Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Lembram-se dele ?

Rui Gomes, em 10.09.15

 

eric_contract730.jpg

 

Depois de participar em 36 jogos pelo Tottenham Hotspurs durante a época 2014/15 - 32 como titular, acumulando 2930 minutos de jogo (32,5 jogos), com 2 golos marcados - alternando a defesa central e lateral, Eric Dier viu a sua performance com o clube de Londres ser reconhecida com a renovação do seu contrato até 2020.

 

«Fiquei realmente satisfeito com a primeira época mas ainda há muito trabalho para fazer. Preciso de continuar a progredir e continuarei a dar o meu melhor.»

 

Se há razões para Bruno de Carvalho não beneficiar da minha simpatia - por falta de melhores palavras - esta é uma das principais, que, aliás, nunca lhe perdoarei. E... por favor, não recorram ao disco usado e abusado da notória cláusula dos 5 milhões, porque esta não reflecte a real causa do seu abandono de Alvalade, apenas o recurso de última hora.

 

publicado às 04:58

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


42 comentários

Sem imagem de perfil

De Jorge Miguel a 10.09.2015 às 09:35

Em vez de insinuações, o Rui poderia esclarecer-nos acerca das reais razões da saída do Dier, então. Não vejo porque não terá sido a clausula dos clubes ingleses, como foi público... ora vejamos:

- Dier estava a ser uma aposta clara para a nova época que começava, sempre titular nos jogos de pré-época antes de sair. Era evidente que a SAD contava com ele, infelizmente não acautelou bem a sua saída e não contratou nenhum defesa central do seu nível até Janeiro para colmatar a mesma.

- Se as razões prendem-se por ter sido pouco utilizado na época anterior, então culpe Leo Jardim.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 09:46

Já expliquei diversas vezes, sem entrar nos números que estiveram sobre a mesa.

Contrato de longa duração, números modestos, do tipo que vários outros assinaram na altura e postura de BdC pegas ou largas, sabendo que iria receber 5 milhões.

E também é verdade que Leonardo Jardim agravou a situação ao utilizá-lo pouco.
Sem imagem de perfil

De Paulo a 10.09.2015 às 10:38

Veremos onde andará Dier daqui alguns anos... Se calhar a fazer companhia a outros que se armaram em espertos e quiseram tudo e acabaram esquecidos.

Entretanto Bruno de Carvalho contratou Paulo Oliveira... que é muito melhor central.

E o Ewerton... é melhor central também.

E está na calha Tobias Figueiredo.

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.09.2015 às 11:14

Em 2013, o Sporting vendeu três jovens jogadores que se encontravam a forçar a saída (Bruma, Ilori e Dier).

Duas vendas entraram directamente para o "top ten" das vendas mais caras da história do Sporting.

Uma correu menos bem e rendeu apenas €5. Mesmo assim foi a 15ª venda mais cara da história do Sporting.

Isto, meus amigos, são factos.

E factos que dizem muito sobre a capacidade negocial desta direcção e de todas as outras que lá estiveram em mais de 100 anos de história.

Curiosamente (ou não), o post, como sempre, foca apenas o que correu menos bem.

De qualquer forma, a vida parece estar a correr melhor ao Dier que aos outros dois. Embora não seja um jogador especialmente acarinhado pelos adeptos do Totenham, vai com toda a certeza fazer uma carreira segura e ganhar muito dinheiro.

Só espero que passe definitivamente a jogar como defesa central (para que não aconteça com o Dier o que aconteceu com M. Veloso ou com o Carriço, dois promissores defesas centrais que acabaram por fazer carreiras muito abaixo do que prometiam). Desconfio sempre destes jogadores que "rendem" em muito lado e que chegam ao 22, 23 ou 24 anos sem se especializarem numa única posição.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 13:35

Agradecemos que se identifique, caso contrário será editado. Último aviso.
Sem imagem de perfil

De J.Pinto a 10.09.2015 às 12:21

Eu não sei quais os valores que BC colocou na mesa . acredito que não fossem muito altos porque na altura a situação financeira estava mais apertada

No entanto não me parece que o jogador tivesse sofrido nenhum tipo de pressão até porque estava a jogar e a titular na pre-epoca

BC tem culpa de não ter conseguido dar a volta a uma situação negocial desfavoravel para o Sporting, tal como teve GL e mais ainda JEB que celebrou o contrato, mas sinceramente não creio que BC tivesse ficado contente com o desfecho

Se não houvesse a clausula -. não sei o que teria acontecido, mas teria provavelmente renovado ou saido por uma verba superior

Já agora o Rui culpa o Leonardo jardim por ter utilizado pouco o jogador - mas também pode culpar Jesualdo por andar a coloca-lo a 6 ou quase 8 e não o ter consolidado como central titular nessa epoca

acabamos com Ilori e Rojo (dupla que até funcionou) mas tinhamos por exemplo Joãozinho que era uma perfeita nulidade a lateral esq. e poderia muito bem jogar Rojo nessa posição e Dier e Ilori como centrais
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 12:31

Qual é o significado de "não me parece que o jogador tivesse sofrido nenhum tipo de pressão" ?

A "pressão" foi o contrato ridículo sobre a mesa sustentado por "ou pegas ou largas".

BdC não se preocupou minimamente com a saída do Eric, estava mais preocupado em receber os 5 milhões que, na ingenuidade dele, considerou um bom preço, assim como o fez com outros, a exemplo mais recente do Cédric Soares.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.09.2015 às 12:49

Era, portanto, a "pressão" de ter uma proposta em mãos do Sporting, outra do Totenham, outra do Everton e ainda ter total liberdade para escolher quem quiser. Uau!

Qualquer proposta que o Sporting fizesse seria sempre ridícula ao lado das inglesas.

Percebo melhor o argumento de que a Direcção deveria ter actuado com maior antecedência.

Donde é que vem exatamente essa história do "ou pegas ou largas", de que nunca se ouviu falar?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 13:40

E é suposto não ter existido só porque o caro nunca de tal "ouviu falar" ?

O seu próximo comentário sem identificação será editado
Sem imagem de perfil

De Paulo a 10.09.2015 às 13:53

O Presidente fez tudo para renovar com Dier, mas o jogador (admite-se que influenciado pelo seu empresário) decidiu dar outro rumo á sua carreira. Foi a paga de se ter apostado num jogador - ainda no tempo de Godinho - sem primeiro ter assegurado um novo vinculo mais longo. Quem diz Dier diz Ilori ou Bruma.

Bruno de Carvalho que "perdeu" Dier, foi no entanto o mesmo que segurou a continuidade de William, João Mário (recente renovação), Gelson, Tobias ou Carlos Mané. E anda mais dezenas de renovações de jovens promissores.

Os 5 milhões de Dier serviram para trazer Paulo Oliveira e Ewerton, ambos melhores centrais, e ainda sobrou dinheiro. Paulo Oliveira é inclusive da mesma idade, português, e quase internacional A por uma das melhores Selecções do mundo.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 13:58

Não tem conhecimento concreto de nada, mas insiste na mesma tese e demais fantasias a satisfazer a demagogia em voga.
Sem imagem de perfil

De J.Pinto a 10.09.2015 às 13:56

Você tem essa certeza e ninguem a tira

Quando digo pressões - refiro-me a colocar o jogador de lado como - mas com essa clausula na não, Dier tinha tudo a seu favor, não havia pressão que resultasse.

Dier é um jogador que pode valer muito mais do que Cedric - 5M foi um mau negocio e BC sabe isso e duvido que tenha ficado satisfeito com a sua saida pelo menos pelo valor que foi

Dá o exemplo do Cedric, apesar de ser um jogador na minha opinião inferior, mas tem também exemplos de saidas por valores mais altos e muitas propostas recusadas por isso não considero que BC goste ou tenha necessidade de vender por valores baixos e não vejo qualquer razão para que tenha sido assim com Dier

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 14:09

Não é uma questão de mera "certeza" mas sim conhecimento de causa directo.

Além da política de renovações que estava em voga nessa altura, BdC subestimou o caso do Eric por três motivos:

1- Deixou-se influenciar pela pouca utilização por parte de Leonardo Jardim.

2- Agradou-lhe receber os 5 milhões de euros na altura.

3- Não gostou de ser contrariado na mesa negocial por um "produto" da casa.

Cédric poderá ser um jogador inferior a Eric Dier , mas já o vejo na Selecção Nacional e, sobretudo, não vejo ninguém melhor em Alvalade. Na minha opinião, a ser vendido, teria de ser por valores mais elevados. No entanto, sabemos que a venda se fica a dever, principalmente, ao facto de não lhe quererem pagar um salário que, ao fim e ao cabo, seria inferior aos que alguns dos recém-chegados estão a receber.
Sem imagem de perfil

De J.Pinto a 10.09.2015 às 14:22

Está provavelmente mais informado que eu - quando diz contrariado na mesa negocial nem faço ideia do que se refere

eu não sei quanto foi proposto a Dier nem sei se Dier contrapôs ou não com outro valor

Tem razão ao apontar erros na abordagens feita em certas renovações - aqui sim o copy/paste não faz sentido e devia-se ter tido mais cuidado em oferecer mais a quem mais merece, mas no caso do Dier - um jovem inglês, com o pai como empresario, com essa clasula(diga-se convite) - nao creio que a mudança se devesse a questões salariais mas sim à vontade e possibilidade de rumar ao seu pais de origem

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 14:35

Meu caro, ou acredita no que eu lhe digo ou não vale a pena insistir.

Eu prometi não revelar números e outras questões pertinentes, mas garanto-lhe que muito embora o objectivo do Eric era de eventualmente ir para a EPL, não era nessa altura. Daí que a renovação por cinco anos, valores modestos e cláusula de 45 milhões não tivessem agradado.

O jogador pretendia continuar em Alvalade por mais algum tempo (3 anos...) mas não queria ficar completamente à mercê do Clube. Só assim o faz quem não tem alternativas, e ele sabia que tinha, desde o primeiro dia.

Não tenho mais nada a dizer sobre este assunto.
Sem imagem de perfil

De Marcos Cruz a 10.09.2015 às 16:25

Eu não acredito no que diz.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 16:54

Ainda bem !??... Não conseguiria dormir esta noite sem a discordância do Marcos Cruz.

Pensa, porventura, que isso me diz alguma coisa ?
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 10.09.2015 às 12:46

A pergunta que fica é: onde ficou a antipatia por quem foi responsável pela cláusula de 5M?

PS:

Desde já não acredito que, tendo essa cláusula, Dier renovasse pelo Sporting. O jogador tinha um plano de carreira perfeitamente definido e esse passava sempre pelo seu regresso a Inglaterra.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 13:48

O disco usual... em defesa de tudo quanto é Bruno. A questão da cláusula foi debatida e criticada na devida altura, ou melhor, quando se soube que existia.

O que acredita ou não é problema seu. Há longo que indiquei que tinha informação de fonte directa sobre o que decorreu nas negociações. Não era a intenção do Eric de sair do Sporting na altura em que saiu. Estava receptivo a renovar, mas não pelas condições que lhe foram propostas. BdC fez esforço mínimo para persuadir o jogador a não recorrer à cláusula que viabilizou a sua saída.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 10.09.2015 às 14:04

Disco usual?

Causa e efeito. Nada mais.

Ninguém exige a manutenção de uma cláusula dessas ( ao longo de , pelo menos, 2 contratos ), se tem a intenção de um vinculo e compromisso estável com o clube.

Dier aproveitou a visibilidade que Jesualdo Ferreira e Jardim lhe deram para sair à primeira oportunidade. Parece-me evidente.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 14:13

É completamente inútil debater este assunto consigo. Já disse que tenho conhecimento directo de causa em que o jogador não pretendia sair do Sporting naquela altura e estava receptivo a renovar, apenas não pelas condições que BdC apresentou e que recusou negociar.

O contacto com o Tottenham só surgiu posteriormente. Para exercer a cláusula e sair de imediato, não necessitava de ter andado a negociar, bastava apresentar uma oferta de 5 milhões.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 10.09.2015 às 15:38

Rui

Terá que convir que, se nao lhe agrada ler o "disco riscado", dizer meias-verdades também nao satisfaz ninguém.

Se "o Eric" estava disposto a renovar pelo Sporting, que salário queria ele (esta imagino que nao pretenda responder)? Que duracao de contrato pretendia ele? Estava disposto a abdicar da cláusula de 5 milhoes? Ou pelo menos a aumentá-la? Qual a diferenca entre o que o Sporting lhe propos e o que ele pretendia?

Isto de dizer simplesmente que a culpa é toda da má abordagem negocial da parte "do Bruno" ainda poderia pegar mas só se fosse vindo de alguém que nao passa metade dos posts do blogue a criticar "o Bruno"

Nao leve a mal - mas terá que aceitar que a verdade do que é sabido pela imprensa nao corrobora a sua tese.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 16:41

Primeiro e sobretudo, deve tentar distinguir a diferença entre dizer "meias verdades" e não dar a informação toda ao alcance.

Segundo, está equivocado se pensa que eu estou a tentar convencer e/ou satisfazer alguém do que quer que seja, e muito menos a si.

Disse o que disse, já em várias ocasiões, e quem não acredita, não acredita, é-me indiferente.

Curioso que agora a "verdade da imprensa" já é importante.

Prometi não divulgar mais detalhes - e já disse isto há muitos meses atrás - e cumpro sempre com a minha palavra.

Além do mais, muito está à vista de quem opta pelo bem senso. Dito isto, reconheço que "bom senso", em contexto, e defender a honra do Bruno são paradoxos.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 10.09.2015 às 14:31

Assumindo como verdade essa informação ( não o questiono a si mas a real vontade do jogador ), era desta que Dier ia deixar cair a cláusula dos 5M?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 16:47

O Eric teria abandonado a cláusula dos 5 milhões com um contrato em condições e com uma cláusula que não fosse mero "copy paste", nomeadamente os 45 milhões.

A realidade é que, a exemplo de muitos ainda hoje no Sporting, não são remunerados a nível que justifique uma cláusula tão elevada. Ridículo, João Mário que tem estado a receber 45 mil/ano com uma cláusula dessas.

Estas cláusulas servem para defender os interesses do Clube, é verdade, mas também prendem os jogadores além do que é razoável. Nenhum, mas mesmo nenhum jogador, que sente que tem alternativas no horizonte e com um salário modesto, aceitará uma cláusula dessas.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 10.09.2015 às 16:57

João Mário, titular e internacional A, acabou de renovar.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 17:05

Parabéns ao João Mário !!!

Depois de andar como titular do Sporting a ganhar 45 mil euros/ano, esta renovação é um feito histórico !??
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 10.09.2015 às 17:13

Parabéns porque? Então não é um rapaz explorado que teve que provar capacidade na equipa principal e como titular para daí obter melhores condições financeiras?

Só pode ser burro.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 17:15

Está a chamar "burro" a quem ?
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 10.09.2015 às 17:28

Ao João Mário. Por ter tido necessidade de provar, no 11 titular, que merecia condições acima da média.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 17:35

A sorte do João Mário veio com a birra do Leonardo Jardim em o encostar e ele rer ido parar ao V. Setúbal numa altura em que estava lá o José Couceiro, que já o conhecia bem e trabalhou com ele para regressar ao Sporting em melhores condições.

A dupla sorte foi ter apanhado Marco Silva na época pasada - e ele próprio já o reconheceu publicamente - que acreditou nele e deu-lhe a oportunidade de mostrar as suas qualidades e evoluir, jogando.

Duvido muito que isto tivesse acontecido com Jorge Jesus, a exemplo do que aconteceu com Wallyson, de quem tanto se esperava esta época.

A sorte do Sporting foi ele, com outros antes dele, não ter fugido quando terminou o seu contrato de formação.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 10.09.2015 às 18:17

Isto se calhar conta como "off topic"... mas é giro como quase tudo se consegue levar para um ponto em que possamos enaltecer Marco Silva e José Couceiro.... o tipo de "gente bem-falante mas nao necessariamente no topo da competencia" que nós gostávamos tanto, mas mesmo tanto, de ver no Sporting...

Que culpa tem Leonardo Jardim da saída de Joao Mário para o Vitória de Setúbal? Nao estará a confundir com o entao treinador da equipa B, Abel Ferreira?
Sem imagem de perfil

De Petinga a 10.09.2015 às 15:41

Repito as perguntas.
Para podermos perceber minimamente o que aqui se passou, urge perceber o seguinte:

Que duracao de contrato pretendia Eric Dier? Que cláusula de rescisao? Estava disposto a abdicar da cláusula de 5 milhoes? Ou pelo menos a aumentá-la? E para quanto? Qual a diferenca entre o que o Sporting lhe propos (vencimento) e o que ele pretendia?

É que sem deixar cair a cláusula dos 5 milhoes eu sinceramente nao renovava com o jogador e deixava-o logo sair (melhor do que encostá-lo até terminar contrato que seria um disparate).

O resultado final é obviamente que BdC fez um mau negócio neste caso. Mesmo assim, 5M€ foi a 15. venda mais avultada da história do Sporting Clube de Portugal.

Da mesma forma que uma hipotética venda de Wallyson Mallman ao Nice por 15M€ no final da temporada seria uma das 5 ou 6 vendas mais caras de sempre (já nao me lembro da posicao exacta mas fizemos esse exercício por aqui há alguns dias). DE SEMPRE. Nao estamos a falar apenas "do Godinho" ou "do Dias da Cunha". Estamos a falar da história inteira do Sporting Clube de Portugal. O tal clube que nao comecou em 2013.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 16:52

"5 milhões foi a 15" com quem ???

Se Wallyson provar todo o seu valor, como sempre esperámos, ser vendido por 15 milhões é um "crime", pior do que isso, uma absoluta estupidez.

Já respondi ao seu outro comentário e mais não digo, indiferente se fica satisfeito ou não

Mas para que não tenha dúvidas, a venda do Eric foi desnecessária e uma outra estupidez por parte de quem tinha conhecimento prévio da cláusula dos 5 milhões, e nada do que o Petinga ou outros possam argumentar me vão fazer mudar de ideia.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 10.09.2015 às 17:00

Já percebemos que nao vai querer dizer mais.

A venda de Eric Dier foi desnecessária. Infelizmente, nao temos dados suficientes para poder saber mais. Compreendo que nao pretenda convencer ninguém - a verdade é que com "meias verdades" dificilmente convenceria quem quer que fosse.

Recordo que Cristiano Ronaldo saiu do Sporting por 17.5 milhoes de euros. Se Wallyson sair por 15 milhoes entra directamente para o top 10 das melhores vendas do Sporting. Nao digo que seja todo o valor que o jogador pode vir a ter - mas para alguém que sabe tanto de futebol, o Rui parece ignorar os montantes de que falamos à conveniencia. Hoje é muito fácil dizer que uma venda, por exemplo, de William Carvalho por 20 milhoes seria um mau negócio. Esquece-se de que o Sporting Clube de Portugal só conseguiu transferir 1 jogador na sua história por mais do que esse valor. É por estas e por outras que chegámos ao estado em que estamos. Há que ter nocao da realidade, coisa que por vezes nao parece abundar por aqui.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 17:07

Santa paciência !!!

Comparar a transferência de Cristiano Ronaldo de há 12 anos atrás com as condições actuais do mercado ???

Passe bem.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 10.09.2015 às 18:01

Precisamente.
O Sporting Clube de Portugal, por muito que nós nao o queiramos reconhecer, é um clube com um historial verdadeiramente medíocre em termos de transferencias - ou "valorizacao de activos" como soi dizer-se hoje.
Enquanto os rivais do Norte e de Lisboa comecavam a acumular vendas chorudas, o nosso clube definhava com uma venda de Nani qual oásis no meio do deserto - e orgulhoso de ter formado 2 Bolas de Ouro da FIFA mas nao tendo sido campeao nacional com nenhum deles e, sobretudo, nao tendo retirado mais do que 17,5 M€ (e percentagens de formacao sobre a transferencia mais cara do futebol internacional) em termos de dividendos financeiros.

Quando se critica o cenário actual parece-me que as pessoas esquecem esta realidade. É triste, mas é o que temos. E nao é de hoje nem desde 2013.
Sem imagem de perfil

De HY a 10.09.2015 às 22:16

Rui, acho estranho que diga que a venda do Eric é uma das causas principais da sua falta de simpatia pelo presidente, quando todos nós sabemos que muito antes de essa venda acontecer a sua profunda antipatia (à falta de melhor palavra) pelo homem era não só pública e notória mas mesmo reivindicada.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.09.2015 às 22:49

O que é que faltou explicar ?

Quando eu digo que é UMA DAS CAUSAS, significa que não é a única nem a principal. Esta já eu expliquei aqui no blogue em mais do uma ocasião e não me vou repetir.

Mais alguma coisa ?
Sem imagem de perfil

De HY a 11.09.2015 às 14:58

"Se há razões...está é uma das principais".... Acho que esta retroactividade de pelo menos um ano e meio não cola com aquilo que sabemos da vossa "relação sentimental"... Nada mais.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.09.2015 às 15:34

Como queira... não me tira sono algum !
Sem imagem de perfil

De HY a 11.09.2015 às 17:09

Ainda bem, Rui, não era a minha intenção...sei que já dorme pouco :-))

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo