Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




DdPcLw0X4AEkGIE.jpg

A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD (Sporting SAD) vem, através deste comunicado, denunciar uma situação que considera constituir um dos episódios mais lamentáveis e surreais da história do futebol português.

Em concreto, informa a Sporting SAD que, na sequência de participação apresentada pela Associação Nacional de Treinadores de Futebol em Março de 2020, a Comissão de Instrutores da Liga Portuguesa de Futebol Profissional deduziu agora acusação contra a Sporting SAD e o seu treinador Rúben Amorim, alegando existir fraude na inscrição de Rúben Amorim como treinador, e pretendendo ver o mesmo condenado a uma sanção de um a seis anos de suspensão de actividade.

Repetimos... a disciplina desportiva nacional pretende condenar o treinador Rúben Amorim a uma sanção mínima de suspensão por um ano pelo facto de o mesmo, respeitando os regulamentos em vigor, se ter inscrito como treinador-adjunto e não como treinador principal quando ainda não possuía habilitação para tanto.

Este processo e esta acusação constituem uma mancha reputacional indelével no desporto nacional, com repercussões internacionais, por impedirem qualquer possibilidade de crença no regular funcionamento das instituições que movem o processo.

Para além de outros motivos que contradizem a tese vertida na acusação, a Sporting SAD realça que esta, ao que se julga saber neste momento, constitui a primeira acusação com este enquadramento e constituiria a primeira e única condenação desta natureza nas competições profissionais nacionais, apesar de existir e ser por todos conhecido um histórico de dezenas de casos de equipas técnicas de outros Clubes de contornos pelo menos comparáveis. A intenção muito direccionada desta acusação fica por demais evidente quando o próprio Rúben Amorim não foi alvo de qualquer participação ou processo quando integrava a equipa técnica da SC Braga SAD, em circunstâncias que se crêem idênticas.

Acresce que os casos mencionados precederam ou coexistiram com o que é agora objecto de acusação a Rúben Amorim, não podendo a Sporting SAD deixar de sublinhar a sua perplexidade pelo facto de o mesmo surgir quando a sua equipa se encontra em primeiro lugar na Liga, com larga vantagem, assumindo o melhor registo de qualquer outra em Portugal até ao momento, precisamente sob o comando desta equipa técnica.

Só um corporativismo ultrapassado pode acreditar que um processo deste género promove e protege a classe dos treinadores portugueses. E só uma disciplina desportiva cega, no pior sentido, poderia entender ser de acolher essa sanha persecutória.

É assim, lamentando-o, que a Sporting SAD considera que única virtude deste processo é a de evidenciar o tratamento díspar e enviesado em desfavor do Sporting CP que as instituições envolvidas decidiram assumir de forma transparente, tentando prejudicar gravemente a promissora carreira de um muito competente jovem treinador.

A todos os Sócios e adeptos do Clube, a Sporting SAD assegura que:

  1. não existe qualquer fundamento jurídico que sustente a sanção proposta de um a seis anos de suspensão, o que em sede própria será cabalmente demonstrado;
     
  2. reitera a sua total confiança nesta equipa técnica, mantendo inquebrável o compromisso que existe actualmente com a mesma e que foi recentemente reforçado;
     
  3. se manterá fiel aos seus valores, dos quais nunca abdicará nem permitirá que sejam negociados;
     
  4. se mantém confiante na luta que tem levado a cabo pela construção de instituições fortes, que permitam que a única força dominante no futebol português seja a verdade desportiva e os superiores interesses do Desporto em Portugal.

 

ONDE VAI UM VÃO TODOS

________________________________________________

Aproveito o ensejo para adicionar esta observação do nosso leitor RCL, num outro post, embora em contexto do que se debate aqui:

"Não terá chegado o tempo de os milhões de adeptos Sportinguistas se manifestarem contra os donos do futebol?".

publicado às 15:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


55 comentários

Sem imagem de perfil

De Yazalde a 08.03.2021 às 18:11

Isto só funcionava era na marginalidade, tinham medo já nem perguntavam ,cambada de gatunos e o portugal onde pontefica a lama ,a ueffa devia meter mão nisto com penas pesadas para os corruptores
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.03.2021 às 19:05

O futebol português ficava sem dirigentes!
Sem imagem de perfil

De Yazalde a 08.03.2021 às 18:21

O Rui Gomes devia ter havido um presidente anos em que o Sporting tem sido prejudicado dentro das quatro linhas pegar nos CD dos jogos onde era prejudicado penaltys por marcar ,expulsões injustas golos limpos que nos roubaram ex em Chaves com o coroado do tempo do jozic foi uma vergonha desde a mão do Ronnie muitos casos que eu já não me lembro que nos tiraram aí mais de dozes títulos de campeão taças de Portugal em trinta e sete anos ir a ueffa fazendo queixa da perseguição que nos faziam que só dois clubes e que podiam ser campeões, e de termos boas equipas desdeas arbitragens contra a instituição sporting
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.03.2021 às 19:01

Infelizmente, muito disso tem sido a nossa história.
Sem imagem de perfil

De J.Oliveira a 08.03.2021 às 18:21

O Sistema está em pânico. Depois do "caso Palhinha" não dar em nada, avançam estes peões de brega, que não são nenhuma Ordem, não têm categoria para isso. Se assim fosse, os campeonatos tinham que ser refeitos desde há dezenas de anos, quem descia, quem subia, quem ia à (UEFA) Liga Europa, quem ia à Champions, etc. impraticável! Se não der em nada, como não vai dar, o SISTEMA já está a pensar em avançar com a Associação de Roupeiros, será que o Paulinho tem o curso de IV nível de engraxamento, dobragem de equipamentos e limpezas a seco....Ridículo!

Curiosamente quando Rúben esteve em Braga, com menos níveis, estes tipos nunca se lembraram disto, porquê?...

Só alguns casos vistos noutros blogues:

Paulo Bento em 2005 no Sporting
Jorge Costa em 2007 no Braga

2012 – Marco Silva (Estoril), Nuno Espírito Santo (Rio Ave), Paulo Fonseca (P. Ferreira), Pedro Emanuel (Académica) e Sérgio Conceição (Olhanense).

2018 – Pepa, Silas, Sérgio Vieira e Petit + Carlos Pinto – subiu com o Sta Clara à primeira sem ter o nível (precisava do nível III).
O Pepa e o Petit terminaram o nível4 em novembro de 2018–Pepa esteve sem nível 2016/2017 e 2017/2018, anos em que treinou Moreirense e Tondela.
O Sérgio Vieira inscreveu-se no nível IV em 2020 – em 2018 treinou o Moreirense na primeira divisão.
O João Henriques treinou o Sta Clara em 2018 com o UEFA Pro – nível 3.
O Filipe Martins treinou o Feirense em 2018/2019 e terminou no verão de 2020 o nível 3.

19/20:
Braga – Ruben Amorim, Custódio e Artur Jorge;
Belenenses – Silas
Setúbal – Sandro Mendes

20/21
Luís Freire – Nacional
Mário Silva – Rio Ave (inscreveu-se no curso em novembro).

E há mais casos.

Se o ridículo matasse estes tipos estavam todos mortos...

O que eles querem é incomodar, ainda está o assunto Paulinho, agora o assunto Rúben, e se continuarmos a ganhar, vai aparecer mais um assunto.
Nunca na minha vida pensei que A Maior Potência Desportiva Portuguesa, o Grande Sporting Clube de Portugal fosse tão temido!

É preciso é ganhar em Tondela o resto é treta.
SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.03.2021 às 19:02

Ora bem... vamos ao Tondela!!!
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.03.2021 às 18:35

E ja esta outro processo preparado para avançar contra o Sporting e o Coates, alegam fraude do Sebastian Coates que veio como defesa central e tem sido mais ponta de lança.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 08.03.2021 às 19:03

Coates tem o mesmo número golos que o Darwin Nuñez.... 4 golos
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.03.2021 às 19:17

É fraude. Investigue-se, processo para cima dele.
Sem imagem de perfil

De RCL a 08.03.2021 às 21:12

Coates tem 4 golos na Liga e 2 na Taça de Portugal.
Contudo, eu repartiria o último golo com Nuno Santos e João Mário. O Grande Capitão não se importaria. Um belo lance de futebol merecia, como no basquete, 3 pontos. A beleza do futebol na sua maior dimensão, Quem tem jogadores destes arrisca ser campeão... E Vai ser, contra tudo e contra todos.
SL
Sem imagem de perfil

De Rumo Certo - Ventos Favoráveis a 08.03.2021 às 19:04

O direito ao pleno trabalho e o livre exercício para contratar pessoas a título individual e/ou bens e serviços, encontram-se consagrados e protegidos nos diversos diplomas e instrumentos plasmados na Legislação.
Por conseguinte, nada impede que qualquer entidade pública ou privada, ossa livremente contratar, quem quer que seja, desde que estejam cumpridos os requisitos previstos na Lei.
Não conheço nenhum organismo corporativista e elitista (para suposta defesa de classe profissional), que de forma absurda, aberrante, por modo abjeto e espúrio , venha tentar produzir qualquer penalização superlativa e se substitua ao Direito, à Justiça e independência da Magistratura.
E à luz do Direito, qualquer cidadão e trabalhador ou instituição, jamais poderá sofrer penalização / castigo, desconhecendo o momento, a matéria factual, os motivos alegados e a fundamentação jurídica, que suporta.a acusação.
E muito menos, sem ver cumprida a obrigatoriedade de audiência prévia, em tempo e oportunidade, para ser ouvido, justificar e provar, o que lhe assiste por direito próprio.
Neste caso em particular, nem sequer existe lastro, orientação e "jurisprudência desportiva", o que de facto, caracteriza esta intenção, como uma gritante aleivosidade de cariz persecutório direccionado, não substantiva em matéria, contra uma pessoa e uma instituição.
E aqui sim, é que passa a ser assunto de extrema gravidade, pois evidencia crime de perseguição, o intento de dolo, a violação de elementares direitos cívicos, difamação e calúnia por utilizar termos como fraude e, danos morais e de imagem, contra pessoas e instituições.
Certamente, a devida e merecida resposta, ser-lhes-á dada em local e sede própria, a estes desavergonhados trastes e pseudo dirigentes da ANTF.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.03.2021 às 22:20

Esperamos que essa resposta seja mesmo dada. Isto já enoja!
Sem imagem de perfil

De Profeta a 08.03.2021 às 19:47

Não descurando erros internos (todos os clubes os cometem), este é um exemplo do porquê do Sporting só ter ganho 2 campeonatos em 40 anos! O Sporting é realmente um clube à parte, que só não acabaram já com ele porque o peso social é enorme.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.03.2021 às 20:23

Se não é, parece!
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 08.03.2021 às 19:49

O que mais me incomoda é o esforço, a dedicação e a devoção de um grupo de trabalho, a caminho da glória, estar à mercê destes mentecaptos.

Por mais que, como aqui foi dito, este episódio poder servir para unir ainda mais o grupo, não deixa de provocar uma revolta, essencialmente pela forma descarada e despudorada como o fazem.

Podemos ter toda a força possível, manter a "imunidade" a esta "praga de conspurcados", mas tudo tem um limite.
E os adeptos do Sporting têm de interiorizar isso, principalmente porque sabemos que a "safadeza" vai continuar!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.03.2021 às 20:22

Tudo tem limite, ou devia ter, mas parece que este tipo de manejos obrados pelos suspeitos usuais não têm fim.
Sem imagem de perfil

De Rumo Certo - Ventos Favoráveis a 08.03.2021 às 20:12

A dita ANTF não dispõe de estatuto, nem qualidade, nem meios, nem estrutura, idônea, técnica e jurídica, reconhecida e admitida superiormente a uma Ordem Profissional, que promove estágios, formação e exames periódicos para admissão, inscrição e Licenciamento para o exercício da profissão de treinador de futebol.
Logo, entre demais, porque resultante do seu exercício funcional e profissão de treinador de futebol, não deriva nem arrastam implicações de ordem superior por eventuais assimetrias no conhecimento, nem tão pouco, existe o risco superveniente para causar danos aos intervenientes e resultantes da sua interação.
É uma panaceia e ativismo, estabelecer qualquer inexistentes comparação, com profissões, competências, sabedoria e práticas, que envolvem risco e elevado grau de conhecimento e experiência.
O Sr. Presidente da ANTF, demonstra estar completamente deslocado da realidade e ser autista, com exacerbada sobranceria e arrogância, e julgar dispor de autoridade, que ninguém lhe concedeu ou reconhece.
Dislates e pacovices.



Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.03.2021 às 22:22

Ele não está "deslocado da realidade". O que faz é pensado e deliberado!!!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.03.2021 às 22:24

Já agora, e desculpe-me o reparo, mas agradeço que tenha cuidado com os espaços em branco nos comentários. Já corrigi alguns outros da sua autoria.

Isto, porque desperdiça espaço da página.

Obrigado.
Sem imagem de perfil

De Rui a 08.03.2021 às 20:32

Como disse certa vez o Futre, na hora de ser treinador, o Ronaldo teria de começar a formação do zero como alguém que nunca jogou futebol...
É verdade que a formação é necessária (sobretudo em escalões juvenis e júniores, como qualquer professor), mas o modo de conseguir essa formação segue critérios do tempo do salazarismo.

Venha o Tondela e, já agora, o título.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.03.2021 às 22:21

Não me parece que a essência da questão seja realmente a formação de treinadores, pelo menos no que diz respeito a estes manejos com o Sporting como alvo.
Sem imagem de perfil

De Rumo Certo - Ventos Favoráveis a 08.03.2021 às 23:46

Uma Associação, que supostamente fora criada para defender a classe e o direito à ocupação efectiva de funções e trabalho, vem propor um castigo, uma suspensão e/ou proibição de um cidadão (treinador de futebol), contra a sua vontade, poder trabalhar no seu próprio País?
Ora, quem age assim e, se coloca à margem da Lei, do Direito, da Justiça e em clara violação dos direitos, liberdades e garantias consagradas na Constituição, não tem razão sequer de existir.
É anacrônica, aberrante, lesiva, anti social e anti pedagogica, para os membros da classe e interesses dos seus associados(as).
Consequentemente, a sua prática, "per si" lhe imputável, fere de forma grave, consciente e grosseira, a Lei.
Logo, a razão da sua existência é desnecessária e, posicionando-se no campo da ilegalidade.
A sua actuação, evidencia, que está ao serviço de outros interesses, que não convergem, nem se compaginam, com a defesa dos profissionais e o direito ao trabalho, com que exclusivamente se deveria preocupar e diligenciar no sentido de encontrar soluções e, não como parte do problema.
SL

Comentar post






Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo