Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

image.jpg

 

Não está em discussão a qualidade de José Mourinho como treinador. Como já referi várias vezes aqui no Camarote Leonino, tive ocasião de o conhecer pessoalmente nos seus primeiros dias em Alvalade, em 1993, era ele ainda um mero intérprete para o malogrado Sir Bobby Robson. Fiquei com má impressão dele na altura, disposição que nunca se alterou ao longo dos anos.

 

Dito isto, respeito-o como técnico de futebol e louvo os seus feitos ao longo da sua brilhante carreira. Entre os muitos títulos que já conquistou, dou destaque, e sempre dei, às conquistas da Taça UEFA e da Liga dos Campeões, em épocas consecutivas, ao serviço do FC Porto. Nem sequer evoco os títulos nacionais, mas esta proeza europeia é de uma dimensão nada menos do que espectacular.

 

Entre muito mais, sempre foi um mau perdedor, por vezes com um comportamento excessivamente grosseiro. Caso hajam dúvidas, basta perguntar ao Rui Jorge, entre outros.

 

Assisti ontem à disputa da Supertaça Europeia entre o Real Madrid e o Manchester United e acho que os 'espanhóis' foram justos vencedores. Houve um período de cerca de meia hora durante a primeira parte, que os 'red devils' levaram um autêntico banho de bola. Também não vi decisões algumas da arbitragem com influência no resultado. Contrário ao que José Mourinho contestou depois do jogo, até directamente ao árbitro no centro do terreno, o golo de Casemiro, na minha opinião, não é irregular. Ele está em linha com o último defesa no momento do passe. De igual modo, também não tomei nota de decisões do juiz, com influência no jogo, a favorecer Cristiano Ronaldo. No entanto, o treinador luso teve isto para dizer:

 

"Se houvesse vídeo-árbitro e fosse um bom vídeo-árbitro, teríamos outro resultado. Sei que ao intervalo vi que era claramente fora de jogo", referiu, em alusão ao golo inaugural, marcado por Casemiro em suposta posição irregular.

 

Também na zona de entrevistas rápidas, pouco depois, foi ainda mais incisivo nas críticas: "Quando o Cristiano Ronaldo entrou, o árbitro prestou-lhe vassalagem, ele merece vassalagem mas não do árbitro. O Cristiano foi super inteligente e super experiente e o árbitro a prestou-lhe vassalagem".

 

O facto de ter oferecido a medalha que lhe foi entregue pelo presidente da UEFA a um adepto, não obstante a tentativa a justificação da sua parte, apenas acentua esta sua postura de mau perdedor.

 

publicado às 16:11

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


15 comentários

Sem imagem de perfil

De Aracaçu a 09.08.2017 às 16:21

Ah eu até concordo c/ ele na questão do Cristiano Ronaldo. Ele entrou mesmo só p/ ganhar as habituais faltinhas, c/ a condescendência do árbitro que quebrou o ritmo do jogo e não deixou o Manchester United tentar acercar-se da baliza do Real Madrid e forçar o prolongamento.

Além do +, é estranho não haver VAR nas competições europeias já que é 1 realidade em alguns campeonatos (como o nosso, o holandês, por ex.).

De qualquer forma vitória Justa do Real Madrid que é melhor.

Quanto à questão da medalha, ele próprio referiu que já entregou algumas em provas que venceu, por isso, ele viu uma criança adepta do clube inglês na bancada e decidiu oferecer-lha. Medalhas ele tem muitas, e como sabemos, a maior parte destas figuras do desporto (Michael Phelps por exemplo tinha as medalhas de ouro olímpicas guardadas num estojo da mãe) não costumam ligar muito a essas medalhas.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.08.2017 às 17:00

O Cristiano Ronaldo é grande de mais só para isso que cita. Ele entrou para ganhar algum ritmo de jogo e dar mais expressão às manobras ofensivas do Real.

A sua presença em campo, seja qual for o jogo, influencia qualquer árbitro em qualquer prova, salvo, porventura, na La Liga, onde o menino favorito é outro.

Quanto à medalha, ele afirmou que já não dá valor às das vitórias, muito menos às das derrotas. Tudo bem, até pode ser facto, mas é preciso conhecer José Mourinho.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo