Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Leões trabalham na Suíça

Rui Gomes, em 11.07.18

 

1o_treino_em_nyon_3.jpg

 

Marcelo é uma das caras novas do plantel do Sporting CP, que arrancou os trabalhos em Nyon, mas diz que já está ambientado à família. “Têm-me tratado muito bem, tanto os funcionários como o grupo de trabalho. Sinto-me à vontade e acho que já estou integrado no plantel”, confessou.

Foi no final do treino no Centro Desportivo de Colovray (quartel-general dos leões pela terceira temporada consecutiva) que o central ex-Rio Ave falou aos jornalistas presentes, numa semana em que as cargas físicas prometem exigir muito esforço dos atletas. “Tem sido difícil. A gente vem de um período de paragem longo e é sempre cansativo, mas o grupo está empenhado e tem correspondido bem”, admitiu.

Apesar de o Clube estar em período eleitoral, Marcelo garantiu que isso passa ao lado da equipa. “Estamos focados em fazer uma boa pré-época e construir um grupo forte para começar o campeonato. Não temos de nos preocupar com eleições. A nossa cabeça está no campo”, afirmou.

 

1o_treino_em_nyon_8.jpg

 

O relógio marcava 10 horas e sete minutos quando os jogadores subiram ao relvado bem cuidado em Nyon, onde realizaram a primeira sessão de trabalhos no estágio em território helvético – totalmente aberta aos meios de comunicação social. José Peseiro orientou um treino que demorou cerca de uma hora e meia, debaixo de um calor abrasador, o que obrigou os atletas a refrescarem-se várias vezes. Marcaram presença os 29 elementos que viajaram para Genebra, sendo que apenas Carlos Mané e Bruno César fizeram trabalho condicionado.

Depois do habitual período de activação muscular, com uma corrida e os primeiros contactos com a bola, o ritmo aumentou e os leões corresponderam com grande entrega. O técnico verde e branco dividiu o plantel em três equipas, num exercício de posse em que se observou a disponibilidade de todos. Após uma interrupção, José Peseiro incluiu balizas e proporcionou momentos de organização ofensiva (com a participação dos laterais) e defensiva.

 

João Palhinha e Mattheus Oliveira, por exemplo, assinaram belos golos de meia distância, recebendo aplausos de colegas e treinadores. Também Raphinha e Bruno Gaspar, jogando sobre a direita, mostraram os primeiros sinais de um entendimento que pode revelar-se frutífero para o Sporting CP. Para já, vão tentando mostrar os seus atributos ao novo timoneiro verde e branco.

 

publicado às 05:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo