Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Lembram-se dele ?

Rui Gomes, em 09.02.15

 

750x10001.jpg

 

Santiago Arias, colombiano de 23 anos, defesa lateral, que chegou ao Sporting em 2011 e foi transferido para o PSV Eindhoven em Julho de 2013, parte de um pacote que incluiu Stijn Schaars.

 

Anunciou esta segunda-feira o clube holandês que o seu contrato foi renovado até 2019. Declarou Marcel Brands, director técnico do PSV:

 

«Não deixou de progredir desde que chegou ao clube, por isso ganhou esta renovação. É um defesa moderno, com grandes qualidades técnicas.»

 

Na época em curso, em que o PSV Eindhoven lidera o campeonato holandês com uma vantagem de 12 pontos sobre o segundo classificado Ajax, Santiago Arias participou em 26 jogos - em todas as competições - 22 como titular e 4 como suplente utilizado, acumulando 2042 minutos de jogo (22,6 jogos).

 

publicado às 16:33

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


40 comentários

Sem imagem de perfil

De Balajic a 09.02.2015 às 16:42

Bom é o Geraldes. E o Miguel Lopes.

Andamos sempre de cavalo para burro.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.02.2015 às 16:46

Não diga isso porque corre o risco de ver a "falange" enervar-se. Ao fim e o cabo, Bruno de Carvalho alguma vez errou, porventura ???
Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 09.02.2015 às 16:53

Ahhh

Mas cá estou eu para a defesa da honra da falange :). Bem, passe a brincadeira, deixem-me dizer, que Santiago Arias, é de facto um jogador que lamento que tenha saído, e ainda hoje, gostava de saber as razões.

Sobre André Geraldes, penso ser unanime em que o mesmo surpreendeu pela positiva com as prestações na taça da carica. Sobre Miguel Lopes, penso que já tudo tenha sido dito, ser Sportinguista, não chega. E caríssimos, Miguel Lopes, não pode ser imputado a esta direcção.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.02.2015 às 16:58

Meu caro, eu não comentei o Miguel Lopes e há longo que reconheço o erro da sua contratação, indiferente de quem tomou a decisão.

Viu-se alguma coisa do André Geraldes, mas muito pouco para poder avaliar o seu futuro.

A razão da saída do Arias é óbvia e o Pedro Miguel sabe isso muito bem.

Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 09.02.2015 às 17:05

Concordo que é cedo para avaliar o que André possa vir a ser. Sobre o Arias, continuo com dúvidas de qual a verdadeira razão: Técnica, vencimento, contrato ou ser uma contratação de GL
Sem imagem de perfil

De Marcos Cruz a 09.02.2015 às 17:10

A "falange" já não se enerva quando o Balajic aldraba. Mencionar o Miguel Lopes... Nem para rir dá.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.02.2015 às 18:12

"Aldrabar" é uma palavra muito forte e imprópria para este tipo de discussão.
Sem imagem de perfil

De Balajic a 09.02.2015 às 21:32

Mas eu disse, por ventura, que o Miguel Lopes foi contratado pelo "Bruno"? Isso é que seria "aldrabar"...

Limitei-me a mencionar dois laterais-direitos que foram contratados depois do Arias, que ainda estão no clube, e que são piores do que ele.

Se quisesse ter "atingido", única e exclusivamente, "o Bruno" teria até mencionado 3 laterais direitos (2 dos quais eram tão bons que já foram dar uma volta): o Geraldes, o Weldinho e o Piris.

E não me venham com conversas de salários, porque o do Miguel Lopes não deve ser menor do que era o do Arias...
Sem imagem de perfil

De jose a 09.02.2015 às 18:24

Caro Rui, não vejo qual é o caso,

Dos jogadores que foram embora, despachados ou vendidos, muitos terão sucesso outros nem por isso, e dos que eventualmente terão sucesso, não é garantido que teriam se ficassem.

Que Saiba, o Arias foi despachado porque tinha um salário elevado face a sua prestação desportiva e nesta perspectiva concordo perfeitamente que tenha sido despachado e boa sorte para ele.

Já agora, apresente uma análise dos que foram despachados e da sua evolução desportiva, acredito que grande parte deles, contra o meu desejo, andam por baixo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.02.2015 às 19:22

Para já, não apontei caso algum, limitei-me a deixar a apreciação ao critério dos leitores.

Segundo, o José opina frequentemente com uma assertividade que leva qualquer um a depreender que tem conhecimento directo de causa sobre muitas questões, quando eu sei que isso não corresponde à realidade.

O Arias era/é um bom jogador que enquanto no Sporting deu fortes indicações do seu potencial. Foi mais uma decisão à lá Bruno, sem sequer ponderar bem que tinha nas mãos uma mais-valia futura, desportiva e financeira.

Mas, voltando aos seus conhecimentos, pode informar quanto era o salário do Arias ?
Sem imagem de perfil

De jose a 09.02.2015 às 19:58

O comentário que fiz, não foi em relação ao seu post, mas sim em relação a sua resposta/comentário ao Balajic.

Eu respondo sobre salário do Arias com uma pergunta, conhece algum jogador que o GL tivesse contratado com salário baixo ou para ser mais preciso de acordo com o que o sporting pode pagar e vindo da América do sul? Tinha o sporting dos jogadores contratados percentagem significativa do seu passe?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.02.2015 às 21:11

Eu compreendi a questão. O José, em vez de responder com perguntas, devia citar a especificidade das suas fontes de informação.

Enquanto que é verdade, em termos gerais, que os salários do tempo de Godinho Lopes são, em muitos casos, despropositados, cada jogador é um caso e deve ser assim analisado.

No RC do exercício de 2012/13 vem a indicar que o Sporting tinha 96% do passe de Arias e que 4% foi vendido por 100 mil euros. Posteriormente, mais 20% foi cedido à Holdimo. percentagem que terá sido entretanto recuperada pela reestruturação.
Sem imagem de perfil

De jose a 10.02.2015 às 14:43

O seu problema é que quando fala do Bruno, a sua excelente racionalidade desaparece.

Sabe muito bem, seja qual fosse o presidente eleito, os contratados pelo GL seriam convidados a sair, negociados ou vendidos não por serem do GL, mas sim, por um lado, pelo facto dos seus salários serem excessivamente elevados, por outro e tendo em consideração a baixa percentagem dos passes pertencente ao sporting, seria outro factor para não continuarem. Isto em termos genéricos.

Em relação ao Arias, lembro-me de ler na bloguesfera da altura, havia quem se opusesse à sua saída face ao seu valor desportivo, outros opinavam que seria mais um a sair devido ao elevado salário, falava-se em 500K anuais e uma percentagem de 46% do passe, sendo que 20% pertencia ao Holdimo. Estes valores podem não ser os correctos, mas não deve andar longe. Acredito que seriam limpos pk a semelhança do Labyad, rescindiu o contrato com a sua antiga equipa e como tal o seu salário deve ter sido inflacionado.

A minha opinião era seguinte, tínhamos 3 defesas esquerdos, Cedric, Miguel Lopes e Arias. Como sabe, o Miguel Lopes não pode ser vendido, pode apenas ser emprestado e é preciso que haja algum clube que o queira, entre o Arias e o Cedric ficava com qual? Pelo seus argumentos ficava com o Arias eu ficaria com o Cedric, incomparavelmente mais barato, português e da formação e igualmente promissor e de resto era e é uma obrigação reduzir a folha salarial.

Ou acha mesmo que se o Arias fosse barato seria despachado por ser do GL? O Carrilho não foi despachado porque sendo do peru, acredito que o seu salário seja inferior aos outros sul americanos (Argentina, Colômbia, Uruguai, Paraguai, países mais caros em termos futebolísticos). O Diego Capel não foi despachado porque nunca houve quem o comprasse e seria útil no imediato.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.02.2015 às 15:15

Desculpe, mas apresenta não argumentos, mas sim conjecturas. Uma equipa como o Sporting tem de ter alternativas várias para cada posição e as que se apresentavam no início da época eram muito poucas.

Eu gosto do Cédric, mas não deixo de reconhecer que muito embora seja mais experiente que Arias e até possa ser superior a defender, não é e nunca será o lateral moderno ofensivo que o futebol hoje procura. Nesse contexto, Arias é-lhe superior e por isso, muito provavelmente, evidencia-se na Holanda que favorece um futebol muito mais ofensivo do que se verifica em Portugal.

O facto de Miguel Lopes estar na situação que bem conhecemos, não significa que devemos desprezar outros talentos em sua consideração.

Quanto a valores, deixe-se de conjecturas sobre o que lê em vários espaços. Faça a sua própria pesquisa, leia os Relatórios e Contas do Sporting e poderá então ter a informação correcta.
Sem imagem de perfil

De jose a 10.02.2015 às 17:03

Caro Rui,
Também não seja ingénuo a ponto de aceitar tudo no que vem nos relatórios. Nem sempre é certo o que vem nos relatórios de contas. Há muita ambiguidade e muitos truques para esconder coisas, estas técnicas, infelizmente é transversal a todas as sociedades e organizações. Em todo o caso admito que seja uma das fontes publicas mais credíveis.

Julgo que foi claro nos meus argumentos, deve-se a necessidade da redução da folha salarial, não se esqueça que no ano passado, o plantel foi reduzido a 22 jogadores.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.02.2015 às 17:17

Posso ter muitos defeitos, garanto-lhe que ingenuidade não é um deles.

Não deixa de ser curioso, no entanto, que o José e tantos outros defensores do Bruno tenham vindo a dar destaque glorioso aos Relatórios e Contas, mas neste caso, há "muita ambiguidade e truques". Até concordo, mas não deixo de ver a ironia.
Sem imagem de perfil

De jose a 10.02.2015 às 17:32

Não dei qualquer destaque aos relatórios dos lampiões, não li nem leio. Estou certo que está cheio de truques e técnicas para esconder coisas, ou acha que não? Ou acha que no deles existe truques e no nosso não existe?
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 09.02.2015 às 17:30

O Arias era um jogador do qual eu gostava. O "problema" dele é que ganhava bastante mais que os nossos miudos e portanto foi "despedido" no pacote dos cortes de custos. Este eu tenho mesmo pena que tenha saído.

O Geraldes nunca será jogador para o SCP. Marquem as minhas palavras. Cá estarei para admitir se me enganar, mas não me parece que esteja errado.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.02.2015 às 18:10

Bem visto Mike. Também penso mais ou menos isso de André Geraldes. O passar do tempo dirá. E, sim, eu gostava muito do Arias. Com maturidade creio que atingirá níveis superiores aos do Cédric, e eu até gosto dele.
Sem imagem de perfil

De Balajic a 09.02.2015 às 21:33

Não é preciso. Eu secundo.

E acrescento: nem para o Sporting, nem para nenhum clube que lute pelas competições europeias...
Sem imagem de perfil

De m1950 a 09.02.2015 às 18:24

Balajic o Miguel Lopes não foi contratado pelo Presidente atual do Sporting , o Miguel Lopes foi contratado no valor de 1M , mais 1M na intermediação mais 1M de salário ano , já em final de contrato , quando podia assinar e vir no Verão , mas Godinho que chamou a questão do lateral direito de "problema" não podia esperar, isto mesmo garantindo sempre 5M ao Porto em caso de venda.

Como não gosto de meias verdades , diga-se que Arias era jogador da equipa B do Sporting , sendo suplente inclusive de Ricardo Esgaio à excepção dos jogos que este fazia com extremo. Resumindo quando a direção chegou ao SCP viu o Arias como 4º lateral direito e o 2º mais bem pago.

Foi dispensado porque provavelmente olharam para a questão rendimento/vencimento e não o potencial do jogador , que é superior aos que temos infelimente , e aquela posição é hoje uma lacuna do SCP na minha opinião.

Já o Geraldes apesar de inicio fraco na pré-época , mostra ter muita capacidade defensiva , aliás penso que a defender é o melhor lateral do SCP , o problema é que para jogar no SCP um lateral tem de dar profundidade ao seu flanco , e isso viu-se pouco nele , mas também o vimos integrado numa equipa B , ainda não teve uma real oportunidade.

Provavelmente isto não lhe interessa , até porque já o vi aqui a divulgar fotos de documentos falsificados facilmente apanhadas até por crianças, só para poder falar mal do Presidente do Sporting.

Depois de termos visto , o City Lion chamar o Samba e o Sambinha, e referido que quem fechou definitivamente o Seejou King foi o BdC (opção de compra) , esqueceu-se foi de falar no Wallyson Mallmann que também estava nas mesmas condições , agora vemos o Balajic referir o Miguel Lopes , devem ser mais profissionais no que fazem.


Sem imagem de perfil

De Balajic a 09.02.2015 às 21:37

E onde é que eu disse que o Miguel Lopes foi contratado pelo actual presidente do Sporting?
Sem imagem de perfil

De Luis Franco a 09.02.2015 às 19:05

O santiago arias foi vendido porque o psv na altura disse que so contratava o schaars ao sporting se tambem o arias estava no pacote. O schaars como estava a ganhar perto de 850mil liquido e so tinha 1ano de contrato....nao podiamos perder a opportunidade de vender um jogador e ainda poupar seu salario alto.

Qualquer maneira o sporting ainda ficou com uma percentagem da mais valia futura(15%) da proxima transferencia do arias.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.02.2015 às 19:25

Não quero duvidar da sua palavra de forma alguma, mas pode adiantar algum comprovativo do salário do Arias ?... Aceitando a sua versão, o jogador recebia mais de um milhão de euros brutos.
Sem imagem de perfil

De Luis Franco a 09.02.2015 às 19:30

eu escrevi " O schaars como estava a ganhar perto de 850mil liquido e so tinha 1ano de contrato."

O arias eu nao sei quando ganhava...so sei que o psv usou ele como farramenta para levar o schaars no negocio. Se nao deixavamos ir o arias...ficavamos tambem com schaars.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.02.2015 às 21:14

Perdão, li mal o seu comentário. De qualquer modo, é discutível essa exigência absoluta do PSV em relação a Arias. Sendo verdade, fizeram um bom negócio.
Sem imagem de perfil

De Leão da estrela a 09.02.2015 às 21:06

Começar por Vos dizer: não votei BC nem votei GL mas votei JEB (hoje arrependo-me mas votei nele).
Mas, por não ter votado BC e GL não quer dizer que não reconheça que fizeram algumas boas contratações.
E não é por ter votado JEB que vou deixar de reconhecer que cometeu erros brutais a nível de contratações.

É lógico que a saída de Arias foi um erro tremendo desta direcção (principalmente quando se diz nos jornais que a renovação de Cédric está complicada).
Agora os apoiantes de BC não podem ficar perturbados por BC ser criticado.
BC tem feito coisas boas e deve ser apoiado por isso mas, os apoiantes de BC devem ter a humildade de reconhecer os erros de BC (sejam saídas como a do Arias, sejam contratações como Wender, Magrão e outras).



Sem imagem de perfil

De L a 09.02.2015 às 21:52

Para ser franco estranho foi vê-lo chegar ao Sporting, depois do Mundial de sub 20.
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 09.02.2015 às 21:52

è de facto um pouco peculiar a passagem de Santiago Arias pelo Sporting

Cada vez que jogou mostrou atributos e potencial para ser uma aposta mais recorrente, mas o que é certo é nunca o foi para nenhum dos 5 treinadores do tempo de GL e isso numa altura de maus resultados onde há tendencia maior para introduzir mudanças

Com a chegada de BC e da sua politica de contenção, esperava-se que se despachasse Miguel Lopes (que era o que tinha um vencimento maior) e se apostasse em Cedric e Arias, mas mais uma vez não foi isso que aconteceu - Arias saiu num pacote "leve 2 pague qualquer coisa" - talvez tivesse sido a unica forma de Schars sair, mas não deixa de ser um pessimo negocio - mais valia terem oferecido o Holandês

Não sei se ainda é cedo para tal, mas qualquer dia faria sentido fazer-se uma avaliação global das saidas de jogadores no tempo de BC e perceber-se se a estrategia é acertada ou não

Se por um lado já entrou bastante dinheiro (não estou a fazer grandes contas, mas aponto para cerca de 50M) por outro lado sairam jogadores que no futuro poderiam render muito mais que isso
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.02.2015 às 21:56

Quando critico, critico, mas também sei louvar. Este seu comentário é excelente e vai de acordo ao que eu penso, há muito.

P.S. Não louvo apenas por concordar, mas sim por fazer muito sentido.
Sem imagem de perfil

De Leão da estrela a 09.02.2015 às 22:02

Subscrevo o que diz
Saudações leoninas
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.02.2015 às 22:28

Caro Iorda9,

Ainda nesta temática, também há muito que eu penso que a SAD devia "engolir" parte do passe de Capel para se ver livre do seu salário que, segunda consta, será cerca de 900 mil euros/ano, e empregar esse dinheiro para melhorar as condições muito precárias de muitos dos nossos jovens, alguns dos quais que já andam com a equipa principal e a receber uma ninharia de salário.
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 09.02.2015 às 23:37

Não sei quais as condições impostas pela SAD para deixar sair o Capel, mas não creio que estejam a ser assim tão exigentes

Também não sei qual a vontade do jogador sair até porque imagine que vai para um clube grego como se falou por 2M ou 3M, - acha que será a ganhar o que ganha agora no Sporting ?

Sobre o que eu disse há pouco dos jogadores que já sairam desde que BC é presidente, não nos podemos esquecer também de 2 factores:

A propria vontade (ou falta dela) de certos jogadores em ficar e renovar e a pressão orçamental a que o clube está sujeito
Sem imagem de perfil

De HY a 09.02.2015 às 22:22

Devo dizer que gostava muito do Arias, sempre achei que tinha muito potencial, mas nenhum dos treinadores da altura apostou consequentemente nele, nunca percebi porquê. Sobretudo, ir buscar o MLopes naquela altura por aquele dinheiro....

Depois foi o pacote Schaars, suponho que o Arias gastava bastante e a nova direcção deve ter achado não ter elementos que justificassem semelhante salário. Provavelmente, não foi a melhor decisão, mas penso ser compreensível.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.02.2015 às 22:37

É importante não perder de vista que Arias chegou ao Sporting ainda sub-20 e era de esperar algum tempo para a sua adaptação e também crescimento.

Casos como o de Arias não são "compreensíveis", especialmente por parte de um clube que goza a reputação de ser um bom conhecedor de talento jovem e que, assente nessa consideração, tem a obrigação de ter pessoas que saibam analisar e antecipar a realização das promessas de amanhã. Não espero essa visão do Bruno, mas outros deveriam saber mais e melhor.

Algumas decisões foram feitas, precipitadamente, pelo estado financeiro das coisas "hoje", esquecendo o amanhã. Não pretendo revisitar o caso de Eric Dier - e ninguém venha invocar a notória cláusula - mas ele é um exemplo clássico deste mindset ".
Sem imagem de perfil

De J. a 10.02.2015 às 00:01

Vamos lá ver, o SPorting neste momento tem para a posição de defesa direito tem::
- Cédric, seleccionável A, sub campeão do mundo sub-20
- Esgaio, titular sub 21
- Riquicho, sub campeão sub 19;

Se o Cédric sair este ano, acho que seria para apostar em Esgaio.
É este o ADN do clube.
Talvez Riquicho não esteja preparado ainda, e talvez ai se justifica um A.Geraldes, não sei. O que sei é que Miguel Lopes não deveria ficar no plantel. Mas vai ser mto dificil despacha-lo.

Em qualqer dos casos Arias, dificilmente seria titular no Sporting.
E sendo assim, acho que a sua saida esteve correcta.
A única critica que faço a esse negocio, foi o valor da transferência e/ou a % do passe que ficou no clube.
Sem imagem de perfil

De jorge a 10.02.2015 às 00:56

Arias nunca seria titular do Sporting com cedric no plantel. Vi o Arias a jogar ao vivo em Rio Maior pela equipa B e não impressionava, sendo facilmente ultrapassado em velocidade e fraco fisicamente. No mundial quando entrava a equipa adversária decidia atacar pelo seu lado e facilmente tiravam cruzamentos. Não percebo esta obsessão pelo Arias. É normal um clube renovar com um seu jogador. O Manchester United ainda não o contratou? pois não? falou-se nisso. Era o cúmulo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.02.2015 às 01:13

É de ficar pasmado com os seus conhecimentos sobre a qualidade deste jogador. É conclusão óbvia, então, que a sua titularidade no PSV Eindhoven se fica a dever a um qualquer milagre.

Ainda bem que fomos devidamente esclarecidos !
Sem imagem de perfil

De SMCM a 10.02.2015 às 10:53

Bom quanto ao caso Arias, é fruto das circunstâncias. Como que um dano colateral. Confesso que na altura não gostei da sua saída porque acha que tinha potencial. Mas actualmente não vejo como podemos NÃO concordar com a sua saída. Vamos lá referir alguns factos:
1 º - A estratégia de Bruno de Carvalho foi: baixos salários, preferencialmente com prémios de produtividade. (parece-me bem)
2 º - Apostar em jovens da casa, cujo o passe seja maioritariamente do clube (parece-me bem).
3 º - Despachar jogadores caros (schaars, labyad, jeffren, bojinov, Rinaudo, Elias etc), para conseguir equilibrar os gastos com as receitas.
4 º - Equilibrando os gastos com as receitas, diminuiu-se a dependência dos bancos e consegue-se renegociar de forma mais vantajosa o passivo do clube.
5º - Convencer os credores que mesmo utilizando matéria prima "barata" se consegue bons resultados.
6º - Com o equilíbrio financeiro não é necessário vender jogadores (como o rival benfica), consegue-se crescer uma equipa retocando-a pontualmente todos os anos de forma a melhorá-la.
7º - Sem a necessidade de vender, consegue-se vender o Rojo por 20milhões, ao invés do Rival que vendeu o Garay por 6milhões.

Posto isto, acresce o seguinte:
1º O custo com o Schaars, bruto deveria estar perto dos 1,5milhões. Não me admiraria que Schaars+Arias ficassem em 2milhões. (uuuuiii lá se ia a estratégia de equilibrar as contas)
2º A aposta era no Cédric. Qualquer outro lateral que ficasse no plantel era para o banco. Ora, temos de uma vez por todas de nos convencer que é bom termos alternativas ao 11 ideal, mas os jogadores de banco não podem custar tanto como os do plantel principal pelo simples facto de: NÃO HÁ $$$$!)
3º Com este espírito foi contratado o Welder - por empréstimo com opção de compra se não estou em erro, e foi devolvido - porque já se sabia que só iria jogar quando Cédric se lesionasse.
4º Este ano foram buscar o Geraldes, baratinho, mas como é novo com alguma margem de progressão, para uma vez mais ser SUPLENTE.

Olhando apenas para a gestão económica, faz todo o sentido a saída do Arias. Porque um jogador só se valoriza jogando. Ele hoje, não jogaria no Sporting e valeria exactamente o mesmo quando saiu do clube. Correndo o risco - se tivesse ficado na B - de se lesionar, de não progredir, ou não renovar. Ou seja, quando o Cédric sair e precisarmos de um lateral, o mais certo era o Arias já não ser a nossa opção. Só jogam 11. Há que optar e a opção foi: Cédric.

Duas notas finais:
- Magrão era mau, mas veio emprestado com opção de compra, não resultou foi embora, tomara eu que todos os jogadores viessem primeiro um ano à experiência, que assim não ficavam a pesar na massa salarial;
- Arias vinga no PSV, ainda bem, desejo-lhe tudo de bom, mas sem qualquer tipo de arrogância da minha parte, o campeonato Holandês, nos dias de hoje, não é dos melhores da Europa...



Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo