Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




og-default.jpg

As novidades sobre a nova Liga dos Campeões, que entrará em vigor no verão de 2024, continuam na ordem dia. Esta sexta-feira, a 'Marca' revelou mais detalhes sobre o novo formato da competição, que deixará a tradicional fase de grupos e passará a ser constituída por uma liga composta por 32 equipas. Agora, sabe-se também que os clubes participantes estarão distribuídos por níveis. Passamos a explicar.

De acordo com o jornal espanhol, as equipas com melhores coeficientes (as que fazem parte do atual pote 1 nos sorteios, por exemplo) terão mais jogos entre si, o que não invalida que não tenham de defrontar também formações menos cotadas. A ideia, nesta fase de discussão, é que cada emblema dispute um mínimo de seis encontros com clubes do mesmo nível.

E aqui entronca a próxima alteração, precipitada pelo elevado número de participantes. É impossível haver partidas em casa e fora com todos, o que significa que haverá duelos 'aleatórios', ou seja, a uma só volta. Mas todos os jogos contarão para a classificação final desta liga única. Os oito primeiros colocados desta liga avançarão directamente para os 'oitavos', ao passo que os colocados do 9.º ao 24.º lutarão num playoff pelas oito vagas restantes.

Desta forma, é provável haver mais encontros entre equipas teoricamente mais poderosas, aumentando assim as receitas e, de certa forma, indo de encontro ao desejo dos clubes que estão na linha da frente para a criação de uma SuperLiga Europeia. Ainda assim, segundo a 'Marca', longe dos 500 milhões de euros que o vencedor da SuperLiga poderia encaixar.

A distribuição por países

Como já tinha sido revelado no início da semana, este novo modelo contará com um limite de cinco a seis equipas por país, sendo que a UEFA reservará ainda quatro vagas extra que serão dadas pelo coeficiente (2), uma para a quinta liga mais bem cotada e outra para a melhor liga que não tenha representante directo.

Em teoria, os países das quatro principais ligas europeias deverão ficar desde logo com 20 a 25 vagas, ficando as restantes para outros países como França ou Portugal. Restará saber de que forma essas outras vagas serão distribuídas.

As alterações, recorde-se, serão discutidas no próximo mês.

publicado às 14:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Profeta a 20.02.2021 às 17:11

Não percebi e acho que nem quero perceber... cada vez mais desinteressante. Veja-se o mundial de 2026, organizado em 3 paises, e com 48 equipas!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 20.02.2021 às 17:21

Por agora, é de facto uma enorme confusão. A UEFA, no seu desespero pela caça ao cifrão, não anda a melhorar o futebol europeu, pelo contrário.
Sem imagem de perfil

De Profeta a 20.02.2021 às 17:43

Talvez fizesse mais sentido reduzir para metade o número de equipas que participam na prova, para evitar equipas que à partida nem na Liga Europa têm categoria, tipo Maribor, vikings, etc, e não haver equipas que descem para a Liga Europa, e na Liga Europa os prémios tinham que se aproximar mais dos valores da champions.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 20.02.2021 às 18:07

O número de equipas tem tudo a ver com o pacote televisivo global.

Subscrevo a cem por cento que a partir da fase de grupos quem for eliminado não deve ir para a Liga Europa, é uma traição à verdade desportiva.
Sem imagem de perfil

De Profeta a 20.02.2021 às 18:35

No actual contexto até concordo, pois essas equipas vão valorizar a Liga Europa.

O que vejo é que se essas equipas na prática vão para a Liga Europa, então não deveriam estar na champions, daí dizer que o número de equipas deveria reduzir para metade.

Se formos a ver a essência da champions começa a partir dos oitavos de final, e os eliminados da fase de grupos vão tentar a sorte na Liga Europa...
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 20.02.2021 às 18:13

A UEFA, em nome da sua ganância económica, anda desesperada para não perder a organização da maior prova de clubes do mundo e, abdicando dos seus princípios de desenvolvimento global do futebol europeu e igualdade de oportunidades para todos os seus clubes, vai aceitando, e oferecendo, tudo e mais alguma coisa aos clubes poderosos, para manter a organização da prova.

A subserviência da UEFA a estes clubes "cheira-me" a completa dependência e, ou muito me engano, ou o futuro vai ser cada vez mais difícil para ela. Os clubes não se vão contentar "só" com isto, exigindo cada vez mais e a UEFA cedendo cada vez mais, num processo que culminará com o seu "afastamento" quando já nada de vantajoso poder oferecer!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 20.02.2021 às 19:52

Até poderá vir a ser como diz, mas uma superliga europeia com uma mão cheias de clubes galácticos também não é solução alguma no que ao todo do futebol europeu diz respeito.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 20.02.2021 às 20:12

Efectivamente não é a solução no que ao todo do futebol europeu diz respeito, sendo mesmo altamente prejudicial.
Mas os clubes galáticos estão pouco, ou nada, interessados nessa vertente. Egoisticamente só pensam nos proveitos económicos que essa SuperLiga lhes pode proporcionar.
Repare na "obscenidade" que representa o vencedor da SuperLiga encaixar 500 milhões de euros!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 20.02.2021 às 21:20

É mesmo!!!

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo