Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Julgamento de Alcochete (13)

Rui Gomes, em 11.12.19

img_920x519$2019_12_10_16_28_52_1637026.jpg

Esta terça-feira foi a vez de Bruno Fernandes ser ouvido no julgamento a decorrer no Tribunal de Monsanto sobre a invasão à Academia Sporting.

Lamentavelmente, acabou por ser submetido ao interrogatório de um palhaço que passa por advogado, que, não por mera coincidência, representa outro palhaço, o ex-presidente destituído.

O «capitão» do Sporting descreveu ao pormenor o dia da invasão:

"Estavam praticamente todos os jogadores do plantel no balneário, acredito que 24 ou 25, e também alguns elementos da equipa técnica. Só o mister Jorge Jesus é que não estava. Entraram 20 a 25 adeptos, foram entrando gradualmente.

A porta do balneário estava aberta, o nosso team manager estava a tentar fechá-la mas não conseguiu, porque entretanto chegaram os adeptos.

Os primeiros foram directamente ao Rui Patrício e William e depois outros ao Acuña e Battaglia. O Ricardo Gonçalves ainda tentou segurá-los, mas não conseguiu. Gritavam pelo nome do Acuña, do Battaglia, do William e do Patrício.

Eu e o Sebá [Coates] tentámos impedi-los, mas não conseguimos, disseram que não era nada connosco. Depois um outro agrediu o William. Disseram-nos que não merecíamos vestir a camisola do Sporting, que éramos uma m.... e uns filhos da p... Um deu um soco nas costas ao William.

O Battaglia tentou vir para perto de mim, que estava na zona das macas, e eu tentei pegar na máquina do gelo para impedir que lhe acertassem. Atiraram-lhe um garrafão de água na zona dos braços.

Enquanto entravam no balneário diziam 'vamos matar-vos, Acuña vou-te apanhar'. Antes de saírem disseram... 'não ganhem no domingo que vão ver o que vos acontece'. 

Não tive tempo de reagir ou pensar. Foi tudo muito rápido. Ninguém me tocou, tirando um que me meteu o braço e disse que não era nada comigo. Vi o míster Jesus com sangue na boca. O Bas Dost tinha a cabeça já a ser tratada, a levar pontos.

É óbvio que fiquei com muito receio, ainda hoje, quando temos jogos, sinto ansiedade que caso as coisas não corram bem possa acontecer novamente.

O treino do dia 15 de Maio estava inicialmente marcado para de manhã. As sessões são marcadas semanalmente. O presidente Bruno de Carvalho é que disse que o treino seria à tarde. Não deu explicação nem disse a hora. Foi especificada mais tarde pelo Vasco.

Na reunião com Bruno de Carvalho, na véspera do ataque, foi discutir os acontecimentos na Madeira e o momento da equipa. Foi discutido o que tinha acontecido entre o Acuña e o Battaglia e os adeptos.

Lembro-me de ele dizer... 'aconteça o que acontecer estão comigo?' E disse que então amanhã à tarde estávamos lá. Percebi que no dia seguinte ia à Academia. Disse 'amanhã estarei lá convosco'. Percebi que era no treino.

Mais do que a minha vida, temi pela vida dos meus familiares, principalmente a minha filha e a minha mulher. Pedi à minha mulher que fossem para o Porto, para que nada lhes pudesse acontecer".

Entretanto, o advogado do ex-presidente destituído pediu a palavra:

"Boa tarde, Joaquim... Como é que se chama?" (pergunta que provocou um aviso da juíza Sílvia Pires)

A situação acabaria por repetir-se mais tarde, quando Fonseca falou num episódio que aconteceu noutro clube. "O seu colega Raphinha não passou por uma invasão quando estava no V. Guimarães?", questionou. A juíza advertiu então o advogado para se remeter aos factos e este ripostou: "Não me interessa se é Guimarães ou na Cochinchina".

Bruno Fernandes explicou que protecção foi-lhe oferecida pela FPF, mas que ele contratou segurança pessoal na sequência da invasão e que a manteve durante cerca de seis dias, até ir para a concentração na Selecção Nacional.

publicado às 03:47

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Rumo Certo - Ventos Favoráveis a 11.12.2019 às 11:24

Este sr. tido por causídico e mandatário do ex-presidente destituído, acaba de desrespeitar de forma nescia, demonstrativa de má educação / formação e de modo destemperado, em plena audiência de Julgamento, o cidadão, o profissional, o Capitão do Sporting e jogador da Seleção Nacional recente vencedora da Taça das Nações e apurada para o próximo Campeonato da Europa, que se chama Bruno Fernandes.
Logo, violou o código deontológico que jurou respeitar e cumprir:
- desrespeitou o Tribunal e a Digníssima Juíza;
- dirigiu-se de forma grosseira, pela omissão e provocadora pela troca, à testemunha Bruno Fernandes;
- ofendeu o Sporting e os Sportinguistas pela tentativa vexatória, obrigando a diversas chamadas de atenção;
- por arrasto, manifestou desprezo pelos Portugueses e pelo País.
A Ordem Profissional onde se integra, certa, justa e oportunamente, entenderá por devido e necessário o seu pronunciamento.
Cada dia de Audiência, traz mais luz à matéria factual que integra o libelo acusatório, quer no plano da responsabilidade criminal quer ao nível da responsabilização civil.
Que a Justiça seja feita e aplicada.
Força Sporting.
SL
Sem imagem de perfil

De Hugo a 11.12.2019 às 12:28

Croquettes a querer impor a censura. Fala mas e de quem mudou a hora do treino
Sem imagem de perfil

De T. Cascais a 11.12.2019 às 15:34

O treino do dia 15 de Maio estava inicialmente marcado para de manhã. As sessões são marcadas semanalmente. O presidente Bruno de Carvalho é que disse que o treino seria à tarde. Não deu explicação nem disse a hora. Foi especificada mais tarde pelo Vasco.
Vc não sabe ler ou quê?
O seu mentor mentiroso foi o causador dessa mentalidade rasca, assimilada pelos desprovidos de carácter! E agora temos um tão ou mais lunático que o seu cliente, na figura de uma espécie de advogado!
Fala de censura? mas olhe lá, censura e ditadura são a cara do seu mentor frustrado e vc vá lá vai, tem cá um topete!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds