Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mas que grande injustiça !!!

Rui Gomes, em 14.09.16

 

img_FanaticaBig$2016_09_14_20_12_49_1157086.jpg

 

Não devia escrever esta crónica agora, porque ainda não recuperei do autêntico "balde de água fria" que resultou dos derradeiros minutos do embate no Santiago Bernabéu, com o Real Madrid a sair vitorioso, imerecidamente.

 

Magníficos foram os "leões" durante cerca de 90 minutos, só para ver o justo escapar-lhes ao cair do pano e, teria o destino, com Cristiano Ronaldo a contribuir para o desgosto.

 

Não sei que mais se poderia exigir desta equipa do Sporting, neste jogo, e nestas circunstâncias. Possivelmente, um maior aproveitamento de Bas Dost em dois lances em que foi servido para marcar, mas falhou a concretização. Mas em termos de táctica e estratégia, atingiu-se quase a perfeição.

 

Todos os jogadores leoninos estiveram muitíssimo bem, nada a apontar. Gelson Martins foi apenas soberbo e o golo de Bruno César com um remate com colocação perfeita. A defesa ao seu mais alto nível e até creio que foi Elias que estava a marcar Morata no golo que deu a vitória aos madrilenos.

 

Rui Patrício não foi chamado a intervir com frequência e esteve bem quando foi necessário. No golo de livre directo executado por Cristiano Ronaldo, ainda conseguiu desviar a bola para o poste, mas a sorte atraiçoou-o.

 

img_FanaticaBig$2016_09_14_20_11_36_1157084.jpg

 

Se há um jogo em que Jorge Jesus não merece ser criticado, é este, mas confesso que fiquei a pensar nas suas opções pelas substituições. É muito possível que Gelson Martins estava esgotado - à distância é difícil determinar -  mas com a sua saída o Sporting perdeu a sua maior e mais perigosa "arma". Outra surpresa foi a entrada de Markovic, quando tudo indicava que deveria ser Joel Campbell. Apesar disto, o treinador elaborou um plano praticamente perfeito para este jogo e, tal como a equipa, não merecia sair derrotado.

 

Evito sempre referir a arbitragem, mas parece-me claro que estivemos perante um árbitro que tentou desequilibrar o jogo a favor do Real Madrid de forma muito habilidosa. Cartões amarelos muito discutíveis, faltas para livre próximo da área do Sporting que me parece que não existiram. Os comentadores ingleses a trabalhar o jogo no canal a que eu recorri, concordaram comigo. Houve falta no livre que deu no golo de Cristiano ???

 

Pontos em Madrid seriam sempre um bónus, reconhece-se isso, mas por tudo o que o Sporting fez, merecia esse bónus e mais. O futebol, no entanto, tem destas coisas. Uma derrota é sempre uma derrota, mas acho que há causa para regressar a casa com a cabeça bem levantada.

 

publicado às 21:52

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


62 comentários

Sem imagem de perfil

De Implacável a 15.09.2016 às 00:19

O pior que posso dizer acerca da forma dura como perdemos é que preferia ter sido "despachado" com 3-0!
Perder por 3-0 com o Real Madrid é, infelizmente, natural para uma equipa portuguesa. Estar a ganhar e perder com golos aos 89 e 93 minutos já não se deve apenas á falta de sorte - ainda se recordam do jogo SCP vs beifica quando o Marco Silva treinava o SCP?! Como diz o meu povo, á primeira todos caem, á segunda só cai quem quer.
Embora concorde com boa parte do post, não vou muito em teorias de injustiça.
A competência desempenha um papel fundamental no futebol.
Como aqui alguém já referiu, as duas substituições (a 3ª foi para queimar tempo) que JJ operou redundaram num desastre. Muito poucas bolas saíram jogáveis dos pés de Markovic e o lance do primeiro golo nasce de uma falta que teve tanto de estúpida como de escusada, uma vez que CR7 já havia passado a bola a um dos nossos, cometida pelo Elías.
Como JJ costuma chamar a si os louros nos momentos de vitória, hoje, tem que reconhecer que a derrota "saiu do banco".
É verdade que o nosso "Leão da selva" - assim o apelidou um
jornal espanhol - tem sido um herói e merecia ter tirado aquela bola no livre de CR7. Mas no segundo golo, é muito mal batido.
Recordo-me perfeitamente que quando Rui Patrício bateu um livre junto á linha lateral, por fora de jogo assinalado ao Real, faltavam 30 segundos para acabar o período de descontos e eu já estava fulo por conta de 2 pontos mal perdidos e aquele empate já me sabia a derrota. Ainda "conseguimos" perder o jogo.
Assim não vamos lá!
O futebol é o momento e oportunidade como esta, de fazer um resultado histórico, poderá não voltar a acontecer.
O que teria acontecido se Gignac tivesse desviado a bola uns centímetros para a direita no último minuto da final do Euro 2016 quando tinha a baliza toda á sua mercê? Nunca saberemos porque ele atirou ao poste e Eder tornou-se imortal...
De Gignac, nem sequer sei em que clube actua actualmente.
Quando se perde de goleada, a noite é dura mas não pensamos muito no jogo. Quando se perde desta maneira, passamos a noite a imaginar como teria sido se, naquele instante, alguém tivesse mantido a concentração, o que teria acontecido se Bryan Ruiz tivesse conseguido fazer o mais fácil no jogo frente ao beifica...
A história vai-se repetindo e cada vez custa mais...
Desculpem o desabafo. Estou muito para lá de triste, estou farto de ver o mesmo filme repedidamente...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.09.2016 às 00:31

Para ser justo com Rui Patrício, ele não é mal batido no segundo golo. Podia ter saído uma grande defesa, mas não aconteceu. A bola foi muito bem cruzada por James e com força, Morata cabeceia completamente à vontade e isso permite-lhe enquadrar-se com a baliza. Elias não o estorvou.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 15.09.2016 às 00:41

Correcto, Rui.
Atribuir as culpas ao Patrício seria um perfeito disparate, obviamente.
Não foi feliz, acontece. Mas quem deixou a bola chegar á baliza tem responsabilidades, ou seja, toda a equipa.
É duro...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.09.2016 às 00:46

Como costumamos dizer, foi um cabeceamento à "queima-roupa". Aqui fala um antigo (e fraco) guarda-redes, mas que sabe avaliar estes lances. O tempo de reação é mínimo. Por norma, vale o instinto.

Ele merecia a defesa no golo do Cristiano. Atirou-se muitíssimo bem a uma bola que foi colocada de forma soberba, precisamente no lado da baliza coberto pela barreira.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 15.09.2016 às 01:13

Teria sido uma defesa monumental!
Quanto ao lance do segundo golo, só nos dá a sensação de ter sido mal batido por estarmos habituados a grandes defesas do Patrício.
Obviamente foi surpreendido pela velocidade do lance.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.09.2016 às 01:21

Como eu já referi, podia ter saído uma grande defesa, mas não aconteceu.
Sem imagem de perfil

De Marcos Cruz a 15.09.2016 às 01:00

Rui, creio que não é o Elias, mas sim o Zeegelaar.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.09.2016 às 01:16

Não insisto, porque não revi o lance, tal o meu desnorteio naquele momento.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 15.09.2016 às 01:27

Rui, também deixei de ver o jogo após a repetição do golo...
Os seus argumentos são perfeitamente válidos.
O Patrício é o menos culpado pela derrota.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 15.09.2016 às 01:20

Julgo ter sido o Elias. Muito mal nesse lance.
Apesar de toda a equipa ter responsabilidades, é especialmente penalizador para uma defesa que esteve em grande nível. João Pereira, que tantas vezes critico por ser pouco inteligente na abordagem dos lances, tem estado impecável e, neste jogo, esteve inexcedível. Coates teve cortes de pura classe e Ruben Semedo é um enormíssimo Central. Marvin uns furos abaixo mas, ainda assim, cumpriu.
Falta alguma tarimba a certos jogadores. Lembro-me de um lance de William em tudo semelhante ao do primeiro golo do braga no jogo da Taça de Portugal na época passada. Uma perda de bola incompreensível que, desta feita, não deu golo porque, lá atrás, actuaram jogadores de grande craveira. Por vezes é preciso ter a noção de que jogar feio é jogar bem...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.09.2016 às 01:24

Além da responsabilidade inerente a um jogo destes, os jogadores sentiram o "peso da montra", e isso fez com que a sua performance subisse uns graus. Destaque, neste contexto, para Rúben Semedo e o Gelson.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 15.09.2016 às 01:31

Totalmente de acordo!
Nem tanto em relação a Semedo que tem mantido um nível elevado em todos os jogos mas o miúdo (Gelson) estava "endiabrado".
É, também, por isso que esta derrota dói tanto...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.09.2016 às 01:37

Estas derrotas são muito difíceis de digerir, mas o futebol é mesmo assim. Hoje em dia já não me enervo tanto, mas há uns tempos atrás um jogo destes deixava-me doente, literalmente.

Desde que comecei a ter problemas cardíacos, afastei-me um pouco emocionalmente, mas não é fácil.
Sem imagem de perfil

De sloct a 15.09.2016 às 08:50

Compreendo perfeitamente, o meu Pai foi aconselhado a nem sequer pela televisão ver os jogos do Sporting.

E eu que não tenho problemas cardíacos, reconheço que com mais meia dúzia de jogos destes vou passar a tê-los seguramente.
Sem imagem de perfil

De HY a 15.09.2016 às 09:15

Bastava o JPereira ter feito falta quando perdemos a bola e o segundo golo nunca existiria...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo