Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




all-new-liga-portugal (2).jpg

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) propõe a redução do campeonato de 18 para 16 equipas na temporada 2022/23.

A LPFP realizou, esta quarta-feira, mais uma edição das Jornadas Anuais, com 37 reuniões em oito grupos de trabalho distintos. Das várias sessões, saiu um plano de reestruturação do futebol português.

A principal proposta é a redução da I Liga das actuais 18 equipas para 16 em 2022/23, com o intuito de evitar sobrecarga do calendário, face à proximidade do Mundial 2022, no Qatar. Esta alteração permitiria "a preparação do novo ciclo da UEFA 2024/2027", lê-se em comunicado.

A LPFP também propõe a criação de um "play-off" entre o terceiro e o quarto classificados da II Liga, a uma partida, em casa do primeiro.

O vencedor disputaria, depois, um segundo "play-off" frente ao 16.º classificado da I Liga, com o acesso ao principal escalão em jogo. Este mesmo formato da II Liga seria, então, replicado para o Campeonato de Portugal, sob o abrigo da FPF.

Quanto à Taça de Portugal, que é igualmente organizada pela FPF, a Liga de Clubes e as Sociedades Desportivas sugerem que as meias-finais passem a ser disputadas apenas a uma mão e em campo neutro.

As mudanças estruturais propostas para a Taça da Liga, esta, sim, organizada pela LPFP, são profundas. Desde logo, o organismo pretende que a prova passe a disputar-se em três fases diferentes, a primeira com 16 equipas da II Liga e 12 equipas do principal escalão, com excepção daquelas que participem nas competições internacionais.

A segunda fase seria disputada entre as 14 equipas qualificadas da ronda inicial mais duas equipas que disputarão a Europa Conference League, nova competição europeia de clubes introduzida pela UEFA.

A terceira ronda introduziria uma fase de grupos com doze equipas (oito da segunda fase mais os quatro melhores classificados), com quatro grupos de três formações. O vencedor de cada grupo qualificar-se-ia, então, para a Final Four da Taça da Liga.

publicado às 16:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


7 comentários

Sem imagem de perfil

De JCR a 07.04.2021 às 17:21

Peço desculpa pelo termo,. mas estive a ler a palhaçada das alterações que o lampião presidente da Liga quer fazer, não aqui, mas num endereço do Sapo, e embora hajam muitos mais outros detalhes, e cujas consequências, se aprovadas as propostas, estão além das nossas capacidades de entendimento das suas implicações, mas 1 coisa é certa, se li tudo bem: propostas para elevar/aumentar a verdade desportiva, existem ZERO, e portanto, a porcaria vai permanecer na mesma, só mudam é os ares!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.04.2021 às 17:38

Diria que as alterações são mais estéticas do que fundamentais.

Há uma certa mentalidade na sociedade portuguesa, inclusive no futebol, que vai levar várias gerações a mudar, se alguma vez. É o "nosso" ADN.
Sem imagem de perfil

De JCR a 07.04.2021 às 17:46

Nem mais, mas não será o "nosso" ADN, mas sim mais, o ADN de quem tem o poder, de quem governa, aí sim, aí é que as coisas nunca irão mudar, excepto se forem impostas de topo (FIFA/UEFA, embora seja também difícil acontecer), ou então, por nós, mas este último pensamento/desejo é utópico, porque continuarems a querer assistir ao futebol, não nos preocupando que a verdade desportiva continua infelizmente inexistente...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.04.2021 às 17:55

A FIFA e a UEFA evitam ao máximo de intervir em competições domésticas, muito por conveniência.

Para "limpar" as coisas em Portugal seria necessário uma mão firme do Estado, como já aconteceu na Itália e França, mas cá no burgo não há vontade política para tanto, dado que muitos deles fazem parte do problema e não da solução.
Sem imagem de perfil

De JCR a 07.04.2021 às 18:27

Estou de acordo, e basta ver que, quem mais detesto no Estado, é só para mim, o gajo que ganha mais, sem fazer nenhum, o lampião mas inexistente Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, é pior que 1 figura de cera do museu Madame Tussauds, e cujos seus ZERO actos, explicam porque estamos como estamos, no desporto-rei e não só, e é claro que assim, nada se pode mudar para melhor!
Sem imagem de perfil

De António Vieira a 07.04.2021 às 20:56

Sem imagem de perfil

De GreenHill a 08.04.2021 às 14:48

Gostamos de estragar o que temos. Temos uma Liga com 18 clubes, semelhante às melhores ligas da Europa e como tal ocupamos o 5º lugar do ranking. E o que fazemos? Vamos reduzir o n.º de clubes profissionais para nos equipararmos às ligas que têm poucos clubes como sendo, bélgica, Áustria, Dinamarca, Suécia, Noruega, etc. etc.. que ocupam lugares atrás de nós no ranking!.. Portanto, queremo-nos aproximar dos fracos e não dos fortes.
Anunciam a centralização dos direitos televisivos, mas logo depois vão reduzir o número de clubes para a distribuição do dinheiro não ser por muitos!.
Se o SCP, FCP, e SLB só recebessem 30M€ em vez de 50M€, dava para distribuir 1,8 M€ pelos restantes 15 clubes da 1ª liga e mais 18 da segunda!! Isso sim era promover uma melhoria no futebol, porque com 1.8M€+patrocínios, muitos clubes pequenos já viviam bem e faziam boa figura.
Quanto à taça da liga é um disparate pegado. Deveria começar logo em Agosto, ao mesmo tempo que o campeonato para os clubes ganharem ritmo para as competições europeias. o 1º da Liga jogava com o último da 2ª Liga. E se querem proteger os grandes faziam a duas mãos. Mas seria ótimo para um clube que sobe do Campeonato de Seniores ter logo em Agosto um jogo com um clube grande que ainda daria para fazer receita e investir em contratações.
São os clubes pequenos que alimentam esta grande indústria e correm os riscos na contratação de jogadores! Reduzir o n.º de clubes não é solução.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo