Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




José Peseiro em entrevista

Rui Gomes, em 18.07.18

 

 

Promessa aos sportinguistas

"Podem esperar de nós o que o Clube exige. Queremos ganhar todos os jogos e é preciso fazer as coisas bem. Estabilidade e confiança é algo que temos de colocar na cabeça. Acreditar no trabalho do Sporting, nos seus profissionais, perceber que não queremos queimar etapas. Que os resultados podem envolvê-los mais ou menos. Há uma paciência, uma tolerância, deixem as desconfianças de lado. Neste momento é muito fácil os sócios expressarem a opinião, não são só os jornais. O sinal que os jogadores estão a dar, nós queremos que os sócios o tenham. Porque acima de tudo está o Sporting. Estamos aqui unidos para uma Liga que queremos disputar ao nível da exigência do Sporting".
 
Sobre os reforços
 

"Queremos jogadores que tenham qualidade, caráter e vontade de vencer e eles têm. O Nani já foi feliz no Sporting e o Bruno Fernandes foi o melhor jogador da Liga no ano passado. Os seus regressos são muito bons para o treinador, para a equipa e para a nação sportinguista. Eles sabem que estão num clube com exigência e que o seu valor pode ser aglutinador para as mais-valias que temos neste momento. Quando temos jovens com qualidade na equipa precisamos de jogadores com esse 'background' que possam dar suporte à evolução dos jovens.

 

Fui eu que lancei o Nani na equipa profissional e só não o fiz antes porque tinha fracturado uma mão a jogar na selecção. Quando damos oportunidade a um jovem talento é porque ele tem qualidade. Ele mostrou personalidade no primeiro treino e no primeiro jogo.

 

Um dos factores das pré-épocas é desenvolver estratégias para todos nos conhecermos e proporcionar a todos os jogadores que nunca têm estado neste contexto, como é o caso dos quatro reforços [Viviano, Raphinha, Bruno Gaspar e Marcelo], que se sintam à vontade. Quem está à vontade e feliz mostra sempre mais qualidade.

 

Raphinha e Mattheus foram meus jogadores. O Raphinha é novo, tem qualidade e, tal como todos os outros, está a tentar dar a melhor resposta. Esperamos que ele demonstre sempre as qualidades e capacidades que tem. Quando se tem 21 anos, e temos mais miúdos desses, é preciso nós termos a serenidade de perceber a sua evolução. É preciso ter alguma tolerância para jogadores que vêm de contextos menos stressantes. As coisas estão a correr bem, mas há momentos em que tem de haver tolerância, dentro do contexto de exigência máxima".

 

publicado às 05:34

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds