhã pode-se ler que “Bruno está encantado com Jesus”, que “Bruno nunca viu nada assim”, que “Bruno está espantado com o conhecimento que Jesus tem do que é o Sporting”, que Bruno... bem, e se com tudo isso ele apenas quer dizer “Sportinguistas, olhem para o Jorge Jesus como maior, mas não se esqueçam de quem o contratou”? Toda gente sabe que uma vez mais Bruno de Carvalho acertou na escolha do treinador. Só não se sabe desta vez é para ficar, pelo menos até ao fim do seu mandato. Tudo depende de quem será, na verdade, o “todo poderoso”: Bruno de Carvalho ou Jorge Jesus.
Sem imagem de perfil

De Fight for your Right a 10.06.2015 às 10:38

então já está melhor, aos poucos o bdc vai ao vosso encontro, é positivo não é ?
Sem imagem de perfil

De HY a 10.06.2015 às 11:38

Ora bem, nem eu percebia esta histeria toda quando parece que o JJ vai afastar o presidente do balneário. Não era isso que queriam? Só pode ser positivo...

O homem mais egocêntrico do mundo encontrou dono. Foi mesmo ele a contratá-lo. Enfim, ideia requentada, como nos demostra o inefável RL no outro post. E segundo o LZ nada disto é já decidido pelo BdC, pois quem verdadeiramente decide não é ele.

Está tudo, portanto, no bom caminho, podemos voltar a preocupar-nos com tácticas, craques e arbitragens, ou seja, aquilo que verdadeiramente nos interessa (ah, e o equipamento: os calções e as meias, que para mim são fundamentais na imagem do Sporting! Espero quero JJ seja intratável nesta matéria).

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.06.2015 às 12:21

HY,

Não o tenho como ingénuo mas, por vezes, deixa essa impressão. BdC comprometeu-se severamente com o despedimento de Marco Silva - já para não evocar a baixeza do processo - e tinha de ter um "trunfo" grande para evitar uma autêntica avalanche de crítica. Esse trunfo foi e é Jorge Jesus. Este, muito naturalmente e contrário à demagogia (mentiras) de Bruno, impôs um leque de condições, segundo consta até a referida garantia bancária. Acha mesmo que o Bruno iria recuar ou resistir as exigências de Jorge Jesus, correndo o risco de o perder e ficar nu perante o universo leonino ? Não duvido minimamente que algumas dessas condições não são do seu agrado mas ele ficou entre e espada e a parede e foi forçado a aceitá-las. A alternativa era bem pior... para ele e o seu trono.
Sem imagem de perfil

De JRamos a 10.06.2015 às 13:09

Narrativas...como diz o outro. O que interessa são as deciões objectivas e como elas afectam o clube.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.06.2015 às 15:40

Quem é que lhe pediu a sua opinião numa "conversa" entre mim e o HY ?
Sem imagem de perfil

De HY a 10.06.2015 às 15:41

Rui, e eu tenho a certeza que o Rui é uma pessoa inteligente (e muito provavelmente não é ingénuo). Será que não vê que criticar tudo e o seu contrário, adiantar explicações totalmente contraditórias e mudá-las conforme os escolhos que a própria argumentação vai criando não convence ninguém? Eu sei que os redactores do blog são livres e apenas comungam do ódio (ok, pronto, raiva, ao BdC), mas nos últimos dias já esgotaram as hióteses explicativas e as narrativas para deitar o homem abaixo. Até quando os acontecimentos vão ao encontro do que vocês querem e parecem favoráveis ao Sporting arranjam modo de o criticar... Assim ninguém os pode levar a sério...nem os ingénuos, nem os outros.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.06.2015 às 15:58

HY,

Primeiro, posso garantir-lhe que entre os meus defeitos não se encontra ingenuidade.

O HY e outros continuam a insistir na mesma tese sem o mínimo reconhecimento da realidade das coisas. Primeiro e sobretudo, não há uma politica editorial neste blogue, nem nós combinamos seja o que for em termos de estratégia editorial.

Cada um fala por si e eu, como administrador do blogue, só tenho que respeitar o direito a liberdade de expressão.

Se "ninguém nos leva a sério", o que está o HY aqui a fazer, além dos outros milhares que nos visitam diariamente ? Em nossa casa mandamos nós e não obrigamos ninguém a ler e/ou comentar. Mas não deixo de achar piada à sua tentativa, desde o primeiro dia e constantemente, de querer influenciar a consciência do blogue.

Como é possível ignorar tudo o que se tem passado no SCP nos últimos dias ? Se abordamos somos acusados de excesso, se não abordamos aparece logo quem nos acusa de evitar a abordagem. Enfim...

Mas, entre tudo isto, nem sequer respondeu ao meu comentário.

P.S. Há uma grande diferença entre nós HY. Eu não pretendo convencer ninguém seja do que for e nem sequer viso que um qualquer leitor mude de opinião. Já ando há muitos anos no foro público para seguir esse rumo. Comento, cito factos, expresso opiniões, e deixo a cada um a sua interpretação e aceitação.
Sem imagem de perfil

De HY a 10.06.2015 às 17:22

Boa pergunta, Rui, porque venho aqui todos os dias? Sei lá...se calhar dá-me pica discutir consigo...se calhar é porque acho que o blog, odiozinho de estimação ao Bruno à parte, tem qualidade. Se calhar é porque até simpatizo consigo e com o seu esforço inegável para alimentar o blog e penso que reconhecê-lo é contestar quando se entende dever fazê-lo e elogiá-lo quando é caso (já o fiz várias vezes).

Não percebo é como oRui diz não pretender influenciar ninguém logo a seguir a dizer que eu e outros me obstino em não ver a realidade (ou seja, a sua versão da realidade)...mas isso faz parte daquelas coisas que até o tornam simpático :-)

Já sei que não têm linha editorial...o odiozinho ao Bruno é coincidência. Suponho que não convidaria alguém que simpatize com ele para redactor, mas isso é consigo (embora o argumento de "em minha casa mando eu" seja menos convincente quando se abre a porta da casa e se convida toda a gente a entrar...um blog não é apenas a casa de alguém, é mais do que isso...).

Se calhar venho aqui porque acredito que o Rui, quando a bola mora dentro das redes adversárias sente a mesma alegria do que eu e não pensa (tal como eu) se o pé ou a cabeça que a meteu lá dentro foi contratada pelo BdC, o LG ou qualquer outro...

E eu não tento convencê-lo de nada...apenas tento explicar-lhe como se sente alguém que não sendo alinhado com nenhuma seita senão com o Sporting reage a certas coisas... veja lá, é o que eu acho que a oposição deve fazer sempre: criticar para melhorar...é o que eu tento fazer ao seu blog, à direcção do Sporting, etc...deitar abaixo não é comigo (embora às vezes não resista ao humor). Talvez eu seja é burro, vejo na blogoesfera comentadores leoninos com os quais estou muito mais de acordo e aqui é que gasto a maior parte do meu tempo.

Ah, já sei: sou pago para fazer isto, como dizem alguns dos comentadores que por aqui aparecem...

Seja como for, por cá vou andando enquanto me permitir..
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.06.2015 às 17:54

HY,

Nós sabemos que alguns que aparecem são mandatados para o efeito, uns remunerados outros não, mas a estratégia é a mesma. E isto é um facto !

Estou cansado de repetir que já convidei para colaborar com o blogue pessoas afectas ao Bruno, 2/3 delas que comentam aqui assiduamente e que eu não nomeio por respeitar o seu direito a confidencialidade. No entanto, também já recusei outros que não simpatizam com BdC. Esse não é o meu critério. Depois do enorme trabalho que eu tive a criar e desenvolver o blogue ao nível em que hoje se encontra, não aceito qualquer um. Além do mais, isto chegou a um ponto que se tornou numa grande responsabilidade, precisamente por sermos tão visíveis, dentro e em torno do Sporting. Eu sinto dificuldades cada vez mais em satisfazer as necessidades do espaço.

Eu sou uma pessoa muito persistente, mesmo em discussões sobre futebol, Sporting, etc. com amigos. Essa minha persistência leva, por vezes, a interpretações incorrectas. Como autor, não pretendo convencer ninguém, mas quando se dá ao debate defendo a minha tese até ser provado que estou errado.

Enfim... estou no escritório com tanto entre mãos e aqui me vejo no blogue :)
Sem imagem de perfil

De HY a 10.06.2015 às 17:58

Nesta última estamos na mesma...:-) E quai é uma hora mais tarde... :-))
Sem imagem de perfil

De m1950 a 10.06.2015 às 13:08

Na entrevista à "fonte oficial" , faltou o dado mais importante das transcrições:

"Essa empresa detém atualmente 29,85 por cento do capital da SAD, mas quando entrarem os novos investidores ficará com 23,53 por cento e após a conversão da VMOC's [valores mobiliários obrigatoriamente convertíveis] com apenas 7,27 por cento", disse a mesma fonte, garantindo que o Sporting manterá sempre a maioria do capital da SAD.

Não esperava menos que isto.

Já agora espero que esta oratória , de dividir os mérito e o demérito sempre em desfavor do Presidente não seja recorrente.

" Uma consideração me parece óbvia: esta modificação vai afastar Bruno de Carvalho do centro das decisões do futebol e do seu dia-a-dia, que só pode ser positivo. "

Jesus será manager no Sporting , Bruno terá alguém com o "Know How" daquilo que é o futebol dentro e fora de campo , mesmo que Jesus seja um manager no Sporting , a decisão final terá de passar sempre por Bruno de Carvalho , portanto a tentativa de minimiza-lo e por consequência futuros méritos não fazem sentido.
Já foi assim na fase final com LJ , depois com MS , e apesar de Jesus ter sido recebido com desagrado pois se queria MS , é por aí o caminho da oratória.

Um dia vamos ouvir - se Deus quiser : "Fomos campeões porque Jesus afastou Bruno (o cancro maligno que impedia e estorvava essa possibilidade) do centro das decisões do futebol".

Agora enfim , diria que fico satisfeito , o Sporting não só tem o treinador que desejo como tem a postura Presidencial que desejo ver no Presidente do Sporting.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.06.2015 às 15:39

Muito breve, vamos por partes:

- No artigo que eu li não vinha essa referência.

- Fala-se muito em investidores, especial o caro, mas ainda não se viu nada nem se sabe quem são. Devíamos esperar para então apreciar.

- Só uma criança não compreenderá que a responsabilidade final é sempre do presidente. Não é necessário sublinhar essa consideração. O ponto em questão é que este presidente que percebe pouco ou nada de futebol e que se inseriu prontamente no centro das decisões técnicas e operacionais, devia ter delegado determinadas funções a quem percebe da matéria e não querer ser ele o protagonista principal em tudo e mais alguma coisa. Qualquer grande líder evidencia-se pela arte de saber delegar, algo muito difícil para este presidente.

Se já vê "postura presidencial" por parte deste presidente, então vê mais do que a maioria.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 10.06.2015 às 17:17

Em relação a postura Presidencial , para lá caminha , o facto de ter tido a humildade para entregar a Jesus o cargo de manager mostram isso mesmo , penso que ir para o gabinete , falar menos , ser mais calmo e ponderar as palavras são coisas que eu desejo ver neste Presidente.

É óbvio que não tem experiência no futebol para ser um Presidente intervencionista , mas como é um "burro novo" ainda pode e está a aprender línguas , vai aproveitar para receber o Know How de Jesus , fazendo o Sporting um clube mais forte e sólido.

Mas mesmo estando fora de jogo , o Presidente alcançou a champions no 1º ano , e este ano pode conseguir repetir a proeza sendo que já nos deu o regresso aos títulos , que parecia já ser um bloqueio mental do clube.

O trabalho e não me canso de dizer , tem sido positivo , e penso que se acrescentar a Postura Presidencial e uma melhor comunicação mais evidenciado será o seu trabalho ao contrário do que ele um dia pensou.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo