Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais negócios à Bruno

Rui Gomes, em 07.02.16

 

stijn-schaars-santiago-arias-130714a (2).jpg

 

Segundo um documento divulgado pelo Football Leaks, o Sporting aceitou a rescisão do contrato com o holandês Stijn Schaars, em 2013, a troco de 675 mil euros, pagos pelo PSV Eindhoven.

O acordo foi feito no mesmo dia - 12 de julho de 2013 - e em termos semelhantes aos do colombiano Santiago Arias, que também saiu de Alvalade para o PSV por 675 mil euros. Foi incluída uma cláusula de protecção em ambos os contratos, que prevê o recebimento de 10 milhões de euros caso os jogadores sejam transferidos para Benfica ou FC Porto, até ao verão de 2017.

A única diferença é que o Sporting não terá direito a qualquer verba no caso de uma futura transferência de Schaars para outro clube, enquanto Arias ainda pode valer 15% do valor que o PSV venha a receber.

 

Schaars, agora com 32 anos e a aproximar-se do termo da sua carreira, é menos consequente, mas já o mesmo não pode ser dito do ainda jovem (24 anos) Santiago Arias. Desde que saiu do Sporting até esta data, aproximadamente duas épocas e meia, regista 85 jogos como titular e 4 como suplente utilizado pelo PSV Eindhoven, acumulando 7608 minutos de jogo, equivalente a 84,5 jogos.

 

Desperdiçar um talento desta qualidade por 675 mil euros, que, na realidade, nem chegou a esse valor, pela venda em pacote, com a maior fatia a ser atribuída a Schaars. 

 

publicado às 05:31

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


43 comentários

Sem imagem de perfil

De Vozes a 07.02.2016 às 08:06

Para completar a imagem tao cinzenta, convinha também mencionar duas coisas:

1. Isto foi no Verao de 2013. Houve propostas para empréstimo do jogador? e se sim, quem as recusou?

2. Qual o salário que auferia Arias? E qual a sua comparacao com o salário médio do plantel A nessa altura?

Recordo também a indignacao que grassou neste blogue quando nao foi accionada a opcao de compra pelo "grande talento chamado Joaozinho"- avalizado por esse treinador fabuloso chamado Jesualdo Ferreira (por quem se choraram lágrimas sentidas) - por quem bastava pagar 1 M€ ao Beira-Mar. Isto também nos idos de 2013... bons velhos tempos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.02.2016 às 08:51

Comentário apagado.
Sem imagem de perfil

De Mario a 07.02.2016 às 09:50

Este presidente conseguiu unir os sportinguistas como nenhum outro desde João Rocha. Se peca é por excesso de paixão pelo Sporting, não por défice. Nada a ver com aqueles que andavam a comer canapés com Pinto da Costa ou nem viam os jogos porque achavam "uma maçada".
Imagem de perfil

De Profeta a 07.02.2016 às 10:16

Ainda gostava de saber até que ponto é que esse tipo de cláusulas em jogadores e treinadores transferidos, são 100% legais, e que protegem o direito do trabalhador... Muito estranho que uma antiga entidade patronal, continue a condicionar o futuro dos atletas e treinadores...

Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 07.02.2016 às 10:45

Não sei se cheguei a dizer aqui, mas o Arias era um dos meus jogadores favoritos e tive muita pena de nem lhe terem dado uma oportunidade.

Em relação ao Schaars, nunca o achei bom.
Sem imagem de perfil

De Angelo Pereira a 07.02.2016 às 11:30

vou dar a minha opinião sobre transferencias do Sporting Clube de Portugal.
O Sporting sem ser o Nani nunca fez um negócio de jeito e este foi feito por
arrasto do mau negócio da venda de Cristiano Ronaldo. No mundo do futebol
transasionam-se muitos jogadores mas depois nos balanços os clubes estão cada
vez mais endividados. O Sporting deu milhões a ganhar ao Sr. Jorge Mendes que
a não ser o citado negócio do Nani nunca mais fez nenhuma venda de jeito e
efetuamos grandes limpezas com vassoura e tudo. Bruno de Carvalho chega a presidente do Sporting teso com um clube com péssimos resultados desportivos
com as finanças depauperadas na lista negra da UEFA e é lógico que arriscou
em jogadores jovens uns das seleções francesas outros de Portugal, da Argélia
e da formação é claro que nem tudo correu bem mas cumpriu orçamentos e
consegue ter lucros e os resultados não são maus, com o Sporting a começar
ser um perigoso competidor por títulos e como BC ficou fora da órbita destes
negócios do futebol que iam liquidando de vez o Sporting, tenho a certeza que
estes agentes tudo farão para que o Sporting não seja campeão, porque sabem
que no nosso clube as coisas não funcionam bem igual. A minha pena nisto tudo
é que Bruno de Carvalho não tenha uma posição e já agora o dinheiro do Sr. João
Rocha porque então outro leão cantaria. O Sporting é um clube a abater pelo
sistema pois isto está formatado para só haver dois a ganhar títulos e realmente
BC é um D. Quixote no meio disto tudo ao menos que não tenha casos Cardinais
Portas 18, Fénix etc, enquanto for só pelo seu feitio nada mau e no fundo com tantos biltres contra ele e isto não é só pelo feitio dele é também porque ele é
contra todo o sistema que gravita no futebol e que empobrece os clubes mas
não os presidentes, ele tem feito um trabalho muito positivo, tenho a certeza
que os sócios do Sporting ás direções vindouras vão exigir lucros independentemente de alguma situação pontual não poder ser assim e isso vai
ser muito bom para o clube.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.02.2016 às 13:26

Não editei o seu comentário, mas para a próxima tente comentar a temática e deixe-se de tentar vender a "banha da cobra".

Quantos jogadores já foram contratados por esta liderança em duas épocas e meia ?
Sem imagem de perfil

De Mauro Fernandes a 07.02.2016 às 11:37

Força Presidente! Força Sporting!
Sem imagem de perfil

De brunovl a 07.02.2016 às 11:37

Qual a questão aqui?

Foi ma venda um puto da B ou foi ma a saída do schaars?
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 07.02.2016 às 12:18

É um facto que Arias é um jovem com valor e já o era quando deu os primeiros passos na Europa no Sporting , da sua qualidade nao restam duvidas , as decisões dos empréstamos e cedências estão tambem obrigatóriamente relacionados com os valores que auferem e pelas percentagens do passe e foi nestas circustancias que Arias nao era um activo tão interessante para o Sporting , o seu ordenado ultrapassava os limites da estratégia salarial da nova Direçao do clube áparte que uma fatia do passe nao era pertença do Sporting.
Arias foi vítima da nova ordem do clube , do varrer a casa dos "excessos" onde se incuiam os contratos do Valentim Viola , Rubio , Labyad......!!
Shaars é completamente diferente , jogador de qualidade mediana era dos dispensáveis aparte que teve algumas atitudes deselegantes para o clube classificando o Sporting equipa sem grande valor e que nao tinha qualquer hipótese de competir para os titulos , facto que teve que morder a lingua , quando após a sua saída o Sporting arranca para o 2º lugar á frente do Porto.
Sem imagem de perfil

De Vozes a 07.02.2016 às 12:42

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.02.2016 às 13:30

Julius,

Deve explicar a actual "estratégia salarial", ou será que passado dois anos descobrimos petróleo em Alvalade.

Não compreendo a dificuldade que existe em reconhecer que entre algumas decisões certeiras, houve outras muito más. Arias foi uma má decisão. Ponto !

Ou será que o Schelotto agora é melhor ???
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 07.02.2016 às 13:58

O orçamento reduziu substancialmente , agora mais perto da realidade do clube , na entrada e saída de jogadores é uma questão sempre ingrata , haverá sempre erros no meio dos acertos.
E nao se pode evitar!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.02.2016 às 14:09

Reduziu nos primeiros dois anos. E esta época ???

Quanto é que está a receber o Gutiérrez, por exemplo ?... Um milhão ou até mais, fora as luvas e prémios. O Aquilani deve ser algo menos, mas o Bryan Ruiz deve estar a esse nível.

Quanto veio o Coates ganhar, vindo da Inglaterra ?

E nem vale a pena falar de Jorge Jesus.
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 07.02.2016 às 14:14

Mas quanto é no total o orçamento? Quais os gastos na totalidade no futebol?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.02.2016 às 14:43

Deve fazer essa pergunta ao Bruno.

Por alto, diria que não estará muito longe dos 35 a 40 milhões, comparado com os pouco mais de 20 milhões das duas primeiras épocas.
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 07.02.2016 às 15:53

É provável os 35M , valor que tambem penso que nao andará longe da realidade , como tambem penso que 20M é um valor demasiado limitado para os objectivos do clube , isto é óbviamente aos valores da actualidade , O Sporting devería fixar-se entre os 35M e os 40M como limite . Mas como uma dinãmica muito forte no futebol .
Em todos os negócios das transferencias estamos atentos , elas têm que ter sempre o objectivo da estabilidade financeira e desportiva .

Imagine que o presidente do clube assume a venda de um dos jogadores principais da equipa para objectivo de pagar os ordenados, voltaríamos de novo ao príncipio de um fim enunciado.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.02.2016 às 16:15

Se ele tem vendido jogadores para pagar salários ou não, é caso para discussão, mas, na realidade, tem feito vendas com o único objectivo de garantir cash-flow. O caso de Montero é um exemplo, entre outros.

Acho que há muitas pessoas a viver uma ilusão. O que tem vindo a acontecer no Sporting é tudo resultado da engenharia financeira chamada reestruturação, acrescida por mais créditos de bancos e outros. Outras dívidas foram empurradas para a frente.

Os custos operacionais foram significativamente reduzidos, em alguns casos, como com funcionários de longa data, de modo pouco ou nada escrupulosa. Mas não tem havido injecção de capital. Há o negócio com a NOS para os direitos televisivos, mas desconhece-se se algum desse capital foi avançado, dado que o acordo ainda não entrou em vigor.

Andamos no mercado a contratar relativamente barato e a pagar a conta-gotas, mesmo com contratações de 2/3 milhões. Esta liderança e este presidente não têm credibilidade para assegurar investimento. O excesso de guerras em cadeia não ajuda. Conflitos com jogadores não ajuda. Propaganda diária avulsa não ajuda.

Enfim... um assunto que dá pano para mangas.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 07.02.2016 às 17:25

Rui Gomes.

Investimento ?

Ninguém dá nada a ninguém , o último "investimento" que tivemos foi do Álvaro Sobrinho , depois a torneira fechou , ficámos sem dinheiro para pagar salário e tivemos a vergonhosa época que foi a pior da nossa história. Mas claro Godinho tinha credibilidade para ter investidores , e eram os chineses que iam dar 70M , entre outros furos , devido à grande credibilidade que tinha.

O Sporting para ter o tipo de investimento (que suponho) que o caro se refere tem de abdicar da maioria da SAD.

E foi pela incapacidade em ter verbas para pagar um empréstimo que foi anunciado aos sportinguistas como "investimento" que o Sporting teve de ceder passes de jogadores e posteriormente 30% da SAD. Quando a torneia fechou , a solução para pagar aos jogadores era vender percentagens deles mesmos para lhes pagar , e chegámos onde chegámos.

No dia que o Sporting ficar sem a maioria da SAD , é o dia que admite que falhou o sonho dos seus fundadores , e falhou enquanto Clube grande rotundamente. Para mim esse é princípio do fim deste grande Clube.

Na verdade os que saíram do Sporting também pensam que sim que vender a maioria é a solução , alguns diziam mesmo que o Sporting não tem solução nenhuma , isto porque tem um problema crónico com as receitas , e um grande défice face aos seus rivais neste aspeto. Este Presidente escolheu o caminho da gestão e enfrentar de frente o problema , e está a ter sucesso numa lógica de gestão que muitos diziam ser impossível e inviável para justificar a sua própria incompetência à frente dos destinos do Sporting.

Em gestão , capital gera capital , se o Clube foi capitalizado com um acordo que lhe permite ter poderio financeiro com receitas semelhantes aos seus rivais sendo que esses teem esse dinheiro já contado para pagar aos bancos e o Sporting está protegido pela reestruturação financeira - nos próximos anos teremos maior liquidez e ainda seremos beneficiados pelos juros que pagamos 3 x inferiores a eles , então cabe agora a quem dirige os destinos do Clube , gerar capital , valorizando a marca Sporting. Como ? Vencendo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.02.2016 às 17:42

Sempre o mesmo patético argumento: recorrer ao negativo do recém-passado para justificar tudo e mais alguma coisa do presente.

Essa de perder a maioria da SAD não é temática tão simplista como a apresenta. O FC Porto teve alguns anos sem essa maioria e saiu-se bem, desportivamente e não só. Não digo que é uma finalidade absoluta, mas é passível de muita discussão.

Eu, por exemplo, desde o primeiro dia das SADs, mesmo com maioria, nunca concordei com o presidente do Conselho Directivo ser automaticamente o presidente da SAD. Está amplamente demonstrado que não resulta, porque invariavelmente o presidente acaba por querer mandar no todo do futebol, mais vezes do que não, sem perceber patavina do assunto.

Sem imagem de perfil

De m1950 a 07.02.2016 às 18:34

Patético é utilizar argumentos conforme a onda.

Então não é o caro e os seus apaniguados que pregam a todo o vapor que o Sporting não nasceu em 2013 e que Bruno tenta reescrever a história ?? Ou a história não tem um fio condutor ?? Não vale a pena pensar que os sócios algum dia se vão esquecer do que aconteceu , apenas porque convém a quem tem interesses eleitoralistas esconder o estado que o Presidente apanhou o Clube com o estado em que está hoje.

O Porto controlou sempre a maioria da SAD com um direito de recompra que teve sempre nesse acordo , depois o Porto era o maior acionista da SAD , não tinha sim a maioria mas dividiu em parcelas. Hoje já a recuperaram.

Sabe perfeitamente que não foi isso que quis insinuar , o caro está a espera de um investidor estilo clube inglês que venha cá mandar nisto tudo porque tem dinheiro e assim poderíamos sair vencedores no futebol , não é uma ideia só sua , mas é pensamento de curto prazo E leviano que já vimos correr muito mal noutros clubes. O Sporting não terá dono , o Sporting nasceu para ser dos sócios , ou agora dávamos tudo a favor da SAD e ainda ficávamos sem ela.

O Sporting tem de gerar as suas próprias receitas , é simples.

Dispensamos "investimentos".
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.02.2016 às 19:39

Essa é a sua oratória e a dos outros seguidistas fanáticos, considerando todos os restantes sportinguista incapazes de raciocínio e reflexão apenas porque não prestam vassalagem ao Bruno. Como sempre, mais da mesma areia que tentam atirar para os olhos.

Piada achei à sua análise sobre o FC Porto: contradições sem fim:

O Porto "controlou" sempre a SAD mas com o direito de "recompra". Portanto, não tinha controle, salva no que à gestão diz respeito.

O Porto era o "maior" accionista, não tinha sim a "maioria". Como é ?... Indiferente do que fez com as suas acções, acabou por não ficar com a maioria.

Que as recuperou, foi precisamente o meu ponto no outro comentário.

O que eu digo, e que o caro recusa reconhecer porque nunca admite algo que não seja a sua opinião, que é lei sagrada, é que numa situação ideal o Sporting não deve abdicar da maioria da SAD, mas a disposição não é assim tão simplista, e admite-se cenários em possa abdicar dessa maioria para a recuperar posteriormente. Nada é absoluto indefinitivamente.
Sem imagem de perfil

De Angelo Pereira a 07.02.2016 às 14:54

Eu compreendo que pode haver situações não tão bem resolvidas, mas nesta
fase após a desgraça que estava quando BC pegou no clube pode haver mais
dinheiro ou porque se paga menos juros ou porque se efetuaram novos contratos
em que entra mais algum, pelo menos vão entrar 25 milhões o que é uma
garantia para alguém o pôr lá dentro. Para mim e chateando mais uma vez o Sr. Rui
o que interessa é não dar PREJUÌZO mesmo quando estamos a lutar para o
título. Já sabiamos que com Jorge Jesus íamos aumentar os gastos com o
futebol e na minha opinião quando se tem mais dinheiro é quando se cometem mais erros.Ainda há dias vinha uma reportagem num jornal desportivo a dizer que nós
tínhamos 11 milhões em jogadores emprestados isso é uma situação má para o clube. Para mim nem que ganhemos o campeonato e dermos prejuízo é mau
independentemente das mais valias que venham daí. Com isto quis dizer que até
agora estou satisfeito mesmo com situações menos bem resolvidas.

Sem imagem de perfil

De m1950 a 07.02.2016 às 12:20

Arias era o melhor lateral do Sporting. A direção optou por apostar em Cédric que era mais barato , Arias estava na equipa B e era o que mais ganhava , gosto muito dele , mas entende-se a decisão da direção.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 07.02.2016 às 12:39

Ainda existia M.Lopes e era ainda o início do Esgaio... Árias foi vendido porque tinha um ordenado muito elevado para ser suplente do Cedric.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 07.02.2016 às 12:51

É verdade , mas confesso que gostava de ver Arias de volta ao Clube.

Parece que temos ainda 15% do seu passe.

Sempre o vi a falar bem do Clube apesar de não ter cá estado numa boa altura.
Sem imagem de perfil

De Luis Vicente a 07.02.2016 às 12:40

calma, m1950. o factualmente burro é você. porque estes negócios com o BESA, mosquito e recreativo caala continuaram ja durante o reinado, ou melhor, imperio, do bruninho..............FOSTE APANHADO!!!!!!!!!!!
Sem imagem de perfil

De Angelo Pereira a 07.02.2016 às 13:08

Eu não sei do que o Sr. está a falar, sei que essas empresas partilham
passes de jogadores e têm capital na sad do Sporting. O Sr. tem provas
de actos ilicítos?
Se tem gostava que nos informasse pois o Sr como fala parece bem informado
senão cale-se para sempre e não ande aqui a fazer insinuações.
Sem imagem de perfil

De Luis Vicente a 07.02.2016 às 13:55

Pergunta ao m1950 que ele explica-te.

Não duvides que sei mais,mas muito mais do que o que pensas.

Bom Domingo e um bom Carnaval!!
Sem imagem de perfil

De Angelo Pereira a 07.02.2016 às 14:25

Conversa de Benfiquista para dizer mal do Sporting se os jornalecos desportivos
soubessem de alguma coisa não poupavam BC, se eles até um traque do homem
ouvem, portanto se não tem provas não ande a difamar.
Sem imagem de perfil

De sergiom_ a 07.02.2016 às 12:26

Foram negócios assim tão maus???
Algum clube ofereceu mais por eles?
O que foi feito deles desde que saíram do Sporting??
Algum deles está a jogar nalgum grande clube??
Anda tudo cego de certeza.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 07.02.2016 às 12:55

O Arias joga no PSV e não sei se está no nosso alcance já , chegou a ser falado no United , esteve em bom plano também na Copa América apesar da Colômbia ter desiludido. Faz os 2 lados da defesa , e ganhou muita intensidade na disputa de bola , de uma raça inesgotável , isto sem falar claro na qualidade ofensiva que tem , embora na Holanda seja mais fácil , a qualidade está lá,
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.02.2016 às 13:34

Sergiom,

Parece que o caro é que não vê bem. O PSV Eindhoven não presta ?

Não leu o post com a informação sobre o Arias ? Ou é melhor fingir que não percebeu ?

Temos algum lateral direito melhor do que Arias no Sporting ?
Sem imagem de perfil

De Bruno a 07.02.2016 às 15:11

Gosto tanto dos vasquinhos , tapam os olhos a tudo , o Sr Azevedo achou danosa a gestão de godinho lopes e afins , ora vejamos as contrataçoes da era de SrAzevedo , 1 2 3 .. Montero(*) , Magrao , Weldinho , Jefferson(*), SeejouKing , Ivan Pirís , Cissé , Shikabala , Heldon , Slimani(*) , Rabia , Jonathan Silva , Rossell , Slavchev , Geraldes , Tanaka , Sacko , Naby Sarr , Mauricio(*) , Azbe Jug , Schellotto , Paulo Oliveira (*) , Marvin , Ryan Gauld , Naldo(*) , Ewerton , Ciani , Aquilani , Bruno Paulista , Teo , Barcos , Ruiz(*) , Coates , e Joao Pereira (*) resumindo foram 5 que se aproveitaram nos ultimos dois anos ,este ano so jogam mais jogadores das contratações porque foi o JJ a escolher , mas mais o ordenado de Jesus , mais a falha na Champions , mais as atrocidades com a Doyen e q quantidade de processos etc , vamos ver o dinheiro que este já endividou o sporting, será que também nao merece o mesmo tratamento? mas claro os vasquinhos acham que ele é o senhor certo para os destinos do sporting.
Sem imagem de perfil

De Angelo Pereira a 07.02.2016 às 15:39

O Senhor pode ter toda a razão do mundo, mas vou-lhe dizer uma
coisa, qualquer empresa que dê 100 milhões de prejuízo tem que
afastar os gestores. Quando o Sr. Bruno escarrapachar aqui um
relatório e contas da SAD com esses prejuízos desta direção não
me tem a 100% consigo tem-me a 200% e estes diretores têm á
perna um associado com 40 anos de sócio até lá a direção tem
toda a legitimidade para fazer o seu trabalho e já agora que consigam
fazer o pavilhão João Rocha para as modalidades jogarem em casa.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 07.02.2016 às 16:41

Sporting é assim , escreve-se com letra capital o nome de uma grande instituição centenária com dimensão a nível mundial.


Sem imagem de perfil

De José Ribeiro a 07.02.2016 às 17:43

Desses aí Shikabala, Maurício, Naby Sarr, Rabia, Montero já saíram e deram lucro ou não deram prejuízo (no caso dos dois egípcios). King, Magrão, Weldinho, Vítor Silva, Píris, Cissé e Ciani não apresentaram grandes custos para o clube (ou foram empréstimos ou contratações a custo zero que neste caso não representam grandes custos). Não se esqueça de referir Lewis Enoh que foi contratado ao CNS e foi vendido 300 mil euros (deu mais lucro que Matías Fernandéz, um dos meus jogadores preferidos do Sporting). Agora junte aí Slimani (a sua venda deve render à volta de 20 milhões de Euros), Paulo Oliveira (que custou cerca de 2,5 milhões e o sue valor de mercado já é superior a isso) ou Jefferson (que custou à volta de 600 mil euros e já foram recusadas propostas à volta de 6 milhões). As contratações que realmente foram flops autênticos são as de Slavchev, Heldon, Sacko, Rosell e Tanaka e estes todos juntos não chegam para comprar um Elias. Houve imensos erros nas contratações mas é um bocado o preço a pagar por elas todas serem de baixo valor (o que aumenta muito a probabilidade de saírem flops).
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.02.2016 às 17:50

Com tudo isso, não deve passar despercebido que há prejuízos além dos financeiros com as más contratações.

Pessoalmente, acho um autêntico mito ver dizer que se contratou 20 flops, mas como não houve prejuízo e, em alguns casos, até lucro, não há danos.

A estabilidade desportiva é sempre afectada, especialmente no caso do Sporting quando se verifica que o caminho para os jovens da formação é afectado.

Flops baratos ou caros, são sempre flops. A diferença é o impacte na conta bancária.
Sem imagem de perfil

De Angelo Pereira a 07.02.2016 às 19:02

Concordo um bocado com o que o Sr. Rui disse e vejo grandes dificuldades
em o Sporting se reforçar com jogadores a nível nacional, pois os melhores
empresários estão em sintonia com a maioria dos presidentes e há interesses
conjunturais entre eles e BC a negociar da maneira que o faz ou seja não
abrir muito o bolo vai ter dificuldades em ter os melhores jogadores a atuar
em Portugal, mas este problema sempre o tivemos o bom foi sempre para
outras paragens e não foi é só agora. Ele vai ter que ir lá fora o que aumenta o
erro, o Sporting terá é que apostar em matéria prima para a academia e a
concorrência também aí vai ser feroz. Meu amigo Aurélio disse-me já há dois
anos que o Benfica já a miúdos com 11 / 12 anos estava a oferecer boas verbas
aos pais, quando antigamente nessa idade não havia dinheiros.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.02.2016 às 19:45

Bem... com 11/12 anos não sei, mas recordo bem estar em conversa com Fernando Mendes e o Carvalho, enquanto treinavam juniores e juvenis, no início da década de 90, em que eles me disseram que já haviam ali miúdos a receber 400 e mais contos mensalmente. Na altura, era bom dinheiro para aquele nível.
Sem imagem de perfil

De Vozes a 07.02.2016 às 20:05

Duas coisas.

1. Escrever Sporting com letra minúscula fica-lhe mal.

2. As falácias do costume. Esquece Nani entre as contratacoes (apesar de ter ficado tanto tempo quanto Magrao, Weldinho ou Piris).
Nao coloca (*) em Marvin ou Aquilani apesar de já terem demonstrado (sobretudo o segundo) ser alternativas de qualidade. E no restante ignora totalmente a relacao custo-benefício-retorno do investimento.
Ignora jogadores que foram contratados directamente para a equipa B (antes que voltemos a outra falácia habitual: NAO, nao é possível ter um plantel da equipa B exclusivamente composto de ex-júniores!).
O seu colega lá mais abaixo nos comentários depois tenta escrever que os exercícios positivos da SAD sao só cosmética (argumentacao ao nível de uma crianca de 10 anos: se era tao fácil fazer cosmética com as contas da SAD, entao porque é que os presidentes dos últimos 20 anos, que tao famosos eram no meio financeiro - e que tanto dinheiro espatifaram, nunca o conseguiram com excepcao de Soares Franco num único caso isolado? Quod erat demonstrandum).
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.02.2016 às 21:32

Anda por aqui a espalhar comentários como se a sua voz fosse lei. O seu objectivo é claro, mas não pense que por isso não deixa de ser propaganda avulsa.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo